Autor Tópico: Ciclismo - Volta ao Qatar, 5 a 10 Fev.  (Lida 2999 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 31 de Janeiro de 2012, 01:50
Volta ao Qatar
5 a 10 de Fevereiro



Depois do Tour Down Under e do Tour de San Luís, vem aí mais uma prova onde se junta a elite do ciclismo mundial, a Volta ao Qatar, este ano com um contra-relógio colectivo e cinco etapas planas. A classificação geral final deverá decidir-se no contra-relógio por equipas, mas sem esquecer os habituais cortes provocados pelo vento na grandes rectas desérticas. Por isso mesmo, é uma prova para a qual é preciso um cuidado extra.


Etapas


1ª etapa (5 de Fevereiro): Barzan Towers - Doha Golf Club, 142,5 km
2ª etapa (6 de Fevereiro): Lusail - Lusail (CRE), 11,3 km
3ª etapa (7 de Fevereiro): Dukhan - Al Gharafa Stadium, 146,5 km
4ª etapa (8 de Fevereiro): Al Thakhira - Madinat Al Shamal, 144 km
5ª etapa (9 de Fevereiro): Camel Race Track - Al Khor Corniche, 160 km
6ª etapa (10 de Fevereiro): Sealine Beach Resort - Doha Corniche, 120 km

Não há perfis das etapas disponibilizados porque são totalmente planas. O contra-relógio de 11,3 km vai afastar algumas equipas da luta pela vitória, mas deixar ainda 5 ou 6 equipas próximas e os seus sprinters com opções de chegar à vitória através das bonificações e das perdas de tempo dos adversários provocadas pelo vento. Por isso é importante ter em conta o estado anímico dos corredores. Há alguns que costumam ir ao Qatar para tentar vencer todas as etapas e a geral, outros para ganhar ritmo, cachet e discutir uma ou outra etapa.

Participantes
Lista de Inscritos
Pela lista de participantes até agora disponibilizada (e que ainda pode sofrer alterações), BMC, Sky e Radioshack parecem-me as equipas mais fortes para o contra-relógio colectivo, sem descuidar Garmin e GreenEdge,  podendo Lotto e Omega Pharma minimizar as perdas para os seus sprinters ainda terem uma palavra a dizer.
Para os sprints, André Greipel (Lotto) e Tom Boonen (Omega Pharma) parecem ser quem está em melhor forma, mas Mark Cavendish (Sky) tem que ser sempre dado como favorito. Tyler Farrar (Garmin), Andrea Guardini (Farnese Vini), Thor Hushovd e Tyler Phinney (BMC), Francesco Chicci (Omega Pharma) que se mostrou em grande forma na Argentina, John Degenkolb (1t4i), Mark Renshaw (Rabobank) são outros fortes candidatos.

Sites Úteis
www.uciworldtour.com
www.cyclingnews.com
www.cqranking.com
www.biciciclismo.com
tv.eurosport.pt
www.cyclingfever.com
Site Oficial
« Última modificação: 11 de Fevereiro de 2012, 17:11 por Prince30 »



Fábio Antunes

  • Magnata
  • F
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Leiria
  • Mensagens:
    218252
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    230
em: 31 de Janeiro de 2012, 02:01
 :venia: :venia: :venia: :venia:

Prince30- O Guru Ciclista  :mrgreen:
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?

:cool: www.betarena.com :cool:



manives

  • Magnata
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade:
  • Mensagens:
    218681
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    3059
em: 31 de Janeiro de 2012, 17:01
prince tu que sabes coisas, este ano a volta ao algarve vai ter transmissão televisiva?



Forum de Apostas

Re: Ciclismo - Volta ao Qatar, 5 a 10 Fev.
« Responder #2 em: 31 de Janeiro de 2012, 17:01 »

Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 31 de Janeiro de 2012, 17:09
Em off já me disseram que sim. Mas eu já ouvi essa conversa vários anos e até agora nada. Também já colaborei com a organização e, sabendo a forma como trabalham, não acredito. É esperar mais uns dias para saber. Agradeço é que depois a malta envie mails para as casas de apostas a sugerir que lancem apostas sobre a Volta ao Algarve. No ano passado enviei para algumas a 4 ou 5 dias da prova e a Sportingbet (devido a isso ou não), abriu :)



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64087
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1598
em: 31 de Janeiro de 2012, 17:16
Deve ter sido mais, devido ao efeito Contador :mrgreen:
:roll:



manives

  • Magnata
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade:
  • Mensagens:
    218681
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    3059
em: 31 de Janeiro de 2012, 17:41
ok vou mandar então.  :bom:



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 31 de Janeiro de 2012, 18:17
Deve ter sido mais, devido ao efeito Contador :mrgreen:
O Contador esteve recentemente na Argentina e não houve apostas. No ano passado também esteve em muitas provas sem apostas. Aliás, só as provas de topo e mais umas poucas têm apostas. Entre essas só me lembro 2 ou 3 clássicas belgas, os 3 Dias de De Panne também na Bélgica, o Criterium Internacional e a Volta Mediterrânea em França, Omã e Qatar e a Volta ao Algarve no ano passado. O que eu disse no ano passado às casas é que a Volta ao Algarve tem uma startlist de topo, com muitos dos melhores corredores do mundo, atrai atenção por todo o mundo e por isso pode ter também um bom volume de apostas.



manives

  • Magnata
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade:
  • Mensagens:
    218681
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    3059
em: 04 de Fevereiro de 2012, 15:43
Gregory Henderson vs Peter Sagan
classificação geral final
10 de fev

Aposta: Peter Sagan a 1.70 na bet365

Gregory Henderson é um experiente corredor australiano de 35 anos, mudou de equipa este ano correndo agora na Lotto-Belisol onde se assume como braço direito e ultimo lançador de greipel, papel esse que desempenhou na perfeição na australia.

Peter Sagan é um jovem eslovaco de 21 anos. Continua na liquigas e assume-se como o melhor sprinter da sua geração, que também consegue passar dificuldades medias. Na época passada ganhou duas provas e três etapas na vuelta. Nesta prova conta com o apoio da sua equipa, com lançadores como oss e sabatini.

Dois corredores de idades diferentes. Esta prova é totalmente plana, vai-se decidir no contra relógio por equipas, nas chegadas aos sprint mas sobretudo pelos cortes causados pelo venta que se faz sentir e que sempre acontecem. Sagan vai com certeza bonificar ao contrário do seu adversário que não luta por vitórias de etapas. No contra relogio a lotto leva vantagem leva melhores roladores e deve ganhar uns 20 seg que espero que sagan compense nas bonificações. Depois os cortes, se sagan ficar cortado toda a sua equipa vai ficar para trás e puxar e se isso acontecer ao greg ele vai-se poupar e pensar no dia seguinte. Como tal penso que devido aos objectivos de cada um e ao estatuto de cada um na equipa sagan deve acabar a prova a frente do Henderson



Forum de Apostas

Re: Ciclismo - Volta ao Qatar, 5 a 10 Fev.
« Responder #7 em: 04 de Fevereiro de 2012, 15:43 »

rapior

  • Multimilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6590
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1727
em: 04 de Fevereiro de 2012, 16:57
05/02/2012 a partir das 9h40m
Volta ao Qatar – 1ª Etapa: Barzan Towers – Doha Golf Club
H2H: Tom Boonen (QST) vs Peter Sagan (LIQ)
Pick: Tom Boonen (QST)         Odd: 1.85 @ Bet365


Boonen começou por ser um excelente sprinter tornando-se depois num dos homens mais fortes das clássicas de pavé. Fruto dessa evolução muito dificilmente consegue bater os sprinters puros nas grandes voltas porém ainda tem um sprint final bastante bom. Nas duas últimas épocas tem-se envolvido em alguns problemas e tem tido alguns azares com quedas, procurando esta época relançar novamente a sua carreira.
É uma presença habitual nesta prova, já a venceu por três vezes e regista 16 vitórias em etapas. Esta época já esteve a competir no Tour de San Luis tendo vencido uma etapa.

O jovem Peter Sagan em duas épocas no pelotão profissional já se assumiu com uma das principais figuras do ciclismo. É um excelente finalizador sobretudo em finais que coincidam com ligeiras subidas, tendo mesmo sido considerado por Gilbert um dos poucos que nesse tipo de chegada puderá fazer-lhe frente. Em sprints planos defende-se bem mas perante os sprinter puros sente algumas dificuldades, necessitando de estar na sua melhor forma para lhes dar luta.
Esta será a sua primeira prova esta época.

Apesar de o percurso ser totalmente plano é sempre muito exposto ao vento, que torna a prova bastante mais dura do que aparenta inicialmente. Penso que Bonnen com a sua experiência puderá levas vantagem sobre Sagan.
"O insucesso é apenas uma oportunidade para começar de novo com mais inteligência."



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 04 de Fevereiro de 2012, 18:05
http://www.marca.com/2012/02/03/golf/1328278853.html

Com essas ventanias, nem me meto em apostas para gerais e mesmo para etapas...
Para amanhã parece-me bem o Guardini contra o Galimzyanov, mas o Galimzyanov é mais regular neste tipo de etapas.



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 05 de Fevereiro de 2012, 03:51
5/02 (9h40): Volta ao Qatar, 1ª etapa - Francesco Chicchi vs Mark Renshaw - Mark Renshaw a 1.75 @ Sportingbet
1/2 unidades

Duelo entre dois sprinters que já competiram este ano e já se mostraram em boa forma. Mark Renshaw esteve no Tour Down Under, onde disputou três sprints e foi 9º-4º-2º, enquanto Francesco Chicchi esteve no Tour de San Luís, onde houve quatro finais e venceu os dois primeiros, não tendo participado nos outros dois.

Nesta etapa (como em quase todas as que se disputam no Qatar), existirão grandes rectas no deserto que me deixam sempre reticentes pelos abanicos que podem causar. Porém, para esta aposta é esse mesmo factor que me dá confiança.

Os dois corredores estão em muito boa forma e apesar de Chicchi ter duas vitórias contra zero de Renshaw, não me parece que o italiano esteja muito superior. Na Austrália, a vitória fugiu a Renshaw por homens como Greipel, Hutarovich e Boasson Hagen, sprinters com créditos firmados, ficando atrás do australiano gente como McEwen, Haussler, Bennati, Petacchi, Rojas ou o próprio Hagen na última etapa. Já Chicchi tinha uma concorrência mais baixa, conseguindo a sua primeira vitória à frente de Juan José Haedo (este sim, também de top) Richeze, Luis Mansilla e Jimmy Casper e a segunda à frente do colega Boonen, Keough, Ventoso e Casper. Em suma, havia muito menos “tubarões” na Argentina do que na Austrália. Não digo que um 2º ou um 4º lugar no Tour Down Under seja mais positivo que uma vitória no Tour de San Luís, porque vitórias são sempre vitórias, mas acho que o nível de forma deles é semelhante.

Segundo ponto: Renshaw será líder, Chicchi não. Em primeiro lugar, isto significa que o australiano terá os seus colegas à sua volta, tentando garantir que nenhum imprevisto o afecta, especialmente os tais abanicos, enquanto a Omega Pharma estará centrada em Tom Boonen. Chicchi será sempre uma opção a ter em conta para a equipa belga, mas a segunda, pois Boonen também se mostrou muito forte na Argentina (uma vitória e um 2º atrás de Chicchi, porque levantou os braços antes de tempo), além de ser nacional e uma grande figura desportiva no seu país. Portanto, Renshaw terá muito mais apoio para se proteger do vento, comparativamente a Chicchi, e no final será a escolha da equipa para lutar pela vitória, enquanto o italiano deverá lançar Boonen, que, aliás, foi o que fez nas duas últimas etapas do Tour de San Luis.

Em terceiro ponto: a história de 2011. Chicchi já teve bons resultados sim, no Qatar, mas no ano passado apenas conseguiu um segundo lugar e um 15º, chegando atrasado nas restantes três etapas em linha, enquanto Renshaw foi 3º-14º-2º-1º-17º, chegando todos os dias no primeiro grupo, disputando a vitória em 3 das cinco etapas e sendo de ter em conta que na primeira etapa a sua missão era ajudar Cavendish. Como consequência da sua grandes prestação, venceu a classificação geral.

Como último ponto, dizer que Renshaw se mostra bastante confiante, tanto em entrevista como no seu site pessoal. “Qatar is a bit chaotic in the sprints," he said. "It's about getting it all together in the right way. If I can get the team working well I am confident that I'll be around the mark for the win”.

Até pode ser o caso de Renshaw ficar para trás num abanico ou Chicchi simplesmente vencer a etapa, mas, em condições normais, Renshaw estará mais protegido e mais apoiado, tanto durante a etapa “em si” como na preparação para o sprint.

5/02 (9h40): Volta ao Qatar, 1ª etapa - Francesco Chicchi vs Mark Renshaw - Mark Renshaw a 1.75 @ Sportingbet
1/2 unidades



rapior

  • Multimilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6590
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1727
em: 05 de Fevereiro de 2012, 13:53
05/02/2012 a partir das 9h40m
Volta ao Qatar – 1ª Etapa: Barzan Towers – Doha Golf Club
H2H: Tom Boonen (QST) 1º vs 3º Peter Sagan (LIQ)
Pick: Tom Boonen (QST)         Odd: 1.85 @ Bet365
"O insucesso é apenas uma oportunidade para começar de novo com mais inteligência."



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 05 de Fevereiro de 2012, 14:39
5/02 (9h40): Volta ao Qatar, 1ª etapa - Francesco Chicchi vs Mark Renshaw - Mark Renshaw a 1.75 @ Sportingbet
1/2 unidades
13º vs 6º :ganha: tal como previsto, o Chicchi teve que trabalhar para o Boonen, que acabou por vencer a etapa.



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 05 de Fevereiro de 2012, 22:07
6/12 (9h40): Volta ao Qatar, 2ª etapa - GreenEdge vs Garmin-Barracuda - Garmin-Barracuda a 1.50 @ Bet365
2/2 unidades

Com apenas 11.3 quilómetros de contra-relógio e oito corredores para os fazer, é quase como a preparação de um sprint, favorecendo as equipas com comboios para os seus sprints, que já estão habituadas a este tipo de exercícios. São necessários homens explosivos que consigam desde cedo imprimir um bom ritmo, homens mais talhados para os contra-relógios que consigam estar mais tempo na frente e sprinters razoáveis no contra-relógio que consigam manter-se junto à equipa e na parte final ainda ajudar.

A Garmin conta com uma grande equipa para contra-relógios colectivos curtos e tem tido bons resultados neste tipo de etapas nos últimos anos. Johan Van Summeren é um grande rolador, Navardauskas não só é bom rolador como é capaz de bons desempenhos em contra-relógios, Tyler Farrar é um grande sprinter e muito bom em prólogos, Thomas Dekker é contra-relogista, Rathe um jovem que no seu percurso enquanto sub-23 se mostrou um bom contra-relogista e na Volta a Portugal mostrou que pode realizar bons prólogos, Jack Bauer também já mostrou o mesmo, Hunter e Fischer são parte integrante do comboio de Farrar, além de Hunter ser também um razoável contra-relogista em percursos planos e curtos.

Já quanto à GreenEdge é uma equipa nova, que terá em Svein Tuft e Sebastian Langeveld duas grande armas para amanhã, com a colaboração de Jens Mouris. Porém, por outro lado, Beppu, McEwen, Cooke, Kruopis e Davis são maus contra-relogistas e, sendo de baixa estatura, McEwen e Davis não servem para cortar o vento. Além disto, hoje a GreenEdge trabalhou na preparação do sprint mas depois os seus homens perderam-se uns dos outros, o que pode evidenciar alguma falta de coordenação ainda nesta fase da temporada.

Daqui podemos concluir que a Garmin tem vários homens úteis para dar seguimento aos seus habituais bons resultados neste tipo de etapas e a GreenEdge estará dependente de três homens. Apesar de o contra-relógio ser curto, parece-me que ter McEwen, Davis e Kruopis, principalmente estes, será uma grande desvantagem, até porque McEwen, Kruopis e Cooke são os melhores sprinters e a equipa não os poderá deixar para trás, tendo que ficar pelo menos com um deles, preferencialmente até com dois, a pensar na classificação geral.

6/12 (9h40): Volta ao Qatar, 2ª etapa - GreenEdge vs Garmin-Barracuda - Garmin-Barracuda a 1.50 @ Bet365
2/2 unidades



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 05 de Fevereiro de 2012, 22:13
Quem me segue, sugiro que acompanhe o meu registo: http://forum.apostaganha.pt/index.php?topic=51653.0

Vai perceber porquê ;)




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina