Autor Tópico: Andebol Liga Portuguesa  (Lida 1543 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

skim07

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2011
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5956
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1831
em: 16 de Maio de 2015, 23:40
Ora. Temos play-off.

Sporting 23 vs Porto 22

4º jogo na 4ª feira. Curioso por ver como vão abrir as linhas :cool:

Jogo muito atípico! A expulsão do Borges condicionou muito o jogo defensivo do Porto, mas as duas equipas facilitaram bastante a nível ofensivo (o Ferraz e o Portal abusaram) .

Não estava mesmo à espera sinceramente mas venha o 4º jogo @miguelyn

O porto deixou o jogo desenrolar em ritmos baixos e isso favoreceu o sporting que chegou a  ter 4 ou 5 golos de vantagem.

Estou em crer que no 4º jogo o porto não irá incorrer nesse erro ;)

O Sporting parece-me ter-se guardado fisicamente para os jogos em casa e "deixou" o Porto ganhar na Quarta!

Vamos lá ver 4º como é, mas sem o Borges não será fácil defensivamente



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64758
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1656
em: 20 de Maio de 2015, 12:03
Sporting vs Porto
Jogo 4 - 2015-05-20 às 21:00
Pick 1: Porto +0.5 @ 1.80 Bet365 (10/10) (portal)
Pick 2: Porto @ 2.15 (10Bet) (5/10)
Pick 3: under 52.5 @ 1.90 Bet365 (3/10)


E vamos ao 4º jogo da final do playoff deste campeonato nacional. Iremos ter negra ou sagrar-se-á o porto heptacampeão?.

Faço esta pick, pois o jogo 3 proporcionou-nos uma oportunidade de valor nas odds.

Primeiro em enquadramento do que se passou até agora: Temos tido um claro domínio da equipa da casa com o porto a ter vencido os seus 2 jogos do Dragão caixa e o sporting a fazê-lo no multiusos de Odivelas (casa emprestada ao longo da época aos leões). Assim o porto lidera por 2-1, bastando-lhe uma vitória para se sagrar campeão pela 7ª vez consecutiva.
Comecemos então por analisar os resultados. O Porto venceu o 1º jogo por 36-33 após prolongamento, registando-se um empate a 29 no final do tempo regulamentar. O 2º jogo conta pouca para aqui dada a péssima exibição protagonizada pelo Sporting, tendo perdido por esclarecedores 29-20. No 3º jogo, Frederico Santos, treinador do Sporting, elaborou uma defesa bastante agressiva com marcação individual a Gilberto Duarte, o que condicionou de sobremaneira a acção ofensiva dos nortenhos, nunca tendo estes conseguido ultrapassar este problema, para agravar a situação dos portistas a exclusão prematura de Alexis Borges, afectou a equipa e o seu esquema defensivo.

Estas incidências deste 3º jogo acrescida da enorme prevalência do factor casa, provocaram uma natural reacção dos bookies em favor da equipa leonina.
Ora seu estou plenamente em crer que o porto arruma a questão já hoje. E porquê?
Primeiro porque até este 3º jogo do play-off, ambas as equipas já se tinham defrontado por 5 vezes ao longo da época sendo que o porto todos esses 5 jogos, com isto demonstrado ser, claramente, melhor equipa que os leões;
Segundo porque o efeito surpresa da marcação individual a Gilberto Duarte, já não existe e apesar dos bons resultados obtidos, mesmo que os sportinguistas mantenham este sistema táctico defensivo, Obradovic, treinador dos portistas, já terá preparado e treinado uma resposta condizente;
Terceiro, porque o porto não se irá deixar levar pelo ritmo lento imposto pelo sporting neste 3º jogo e irá, certamente, acelerar os ritmos quer ofensivo quer mesmo defensivo (até porque não poderá contactar com Alexis Borges).
Quarto e último, embora não me suportando em qualquer estudo/artigo a sensação que tenho numa eliminatória / jogo em que uma equipa está a ser claramente superior à outra e dispondo de vários match-points, esta tem tendência para relaxar no 1º, permitindo, normalmente, a vitória à equipa em desvantagem.

Assim, acredito numa vitória do porto com uma linha de golos perto da protagonizada no 2º jogo (embora bem mais equilibrado em termos de resultado).
"A running world is a peaceful world."
"A sporting world is an enjoyable world."

Eliud Kipchoge in  Laureus'19



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64758
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1656
em: 20 de Maio de 2015, 23:09
Sporting vs Porto
Jogo 4 - 2015-05-20 às 21:00
Pick 1: Porto +0.5 @ 1.80 Bet365 (10/10) (portal)
Pick 2: Porto @ 2.15 (10Bet) (5/10)
Pick 3: under 52.5 @ 1.90 Bet365 (3/10)


(...)


:ganha: 22-22
:perdida:
:ganha:


E o Sporting vence 25-24 no prolongamento, mas onde teve claramente a sorte do seu lado. O momento do jogo dá-se a 10 segundos do final da 1ª parte do prolongamento, onde o porto a vencer por 1 golo, com vantagem numérica e a saber que teria posse de bola no reinicio do 2º período, vê Gilberto Duarte a rematar e a bola a embater nos 2 postes (não entra) ressalta direitinha para um jogador do sporting que proporciona um ataque rápido e provoca o empate. Ou seja de uma desvantagem de 2 golos, passou-se para um empate.
"A running world is a peaceful world."
"A sporting world is an enjoyable world."

Eliud Kipchoge in  Laureus'19



Forum de Apostas

Re: Andebol Liga Portuguesa
« Responder #17 em: 20 de Maio de 2015, 23:09 »

joelsant0s

  • Multimilionário
  • j
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mai 2013
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5878
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    2020
em: 22 de Maio de 2015, 15:53
Porto esmaga amanhã?



Francisco Rodrigues

  • Visitante
em: 22 de Maio de 2015, 15:57
Amanhã será jogo de 1x2, nada de cabazadas...

Pode cair para qualquer dos lados, mesmo que o factor casa e o record da fase regular atribuam ligeiro favoritismo natural ao Porto...



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64758
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1656
em: 22 de Maio de 2015, 21:46
Porto esmaga amanhã?

esmaga... nada disso.
É jogo para ser decidido por 1 ou 2 golos. O sporting claramente acertou na defesa ao marcar individualmente o Gilberto Duarte. Além de anular uma das principais armas do ataque portista, ainda anula outra que é a sua (do ataque) velocidade de circulação de bola.
"A running world is a peaceful world."
"A sporting world is an enjoyable world."

Eliud Kipchoge in  Laureus'19



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64758
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1656
em: 23 de Maio de 2015, 21:12
Porto - 34 * Sporting - 32 (após 2 prolongamentos)


Porto hepta-campeão nacional

Citação de: FAP
Futebol Clube do Porto renova título de campeão nacional
F.C.Porto - campeão nacional 2014-15
Vitória sobre o Sporting Clube de Portugal no quinto e decisivo jogo da final do «play-off» do Campeonato Fidelidade Andebol 1, disputado no Dragão Caixa.


O Futebol Clube do Porto renovou esta tarde o título de campeão nacional de andebol ao vencer o Sporting Clube de Portugal por 34-32, após dois prolongamentos. Um jogo carregado de emoção que, passados mais de oito meses sobre o arranque do campeonato, entregou o título nacional ao F.C. Porto

O Futebol Clube do Porto iniciou o jogo com Alfredo Quintana, Ricardo Moreira, Hugo Santos, João Ferraz, Gilberto Duarte, Daymar Salina e Nuno Roque que, nas ações defensivas cedia o seu lugar a Alexis Borges. Por seu turno, o Sporting Clube de Portugal arrancou com Ricardo Candeias, Pedro Solha, Pedro Portela, Frankis Carol, Fábio Magalhães, Bruno Moreira. e Rui Silva que, na defesa, trocava com João Antunes.

Com o Dragão Caixa completamente lotado, o jogo arrancou sob o signo do equilíbrio, como se aguardava, com as duas equipas a passarem aos seis minutos emptadasa a três golos. E assim se mantiveram, empatadas, até ao minuto 12 (6-6). As duas formações pareciam acusar a carga emocional de um jogo que decidia o título nacional, mais de oito meses depois do seu arranque, a 6 de Setembro do ano passado.
Aos 14 minutos Frankis Carol colocou a sua equipa na frente (7-6) mas João Ferraz, em apoio e com um remate certeiro, voltou a colocar tudo empatado. As duas formações passaram ao minuto 15 separadas por um golo, com o Sporting na frente (7-8) e Ljubomir Obradovic achou oportuno solicitar o primeiro «time-out». Do lado do Sporting CP, Bosko Bjelanovic foi o primeiro jogador que Frederico Carlos foi buscar ao banco, passando Fábio Magalhães a tomar conta da organização do jogo ofensivo da sua equipa. À entrada do minuto 19, e a perder por 9-8, foi a vez de Pdedro Spínola entrar em jogo, mpostrando uma atenção muito especial - e próxima - a Gilberto Duarte. Na mesma ocasião, Yoel Cuni Morales passou a exercer funções no ataque. O F.C. Porto conseguiu a primeira vantagem de três golos (11-8), aos 21 minutos, e o técnico do Sporting solicitou um «time-out». Fábio Magalhães e João Ferraz mostravam-se artilheiros com mão certeira, apontando oito golos (quatro cada) nos primeiros 24 minutos. O intervalo chegou com o F.C. Porto a vencer por 15-12.

REAÇÃO DO SPORTING

Para o segundo tempo, o F.C. Porto entrou com Michal Kasal que, logo no primeiro ataque, quis mostrar como acertada foi a opção, ampliando a vantagem do F.C. Porto para quatro golos (16-12). Pouco depois, ainda antes do minutos 33, Frederico Santos trocou de guarda-redes, fazendo entrar Ricardo Correia.

Aos 35 minutos, revés para o F.C. Porto com a amostragem de cartão vermelho a João Ferraz. Quando terminou a inferioridade numérica, Daimar Salina cavou a diferença para seis golos (20-14, aos minutos) e Frederico Santos parou o jogo com um pedido de «time-out». Os 'leões' ainda reduziram para 20-16, primeiro, e 21-17, depois, pouco antes de verem Pedro Solha sair lesionado. A 13 minutos do fim e a perder por 24-19, Obradovic solicitou um time-out. Com pouco tempo para jogar, o Sporting forçou ao máximo, arriscou, chegou aos 24-21, a 10 minutos do fim, mas o FC Porto mostrou-se capaz de suster a natural reação dos «leões». Mas o Sporting nunca baizou os braços. Ricardo Candeias defende um livre de sete metros aos 53 minutos (25-22) e prolonga a esperança dos 'leões'.

O FC Porto entrou nos cinco minutos finais a vencer por 25-22, vantagem que viria reduzida pouco depois para dois golos (25-23), quando Pedro Portela concretizou um livre de sete metros. Alfredo Quintana mostrou-se mais umavez decisivo ao defender um remate dos 6 metros de Bosko Bjelanovic, quando faltavam dois minutos e o F.c. Porto vencia por 25-23. Pedro Spínola cola as equipas (25-24) à entrada do minuto final e om pavilhão 'assustou-se'. O FC Porto pede 'time-out' a 30 segundos do fim para preparar aquele que poderia ser o último ataque. Gilberto Duarte remata para defesa de Ricardo Correia e, com nove segundos para jogar, Frederico Carlos Santos pede o seu time out, agora sim, para preparar o último ataque. Nuno Roque e Frankis são excluídos, com seis segundos para jogar. No último lance, Fábio Magalhães resolve prolongar o excelente espetáculo que o jogo estava a constituir e faz, de livre dos nove metros, já com o tempo esgotado, o golo que ditou o empate a 25 e a necessidade de recorrer a prolongamento´.

EMOÇÃO ATÉ AO APITO FINAL

Onde o Sporting entra melhor, passandoo para a frente (25-26). Kasal desperdiça o primeiro ataque do FC Porto e Fábio Magalhães amplia aproveitando muito bem o facto do FC Porto ter começado este prolongamento em dupla inferioridade numérica. Hugo Santos reduz ms no ataque seguinte Fábio Magalhães volta a ampliar (26-28). Ainda na primeira parte do prolongamento, Ricardo Moreira volta a colar as equipas (27-28); Spínola afsta-as de novo (27-29) antes das equipas entrarem na segunda parte do prolongamento.

Onde é o FC Porto a entrar melhor, com o jovem ponta direito internacional, Hugo Santos a reduzir para 28-29. Quintana defende remate de Fábio Magalhães e Salina empata, numa recarga a remate defendido por Ricardo Correia. Bosco, em apoio e de surpresa faz o 29-30 e é assim que as duas equipas entram no minuto e meio final. Hugo Santos volta a empatar (30-30), na mesma jogada em que Pedro Portela é excluído. No ataque do Sporting é Hugo Santos que recebe a mesma punição e o Sporting tem a posse de bola com 20 segundos para jogar. já com o tempo esgotado, Fábio Magalhães tenta repetir com êxito o livre que deu a ida para prolongamento, mas Quintana adivinhou e defendeu.

O segundo prolongamento arrancou com o FC Porto em posse de bola, conseguindo um livre de sete metros que Ricardo Moreira marcou (31-30). Spínola empatou, os dois ataques seguintes foram desperdiçados e Salina aproveitou o seguinte para fazer o 32-31. O Sporting desperdiçou depois a possibilidade de empatar, ao falhar um livre de sete metros que Alfredo Quintana defendeu. Em cima dom apito que marcou o final da primeira parte do segundo prolongamento, Gilberto Duarte fez o 33-31. Já no minuto final, Bosko Bjelanovic foi afastado do jogo com cartão vermelho e a partida terminava pouco depois com o triunfo do F.C.Porto por 34-32.
"A running world is a peaceful world."
"A sporting world is an enjoyable world."

Eliud Kipchoge in  Laureus'19




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions