Autor Tópico: Tour de France - 8ª etapa - 11 de Julho de 2015  (Lida 1458 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

napoli

  • Milionário
  • n
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1126
    Pts Tipsr:
    345
em: 10 de Julho de 2015, 19:05
mods



napoli

  • Milionário
  • n
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1126
    Pts Tipsr:
    345
em: 10 de Julho de 2015, 19:30
Tour de France
8ª etapa - 11 de Julho
H2H Apostas Comparativas Classificação 8ª etapa
h2h:  Simon Yates vs Alexis Vuillermoz  :arrow: Alexis Vuillermoz @ 2,10 Bet365



Estamos praticamente no final da primeira semana do Tour e até agora temos tido muita animação nas etapas. A camisola amarela mudou de dono praticamente todos dias e por outro lado, temos tido também muitos abandonos resultantes de quedas. Mas é a partir de amanhã que o Tour ganha outro dinamismo, teremos um etapa com um final em inclinação e no domingo um CR colectivo, seguido do merecido dia de descanso e da chegada da alta montanha. Chegou então a altura dos grandes nomes assumirem-se e brilharem.
A 8ª etapa é a chegada ao Mur de Bretagne, uma rampa de 2 km's com 7% de inclinação, pelo que será uma chegada que afastará os sprinters puros a vitória final, talvez com a excepção de Sagan. Tudo dependerá da aceleração feita a esta chegada pelas equipas, se o ritmo for elevado muito dificilmente Sagan terá hipoteses, sobrando homens como Valverde ou Purito para a vitória. A última vez que o Tour acabou nesta localidade, foi em 2011 e venceu Cadel Evans sobre Contador, Vinokourov e Uran.


Simon Yates é um jovem ciclista britânico da Orica, tem vindo a fazer uma época interessante com 5º lugar na Volta ao País Basco, 6º lugar no Tour da Romandia e 5º no Dauphine. É um ciclista forte na montanha, especialmente em subidas curtas e explosivas como foi possivel ver pelo seu 8º lugar na chegada ao Mur de Huy.
Contudo, Yates tem um grave problema na jornada de domingo, a sua equipa já conta com menos 3 ciclistas devido às graves quedas e ainda conta com Mathews muito debilitado, sobrando assim 5 ciclistas para o CR colectivo, que obrigará a um esforço extra. Se é seu objectivo a geral final num top 10 em Paris, o jovem da Orica terá que guardar algumas energias para domingo e não gastar demais amanhã.

Alexis Vuillermoz é um ciclista francês de 27 anos da Ag2r e que vem do mountain bike. Tudo o que seja chegada inclinada é com ele, dá-se extremamente bem com a inclinação e tem uma ponta final muito forte. Na dificil chegada ao Mur de Huy chegou no 3º lugar.
Este ano em chegadas inclinadas como a Aia na Volta ao Pais Basco ( fez 10º) e na chegada a Castelraimondo no Tirreno Adriatico ( fez 4º ) deu provas da sua excelente ponta final e boa colocação.


A chegada ao Mur de Bretagne é o inicio de um novo Tour, a meu ver estes ciclistas são muito equivalentes neste tipo de chegadas, contudo com odds superiores para Vuillermoz, depois da excelente prestação em Huy e ainda para mais com os problemas da Orica a prejudicar Yates, penso que o valor está todo do lado do francês e compensa o risco da aposta.

h2h:  Simon Yates vs Alexis Vuillermoz  :arrow: Alexis Vuillermoz @ 2,10 Bet365



napoli

  • Milionário
  • n
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1126
    Pts Tipsr:
    345
em: 10 de Julho de 2015, 19:42
Tour de France
8ª etapa - 11 de Julho
H2H Apostas Comparativas Classificação 8ª etapa
h2h:  Andrew Talansky vs Rui Costa :arrow: Rui Costa @ 2,00 Bet365



Estamos praticamente no final da primeira semana do Tour e até agora temos tido muita animação nas etapas. A camisola amarela mudou de dono praticamente todos dias e por outro lado, temos tido também muitos abandonos resultantes de quedas. Mas é a partir de amanhã que o Tour ganha outro dinamismo, teremos um etapa com um final em inclinação e no domingo um CR colectivo, seguido do merecido dia de descanso e da chegada da alta montanha. Chegou então a altura dos grandes nomes assumirem-se e brilharem.
A 8ª etapa é a chegada ao Mur de Bretagne, uma rampa de 2 km's com 7% de inclinação, pelo que será uma chegada que afastará os sprinters puros a vitória final, talvez com a excepção de Sagan. Tudo dependerá da aceleração feita a esta chegada pelas equipas, se o ritmo for elevado muito dificilmente Sagan terá hipoteses, sobrando homens como Valverde ou Purito para a vitória. A última vez que o Tour acabou nesta localidade, foi em 2011 e venceu Cadel Evans sobre Contador, Vinokourov e Uran.

Andrew Talansky é um americano de 26 anos que corre pela Cannondale-Garmin. O seu principal objectivo neste Tour é um lugar no top 10 final. Contudo esta semana não lhe tem corrido de feição, tendo sido prejudicado pelos cortes de vento numa etapa e pela falta de pernas no Mur de Huy. É um ciclista muito forte no CR e bom na alta montanha, mas com dificuldades evidentes em subidas explosivas.
Este ano não tem resultados assinalaveis, em 39 dias de corrida. Fez um 10º lugar no Dauphine, mas o ano passado tinha vencido essa mesma prova.

Rui Costa, o embaixador português do ciclismo, o ex-campeão do mundo está a ter uma primeira semana de Tour muito dificil muito por culpa por falta de ajuda da sua equipa e essencialmente por uma queda na 3ª etapa, na chegada ao Mur de huy. Nessa etapa, Rui teve uma queda violenta e foi em sofrimento até a meta. A verdade é que o português tem vindo a melhorar das suas feridas de dia para dia, aproveitando a acalmia destas últimas etapas.
Rui aposta forte num top 10 final em Paris, mas é neste tipo de final de etapa que o português pode brilhar e até alcançar uma vitória em etapa, sendo uma subida curta com alguma inclinação mas nada explosiva como Huy. Se tivesse no seu melhor diria mesmo que Rui faria top 5 nesta etapa.

É uma chegada muito mais ao jeito de Rui Costa do que Talawsky, contudo o português apresenta-se com mais problemas fisicos que o americano que ainda não registou nenhuma queda. Rui tem uma melhor ponta final que o americano, tem uma leitura de corrida bem melhor e posicionamento muito positivo nas chegadas, pelo que acredito que caso o português se sinta em condições físicas, sem as dores das quedas, irá tentar atacar nesta subida e alcançar a vitória na etapa.

h2h:  Andrew Talansky vs Rui Costa :arrow: Rui Costa @ 2,00 Bet365



Forum de Apostas

Re: Tour de France - 8ª etapa - 11 de Julho de 2015
« Responder #2 em: 10 de Julho de 2015, 19:42 »

rapior

  • Multimilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6590
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1727
em: 11 de Julho de 2015, 01:10
11/07/2015 às 11h40m
Tour
8ª Etapa: Rennes – Mur de Bretagne
H2H: Bauke Mollema (TFR) vs Robert Gesink (BEL)
Pick: Bauke Mollema (TFR)       Odd: 1.61 @ Bet365 (Para o portal: 5 unidades)


Antes de um crono colectivo bastante duro os ciclistas enfrentam o Mur-de-Bretagne, uma subida de aproximadamente 2 km com uma inclinação média de 6.9%, sendo que começa com pendentes de 10% e depois vai baixando a dificuldade.


Mollema transferiu-se esta época para a Trek, sendo a aposta da equipa para este Tour. É um ciclista que se destaca sobretudo na montanha, tendo terminado no Top10 nas duas últimas edições. Começou muito bem a época com um segundo lugar no Tirreno-Adriático, porém depois teve abaixo das expectativas nas clássicas das Ardenas. Nas etapas já disputadas esteve a excelente nível no crono de abertura e na chegada mais dura, ao Mur de Huy, foi 10º.

Robert Gesink procura relançar a sua carreira depois de ter estado à beira do abandono do ciclismo devido a problemas cardíacos. É um ciclista de elevada qualidade, sobretudo no terreno montanhoso, que poderia ter um currículo bastante mais preenchido não fossem as sucessivas quedas em momentos cruciais da carreira. Esta época, depois do regresso à competição, tem vindo em crescendo de forma com um 5º na  Volta à Califórnia e um 9º na Volta à Suiça.
Nas etapas já surpreendeu no crono de abertura com um 11º lugar e na chegada mais dura, ao Mur de Huy, foi 14º.

Esta chegada é menos dura que o Mur de Huy e deve criar pequenas diferenças entre os favoritos, pois apesar de dura no inicio depois o final é bastante mais fácil. Penso que Mollema se adapta melhor a esta subida pois é mais explosivo e em pequenos grupos sprinta melhor.
"O insucesso é apenas uma oportunidade para começar de novo com mais inteligência."



Joao_

  • Multimilionário
  • J
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6185
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1765
em: 11 de Julho de 2015, 01:19
Tour de France, 8ª etapa
11 de Julho; 11h40

Amanhã teremos a última etapa antes do importantíssimo contra-relógio colectivo e acaba no Mûr de Bretagne que é uma subida de 2kms com uma inclinação média de 6.9%. As condições climatéricas esperam-se bem acessíveis para os ciclistas ao contrário do que se esperar nesta altura. E será a primeira grande oportunidade de uma fuga vingar. E passo a explicar porquê.

Os grandes favoritos para vencer amanhã são Alejandro Valverde e Peter Sagan. Vamos ver a Tinkoff ou a Movistar a tentar controlar a corrida para dar aos seus nº2 uma vitória na etapa? Antes do contra relógio colectivo? Não me parece de todo, seria um enorme risco e estas duas equipas querem ganhar o Tour de France não o Mur de Bretagne. A amarela está em Froome e na Sky? Vai a Sky tentar controlar a corrida? Mesma situação, já vimos que a Sky não têm qualquer interesse em ter a amarela na sua posse nesta altura da prova e amanhã não serão também eles a trabalhar na frente do pelotão, exactamente pelos mesmos motivos que não serão a Tinkoff ou a Movistar.

A fuga é uma possibilidade real amanhã e as equipas sabem muito bem isso e vão pesar o beneficio de desgastar um ciclista para amanhã a tentar ganhar a etapa. De qualquer das formas, no final veremos um grupo bastante reduzido. E não me parece que isto se decida ao sprint. Com a subida final a começar com uma inclinação a rondar os 10% os ataques entre a fuga vão ser aí e a etapa será decidida nessa altura. Vejo um ciclista a abrir um espaço na subida e a ir sozinho para a meta. Posto isto, uma odds de 3.50 para a margem de vitória de amanhã não ser superior a um segundo não faz qualquer sentido.

Margem de vitória: 2 segundos ou mais @ 3.50 dhoze
Antigo nick: devilboypt



Joao_

  • Multimilionário
  • J
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6185
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1765
em: 11 de Julho de 2015, 01:28
Tour de France, 8ª etapa
11 de Julho; 11h40

Amanhã teremos a última etapa antes do importantíssimo contra-relógio colectivo e acaba no Mûr de Bretagne que é uma subida de 2kms com uma inclinação média de 6.9%. As condições climatéricas esperam-se bem acessíveis para os ciclistas ao contrário do que se esperar nesta altura. E será a primeira grande oportunidade de uma fuga vingar. E passo a explicar porquê.

Os grandes favoritos para vencer amanhã são Alejandro Valverde e Peter Sagan. Vamos ver a Tinkoff ou a Movistar a tentar controlar a corrida para dar aos seus nº2 uma vitória na etapa? Antes do contra relógio colectivo? Não me parece de todo, seria um enorme risco e estas duas equipas querem ganhar o Tour de France não o Mur de Bretagne. A amarela está em Froome e na Sky? Vai a Sky tentar controlar a corrida? Mesma situação, já vimos que a Sky não têm qualquer interesse em ter a amarela na sua posse nesta altura da prova e amanhã não serão também eles a trabalhar na frente do pelotão, exactamente pelos mesmos motivos que não serão a Tinkoff ou a Movistar.

Posto isto, quem poderá vencer a etapa? Eu vejo aqui um grande favorito. E chama-se Tony Gallopin. Ele fez um Tour fantástico o ano passado e já provou este ano estar bastante forte novamente. E amanhã a etapa adequa-se perfeitamente a ele. A Lotto não têm especial interesse no contra relógio colectivo de amanhã, não têm grandes interesse na geral e ele terá toda a liberdade para ir para a fuga amanhã. E mesmo o facto de ser 3º na geral não será nada que cause problemas à fuga porque a Sky ainda agradece o facto de perder a camisola amarela para amanhã. Mesmo que não ganhe a etapa, estou em crer que Gallopin será o novo camisola amarela amanhã.

Se a fuga tiver sucesso, como eu acredito, se Gallopin estiver lá, como eu acredito, não acho que outros ciclistas tenham grandes possibilidades de vencer a etapa. Ele já deu uma grande resposta na etapa onde Joaquim Rodriguez venceu e esta é uma subida final muito mais ao seu jeito e não tou a ver ninguém para o poder bater. Para mim, Gallopin vence amanhã com um ataque na subida final e fica com a amarela.

Tony Gallopin @ 8 dhoze
Antigo nick: devilboypt



Joao_

  • Multimilionário
  • J
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6185
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1765
em: 11 de Julho de 2015, 02:17
Tour de France, 8ª etapa
11 de Julho; 11h40
Peter Sagan x Tony Gallopin

Amanhã teremos a última etapa antes do importantíssimo contra-relógio colectivo e acaba no Mûr de Bretagne que é uma subida de 2kms com uma inclinação média de 6.9%. As condições climatéricas esperam-se bem acessíveis para os ciclistas ao contrário do que se esperar nesta altura. E será a primeira grande oportunidade de uma fuga vingar. E passo a explicar porquê.

Os grandes favoritos para vencer amanhã são Alejandro Valverde e Peter Sagan. Vamos ver a Tinkoff ou a Movistar a tentar controlar a corrida para dar aos seus nº2 uma vitória na etapa? Antes do contra relógio colectivo? Não me parece de todo, seria um enorme risco e estas duas equipas querem ganhar o Tour de France não o Mur de Bretagne. A amarela está em Froome e na Sky? Vai a Sky tentar controlar a corrida? Mesma situação, já vimos que a Sky não têm qualquer interesse em ter a amarela na sua posse nesta altura da prova e amanhã não serão também eles a trabalhar na frente do pelotão, exactamente pelos mesmos motivos que não serão a Tinkoff ou a Movistar.

Continuo a insistir no mesmo. Acho bastante difícil tendo em conta que as equipas sabem que a fuga terá uma das maiores possibilidades de vingar e de Tony Gallopin ter a possibilidade real de chegar à camisola amarela que este não venha a fazer parte da fuga. Tudo aponta para isso, a equipa vai querer vencer amanhã, não luta pela geral o contra relógio de depois de amanhã não será importante, a Sky quer desfazer-se da camisola amarela...

E que Peter Sagan não faz parte da fuga também me parece uma certeza. Se ele chegar na frente, quer seja na fuga quer seja com o pelotão, será o grande favorito para vencer. Mas ele está na equipa de Contador e o contra relógio do dia a seguir será uma etapa decisiva para a geral. E desgastar Peter Sagan para amanhã numa fuga não me parece uma boa opcção. 

Posto isto, esta é basicamente uma aposta se a fuga terá ou não sucesso e tendo em conta que é uma odds de 2.70 é de aproveitar por tudo o que já expliquei.

Tony Gallopin @ 2.70 sportingbet
Antigo nick: devilboypt



Joao_

  • Multimilionário
  • J
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6185
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1765
em: 11 de Julho de 2015, 02:26
Tour de France, 8ª etapa
11 de Julho; 11h40
Robert Gesink x Rigoberto Uran

Amanhã teremos a última etapa antes do importantíssimo contra-relógio colectivo e acaba no Mûr de Bretagne que é uma subida de 2kms com uma inclinação média de 6.9%. As condições climatéricas esperam-se bem acessíveis para os ciclistas ao contrário do que se esperar nesta altura. E será a primeira grande oportunidade de uma fuga vingar. E passo a explicar porquê.

Os grandes favoritos para vencer amanhã são Alejandro Valverde e Peter Sagan. Vamos ver a Tinkoff ou a Movistar a tentar controlar a corrida para dar aos seus nº2 uma vitória na etapa? Antes do contra relógio colectivo? Não me parece de todo, seria um enorme risco e estas duas equipas querem ganhar o Tour de France não o Mur de Bretagne. A amarela está em Froome e na Sky? Vai a Sky tentar controlar a corrida? Mesma situação, já vimos que a Sky não têm qualquer interesse em ter a amarela na sua posse nesta altura da prova e amanhã não serão também eles a trabalhar na frente do pelotão, exactamente pelos mesmos motivos que não serão a Tinkoff ou a Movistar.

Nem Gesink nem Uran vão estar na fuga. Isso é certo, são dois ciclistas que contam para a geral que não terão, de todo, liberdade para isso. E são dois ciclistas que estão muito bem classificados, dos melhores daqueles que contam para a geral. Uran é 6º a 34 segundos de Froome, enquanto que Gesink é 13º a 1 minuto e 39.

Não se esperava Uran em tão boa forma, mas a verdade é que está e assim sendo têm que contar com ele e é, neste momento, um dos ciclistas mais temidos dos outsiders dos quatro magníficos. O final adequa-se mais ao colombiano, ele é muito rápido neste tipo de subidas, muito explosivo e Gesink nem tanto. Devem chegar no mesmo grupo caso nenhum deles ceda antes, o que não é nada expectável apesar desta subida já ter feito estragos noutros anos, a forma que os dois se apresentam é boa e nem o ritmo mais elevado que alguma equipa possa impor na fase final os irá tirar de lá. Chegando no mesmo grupo, a velocidade final será determinante e Uran é muito mais rápido que Gesink. Assim sendo, esta é uma odds que não se percebe.

Rigoberto Uran @ 2.15 sportingbet
Antigo nick: devilboypt



Forum de Apostas

Re: Tour de France - 8ª etapa - 11 de Julho de 2015
« Responder #7 em: 11 de Julho de 2015, 02:26 »

Joao_

  • Multimilionário
  • J
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6185
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1765
em: 11 de Julho de 2015, 02:34
Tour de France, 8ª etapa
11 de Julho; 11h40
Andrew Talansky vs Rui Costa

Amanhã teremos a última etapa antes do importantíssimo contra-relógio colectivo e acaba no Mûr de Bretagne que é uma subida de 2kms com uma inclinação média de 6.9%. As condições climatéricas esperam-se bem acessíveis para os ciclistas ao contrário do que se esperar nesta altura. E será a primeira grande oportunidade de uma fuga vingar. E passo a explicar porquê.

Os grandes favoritos para vencer amanhã são Alejandro Valverde e Peter Sagan. Vamos ver a Tinkoff ou a Movistar a tentar controlar a corrida para dar aos seus nº2 uma vitória na etapa? Antes do contra relógio colectivo? Não me parece de todo, seria um enorme risco e estas duas equipas querem ganhar o Tour de France não o Mur de Bretagne. A amarela está em Froome e na Sky? Vai a Sky tentar controlar a corrida? Mesma situação, já vimos que a Sky não têm qualquer interesse em ter a amarela na sua posse nesta altura da prova e amanhã não serão também eles a trabalhar na frente do pelotão, exactamente pelos mesmos motivos que não serão a Tinkoff ou a Movistar.

Mesma situação que o head-to-head anterior. Dois ciclistas que ainda contam para a geral, não vão estar na fuga e também não acredito que nenhum dos dois acabe por ceder numa subida tão curta. A questão aqui é saber em que estado se encontra Rui Costa depois da inacreditável queda que sofreu. Mas ele têm reagido muito melhor daquilo que seria de esperar perdendo muito pouco tempo na etapa de pavê quando seria de esperar que ele sofresse muito mais porque foi a etapa que sucedeu à sua queda e é talvez a etapa que mais dificuldades poderia colocar do plano fisico. Depois disso, duas etapas tranquilas discutidas ao sprint em que chegou no pelotão. Ele disse no seu diário que não está a 100%, que ainda têm muitas dores na perna esquerda, mas como já se viu o Rui é um lutador e a etapa de amanhã não é assim tão dura quanto isso e adequa-se às suas características. Depois da perfomance do pavê no dia a seguir à queda, acho que o pior já passou e amanhã terá condições para ter um bom resultado. Em condições normais, este seria um head-to-head que nem se colocaria já que o veterano Talansky não se adequa nada bem a este final, ao contrário do Rui.

Rui Costa @ 1.85 sportingbet
Antigo nick: devilboypt



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18080
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4632
em: 11 de Julho de 2015, 08:38
11 de julho, 11.40
Ciclismo
Tour de France – etapa 8
Etapa 8 – apostas comparativas: Andrew Talansky v Rui Costa
Pick: Etapa 8:Andrew Talansky v Rui Costa: Rui Costa Fantasticwin 1.84



   Acredito num bom lugar de Rui Costa, esta chegada não é tão agressiva como o Mur de Huy, o que favorece mais as caraterísticas do ex-campeão do mundo, que se sente mais confortável em chegadas em pequena/alta montanha, mas com pendentes não muito agressivas.
   De resto Rui Costa está-se a sentir dia após dia cada vez melhor, depois das quedas que têm afetado a sua performance e pelas suas declarações o líder da Lampre está ainda muito empenhado em conseguir um bom lugar na geral e para isso é preciso chegar bem colocado ao Mûr-de-Bretagne.
   Talansky apesar de se sentir confortável em todo o tipo de terrenos é por natura um contrarrelogista e o tipo de andamentos e de esticões que se perfilam nesta curta chegada ao Mûr-de-Bretagne não se enquadram no seu estilo de correr, já que o ciclista norte-americano prefere um andamento certo nas subias que faz.
   O facto de haver pequenas subidas a anteceder o  Mûr-de-Bretagne faz conjeturar um possível ataque ainda antes da chegada final e nesse contexto, Rui Costa está nas sete quintas pois para além de Rui Costa ser exímio nos ataques neste tipo de terreno, tem permissão para a atacar digamos assim dada a sua posição na geral.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18080
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4632
em: 11 de Julho de 2015, 08:48
11 de julho, 11.40
Ciclismo
Tour de France – etapa 8
Etapa 8 – apostas comparativas: Alberto Contador v Nairo Quintana
Pick: Etapa 8:Alberto Contador v Nairo Quintana: Alberto Contador Bet365 1.83


   Uma chegada que parece mais ao estilo de Alberto Contador, que se sente mais confortável em chegadas em subidas curtas em Alto do que o líder da Movistar, para o colombiano, seria mais agradável ter uma chegada mais extensa e com maior agressividade em termos de pendente.
   É certo que Quintana ficou à frente de Alberto Contador no Mur de Huy, mas essa subida era  bem mais agressiva do que esta chegada ao Mur de Bretagne, onde a capacidade de explosão será determinante e nesse aspecto Contador e Chris Froome parecem levar alguma vantagem em relação à concorrência.
   De referir que numa subida tão curta, a colocação será determinante e nesse aspecto a Tinkoff-Saxo trabalha muito melhor que a Movistar e Nairo Quintana também não é propriamente especialista numa boa colocação e isso pode ser a morte do artista neste tipo de chegadas.
   Isto sem ignorar que Alberto Contador conhece bem melhor esta subida que o colombiano e quase foi muito feliz no  Mur de Bretagne, pois em 2011 foi segundo nesta chegada, apenas ultrapassado por Cadel Evans.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18080
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4632
em: 11 de Julho de 2015, 09:02
11 de julho, 11.40
Ciclismo
Tour de France – etapa 8
Etapa 8 – apostas comparativas: Joaquim Rodriguez v Chris Froome
Pick: Etapa 8:Joaquim Rodriguez v Chris Froome: Joaquim Rodriguez Bet365 1.72


   Purito Rodriguez preparou-se muito bem para este Tour, isso é inegável, não é por acaso que  venceu no Mur de Huy e não é por acaso que tem muito menos perdas de tempo para Chris Froome do que outros ciclistas com outro tipo de obrigações como Nairo Quintana ou Alberto Contador.
   Na véspera de um contrarrelógio coletivo muito importante para a classificação geral, é natural que haja grande marcação entre os favoritos, até porque homens como Quintana e Nibali, não se podem dar ao luxo de perder mais tempo para a Chris Froome e nesse contexto Joaquim Rodriguez que é visto como um outsider na classificação geral, pode ser o principal beneficiado.
   De referir que Joaquim Rodriguez é especialista neste tipo de chegadas, tem a capacidade de explosão e a capacidade de fazer a diferença em poucos metros e acima de tudo sabe onde atacar e como atacar, pois numa chegada tão curta o timing é tudo e não é por acaso que Joaquim Rodriguez venceu a terceira etapa e que tem tido tanto sucesso na clássica das Ardenas e na Vuelta a Espanha.
   Froome estará mais marcado que Joaquim Rodriguez e é natural que não entre em locuras por esta chegada será muito apertada e poderá haver o risco de quedas.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18080
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4632
em: 11 de Julho de 2015, 09:12
11 de julho, 11.40
Ciclismo
Tour de France – etapa 8
Etapa 8 – apostas comparativas: Vincenzo Nibali v Tejay Van Garderen
Pick: Etapa 8:Vincenzo Nibali v Tejay Van Garderen: Tejay Van Garderen  Bet365 2.25


   Tendo como referência o Mur de Huy, Tejay Van Garderen e Vincenzo Nibali chegaram juntos mas com o norte-americano à frente do italiano, é inegável que Van Garderen tem uma melhor ponta final do que o italiano e isso nota-se até nas chegadas mais planas.
   De referir que o norte-americano preparou muito bem este Tour, chega num excelente pico de forma e tem se defendido bem nas etapas mais agressivas dando excelentes indicações tanto para esta tirada como para o resto do Tour de France.
   De mencionar também que Vincenzo Nibali pode estar algo desmoralizado pelos seus esforços infrutíferos na tirada do pavé e também pode ser determinante para o desfecho desta tirada o facto de que a BMC tem estado melhor em termos táticos do que a Astana e claramente Van Garderen tem estado melhor em termos de colocação do que Nibali e a colocação será meio caminho andado para um bom lugar nesta tirada.
   Isto sem ignorar ainda que Van Garderen tem lido muito bem a corrida nas etapas mais exigentes em termos de classificação geral e será fundamental essa competência pois numa chegada tão curta, a capacidade de ler a corrida e de seguir a roda certa são fundamentais para um bom resultado final.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18080
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4632
em: 11 de Julho de 2015, 09:24
11 de julho, 11.40
Ciclismo
Tour de France – etapa 8
Stage 8 - Winning Nation Tour de France Especiais| Ciclismo
Pick: Stage 8 - Winning Nation| Tour de France Especiais| Ciclismo: Espanha  Dhoze 3.50


   Uma boa odd para ganhar um espanhol nesta tirada, afinal se é certo que Alejandro Valverde não tem estado particularmente feliz neste Tour de France, também não é menos verdade que esta é mais uma oportunidade de ouro para o Valverde deixar a sua marcar, até porque dos sprinters, muito possivelmente só Peter Sagan lhe poderá fazer frente.
   Alejandro Valverde é muito forte neste tipo de chegadas e não é por acaso que quase fazia o triplete nas clássicas da Ardenas, esta chegada tipo Critério, clássicas assenta-lhe muito bem.
   Mas talvez ainda com mais hipóteses de ganhar temos Joaquim Rodriguez que está numa forma fenomenal, a maneira como bateu a concorrência sem apelo nem agravo no Mur de Huy foi demolidora e nem um super-Froome o conseguiu segurar e Joaquim Rodriguez terá uma motivação extra para chegar ao triunfo ele que é especialista neste tipo de chegadas, não é por acaso que já venceu no Mur de Huy e que tanto triunfos em tiradas na Volta Espanha, onde chegadas de média montanha são o prato forte.
   É preciso relevar que Valverde e Joaquim Rodriguez poderão beneficiar da marcação cerrada que se espera dos big-4 entre eles, mas isso pode não impedir Alberto Contador de tentar alguma coisa, é preciso não esquecer que Contador ganhou uma Volta à Espanha numa contagem de segunda categoria e as pequenas subidas que antecedem a chegada final, são propícias a ataques e se há coisa que Contador sabe fazer é lidar muito bem com o fator surpresa.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



rapior

  • Multimilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6590
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1727
em: 11 de Julho de 2015, 22:32
11/07/2015 às 11h40m
Tour
8ª Etapa: Rennes – Mur de Bretagne
H2H: Bauke Mollema (TFR) 9º vs 19º Robert Gesink (BEL)
Pick: Bauke Mollema (TFR)       Odd: 1.61 @ Bet365 (Para o portal: 5 unidades)
"O insucesso é apenas uma oportunidade para começar de novo com mais inteligência."




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina