Autor Tópico: [UFC 220] Miocic vs Ngannou - 20 de Janeiro  (Lida 199 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    39171
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5191
em: 08 de Janeiro de 2018, 13:04
The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/



Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    39171
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5191
em: 08 de Janeiro de 2018, 13:06
@awesome  @Biscione

o que acham disso?

The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/



Biscione

  • Sem Dívidas
  • B
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2011
  • Localidade:
  • Mensagens:
    284
    Pts Tipsr:
    119
em: 08 de Janeiro de 2018, 14:59
@awesome  @Biscione

o que acham disso?



A opinião pública está toda boquiaberta com os feitos do Ngannou e as odds refletem isso. Miocic sabe lutar num estilo evasivo, usando a distância, mas não sei até que ponto terá sucesso frente a alguém com o poder de Ngannou que pode acabar a luta a qualquer momento com um soco.
O Miocic tem um bom jogo de luta agarrada, que não usa muitas vezes e vejo-o aqui a usar do seu wrestling para dominar o Ngannou, usando bastante clinch e retirando as maiores armas do africano. Valor nas odds do Miocic na minha opinião.





Forum de Apostas

Re: [UFC 220] Miocic vs Ngannou - 20 de Janeiro
« Responder #2 em: 08 de Janeiro de 2018, 14:59 »

awesome

  • Moderador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2008
  • Localidade: Amora
  • Mensagens:
    26144
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1958
em: 08 de Janeiro de 2018, 23:52
não sei o que achar dessa luta, Miocic lutador bem mais completo, Ngannou é um freak of nature mas raw ainda, mas anda a evoluir imenso e tem potencial do caraças, depois a força dele é ridicula.
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?



Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    39171
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5191
em: 09 de Janeiro de 2018, 15:19
me surpreendi com estas odds....sinceramente vejo muito valor no miocic....
The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/



Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    39171
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5191
em: 16 de Janeiro de 2018, 21:50
UFC 220
Stipe Miocic vs. Francis Ngannou - 21.01 - 03:00
Prognóstico: Miocic 2.40 @Rivalo

Os pesos pesados do UFC pedem uma renovação e o nome dela é Francis Ngannou, o predador.  Dono de uma brutalidade e agressividade enormes o frances vem construindo há algum tempo seu caminho para o topo da categoria na organização. Com um cartel de 11 vitórias e apenas uma derrota( ocorrida no comecinho de carreira) Ngannou vem de uma sequência de 10 vitórias no MMA. Dentro do UFC foram seis lutas e seis vitórias. Nenhuma indo pra decisão. São 5 nocautes e uma finalização sempre realizadas dentro do primeiro ou segundo round. Ngannou nunca chegou no terceiro round ou no final da luta dentro do UFC. Este poder de fogo e sua mão destruidora rapidamente transformaram o frances de 31 anos num dos principais prospectos da categoria. No seu caminho ele deixou ex-campeões como Arlovski e Overeem.

O campeão dos pesados Miocic sempre foi um lutador mais low profile que muitos não consideravam capaz de alcançar este feito. Ele tem um cartel de 17 vitórias e duas derrotas no MMA( além de um cartel de boxeador amador também). Dentro do UFC ele esta desde 2011 com 13 lutas, 11 vitórias e duas derrotas. Comparando Miocic do seu começo de carreira dentro da organização com agora podemos observar uma evolução clara. Por mais que eu respeite a história do pitbull Arlovski e de Overeem não podemos negar que Ngannou cruzou com estes dois num momento em que ambos não vivem seu auge. Miocic vai ser um desafio de outra natureza aqui O Croata é um lutador que evoluiu muito, e além da força e tenacidade que sempre o caracterizaram desenvolveu uma inteligência estratégia. A luta contra Werdum e contra Overeem demonstraram isso. Quando olho estas odds e vejo Miocic tão azarão não posso deixar de acreditar que o valor esta nele. Sua maior experiencia e pragmatismo devem servir pra controlar a agressividade e potência de Ngannou.
The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/



Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    39171
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5191
em: 16 de Janeiro de 2018, 21:52
UFC 220
Thomas Almeida vs Rob Font  - 21.01 - 01:00
Prognóstico:  Almeida 1.87 @Pinnacle

Thomas Almeida, ou Thominhas já foi considerado como o próximo grande nome do Brasil no UFC. Ele chegou ao UFC com 16 vitórias e nenhuma derrota. As primeiras lutas no Ultimate e a forma como elas ocorreram cacifaram ainda mais esta aura sobre o jovem Brasileiro – lembrando que Thominhas tem apenas 26 anos – Foram 4 vitórias nas 4 primeiras lutas dentro da organização com alguns nocautes brutais que impressionaram a todos. Os 4 triunfos seguidos e a fama recém-adquirida já levaram Thominhas a pegar uma grande luta contra Cody Garbrandt. Neste confronto Thomas experimentou um pouco o nivel mais alto do UFC e acabou nocauteado por aquele que seria campeão da categoria. Ele voltou a vencer Morales, mas no seu último combate no UFC acabou derrotado por pontos por Jimmie Rivera. Falando um pouco do seu estilo Thominhas é um striker de muita qualidade. Com foco total na trocação e e faixa preta de  Muay Thai o seu arsenal de golpes em pé e sua agressividade são seus cartões de visita.

O norte americano Rob Font também chega precisando de uma vitória aqui. Assim como Almeida Font vem de derrota na sua ultima luta diante de outro brasileiro: Pedro Munhoz. Font é um lutador com um cartel de 14 vitórias e 3 derrotas em sua carreira. A maioria delas – 6  - por nocaute, 4 por finalização e 4 por decisão. Falando das derrotas Font perdeu no começo de carreira por decisão, e depois novamente por decisão para John Lineker e na sua última luta uma finalização diante de Munhoz. Font é um lutador bastante completo sendo bastante regular tanto na trocação quando no solo como já pode demonstrar. Dois lutadores vindo de derrota aqui e precisam vencer. Vejo equilibrio. Font já mostrou que é capaz de resistir como fez contra Lineker. Mas acredito que Thomas tenha mais argumentos para vencer aqui. Vejo a trocação dele mais agressiva e eficiente, além disso, não vejo Font com um grappling suficiente para conduzir a luta no solo. Thominhas tem uma boa defesa de queda e suficiente razoavel para controlar isso. E em cima acredito mais no brasileiro.
The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/



Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    39171
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5191
em: 17 de Janeiro de 2018, 15:13
UFC 220
Daniel Cormier vs Volkan Oezdemir  - 21.01 - 02:00
Prognóstico: Over 1.5 rounds 1.58 @1xbet

Mais uma disputa de cinturão será realizada no UFC 220. Daniel Cormier e Volkan Oezdemir disputam o cinturão dos méio pesados do UFC. Quem acompanha a organização conhece o drama que tem sido esta divisão no Ultimate. Isso porque um dos maiores lutadores da história e o melhor meio pesado do UFC não é o campeão. Jon Jones tem usado e abusado dos deslizes no doping e isso tem impedido aquele que talvez seja o campeão mais dominante de ser efetivamente o campeão. Depois de um tempo fora por doping ele voltou e nocauteou Cormier e retomou sua cinta. Mas Jones foi pego no doping, a luta dada como No contest e Cormier reassumiu o cinturão. O wrestler norte americano tem uma carreira quase perfeita em todas organizações aonde lutou. Com um cartel de 19 vitórias e uma derrota em 20 lutas Cormier tem apenas uma pedra no seu sapato: Jon Jones. Ele perdeu duas vezes para o rival norte americano no UFC. Cormier já lutou nos pesados e naturalmente tem um poder de nocaute interessante. Dos seus 19 triunfos, Cormier finalizou 6 vezes por nocaute. Mas é no Wresting que o americano sobra. O americano é um wrestler de nivel mundial e tem um jogo de pressão e quedas muito efetivo. Poucos conseguiram resistir ao poder de Cormier na luta de solo.Que combinada com seu poder se fogo torna seu ground and pound também  muito efetivo.

Vamos ser sinceros poucos esperavam ver Volkan Oezdemir tão rapidamente disputando um cinturão dentro do UFC. O suiço de 28 anos tem uma trajetória curta dentro do UFC. Tem um cartel vitorioso é verdade com 15 vitórias e apenas uma derrota. Mas dentro do Ultimate são apenas 3 lutas e via de regra o caminho para a disputa da cinta costuma ser um pouco mais longo. Porém, o cenário meio de terra arrasada, lesões e dopings na categoria alavancou a chance um pouco prematura ao suiço. Convenhamos que apesar de apenas 3 lutas ele não teve vida fácil aqui. Oezdemir  derrotou St.Preux, Cirkunov e Manuwa. Todos top 10 do ranking dos meio pesados. Oezdemir  tem muito peso nas mãos. Do total de 15 vitórias, 11 delas vieram por nocaute. Manuwa e Cirkunov foram nocauteados ainda no primeiro round. Disputa de cinturão costuma ser uma luta mais estudada. Mesmo com o estilo agressivo de Oezdemir  não acredito que ele parta de forma inconsequente para cima de Cormier. O Americano tem um jogo perigoso que deve inspirar cuidados. Espero uma luta mais controlada nos primeiros rounds com os lutados se analisando. Por isso o over de 1.5 rounds me parece interessante.
The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/



Forum de Apostas

Re: [UFC 220] Miocic vs Ngannou - 20 de Janeiro
« Responder #7 em: 17 de Janeiro de 2018, 15:13 »

Biscione

  • Sem Dívidas
  • B
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2011
  • Localidade:
  • Mensagens:
    284
    Pts Tipsr:
    119
em: 18 de Janeiro de 2018, 14:22
UFC 220 Miocic vs. Ngannou
Luta: Stipe Miocic vs. Francis Ngannou
Data e Hora: 21 Jan 05:00 GMT


Nesta madrugada de domingo tem lugar em Boston o 1º PPV do ano do Ultimate Fighting Championship e a encabeçar o cartaz de lutas temos a disputa pelo título de homem mais temível do mundo, ou por outras palavras estará em jogo o cinturão de pesos pesados da organização.

Stipe Miocic, americano de origem croata, 35 anos, é o atual detentor do cinturão da categoria mais pesada do UFC.
Miocic é na sua essência uma reflexão da cidade de onde é natural, Cleveland, conhecida por ser uma cidade de “blue collar workers”, gente forjada no trabalho duro e na perseverança. A carreira de Stipe, ele mesmo um bombeiro de profissão, estabelece um paralelo com estas premissas.
Com praticamente 7 anos de octógono, Miocic não teve a vida facilitada no seu percurso, e o facto de ser um lutador pouco dado a “trash talks” fez com que tivesse que subir na sua carreira a pulso, e neste caso literalmente com as mãos até alcançar o título que neste momento vai defender.
Campeão amador de boxe e com pedigree de wrestling da Div.I da NCAA, rapidamente Stipe alcançou sucesso na transição para o MMA. No UFC venceu 11 das 13 lutas que disputou e depois de ter tirado o cinturão a Fabricio Werdum, defendeu com sucesso o título nas suas últimas duas lutas, igualando o recorde de defesas de cinturão dos pesos pesados, podendo tornar-se consequentemente recordista nesse quesito caso consiga derrotar Francis Ngannou.

Francis Ngannou, 31 anos, natural dos Camarões, tem varrido o mundo do MMA ao mesmo ritmo que tem finalizado as suas lutas.
Com uma carreira profissional de apenas cinco anos, Ngannou veio desde das ruas de Paris em França como um perfeito desconhecido até a este momento onde é visto com amplo favoritismo pelos oddsmakers como o homem que deverá sair da luta de domingo como campeão mundial.
Introduzido no MMA através do boxe que inicialmente começou a treinar, o sucesso no cenário europeu fez com que a oportunidade no UFC tocasse ao telefone, com a estreia no octógono a surgir em dezembro de 2015. Seis lutas depois, seis impressionantes vitórias conseguidas com finalizações entre os dois primeiros rounds dos combates, fazem com que Ngannou tenha enfim a oportunidade de desafiar o atual campeão Stipe Miocic.

Apesar da categoria de pesos pesados ser uma das mais “magras” do UFC, com pouca profundidade a nível de plantel, esta disputa de cinturão, arriscar-me-ia quase a dizer, é provavelmente a melhor de sempre que é disputada na categoria rainha do UFC.
Se Stipe é reconhecido já como um lutador experiente e completo, com grandes feitos alcançados no octógono, já com Francis é impossível ficar indiferente ao frenesim que o mesmo vem causando, fruto dos impressionantes nocautes que tem conseguido. O facto de Ngannou ainda agora em dezembro ter conseguido um dos nocautes mais violentos de sempre no UFC e de termos um Miocic que não luta há cerca de oito meses, está aqui também a influenciar muito a colocação das odds do combate o que de certa forma causa a impressão que o campeão está a ser algo subestimado e eu de certa forma concordo com essa tese. A impressionante moldura física do africano, o facto da comunicação social ter difundido que Francis havia batido record de força num soco registado no Instituto de Performance do UFC onde vem treinando, tudo isto faz com que o desafiante seja visto como uma máquina imparável.
Contudo se a “finishing rate” 100% de Ngannou é impressionante, não é menos verdade que Miocic venceu as suas últimas cinco lutas por nocaute e com uma carreira bem mais longa do que a do camaronês, apresenta uma percentagem de finalização das suas lutas de 76%.
A força de Ngannou é quase monstruosa, mas aquilo que realmente impressiona é a forma como o mesmo se move com rapidez e destreza, algo incomum para um peso pesado. Na luta frente a Miocic essa rapidez será importante pois o americano certamente tentará levar a luta para o solo de forma a fechar as maiores armas do africano e este certamente será chamado a fazer bastantes “sprawls” para fugir da pegada de Stipe. Deverá ser difícil para o americano derrubar e manter no chão Ngannou mas aqui o jogo de wrestling de Miocic deverá ter um papel bastante mais amplo pois obrigará o desafiante a trabalhar e desgastar-se constantemente, como proporcionará a Stipe usar o “clinch” para golpear de ângulos mais fechados e curtos, algo que o mesmo executa com mestria e bastante contundência, ao mesmo tempo que retirará a necessária distância para que Ngannou aplique os seus potentes golpes no contra-ataque.
Stipe tem uma capacidade cardiovascular comprovada para aguentar cinco rounds em ritmo forte e se bem que nunca vimos Ngannou em terrenos tão profundos, não podendo dessa forma atestar da sua durabilidade, será justo aqui darmos a vantagem ao americano caso a luta se alongue no tempo pois já vimos o franco-camaronês abrandar o seu ritmo nas lutas e a sua impressionante complexão física fará naturalmente com que necessite de uma maior oxigenação muscular, logo que tenha um “tanque de gás” inferior ao de Miocic.
Em contrapartida Ngannou apesar dos 31 anos é ainda relativamente novo no mundo do MMA o que faz com que tenha menos “quilómetros de luta” e o que isso lhe retira em experiência, adiciona em jovialidade tendo em conta que nunca foi nocauteado ao passo que Stipe já o foi por uma vez.
Algo aqui preocupante para o americano tem a ver com a forma como algumas vezes entra ligeiramente displicente no combate. O boxe de Miocic normalmente obriga que o mesmo entre no “pocket” enquanto lança as suas combinações e isso faz com que também seja suscetível ao contra adversário. Frente a Ngannou qualquer erro desse género arrisca a que seja o último que comete no combate pois um overhand ou o uppercut de assinatura do camaronês farão com que a luta termine ali mesmo e tendo em conta a velocidade com que o mesmo trabalha as suas combinações faz com que esse seja um cenário perfeitamente possível.
Sendo assim, prevejo alguma retração na forma como Miocic vai abordar inicialmente o combate de forma a arrastar o mais possível a luta e tirar discernimento físico ao camaronês. Ngannou não costuma ser um lutador apressado em busca da finalização e costuma capitalizar muito bem no contra e no erro adversário, tal como fez ainda recentemente com Overeem. Penso que Miocic tem a noção disto e não irá partir inicialmente para a ofensiva como normalmente faz. Frente a por exemplo Werdum e Overeem, Miocic foi bastante golpeado de início por culpa do seu movimento ofensivo e se o mesmo acontecer aqui será “boa noite” para o americano. Miocic deverá esperar que o camaronês se comprometa com os seus golpes para depois partir para o single-leg e respetivo derrube, um pouco como fez com o também striker perigoso Mark Hunt. Será mais difícil devido ao alcance bem maior de Francis, mas julgo que o americano tem o jogo completo para aos poucos ir desarmando e castigando o seu adversário.
O perigo das mãos de Ngannou será constante, mas se Miocic conseguir ultrapassar os dois primeiros rounds penso que a balança da luta vai pesar a seu favor frente a um Ngannou que irá perder a velocidade à medida que o confronto avance.
Estamos aqui perante uma luta de pesos pesados e logo os intangíveis do que pode ser o combate aumentam e muito. Francis Ngannou é um lutador com bastante potencial, mas ainda existem muitas interrogações e camadas do seu nível de lutador que ainda não vimos. Frente a um lutador tão multifacetado como Stipe e ao preço que estão as probabilidades do campeão, penso que o valor de aposta está em como o cinturão se manterá na posse de Miocic que desta forma se tornará o recordista de defesas do título de pesos pesados.


Aposta: Stipe Miocic @2.50 Bet365




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina