Autor Tópico: [Vela - Mundial de vela olímpica "cascais 2007"] 2007-06-28 a 2007-07-13  (Lida 513 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64015
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1596
E eis que começa o evento desportivo mais importante do ano a realizar em Portugal

O mundial de Vela


A competição propriamente dita, inicia-se apenas no dia 3 de Julho. Refira-se que para além do prestigioso título mundial, irão ser apurados atletas para os Jogos Olímpicos de Pequim'08.
Irão estar presentes 1399 velejadores, de 76 países, distribuídos por 945 barcos de 11 classes. Um recorde de participação num evento que promete ficar na história da modalidade. No total, serão realizadas 306 regatas, em cinco campos com uma área equivalente a 1270 campos de futebol.
Portugal tem uma forte participação, competindo com 12 velejadores em 7 das 11 categorias possíveis. Claro com objectivos diferentes que vão desde a luta pelo título mundial à simples melhor participação possível. Eis uma ideia das nossas esperanças:
Citação de: infordesporto citando a agência LUSA
No topo das "esperanças" nacionais está Gustavo Lima, velejador do Clube Naval de Cascais, a correr em "casa", que se arrisca a festejar o 30º aniversário com a revalidação do título Mundial de Laser Standard conquistado em Cádiz, em 2003.

"O facto de ter conquistado o título Mundial não é significativo, nem relevante. No entanto, vou aproveitar a vantagem de "correr" em casa, na Vila onde vivi há mais de 30 anos, com o apoio dos meus amigos e familiares e vou lutar pelos três primeiros lugares", afirmou.

Gustavo Lima ocupa presentemente o quarto lugar do "ranking" ISAF, este ano venceu a Rolex Miami OCR, tem ainda no palmarés um título Mundial (1998) e um Europeu (1994) de Laser Radial e garante estar "motivado e confiante" para um novo sucesso.

Quanto ao apuramento para Pequim2008, dificilmente escapará a Gustavo Lima, uma vez que se apuram os 19 primeiros - a frota tem 150 - dos 60 países representados nos Mundiais de Cascais.

A dupla Álvaro Marinho/Miguel Nunes (Clube de Vela do Barreiro), nonos do ?ranking? mundial, também será uma séria candidata às medalhas, sobretudo pela motivação extra da recente conquista do título europeu em Salónica, Grécia, além do significativo triunfo no "Eurolymp" de Palma de Maiorca, Espanha.

"As nossas expectativas são tentar fazer o melhor possível. O título Europeu trouxe ainda mais motivação e vamos correr em águas portuguesas. Vamos competir ao mais alto nível e tudo faremos para conseguir um bom desempenho", lembrou Álvaro Marinho.

Um regresso particularmente saudado foi o do veterano João Rodrigues, actual número dois mundial e o melhor velejador que Portugal alguma vez conheceu em prancha olímpica.

"Voltei a este projecto há ano e meio com o objectivo de qualificar o país e esse continua a ser o objectivo", afirmou o veterano madeirense, de 35 anos, que havia anunciado o abandono da modalidade nos Jogos de Atenas2004 (6º lugar), a sua quarta presença olímpica.

João Rodrigues elogiou ainda o "fantástico espírito de equipa" que reina entre os portugueses e frisou: "É uma honra estar aqui e estou muito feliz por, pela primeira vez, competir num Campeonato do Mundo em Portugal. É uma oportunidade fantástica para representar Portugal".

A favor do velejador do Iate Clube Quinta do Lorde tem as condições meteorológicas de Cascais, com a previsível "nortada" a impor as suas condições.

Rodrigues ainda está a realizar fisioterapia devido à espécie de tendinite num cotovelo que o tem afectado, mas o facto de Cascais vir a apresentar um regime de ventos fortes joga a seu favor, pois, com ventos fracos, o ?bombear? da vela torna-se penoso.

A dupla Afonso Domingos/Bernardo Santos (Clube Naval de Cascais) também usará os excelentes conhecimentos do seu plano de água favorito e apenas precisará de estar igual a si própria - é oitava da hierarquia mundial da Classe - para garantir a qualificação lusa em Star.

"Vou competir na minha ?casa? e estou feliz por isso. Que melhor lugar para conseguir a qualificação? Teremos de conseguir um resultado entre os 11 primeiros. Esse é o objectivo, qualquer coisa neste patamar será bem vinda", comentou o "proa" Afonso Domingos.

Igualmente pragmático é o discurso do "proa" da tripulação de 49ér, Jorge Lima, irmão de Gustavo, que faz dupla com Francisco Andrade (Clube Naval de Cascais).

"O nosso objectivo é alcançar a qualificação. Vamos estar ao nosso melhor, as condições são excelentes, mas vamos precisar de um pouco de sorte", afirmou.

Luís Rocha garante que esta dupla está em "fase de evolução" e o próprio Jorge Lima admite que está um "passo" de poder lutar pelos lugares cimeiros, pelo que fica "no ar" a questão: será que também vão entrar na luta pelos lugares do pódio?

Com menos pretensões, estão os jovens Sara Carmo (Laser Radial) e Frederico Pinheiro de Melo (Finn) e a dupla Henrique Anjos e Afonso Marques (Star).

Frederico completa 20 anos nos últimos dias dos Mundiais e tem sido um dos velejadores portugueses em destaque ao sagrar-se vice-campeão europeu de juniores, ao terminar na 25ª posição da geral absoluta, entre 69 participantes.

"É preciso ver que este será um campeonato absoluto", lembrou o velejador do Clube Naval de Cascais, actual 64º do "ranking" mundial, que nos Mundiais de Cascais compete sobretudo pela "aprendizagem" com os olhos postos nos Jogos de Londres2012.

Uma das novas esperanças da vela nacional, Frederico Pinheiro de Melo continua a confirmar as boas indicações dadas em 2005, quando se sagrou vice-campeão mundial de Juniores.

Sara Carmo (Clube Naval de Cascais), 90º da tabela mundial ISAF de Laser Radial, também pertence ao projecto de Esperanças Olímpicas e outro trunfo português para Londres, embora garanta que vai dar "o máximo para conseguir a qualificação" para Pequim2008.

A Cerimónia de Abertura está marcada para as 21:30h do dia 2 de Julho com um espectáculo multimédia na Baía de Cascais, a actuação dos portugueses The Gift e fogo de artificio no final.

A 3 de Julho, as classes Star e Tornado abrem a competição, com Afonso Domingos/Bernardo Santos e Henrique Anjos/Afonso Marques a serem os primeiros a defender as cores portuguesas.
« Última modificação: 03 de Julho de 2007, 23:19 por miguelyn »
:roll:




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina