Autor Tópico: [UFC 161 Evans vs Henderson] 15/06/2013  (Lida 712 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

rafacorreia

  • Milionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2012
  • Localidade: Rio de Janeiro
  • Mensagens:
    1404
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    123
em: 15 de Junho de 2013, 01:37



rafacorreia

  • Milionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2012
  • Localidade: Rio de Janeiro
  • Mensagens:
    1404
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    123
em: 15 de Junho de 2013, 01:39
UFC 161
Rashad Evans vs Dan Henderson - 16/06/2013 - 00:30 BRT

Rashad Evans vem de uma sequência negativa de duas derrotas. Perdeu a disputa pelo cinturão contra Jon Jones, em luta onde foi totalmente dominado por 5 rounds, e em seu último combate esteve irreconhecível e foi derrotado por Rogério Minotouro por decisão unânime.

Evans foi o campeão do TUF 2, quando venceu Brad Imes na final, lutando como peso-pesado. Após ganhar o contrato com o UFC, Evans desceu para o meio-pesado e construiu uma carreira vitoriosa na divisão, com triunfos sobre lutadores como Stephan Bonnar, Michael Bisping, Chuck Liddell, Rampage Jackson, Phil Davis, Tito Ortiz e Forrest Griffin, essa que lhe valeu o cinturão da categoria em 2008.

Rashad é especialista no wrestling, muito bem adaptado para o MMA. Dono de quedas poderosas, possui também um ótimo condicionamento atlético e um boxe técnico e alinhado.


Dan Henderson é um daqueles lutadores que se pode chamar de lenda. Veterano do PRIDE e UFC, Hendo tem uma das carreiras mais brilhantes da história do MMA, onde já venceu lutadores como Emelianenko Fedor, Rodrigo Minotauro, Mauricio Shogun, Vitor Belfort, Wanderlei Silva, Rich Franklin, entre outros, enfim, um cartel de dar inveja.

Em suas últimas 5 lutas, venceu 4, incluindo dois triunfos espetaculares, sobre Emelianneko Fedor e Mauricio Shogun. Vem de derrota no UFC 157 para Lyoto Machida, em luta que gerou polêmica.

Com 42, perto de completar 43 anos, naturalmente Hendo já não tem mais um atleticismo muito bom, a movimentação e velocidade dos golpes também deixa a desejar. O americano costuma sentir bastante o gás após o primeiro round e confia, quase que exclusivamente, no poder da mão direita, que ganhou até o apelido de H-Bomb e no queixo indestrutível (nunca foi nocauteado).

Apesar de pouco fazer uso dessa habilidade, Henderson é também um especialista no wrestling, já foi integrante da seleção olímpica americana e medlhou em campeonato mundial e pan-americano. Hendo costuma buscar a trocação, como disse antes, confiando no queixo e no poder de nocaute da sua H-Bomb.


Conclusão: Frente à frente dois lutadores que buscam a reabilitação dentro do UFC, já que vem de derrotas. Como costumo dizer, estilos é que fazem lutas. E o estilo de Evans é algo com que Henderson deverá ter muitas dificuldades de lidar. Evans se movimenta bem, tem um condicionamento atlético muito bom, sabe boxear, tem boas quedas. Enfim, é um lutador que tem boas armas no seu arsenal. A velocidade e boa movimentação de Rashad Evans serão demais para Dan Henderson lidar.

Hendo já não consegue se movimentar tanto, luta plantado e à espera de uma oportunidade de colocar a sua H-Bomb em ação. E é tudo o que ele tem oferecido. É uma arma perigosa, claro, porém manjada. Nem mesmo o clinch é algo que ele costuma buscar, apesar de ser habilidoso nessa área também.

Rashad fez uma luta apagada contra Minotouro, esteve muito apático, mas espero um lutador bem diferente daquele, pois, sem desmerecer a vitória de Minotouro, aquele Rashad Evans não é o lutador que conhecemos. A chave para Evans vencer passa por ficar longe da H-Bomb, se movimentando bastante pelo cage, entrando e saindo com velocidade e utilizando da sua maior envergadura, além de vez por outra surpreender Henderson com as entradas de queda que podem lhe valer pontos fundamentais para sacramentar sua vitória, além de desgastar o rival tendo que trocar força no wrestling.

Como a luta será de 3 rounds, a vantagem atlética do Evans diminui em comparação com uma luta de 5 rounds, mas ainda sim, Hendo cansa antes do final do segundo round e a lentidão que já lhe é comum pela idade, fica ainda mais acentuada e isso deverá ser muito bem explorado pelo adversário, que já mostrou várias vezes que sabe lutar com estratégia.

Acredito em uma vitória dominante de Evans por decisão, controlando a luta na trocação da longa distância, evitando ser pego por uma direita cruzada de Hendo e desgastando-o nas trocas de wrestling. Os sustos estarão lá, com a H-Bomb passando algumas vezes perto da cabeça de Rashad Evans, mas não será suficiente para mudar o rumo do combate.


Previsão: Rashad Evans por Decisão ou Decisão Técnica @2.20 - Bet365
Confiança: 10/10
« Última modificação: 15 de Junho de 2013, 17:43 por rafacorreia »



rafacorreia

  • Milionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2012
  • Localidade: Rio de Janeiro
  • Mensagens:
    1404
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    123
em: 15 de Junho de 2013, 17:42
UFC 161
Jake Shields x Tyron Woodley - 15/06/2013 - 22:00 BRT

Jake Shields é um daqueles lutadores que são desvalorizados, sendo melhor do que as pessoas acham que ele é. Apesar de ter um estilo que por vezes se torna chato para os fãs casuais, é um lutador de grande talento no grappling.

Em mais de 13 anos de carreira, já venceu lutadores como Dan Henderson, Robbie Lawler, Martin Kampmann, Carlos Condit e Yushin Okami. Acumula um cartel de 27 vitórias e 6 derrotas. Vindo do extinto Strikeforce, Shields acumula no UFC um recorde de 2-2 e um No Contest, quando foi flagrado no antidoping após a vitória sobre Ed Herman, em seu último combate.

Jake é um especialista no grappling, graduado faixa preta por Cesar Gracie e com base também do wrestling, onde foi all-american na Divisão II da NCAA. Com essas duas habilidades, baseia seu jogo em quedas a partir do clinch e controle de posições no solo. Nas trocação é onde está o grande calcanhar de aquiles de Shields, falta-lhe técnica, punch e até uma dose maior de disposição e agressividade para a troca de golpes em pé.


Tyron Woodley é mais um atleta vindo do Strikeforce, evento comprado e extinto pelo UFC. Vem de uma vitória espetacular na estréia, quando destruiu Jay Hieron em 36 segundos, com um nocaute devastador. Quando ainda estava no Strikeforce, Woodley conquistou excelentes resultados e se tornou um dos principais prospects da categoria, com vitórias sobre André Galvão, Tarec Saffiedine, Paul Daley e Jordan Mein, sendo parado apenas pelo campeão Nate Marquardt, na disputa pelo cinturão da categoria meio médio, em luta que se desenrolava equilibrada até que foi pego por uma sequencia de cotoveladas de Nate no quarto round.

Woodley é um especialista no wrestling, onde já foi all-american na Divisão I da NCAA, e também é graduado faixa roxa de jiu jitsu. Com essas habilidades, como é de se imaginar, tem um jogo de quedas, ground and pound e controle no solo muito bons. Além disso, apresentou em sua estréia no UFC outra qualidade, uma mão muito, muito pesada, aliada ao seu ótimo condicionamento atlético e explosão física.

Em seu cartel de 12 lutas profissionais, conta com 11 vitórias e apenas uma derrota.


Conclusão: Vejo uma noite muito, muito complicada para Jake Shields em Winnipeg. O jogo não casa nada bem para Jake, que terá dificuldades de impor o seu jogo de quedas sobre um wrestler melhor do que ele. Aliás, acredito ser mais provável que seja Woodley a conseguir derrubar Shields.

Woodley leva toda a vantagem em pé, é mais forte, mais técnico, mais rápido e tem punch para nocautear, como mostrou contra Hieron em sua estréia no evento. Já Shields é conhecido pela sua falta de técnica e agressividade na trocação e por ter a mão "fofa", não conseguindo castigar seus oponentes com seus socos. Assim, é realmente muito improvável que consiga incomodar Woodley na luta em pé.

O cenário é de uma luta dominada por Woodley, frustrando o jogo de clinch e quedas de Shields e dominando inteiramente a luta na trocação, podendo mesmo surpreender e ser ele a entrar com quedas para pontuar e garantir a vitória nos runds.

Por tudo isso, a minha aposta cairá sobre Tyron Woodley para vencer, vitória essa que pode vir por nocaute técnico ou na decisão unânime dos juízes.


Previsão: Tyron Woodley @1.47 - Bet365
Confiança: 10/10
« Última modificação: 15 de Junho de 2013, 17:43 por rafacorreia »



Forum de Apostas

Re: [UFC 161 Evans vs Henderson] 15/06/2013
« Responder #2 em: 15 de Junho de 2013, 17:42 »

rafacorreia

  • Milionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2012
  • Localidade: Rio de Janeiro
  • Mensagens:
    1404
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    123
em: 15 de Junho de 2013, 23:57
Minhas outra aposta de hoje é essa (não tive tempo de pickar, agora já está muito em cima também). Mas fica a dica.

Pat Barry @1.72 - Bet365
Espero uma luta violenta. Jordan é o autêntico brawler e se vier pra briga, deve cair frente a um striker superior. Tecnicamente, o HD é muito melhor na trocação. O grande problema é que o Barry é leigo de chão, caso o Jordan resolva jogar com um pouco de inteligência e buscar as quedas, se conseguir pôr o adversário de costas no chão, pode finalizar ou mesmo punir no ground and pound até uma interrupção do árbitro, se aproveitando da imensa fragilidade no chão que tem o HD. Luta perigosa, mas por acreditar que o Jordan vai vir pra fazer o que ele sabe, que é sair na mão, vou de Pat Barry.

« Última modificação: 15 de Junho de 2013, 23:57 por rafacorreia »



Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    227256
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 18 de Junho de 2013, 19:23
UFC 161
Jake Shields x Tyron Woodley - 15/06/2013 - 22:00 BRT

Jake Shields é um daqueles lutadores que são desvalorizados, sendo melhor do que as pessoas acham que ele é. Apesar de ter um estilo que por vezes se torna chato para os fãs casuais, é um lutador de grande talento no grappling.

Em mais de 13 anos de carreira, já venceu lutadores como Dan Henderson, Robbie Lawler, Martin Kampmann, Carlos Condit e Yushin Okami. Acumula um cartel de 27 vitórias e 6 derrotas. Vindo do extinto Strikeforce, Shields acumula no UFC um recorde de 2-2 e um No Contest, quando foi flagrado no antidoping após a vitória sobre Ed Herman, em seu último combate.

Jake é um especialista no grappling, graduado faixa preta por Cesar Gracie e com base também do wrestling, onde foi all-american na Divisão II da NCAA. Com essas duas habilidades, baseia seu jogo em quedas a partir do clinch e controle de posições no solo. Nas trocação é onde está o grande calcanhar de aquiles de Shields, falta-lhe técnica, punch e até uma dose maior de disposição e agressividade para a troca de golpes em pé.


Tyron Woodley é mais um atleta vindo do Strikeforce, evento comprado e extinto pelo UFC. Vem de uma vitória espetacular na estréia, quando destruiu Jay Hieron em 36 segundos, com um nocaute devastador. Quando ainda estava no Strikeforce, Woodley conquistou excelentes resultados e se tornou um dos principais prospects da categoria, com vitórias sobre André Galvão, Tarec Saffiedine, Paul Daley e Jordan Mein, sendo parado apenas pelo campeão Nate Marquardt, na disputa pelo cinturão da categoria meio médio, em luta que se desenrolava equilibrada até que foi pego por uma sequencia de cotoveladas de Nate no quarto round.

Woodley é um especialista no wrestling, onde já foi all-american na Divisão I da NCAA, e também é graduado faixa roxa de jiu jitsu. Com essas habilidades, como é de se imaginar, tem um jogo de quedas, ground and pound e controle no solo muito bons. Além disso, apresentou em sua estréia no UFC outra qualidade, uma mão muito, muito pesada, aliada ao seu ótimo condicionamento atlético e explosão física.

Em seu cartel de 12 lutas profissionais, conta com 11 vitórias e apenas uma derrota.


Conclusão: Vejo uma noite muito, muito complicada para Jake Shields em Winnipeg. O jogo não casa nada bem para Jake, que terá dificuldades de impor o seu jogo de quedas sobre um wrestler melhor do que ele. Aliás, acredito ser mais provável que seja Woodley a conseguir derrubar Shields.

Woodley leva toda a vantagem em pé, é mais forte, mais técnico, mais rápido e tem punch para nocautear, como mostrou contra Hieron em sua estréia no evento. Já Shields é conhecido pela sua falta de técnica e agressividade na trocação e por ter a mão "fofa", não conseguindo castigar seus oponentes com seus socos. Assim, é realmente muito improvável que consiga incomodar Woodley na luta em pé.

O cenário é de uma luta dominada por Woodley, frustrando o jogo de clinch e quedas de Shields e dominando inteiramente a luta na trocação, podendo mesmo surpreender e ser ele a entrar com quedas para pontuar e garantir a vitória nos runds.

Por tudo isso, a minha aposta cairá sobre Tyron Woodley para vencer, vitória essa que pode vir por nocaute técnico ou na decisão unânime dos juízes.


Previsão: Tyron Woodley @1.47 - Bet365
Confiança: 10/10



como ficou?



César luiz

  • Bilionário
  • C
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2011
  • Localidade:
  • Mensagens:
    3397
    Pts Tipsr:
    832
em: 18 de Junho de 2013, 19:38
:perdida:

Jake Shields ganhou por decisão dividida.  :bom:



Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    227256
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 18 de Junho de 2013, 19:39
ty




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions