Autor Tópico: [NCAAF - 2017/2018 Season]  (Lida 565 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 02 de Setembro de 2017, 15:44



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 02 de Setembro de 2017, 18:33
NCAAF - 2017/2018 Season
02/09 - 21:00 (BRT)
Alabama x Florida State
Aposta: Florida State + 7,5 (HA) 1,8 @ Rivalo

O Jogo:
A temporada universitária tem seu início "oficial" neste sábado em um jogo que antes mesmo de começar já entra pra história. Pela primeira vez, a equipe rankeada como número um enfrenta uma equipe rankeada como número três em uma estreia, anteriormente a menor diferença entre equipes rankeadas na história de uma estreia era um confronto entre primeiro e quarto. Além dessa menção existe toda a rivalidade entre duas equipes que estiveram nas finais dos últimos anos e grande histórico de jogadores sendo draftados para a NFL. A esperança é de um jogo esplendoroso e que com certeza será um dos eventos mais assistidos do ano principalmente como aquecimento para a temporada da NFL que está prestes a começar.

Alabama:
O passar dos anos só mostra o quão grande o legado deixado por Nick Saban no futebol americano universitário, já são sete anos que a sua equipe é considerada favorita nas apostas antecipadas e sempre com total razão. É esperado que a equipe tenha bem mais dificuldade do que no ano passado que após ficar 15-0 na temporada regular, perdeu o título em touchdown nos últimos minutos contra Clemson, é cotado que a maior dificuldade será defensiva, são diversas caras novas em uma defesa que era considerada por alguns do mesmo nível do futebol americano professional, isso é tão verdade que sete nomes foram draftados este ano da Crimson Tide para a NFL e é esperado perder mais alguns neste ano. Já na parte ofensiva a grande novidade é não ter novidade, depois de quatro anos sempre trocando seu quarterback titular, Jalen Hurts volta aos campos agora como sophomore para buscar o sonhado título depois de ficar tão próximo no ano passado, com mais experiência é esperado que Hurts não cometa os mesmo erros do ano passado. Também é esperado um maior equilíbrio no poder ataque/defesa da equipe devido aos bons nome recrutados nessa temporada, como Alex Leatherwood Ofensive Tackle e Najee Harris running back, no entanto a perda de ArDarius Stewart  até então top target de Hurts pode também causar grandes problemas no setor ofensivo aéreo que já era um pouco carente no ano anterior.

Florida State:
Depois de um começo muito ruim, a equipe de Florida State conseguiu se solidificar e adquirir o "corpo" necessário, quando isto aconteceu a equipe conseguiu florescer e assim conseguiu sete vitórias nos últimos oito jogos. A grande chave para a equipe na parte defensiva Derwin James,  sophomore safety  de qualidade excepcional que deve fazer grande diferença na temporada, além do mais se espera uma equipe muito entrosada, nove jogadores continuam na equipe, a concentração e a experiência de uma equipe toda vale muito na NCAA, principalmente na estreia e o que espero é que Hurts tenha grande problemas em todos os snaps da noite de hoje. Já a parte ofensiva começa com o melhor quarterback, desde Jameis Winston que levou os Seminoles ao título em 2013, Deondre Francois (58.8 % de passes completos, 20-7 touchdowns por interceptação como calouro no ano passado) porém a perda do trio de wide-receivers para NFL(Travis Rudolph, Jesus Wilson and Kermit Whitfield) é uma incógnita, apesar do ótimo recrutamento que buscou Keith Gavin, Nyqwan Murray and Auden Tate que supostamente é  o trio mais talentoso de toda a NCAA.  No geral, a equipe apesar da perda de alguns bons nomes com destaque para Travis Rudolph Dalvin Cook continua bem estruturada e ainda mais experiente, deste modo acredito que a diferença no handicap acima de um touchdown mesmo contra Alabama é um erro conforme mostrarei abaixo.

Conclusão:
Como primeiro jogo do ano é difícil as equipes devido a intensa movimentação existente no college football com recrutamento e draft, deste modo com perdas e aquisições constantes de jogadores, porém não vejo tamanha vantagem para Alabama conforme demonstram as odds.O passar dos anos demonstra que a defesa de Crimson Tide muito mais que jogadores na verdade é um sistema muito forte, mesmo com as perdas recorrentes comuns no futebol americano universitário nunca se vê como fraqueza este setor em qualquer temporada, tanto é que no ano passado sofreu em média apenas treze pontos por jogo, algo extremamente baixo para essa competição. No entanto, na defesa contra passes a equipe foi apenas a nona melhor, mesmo tendo em seu calendário diversas equipes fortemente baseadas no jogo corrido, neste noite contra uma equipe que tem bom poderio ofensivo pode encontrar grande dificuldade, assim como foi na grande final no ano passado onde saiu derrotado, o que irá determinar o sucesso de Francois é sua habilidade em sair da pressão devido a linha defensiva ainda ser superior a ofensiva de sua equipe, porém mais experiente e forte fisicamente acredito que isto é plenamente possível. Do outro lado, como disse são nove jogadores que retornam da temporada anterior para Florida State, o novo coordenador ofensivo, Brian Daboll, terá que tirar alguns coelhos da cartola para vencer a secundária, enquanto que o jogo corrido ainda extremamente concentrado em Bo Scarbroug pode dar resultados inesperados dependendo do dia do running back. Deste modo, acredito que o handicap consegue cumprir bem o equilíbrio que será essa partida.



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 03 de Setembro de 2017, 14:36
NCAAF - 2017/2018 Season
03/09 - 20:30 (BRT)
Virginia Tech Hookies  x West Virginia Mountaineers
Aposta: Virginia Tech Hookies -4,5 (HA) 1,85 @ Rivalo

O jogo:
Na semana mais cheia e esperada da história do futebol americano universitário com cento e trinta jogos, temos três entre equipes rankeadas no AP Pool, sendo uma destas partidas o clássico que comento. Nos jogos de ontem, os outros dois jogos entre equipes rankeadas,  a universidade melhor rankeada venceu nas duas, o que imagino que acontecerá novamente neste domingo.  Além destes detalhes, o que deixa o jogo bastante interessante é a retomada de uma rivalidade que deixou de existir devido a troca de conferências da equipe, de 1973 até 2005 ambas universidades tinham este jogo anualmente pela disputa do Black Diamond Trophy, sem partidas desde então essa estreia pode retomar a velha rivalidade, ainda mais por ambas serem candidatas a boas temporadas neste ano.

Virginia Tech:
O que vem chamado muita atenção da mídia em geral da equipe de Virginia é a escolha de Josh Jackson,um freshman (embora seja redshirt), como starter para a estreia dele no futebol americano universitário como também para estreia da equipe na temporada, o que não surpreende vindo do head coach Justin Fuente, que vem em sua segunda temporada nesta posição após uma ótima temporada de estreia onde conseguiu um retrospecto de dez vitórias e quatro derrotas. Vejo com bons olhos a escolha deste quarterback, com cinco titulares que jogaram ano passado disponíveis vejo que não haverá grande inexperiência para o calouro, principalmente para seu possível alvo preferido, Cam Phillips que vem para a temporada buscar o recorde de jardas recebidas e recepções. Porém, o que mais me atrai neste setor, é que espera-se uma grande melhora no jogo terrestre onde a volta Travon McMillian e Deshawn McClease pode dar uma maior leque de jogadas e possível confusão na defesa adversária, o que provavelmente irá acontecer na próxima partida. A defesa é um grande destaque para a equipe, com sete titulares voltando da temporada anterior é esperado que a equipe continue cedendo próximo de 341 jardas por jogo ou ainda menos com uma secundária apontada como possivelmente profissional em médio prazo com jogadores como Brandon Facyson  e Andrew Motuapuaka.

West Virginia:
Assim como seu rival de domingo, os Mountaineers também terão um quarterback estreante, porém Will Grier não é tão inexperiente como Josh Jackson no futebol americano universitário. O novo quarterback de West Virginia veio de transferência da universidade de Florida, após ter um excelente início 6-0 em 2015, porém foi pego no doping e estava suspenso há um ano. A equipe no ano passado fez uma ótima campanha e terminou 10-3, surpreendendo diversos especialistas, muito se deve ao forte jogo terrestre onde o running back titular agora sênior  Justin Crawford , teve 1203 percorridas no ano passado e seus outros companheiros Kennedy McKoy e Martell Pettaway tiveram jogos com mais de 100 jardas. Já a defesa possui bons problemas a serem resolvidos, o setor passa por uma grande reestruturação após perda de diversos jogadores,  como exemplo a equipe perdeu quatro dos seus cinco top tacklers, manter somente senior linebacker Al-Rasheed Benton acredito que não será suficiente para ter os mesmos bons resultados defensivos do ano passado apesar da volta de bons jogadores de volta nos corners como Dravon Askew-Henry e Kyzir White. No ano passado a equipe teve um esplendido inicio de temporada com 6-0, somente perdendo para fortes equipes como Oklahoma e Oklahoma State e mesmo assim continuando na luta pela conferência, no entanto este ano menos da metade dos titulares do ano passado estarão disponíveis (8 jogadores), assim não acredito que conseguirá repetir os mesmos feitos, começando pela forte equipe de Virginia Tech.

Conclusão:
Acredito que se Miami  Dolphins não tivesse draftado QB Jerod Evans não haveria dúvidas sobre o favoritismo de Virginia Tech e o spread estaria bem mais alto do que está agora, porém na minha opinião estão subestimando Josh Jackson, no ano passado Jackson já era apontado como possível starter e perdeu essa posição nas últimas semanas para Evans que já foi para a NFL no final do ano, não acredito que a diferença seja tão grande devido ao conhecimento de Fuente em quarterbacks depois de ótimos trabalhos como coordenador ofensivo em TCU, fazendo sempre a escolha certa nessa posição segundo  a mídia. Está certo que do outro lado temos um quarterback com um maior pedigree pelo menos durante o recrutamento, onde lhe era atribuído 4 estrelas, porém não sabemos como este irá reagir após um ano afastado dos campos, acredito que devido a este fato há um equilíbrio na comparação da posição, alinhado a um jogo corrido bastante parelho entre as equipes vejo que o jogo será decidido pelo poder das defesas . Com isto, vejo grande vantagem para Virginia Tech, a equipe conta com uma secundária que poderá estar na NFL em alguns anos, além disso um time mais experiente que conta com vários jogadores retornando da temporada passada, enquanto que os Mountaineers estão em um rebuilding season na defesa, a perda de nomes importantes levanta a incógnita de como o setor se comportará na temporada e mesmo enfrentando um calouro no jogo de hoje, acredito que ainda pode surpreender negativamente. Desta maneira, vejo que os Hookies podem vencer por uma vantagem maior do que a estabelecida pelas linhas.



Forum de Apostas

Re: [NCAAF - 2017/2018 Season]
« Responder #2 em: 03 de Setembro de 2017, 14:36 »

iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 03 de Setembro de 2017, 17:50
NCAAF - 2017/2018 Season
03/09 - 20:30 (BRT)
UCLA Bruins vs Texas A&M Aggies
Aposta: Texas A&M Aggies +3,5 (HA) 1,9 @ Rivalo

O jogo:
Um ótimo confronto para o domingo de duas equipes tradicionalíssimas do futebol americano universitário que apesar de não terem bons resultados ano passado e as expectativas não serem das melhores para este ano (tanto que ainda não estão rankeadas), continuam sendo grandes forças a serem despertadas na NCAA. Um fato curioso é que as equipes se enfrentaram no ano passado também na estreia, onde a equipe de UCLA quase conseguiu uma revira-volta inacreditável ao conseguir empatar a partida no último quartos após estar perdendo por dois dígitos e somente decretar a derrota no overtime. Hoje com UCLA mais uma vez visitando o Texas, espero a mesma paridade do ano passado, vejo um jogo decidido nos detalhes e que os erros individuais podem custar a vitória para ambas as equipes.

UCLA:
A estreia da temporada passada deve ter funcionado como um anúncio da difícil temporada que estaria por vir em 2016, com sua pior campanha desde 2008 a universidade de Los Angeles teve como retrospecto geral 4-8, o pior em suas cinco temporadas desde que o head coach Jim Mora assumiu a equipe. Para este ano é esperado que a equipe não decepcione tanto a sua torcida visto, principalmente devido a volta do quarterback Josh Rosen depois da contusão no ombro ano passado,  depois disso, pouco era esperado para temporada de UCLA e muitos até consideravam encerrada. A dúvida para esse ano é como Rosen irá atuar em 2017, há dois anos em sua estreia no universitário causou grande alvoroço e chegou a ser comparado com Andrew Luck com mais de 60% de passes completados e batendo um recorde de tentativas sem ser interceptado, já em seu ano de sophomore as expectativas mesmo antes da lesão já não foram batidas, com cinco interceptações para dez touchdowns e uma porcentagem de passes completos bem abaixo do esperado. Para o jogo terrestre é esperado grandes mudanças, a troca de coordenador ofensivo reflete a pífia campanha do jogo corrido dos Bruins ano passado, com média de 84.2 jardas por jogos pertencendo ao pior quartil de toda a primeira divisão. A defesa de UCLA apesar do fracasso do time como um todo teve um ótima temporada ano passado,  em todos os jogos o setor defensivo dava respaldo para o ataque que pouco conseguia produzir, porém nessa temporada a perda de jogadores importantes como Takkarist McKinley, Eddie Vanderdoes e Fabian Moreau, entre outros, apesar da chegada de dois calouros cinco estrelas é difícil acreditar que consiga manter a mesma regularidade que no ano passado.

Texas A&M:
Kevin Sumlin, head coach de Texas A&M necessita mostrar trabalho, depois de uma temporada ruim no ano passado começar perdendo na estreia pode ser a definição de sua demissão. Porém, desde que assumiu a posição Sumlin não perdeu nenhuma estreia e mais do que isso, acumula somente uma derrota em setembro. A situação fica um pouca estranha ao saber que a equipe ainda não nomeou um titular para ser quarterback da equipe, mas na minha opinião isso não é de todo ruim, os três nomes para a posição aparentemente tem certa qualidade para o estilo de jogo proposto por Sumlin, alinhado com isso muitos acreditam que a equipe terá mais de um quarterback no jogo de hoje, o que aumenta infinitamente o poderio de opções ofensivas, apesar da desvantagem da perda de entrosamento, mas pensando que poderia ser um calouro nesta posição a desvantagem fica imperceptível. O ponto forte do ataque com certeza será o jogo corridos dos quarterbacks e  Christian Kirk, caso escolha Trayveon Williams ou Keith Ford ambos tem capacidade para uma temporada com mais de 1000 jardas, não sendo refém somente do jogo terrestre, Kirk é uma ótima opção e tem a técnica necessária para quebrar recordes de recepções e jardas recebida da universidade que com certeza será seu objetivo na temporada. Assim como a defesa de UCLA, os Aggies perderam alguns de seus melhores nomes na defesa, Myles Garrett, Daeshon Hall e Justin Evans, deste modo não é esperado tanta pressão como no jogo de estreia do ano passado, a inexperiência pode causar problemas defensivos para Texas mas se UCLA continuar refém apenas do jogo aéreo vejo possibilidades de o setor defensivo surpreender.

Conclusão:
Apesar de ser um jogo que se repete após um ano, muitas coisas mudaram em ambas equipes, ano passado era espera UCLA brigando pela conferência e não tendo um overall negativo, enquanto que Texas após começar com seis vitórias desapontou a perder cinco partidas consecutivas, incluindo um Bowl. É esperado ainda mais dificuldade para ambas equipes nessa temporada devido a perda de bons jogadores em ambos os lados, mas hoje vejo como boa a possibilidade de A&M sair vencedor novamente ou muito próximo da vitória. Todos sabemos que Rosen mostrou qualidade em sua primeira temporada, mas no ano passado já mostrou uma grande decaída, a troca de coordenador ofensivo pode refletir em um aumento ou decaída de desempenho, como disse acima, a extrema dependência do jogo aéreo deixa o setor ofensivo de UCLA bem mais fraco do que poderia ser, frente a isso vejo boas possibilidades da defesa de Texas A&M mesmo perdendo dois de talvez  melhores jogadores defensivos da história, sair na vantagem. Do outro lado, A&M passa muita duvida principalmente pela indecisão de seu quarterback, no entanto enfrentará uma defesa que perdeu bons jogadores e pode deixar espaços para a criatividade de Sumlin, o que tem grandes chances de acontecer. Deste modo, vejo um jogo muito parelho, em que as indecisões e mudanças de uma temporada para outra deixam as coisas obscuras ao ponto de não existir favoritismo e desse modo acompanharei a linha a favor do Aggies.



Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Online
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    38968
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5118
em: 03 de Setembro de 2017, 20:55
@iaguet

Grandes analises muito bom

 :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:
The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 04 de Setembro de 2017, 16:48
@iaguet

Grandes analises muito bom

 :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:

Terminou o fim de semana 2-1, acho que se o Francois não tivesse machucado daria pra buscar o 3-0!



awesome

  • Moderador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2008
  • Localidade: Amora
  • Mensagens:
    26008
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1841
em: 05 de Setembro de 2017, 01:12
@iaguet

Grandes analises muito bom

 :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:

Terminou o fim de semana 2-1, acho que se o Francois não tivesse machucado daria pra buscar o 3-0!

e Texas A&M perdeu um jogo que liderava por 32 pontos JEEZZZZ
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?

:cool: www.betarena.com :cool:



El Apostador

  • Multimilionário
  • E
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2011
  • Localidade: Sintra
  • Mensagens:
    6740
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    973
em: 05 de Setembro de 2017, 13:19
@iaguet

Grandes analises muito bom

 :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:

Terminou o fim de semana 2-1, acho que se o Francois não tivesse machucado daria pra buscar o 3-0!

e Texas A&M perdeu um jogo que liderava por 32 pontos JEEZZZZ

Kevin Sumlin  :lol:



Forum de Apostas

Re: [NCAAF - 2017/2018 Season]
« Responder #7 em: 05 de Setembro de 2017, 13:19 »

iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 07 de Setembro de 2017, 01:00
NCAAF - 2017/2018 Season
Purdue Boilermakers  vs Ohio Bobcats
09/09 - 22:00(BRT)
Aposta: Purdue Boilermakers -3.5 (HA) 1.90  @ Rivalo

O jogo:
Oficialmente pela segunda semana de NCAA, Purdue recebe Ohio para o segundo jogo de ambas as equipes que obtiveram resultados diferentes no sábado passado porém enfrentaram adversários de níveis totalmente distintos. Purdue depois de muito lutar perdeu por um touchdown para Louisville Cardinals comandada pelo atual ganhador do Heisman Trophy Lamar Jackson, enquanto que Ohio venceu por uma margem muito mais que confortável frente ao Hampton Pirates equipe membro da FCS (equivalente a uma segunda divisão) em um jogo que já estava com um ganhador após o intervalo. Espera-se um jogo muito mais aguerrido e equilibrado nesse sábado, no entanto vejo Purdue com boas chances de conquistar uma vitória mais larga do que as linhas apontam.

Purdue Boilermakers:
Acredito que a derrota não era o resultado que os torcedores gostariam, mas apesar disso é inegável que a equipe fez uma boa estreia e o head coach Jeff Brohm deu um ótimo cartão de visita a todos. Era o inegável o empenho da equipe no último sábado, mesmo sempre estando atrás do placar a equipe não deixou Louisville confortável em nenhum momento do jogo e a derrota pareceu inevitável somente nos últimos instantes do quarto quarto. Especificamente do jogo vemos um ataque aéreo extremamente forte de onde vieram 85% de seu total de jardas (293 das 344 jardas totais) sendo os quatro touchdowns da partida via passes, é espero que Brohm repita a formula da primeira partida e continue a usar os dois quarterbackers (Elijah Sindelar e David Clough) durante a partida, mas mesmo que Markell Jones (running back titular) não consiga jogar amanhã acredito que não será tão preponderante como no último jogo, Louisville foi a nona melhor equipe em jardas terrestres cedidas no ano passado, frente a uma equipe não tão poderosa, o equilíbrio entre ambos resultará em maior imprevisibilidade e eficiência para Purdue. Já no setor defensivo, apesar dos 35 pontos sofridos acredito que não tanto para se preocupar, está certo que a equipe cedeu 146 jardas terrestres na última partida em 33 tentativas, mas quase todas estas vieram de Lamar Jackson, com certeza o melhor quarterback corredor da NCAA no ano passado e sem esta predisposição, o que se precisa é criar um maior número de oportunidades de turnover como foi em alguns momentos na partida onde forçou três fumbles e todos estes recuperados pela equipe, contra uma equipe mais fraca ofensivamente acredito que essas chances se multiplicarão e assim acabará outro "problema" recorrente dos Boilermakers.

Ohio Bobcats:
Enfrentar uma equipe da FBS desequilibra qualquer análise pela grande disparidade entre ambas as divisões na maioria das vezes, principalmente por Hampton não ser reconhecido como uma equipe de elite mesmo na FBS tendo terminado a temporada passada abaixo de .500. Mas, apesar de todas as restrições o jogo apresentado de Ohio foi muito mais que suficiente pra conseguir a vitória, dominando a partida do início ao fim e sendo bem mais preponderante do que se era imaginado (a linha das poucas casas que ofertaram o jogo estava -38 HA). Grande parte dessa superioridade esbarra no forte jogo corrido apresentado, com o pleno domínio do tempo durante a partida (controlou a bola por aproximadamente 36 minutos), a equipe percorreu 248 jardas nas mãos de seis diferentes jogadores, porém, o que mais surpreendeu foi a ótima atuação de Nathan Rourke, teoricamente o quarterback reserva da equipe que obteve um desempenho melhor que o titular Quintin Maxwell, que apesar de não ter lançado para nenhum touchdown conseguiu quantidade de jardas aéreas próximas ao substituído e ainda obteve cinquenta jardas terrestre anotando três touchdowns, é esperado que Maxwell inicie o jogo nesta sexta, porém um começo ruim deste pode dar outra chance definitiva a Rourke, mas o mal começo pode significar uma diferença significativa no placar do jogo. Já a defesa mostrou a mesma solidez da temporada passada quando conseguiu ser a melhor da conferência, fez parecer que os Pirates estavam jogando contra um parede, permitindo apenas 108 jardas totais sendo que Hampton teve seis punts consecutivos no primeiro tempo, apesar disso enfrentará uma equipe muito mais talentosa e forte fisicamente o que com certeza impossibilitará uma exibição tão preponderante como a última.

Conclusão:
Apesar dos diferentes resultados da primeira semana, na minha visão Purdue mostrou um melhor trabalho e conseguiu sair mais teoricamente "mais forte" que Ohio, enfrentar uma equipe que está rankeada no AP Pool e conseguir vencer o primeiro tempo sendo derrotada somente no último quarto mostra que a equipe tem bastante potencial para surpreender nesta temporada. Os jogos distintos também mostraram opções distintas no ataque, enquanto que os Bobcats priorizaram o jogo terrestre, Boilermakers praticamente só utilizou o jogo aéreo, apesar de limitar as interpretações sobre este jogo, o que vemos é que Quintin Maxwell talvez não tenha técnica suficiente para a FBS, tendo conseguido avançar muito pouco em seus passes e inclusive sendo interceptado, frente a uma equipe mais qualificada o resultado tende a ser ainda pior. Isto leva a mais um fator que favorece a Purdue, no ano passado a equipe sofreu muito com os turnovers e no primeiro jogo não foi muito diferente com quatro(sendo três interceptações e um fumble), mas sua defesa está conseguindo produzir bem mais como foi salientado acima, frente a um quarterback ainda impreciso e inexperiente(sophomore, com pouco tempo em campo) acredito que ainda podem sair superavitarios em turnovers o que aumenta ainda mais a chance de sair com uma vitória confortável.



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 07 de Setembro de 2017, 01:04
NCAAF - 2017/2018 Season
Purdue Boilermakers  vs Ohio Bobcats
09/09 - 22:00(BRT)
Aposta: Purdue Boilermakers -3.5 (HA) 1.90  @ Rivalo

O jogo:
Oficialmente pela segunda semana de NCAA, Purdue recebe Ohio para o segundo jogo de ambas as equipes que obtiveram resultados diferentes no sábado passado porém enfrentaram adversários de níveis totalmente distintos. Purdue depois de muito lutar perdeu por um touchdown para Louisville Cardinals comandada pelo atual ganhador do Heisman Trophy Lamar Jackson, enquanto que Ohio venceu por uma margem muito mais que confortável frente ao Hampton Pirates equipe membro da FCS (equivalente a uma segunda divisão) em um jogo que já estava com um ganhador após o intervalo. Espera-se um jogo muito mais aguerrido e equilibrado nesse sábado, no entanto vejo Purdue com boas chances de conquistar uma vitória mais larga do que as linhas apontam.

Purdue Boilermakers:
Acredito que a derrota não era o resultado que os torcedores gostariam, mas apesar disso é inegável que a equipe fez uma boa estreia e o head coach Jeff Brohm deu um ótimo cartão de visita a todos. Era o inegável o empenho da equipe no último sábado, mesmo sempre estando atrás do placar a equipe não deixou Louisville confortável em nenhum momento do jogo e a derrota pareceu inevitável somente nos últimos instantes do quarto quarto. Especificamente do jogo vemos um ataque aéreo extremamente forte de onde vieram 85% de seu total de jardas (293 das 344 jardas totais) sendo os quatro touchdowns da partida via passes, é espero que Brohm repita a formula da primeira partida e continue a usar os dois quarterbackers (Elijah Sindelar e David Clough) durante a partida, mas mesmo que Markell Jones (running back titular) não consiga jogar amanhã acredito que não será tão preponderante como no último jogo, Louisville foi a nona melhor equipe em jardas terrestres cedidas no ano passado, frente a uma equipe não tão poderosa, o equilíbrio entre ambos resultará em maior imprevisibilidade e eficiência para Purdue. Já no setor defensivo, apesar dos 35 pontos sofridos acredito que não tanto para se preocupar, está certo que a equipe cedeu 146 jardas terrestres na última partida em 33 tentativas, mas quase todas estas vieram de Lamar Jackson, com certeza o melhor quarterback corredor da NCAA no ano passado e sem esta predisposição, o que se precisa é criar um maior número de oportunidades de turnover como foi em alguns momentos na partida onde forçou três fumbles e todos estes recuperados pela equipe, contra uma equipe mais fraca ofensivamente acredito que essas chances se multiplicarão e assim acabará outro "problema" recorrente dos Boilermakers.

Ohio Bobcats:
Enfrentar uma equipe da FBS desequilibra qualquer análise pela grande disparidade entre ambas as divisões na maioria das vezes, principalmente por Hampton não ser reconhecido como uma equipe de elite mesmo na FBS tendo terminado a temporada passada abaixo de .500. Mas, apesar de todas as restrições o jogo apresentado de Ohio foi muito mais que suficiente pra conseguir a vitória, dominando a partida do início ao fim e sendo bem mais preponderante do que se era imaginado (a linha das poucas casas que ofertaram o jogo estava -38 HA). Grande parte dessa superioridade esbarra no forte jogo corrido apresentado, com o pleno domínio do tempo durante a partida (controlou a bola por aproximadamente 36 minutos), a equipe percorreu 248 jardas nas mãos de seis diferentes jogadores, porém, o que mais surpreendeu foi a ótima atuação de Nathan Rourke, teoricamente o quarterback reserva da equipe que obteve um desempenho melhor que o titular Quintin Maxwell, que apesar de não ter lançado para nenhum touchdown conseguiu quantidade de jardas aéreas próximas ao substituído e ainda obteve cinquenta jardas terrestre anotando três touchdowns, é esperado que Maxwell inicie o jogo nesta sexta, porém um começo ruim deste pode dar outra chance definitiva a Rourke, mas o mal começo pode significar uma diferença significativa no placar do jogo. Já a defesa mostrou a mesma solidez da temporada passada quando conseguiu ser a melhor da conferência, fez parecer que os Pirates estavam jogando contra um parede, permitindo apenas 108 jardas totais sendo que Hampton teve seis punts consecutivos no primeiro tempo, apesar disso enfrentará uma equipe muito mais talentosa e forte fisicamente o que com certeza impossibilitará uma exibição tão preponderante como a última.

Conclusão:
Apesar dos diferentes resultados da primeira semana, na minha visão Purdue mostrou um melhor trabalho e conseguiu sair mais teoricamente "mais forte" que Ohio, enfrentar uma equipe que está rankeada no AP Pool e conseguir vencer o primeiro tempo sendo derrotada somente no último quarto mostra que a equipe tem bastante potencial para surpreender nesta temporada. Os jogos distintos também mostraram opções distintas no ataque, enquanto que os Bobcats priorizaram o jogo terrestre, Boilermakers praticamente só utilizou o jogo aéreo, apesar de limitar as interpretações sobre este jogo, o que vemos é que Quintin Maxwell talvez não tenha técnica suficiente para a FBS, tendo conseguido avançar muito pouco em seus passes e inclusive sendo interceptado, frente a uma equipe mais qualificada o resultado tende a ser ainda pior. Isto leva a mais um fator que favorece a Purdue, no ano passado a equipe sofreu muito com os turnovers e no primeiro jogo não foi muito diferente com quatro(sendo três interceptações e um fumble), mas sua defesa está conseguindo produzir bem mais como foi salientado acima, frente a um quarterback ainda impreciso e inexperiente(sophomore, com pouco tempo em campo) acredito que ainda podem sair superavitarios em turnovers o que aumenta ainda mais a chance de sair com uma vitória confortável.

Correção:
Data: 08/09 - 22:00(BRT)



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 08 de Setembro de 2017, 21:30
NCAAF - 2017/2018 Season
09/09 - 14:00 (BRT)
Iowa State Cyclones vs Iowa Hawkeyes
Aposta: Iowa + 2,5 (HA) 1,75 @ Rivalo

O jogo:
Um confronto entre equipes do mesmo estado sempre carrega um nível maior de rivalidade e para este jogo não é diferente, os  Cyclones recebem Hawkeyes para o anual Cy-Hawk Trophy series e é esperado um bom jogo. Enquanto Cyclones venceram outra equipe do estado, Northern Iowa , por 42-24, Hawkeyes venceram também por uma margem confortável  (24-3) Wyoming Cowboys. Neste sábado com certeza nenhuma das equipes gostará de perder a invencibilidade principalmente para um rival, deste modo é previsto um ótimo jogo entre as equipes.

Iowa State Cyclones:
Tempora passada ISU sofreu uma dolorosa derrota para Iowa, perdendo por 42-3. Apesar de ter um retrospecto negativo no confronto em geral e até negativo mesmo jogando como mandante frente ao seu rival, mas não há tanto de uma diferença de 39 pontos sair despercebida, para essa temporada é esperado uma atuação bem melhor da equipe e o head coach Matt Campbell disse até que a diferença entre as equipes é de "dia e noite". O primeiro jogo do ano demonstrou um pouco disso, no ano anterior a equipe havia sido derrotada por cinco pontos contra o mesmo adversário, no último sábado a vitória demonstrou uma equipe bem diferente, equilibrada tanto ofensivamente como defensivamente. Detalhando mais sobre o jogo,  os Cyclones conseguiram ser bem produtivos ofensivamente tanto no jogo aéreo como também no terrestre,  Jacob Park parecia em perfeita sintonia com Allen Lazard, combinando para 108 jardas das 267 jardas totais apesar de nenhum touchdown, o que demonstra que também não uma dependência somente deste receptor, tanto que Hakeem Butler e Trever Ryen, tiveram respectivamente 7 e 6 recepções, mas acredito que a grande diferença para o ano passado foi o jogo terrestre, onde David Montgomery, agora sophomore adquiriu a responsabilidade de ser o primeiro running back da equipe e conseguiu quase que triplicar o total de jardas terrestres da equipe frente ao último confronto contra Northern Iowa, com 82 das 137 jardas totais, Montgomery demonstrou que já não é mais o inexperiente calouro do ano passado e pode ser bem útil na temporada. Mas o grande destaque foi a defesa, no primeiro tempo da partida foram três interceptações incluindo dois pick-six, que foram todos os pontos marcados pelos Cyclones até aquele momento,  conseguindo dar tempo e retirando a pressão para que o ataque engrenasse, para o jogo de sábado o adversário provavelmente não será tão "dócil" e cometerá os mesmos erros, desse modo modo será um bom teste defensivo geral para saber o potencial da equipe para o todo o resto da temporada.

Iowa Hawkeyes:
É nítido a diferença de roster dessa temporada em comparação passada, não a toa a equipe já estava no AP Pool na pré-temporada no ano passada e agora somente depois de uma ótima vitória conseguiu receber votos para chegar mas continua sem estar rankeada. Acredito que este jogo assume bastante importância devido a isto, se os Hawkeyes quiserem avançar na temporada precisarão de uma boa vitória os colocará no caminho de chegar a ser uma das 25 melhores equipes da NCAA.O grande destaque da primeira semana foi a consistência defensiva apresentada pela equipe,  Wyoming conseguiu apenas três pontos e 233 jardas totais, o que surpreendeu positivamente a todos devido principalmente ao quarterback adversário naquele sábado, Josh Allen não conseguiu demonstrar muito pouco o porquê está sendo considerado um "novo Cam Newton" e potencial escolhe da primeira rodada do draft, grande parte devido a ótima perfomance da secundária de Hawkeyes que fez parecer que os receptores adversários eram ainda jogadores do high school, além disso a equipe foi extremamente eficiente defendendo o jogo terrestre permitindo apenas 59 jardas bem abaixo da média de 140 jardas do ano passado que já era um bom número. Ofensivamente a equipe foi aquém do esperado, mesmo não tendo a linha ofensiva do ano passado e sofrendo de alguns desfalques a equipe conseguiu demonstrar algum poder no passe, Nathan Stanley sofre ainda com inexperiência e isso foi prontamente percebido em suas primeiras aparições no jogo, porém controlar as emoções e terminou com oitos passes completos em quinze tentativas para 125 jardas e 3 touchdowns com uma interceptação, pelo jogo corrido Akrum Wadley demonstrou que vem ainda mais forte para sua temporada, completou 116 jardas em 24 carregadas e em combinação com James Butler outro sênior running back demonstraram que podem ser uma válvula de escape quando Stanley não estiver nos melhores dias passando a bola.

Conclusão:
Apesar da melhora de Iowa State e as perdas serem significativas para Iowa, não acredito que a diferença técnica das equipes tenha reduzido a este ponto em que esta a linha. Está claro que será um jogo defensivo, onde as opções de ataque ainda estão em evolução porém por ser um clássico e a linha da under estar tão baixa não acredito que seja uma boa aposta entrar em total de pontos. Por outro lado, vejo diversas vantagens para que os Hawkeyes consigam uma vitória bem mais confortável do que aponta a linha. Primeiramente, porque vejo que apesar da inexperiência de Stanley, a linha defensiva dos Cyclones não conseguirão impor tanta pressão como foi início da partida frente aos Cowboys, ainda mais que o calor do primeiro jogo como titular já passou e dos retornos de James Daniels e Boone Myers para a linha ofensiva, o inverso acontece para Jacob Park que além de maior pressão encontrará uma secundária muito mais forte e não poderá cometer os mesmo erros da primeira partida. A diferença no jogo terrestre é ainda maior, Montgomery fez um bom jogo contra uma equipe que não é rankeada na FCS frente a uma defesa com tradição no jogo corrido e um linebacker em excelente forma (Josey Jewell) vejo como pouca a probabilidade de Montgomery conseguir a mesma atuação da ultima semana, do outro lado Akrum Wadley e James Butler tem a capacidade a abafar a pressão do quarterback da sua equipe, no ano passado a equipe quase bateu a marca de 200 jardas no jogo, apesar da evolução do adversário é difícil acreditar que eles consigam reduzir para menos da metade esse número.



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 08 de Setembro de 2017, 21:32
NCAAF - 2017/2018 Season
09/09 - 14:00 (BRT)
Iowa State Cyclones vs Iowa Hawkeyes
Aposta: Iowa + 2,5 (HA) 1,75 @ Rivalo

O jogo:
Um confronto entre equipes do mesmo estado sempre carrega um nível maior de rivalidade e para este jogo não é diferente, os  Cyclones recebem Hawkeyes para o anual Cy-Hawk Trophy series e é esperado um bom jogo. Enquanto Cyclones venceram outra equipe do estado, Northern Iowa , por 42-24, Hawkeyes venceram também por uma margem confortável  (24-3) Wyoming Cowboys. Neste sábado com certeza nenhuma das equipes gostará de perder a invencibilidade principalmente para um rival, deste modo é previsto um ótimo jogo entre as equipes.

Iowa State Cyclones:
Tempora passada ISU sofreu uma dolorosa derrota para Iowa, perdendo por 42-3. Apesar de ter um retrospecto negativo no confronto em geral e até negativo mesmo jogando como mandante frente ao seu rival, mas não há tanto de uma diferença de 39 pontos sair despercebida, para essa temporada é esperado uma atuação bem melhor da equipe e o head coach Matt Campbell disse até que a diferença entre as equipes é de "dia e noite". O primeiro jogo do ano demonstrou um pouco disso, no ano anterior a equipe havia sido derrotada por cinco pontos contra o mesmo adversário, no último sábado a vitória demonstrou uma equipe bem diferente, equilibrada tanto ofensivamente como defensivamente. Detalhando mais sobre o jogo,  os Cyclones conseguiram ser bem produtivos ofensivamente tanto no jogo aéreo como também no terrestre,  Jacob Park parecia em perfeita sintonia com Allen Lazard, combinando para 108 jardas das 267 jardas totais apesar de nenhum touchdown, o que demonstra que também não uma dependência somente deste receptor, tanto que Hakeem Butler e Trever Ryen, tiveram respectivamente 7 e 6 recepções, mas acredito que a grande diferença para o ano passado foi o jogo terrestre, onde David Montgomery, agora sophomore adquiriu a responsabilidade de ser o primeiro running back da equipe e conseguiu quase que triplicar o total de jardas terrestres da equipe frente ao último confronto contra Northern Iowa, com 82 das 137 jardas totais, Montgomery demonstrou que já não é mais o inexperiente calouro do ano passado e pode ser bem útil na temporada. Mas o grande destaque foi a defesa, no primeiro tempo da partida foram três interceptações incluindo dois pick-six, que foram todos os pontos marcados pelos Cyclones até aquele momento,  conseguindo dar tempo e retirando a pressão para que o ataque engrenasse, para o jogo de sábado o adversário provavelmente não será tão "dócil" e cometerá os mesmos erros, desse modo modo será um bom teste defensivo geral para saber o potencial da equipe para o todo o resto da temporada.

Iowa Hawkeyes:
É nítido a diferença de roster dessa temporada em comparação passada, não a toa a equipe já estava no AP Pool na pré-temporada no ano passada e agora somente depois de uma ótima vitória conseguiu receber votos para chegar mas continua sem estar rankeada. Acredito que este jogo assume bastante importância devido a isto, se os Hawkeyes quiserem avançar na temporada precisarão de uma boa vitória os colocará no caminho de chegar a ser uma das 25 melhores equipes da NCAA.O grande destaque da primeira semana foi a consistência defensiva apresentada pela equipe,  Wyoming conseguiu apenas três pontos e 233 jardas totais, o que surpreendeu positivamente a todos devido principalmente ao quarterback adversário naquele sábado, Josh Allen não conseguiu demonstrar muito pouco o porquê está sendo considerado um "novo Cam Newton" e potencial escolhe da primeira rodada do draft, grande parte devido a ótima perfomance da secundária de Hawkeyes que fez parecer que os receptores adversários eram ainda jogadores do high school, além disso a equipe foi extremamente eficiente defendendo o jogo terrestre permitindo apenas 59 jardas bem abaixo da média de 140 jardas do ano passado que já era um bom número. Ofensivamente a equipe foi aquém do esperado, mesmo não tendo a linha ofensiva do ano passado e sofrendo de alguns desfalques a equipe conseguiu demonstrar algum poder no passe, Nathan Stanley sofre ainda com inexperiência e isso foi prontamente percebido em suas primeiras aparições no jogo, porém controlar as emoções e terminou com oitos passes completos em quinze tentativas para 125 jardas e 3 touchdowns com uma interceptação, pelo jogo corrido Akrum Wadley demonstrou que vem ainda mais forte para sua temporada, completou 116 jardas em 24 carregadas e em combinação com James Butler outro sênior running back demonstraram que podem ser uma válvula de escape quando Stanley não estiver nos melhores dias passando a bola.

Conclusão:
Apesar da melhora de Iowa State e as perdas serem significativas para Iowa, não acredito que a diferença técnica das equipes tenha reduzido a este ponto em que esta a linha. Está claro que será um jogo defensivo, onde as opções de ataque ainda estão em evolução porém por ser um clássico e a linha da under estar tão baixa não acredito que seja uma boa aposta entrar em total de pontos. Por outro lado, vejo diversas vantagens para que os Hawkeyes consigam uma vitória bem mais confortável do que aponta a linha. Primeiramente, porque vejo que apesar da inexperiência de Stanley, a linha defensiva dos Cyclones não conseguirão impor tanta pressão como foi início da partida frente aos Cowboys, ainda mais que o calor do primeiro jogo como titular já passou e dos retornos de James Daniels e Boone Myers para a linha ofensiva, o inverso acontece para Jacob Park que além de maior pressão encontrará uma secundária muito mais forte e não poderá cometer os mesmo erros da primeira partida. A diferença no jogo terrestre é ainda maior, Montgomery fez um bom jogo contra uma equipe que não é rankeada na FCS frente a uma defesa com tradição no jogo corrido e um linebacker em excelente forma (Josey Jewell) vejo como pouca a probabilidade de Montgomery conseguir a mesma atuação da ultima semana, do outro lado Akrum Wadley e James Butler tem a capacidade a abafar a pressão do quarterback da sua equipe, no ano passado a equipe quase bateu a marca de 200 jardas no jogo, apesar da evolução do adversário é difícil acreditar que eles consigam reduzir para menos da metade esse número.

Correção:
Data:09/09 - 13:00 (BRT)
Aposta: Iowa - 2,5 (HA) 1,75 @ Rivalo
« Última modificação: 08 de Setembro de 2017, 21:36 por iaguet »



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 09 de Setembro de 2017, 02:34
NCAAF - 2017/2018 Season
Massachusetts Minutemen vs Old Dominion Monarchs
09/09 - 16:30 (BRT)
Aposta: Old Dominion Monarchs -2.5 (HA) 1,85 @ Rivalo

O jogo:
Do ponto de vista técnico talvez este seja um dos confrontos menos interessantes da semana na NCAA, duas equipes que estão na FBS há menos de cinco anos e adaptam os seus programas ao nível exigido nessa divisão. Deste modo, UMass recebe Old Dominion pra tentar reverter a péssima situação em que se encontra, até o momento é a única equipe 0-2 (está certo que a maioria das universidades tem apenas um jogo), mas acumula uma derrota para uma equipe em transição da FCS para FBS  (Coastal Carolina) e outra frente ao Hawaii, já Old Dominion venceu facilmente Albany outra equipe da FCS por 31-17 em sua estreia em casa.

Massachusetts Minutemen:
UMass não está tendo uma vida fácil depois de tomar a decisão de ser tornar independente (não ligado a nenhuma conferência), na temporada anterior a equipe conseguiu apenas duas vitórias em doze jogos, sendo estas vitórias frente a equipes da divisão inferior. As expectativas nessa temporada não eram muitos boas também visto que em seu calendário enfrentará nove equipes que disputaram Bowl ano passado e tendo vista as duas primeiras derrotas é difícil esperar uma reação que faça a equipe terminar com uma campanha melhor que o ano passado. A grande força da equipe é ofensiva, a combinação do quarterback Andrew Ford e o tight end Adam Breneman é que levou a equipe a poder sonhar com vitórias no ano passado, Ford na temporada passada teve 26 touchdowns, 14 interceptações, 60.8% de passes completos enquanto Breneman obteve 70 recepções para 8 touchdowns e 808 jardas. Nos dois jogos até o momento a dupla funciona muito bem, Breneman correu para mais de 100 jardas em ambos enquanto que Ford deu passe para 3 touchdowns e sofreu apenas uma interceptação. Porém, na última partida Breneman sofreu uma lesão e ainda pouco se sabe de suas reais condições de jogo, sem ele a equipe fica semi órfã de recebedores e será mais uma problema para Ford. Outro grande problema de Ford é sua linha ofensiva, além de não ter evitado em cima do quarterback já permitiu seis sacks durante a temporada, a fraqueza da linha ofensiva também reflete no jogo corrido, Marquis Young running back da equipe correu para apenas 40 jardas em 12 tentativas no último jogo, muito devido a eficiência de Ford-Breneman mas caso essa dupla não esteja 100% na tarde de sábado é difícil acreditar que UMass conseguirá produzir de alguma maneira. Defensivamente a história fica ainda pior, a chegada no novo coordenador e a mudança 3-4 para 4-3 front pouco mudou os rendimentos da equipe, no ano passado os números foram pavorosos (média de 35.5 pontos and 452.7 jardas por jogo), nessa temporada os números até o momento foram ainda piores, cedendo 38 pontos nos dois jogos, 391 jardas aéreas contra Hawaii e  321 jardas terrestres contra CCU é difícil acreditar que esta defesa tem algum "ponto forte" e que alguma equipe pertencente a FBS não consiga passar das 400 jardas totais.

Old Dominion Monarchs:
Depois de uma ótima temporada que apesar de não conquistar o título da divisão conseguiu dez vitórias e conquistar o Bahamas Bowl contra Western Michigan, Old Dominion voltou para 2017 com quinze titulares do ano passado porém sem algumas jogadores em posições chaves. David Washington era o quarterback ano passado e mostrou bastante talento apesar de ter sido convertido para a posição somente no college, com 30 touchdowns e apenas 6 interceptações, para este ano a dúvida era entre sophomore Blake LaRussa e redshirt freshman Drayton Arnold, a escolha de Bobby Wilde foi por LaRussa e que em sua primeira partida como titular teve uma exibição abaixo do esperado com apenas 161 jardas para um touchdown e 2 interceptações, porém estes números poderiam ser bem melhores caso o tempo em Norfolk fosse melhor, a chuva contribuiu para drops dos wide-receveirs e na sua movimentação, mesmo assim LaRussa teve um touchdown para 55 jardas e completou 14 das 20 tentativas que teve, contrastando bem com os números apresentados anteriormente. A dupla de running backs também foi muito aquém do esperado, com apenas 98 jardas terrestres totais a equipe contrastou muito com o que foi visto no ano passado, onde senior Ray Lawry e junior Jeremy Cox combinaram para 2.239 jardas totais. A defesa dos Monarchs continua forte, muito devido a possuir ainda sete titulares da temporada passada, onde conseguiram ser segundo e terceiro em pontos cedidos e jardas totais em sua conferência, com 27.2 pontos e 386.3 jardas por jogo respectivamente, no entanto o apagão de cinco minutos no último quarto em que ocorreram os dois touchdowns não conseguem me assustar e acredito que consigam um bom jogo frente aos Minutemen.

Conclusão:
É difícil imaginar que UMass consiga sobreviver como independente durante muito tempo se o programa continuar assim, vejo como pouquíssima a possibilidade da equipe vencer Old Dominion neste sábado. Ofensivamente a equipe é extremamente dependente de Adam Breneman, caso não esteja plenamente recuperado é difícil acreditar que consiga Ford consiga ter um jogo com mais de 250 jardas novamente, primeiro porque estará sobre uma pressão da linha defensiva que não enfrentou até o momento, como também enfrentará uma secundária de melhor qualidade que auxilia muito bem os linebackers ainda inexperientes, a presença de Breneman seria importantíssima para utilizar desta falha mas a dúvida de sua condição  física dificulta saber como a equipe irá atuar, pois também não pode se apoiar no jogo terrestre já que Marquis Young não é totalmente confiável. Do outro lado, será a grande chance de redenção de  Lawry e Cox e duvido que eles irão perder esta chance, acredito que a margem aberta no primeiro tempo contra Albany fez reduzir o nível de intensidade da parte ofensiva da equipe e por isso os números não foram tão excepcionais, frente a uma equipe da FBS, Lawry buscará aumentar ainda mais seu recorde na universidade, dando tempo necessário para que LaRussa se adeque a velocidade da NCAA e com sua precisão consiga fazer mais jogadas longas de passe. Desta forma, vejo que a crise de UMass continuará com uma vitória confortável dos Monarchs que colocarão a equipe na luta pelo título da conferência.



iaguet

  • Sem Dívidas
  • i
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2012
  • Localidade:
  • Mensagens:
    390
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    227
em: 10 de Setembro de 2017, 01:49
Que boa semana somente greens! 3x0
Week 1: 2-1
Week 2: 3-0
Total : 5-1
Bora!
« Última modificação: 10 de Setembro de 2017, 01:49 por iaguet »



Rodrigo Cesar

  • Administrador
  • Estado:
    Online
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade: São Paulo - Brasil
  • Mensagens:
    38968
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    5118
em: 10 de Setembro de 2017, 03:41
Que boa semana somente greens! 3x0
Week 1: 2-1
Week 2: 3-0
Total : 5-1
Bora!

 :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:  mandou bem mano!
The wisdom of the fool won't set you free

http://www.apostaganhabr.com/




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina