Autor Tópico: Ciclismo - Época 2012  (Lida 3025 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 05 de Janeiro de 2012, 04:08
CICLISMO 2012


Está ai à porta a temporada de 2012 de ciclismo de estrada. Em 2011, Philippe Gilbert foi o grande dominador das clássicas, Alberto Contador venceu o seu segundo Giro d’Itália, Cadel Evans, em jeito de pequena surpresa, conseguiu o seu primeiro Tour depois de dois anos em que nem esteve perto, e a Vuelta a España terminou com um duelo entre Juan José Cobo e Chris Froome que ninguém esperaria.
É também impossível de destacar a temporada de Mark Cavendish, que se sagrou campeão mundial, finalmente conseguiu conquistar a camisola verde na Volta a França, ao que somou cinco etapas no Tour, duas etapas no Giro e outras em provas não tão importantes.
Marcel Kittel foi a grande revelação nos sprints, Peter Sagan a confirmação, os irmãos Andy e Frank Schleck estiveram no pódio do Tour mas falharam o objectivo da vitória e Tony Martin destronou Fabian Cancellara do título de campeão mundial de contra-relógio. Aliás, Cancellara teve uma época bem inferior a 2010, onde tinha vencido a Volta a Flandres e o Paris-Roubaix para além do título mundial de contra-relógio. Desta vez foi segundo em Sanremo e Roubaix, 3º em Flandres e no Mundial de contra-relógio (com uma saída de estrada que lhe fez perder a prata) e 4º no mundial de fundo por photofinish. Enfim, uma temporada de quases.
Em 2012, além dos habituais pontos-altos, haverá Jogos Olímpicos, o que influenciará a temporada de muitas das maiores estrelas internacionais, especialmente sprinters e contra-relogistas.

Calendário World Tour 2012
17-22/01 – Tour Down Under, Austrália
04-11/03 - Paris - Nice, França
07-13/03 - Tirreno-Adriatico, Itália
17.03 - Milano-Sanremo, Itália
19-25/03 - Volta Ciclista a Catalunya, Espanha
23.03 – E3 Prémio de Flandres-Harelbeke, Bélgica
25.03 - Gent-Wevelgem, Bélgica
01.04 - Ronde van Vlaanderen / Tour des Flandres, Bélgica
02-07/04 - Vuelta Ciclista al Pais Vasco, Espanha
08.04 - Paris-Roubaix, França
15.04 - Amstel Gold Race, Holanda
18.04 - La Flèche Wallonne, Bélgica
22.04 - Liège - Bastogne - Liège, Bélgica
24-29/04 - Tour de Romandie, Suíça
05-27/05 - Giro d'Italia, Itália
03-10/06 - Critérium du Dauphiné, França
09-17/06- Tour de Suisse, Suíça
30/06-22/07 - Tour de France, França
10-16/07 - Tour de Pologne, Polónia
06-12/08 - Eneco Tour, Bélgica e Holanda
14/08 - Clasica Ciclista San Sebastian, Espanha
19/08-09/09 -  Vuelta a España, Espanha
19/08 - Vattenfall Cyclassics, Alemanha
26/08 - GP Ouest France - Plouay, França
07/09 - Grand Prix Cycliste de Québec, Canadá
09/09 - Grand Prix Cycliste de Montréal, Canadá
29/09 – Il Lombardia, Itália
10-14/10.2011 – Volta a Pequim, China


Equipas World Tour
Ag2r La Mondiale
Jean-Christophe Peraud, 10º na Volta a França do ano passado, Nicolas Roche, John Gadret (4º no Giro), Rinaldo Nocentini e o sprinter Anthony Ravard são as principais figuras desta que foi uma das equipas revelação em 2011. Dupont e Riblon são dois experientes ciclistas que costumam obter bons resultados, Blel Kadri e Mazime Bouet dois jovens dos quais os adeptos franceses esperam boas coisas e Sébastien Hinault, Jimmy Casper e Lloyd Mondory outros homens para os finais ao sprint. O completo Martin Elmiger é sempre um homem a merecer uma chamada de atenção nestas apresentações e o promissor Manuel Belletti finalmente poderá mostrar a sua qualidade numa equipa do primeiro escalão

BARDET Romain, BELLETTI Manuel, BERARD Julien, BONNAFOND Guillaume, BOUET Maxime, CASPER Jimmy, CHEREL Mikael, DUPONT Hubert, ELMIGER Martin, GADRET John, GASTAUER Ben, GAZVODA Gregor, GEORGES Sylvain, GODDAERT Kristof, HINAULT Sébastien, HOUANARD Steve, KADRI Blel, LEMARCHAND Romain, MINARD Sébastien, MONDORY Lloyd, MONTAGUTI Matteo, NOCENTINI Rinaldo, PERAUD Jean-Christophe, PERGET Mathieu, RAVARD Anthony, RIBLON Christophe, ROCHE Nicolas, SHPILEVSKY Boris, ZARGARI Amir

Astana
Vinokourov era para terminar carreira mas mudou de ideias e vai continuar. Muito possivelmente será uma das figuras da equipas, tanto para as clássicas de Abril como para algumas provas por etapas, ao qual se junta Janez Brajkovic e Roman Kreuziger, os dois homens para as grandes voltas. Frederik Kessiakof deu muito boas indicações na última Vuelta e poderá ter uma palavra a dizer em provas importantes durante 2012. Borut Bozic será o sprinter da equipa e Francesco Gavazzi e Enrico Gasparotto homens rápidos para chegadas em grupos mais restritos.

ARU Fabio, BAZAYEV Assan, BOZIC Borut, BRAJKOVIC Janez, DYACHENKO Alexsandr, FOFONOV Dmitriy, GASPAROTTO Enrico, GAVAZZI Francesco, GRIVKO Andriy, GRUZDEV Dmitriy, GUARNIERI Jacopo, IGLINSKIY Maxim, IGLINSKIY Valentin, KANGERT Tanel, KASHECHKIN Andrey, KESSIAKOFF Fredrik, KISERLOVSKI Robert, KREUZIGER Roman, MASCIARELLI Francesco, MURAVYEV Dmitriy, NEPOMNYACHSNIY Yevgeni. PETROV Evgeny, PONZI Simone, RENEV Sergey, SEELDRAEYERS Kevin, SILIN Egor, TIRALONGO Paolo, VINOKUROV Alexandr, ZEITS Andrey

BMC
Uma das equipas mais fortes para 2012, com hipóteses de lutar pela vitória em todas as provas. Cadel Evans, vencedor do Tour, tentará repetir o feito em 2012, Philippe Gilbert, o grande dominador de 2011, também tentará ter uma época de igual nível pois melhor parece impossível e Thor Hushovd será o homem rápido para os sprints e as clássicas de pavé. Grag Van Avermat é uma hipótese para os sprints e algumas clássicas acidentadas, Alessandro Ballan, se regressar ao seu melhor, um homem para o pavé, Taylor Phinney um jovem muito promissor enquanto sprinter e contra-relogista, Van Garderen um voltista muito promissor e, como se não bastasse, Hincapie, Pinotti, Cumming e Quinziato, cada um à sua maneira e na sua especialidade, também poderá lutar por lugares de honra. Uma verdade equipa de sonho!

BALLAN Alessandro, BLYTHE Adam, BOOKWALTER Brent, BURGHARDT Marcus, CUMMINGS Stephen, EVANS Cadel, FRANK Mathias, GILBERT Philippe, HINCAPIE George, HUSHOVD Thor, KOHLER Martin, LODEWYCK Klaas, MOINARD Amaël, MORABITO Steve, PINOTTI Marco, QUINZIATO Manuel, SANTAMBROGIO Mauro, SANTAROMITA Ivan, SCHÄR Michael, TSCHOPP Johann, VAN AVERMAET Greg, VAN GARDEREN Tejay, WYSS Danilo, EIJSSEN Yannick, PHINNEY Taylor, ROE Thimothy

Euskaltel-Euskadi
Samuel Sánchez, campeão olímpico em título, é a principal figura da formação basca, a par de Igor Antón, e a eles cabe lutar pelos principais objectivos da equipa: Volta ao País Basco, Giro, Tour e Vuelta. Mikel Nieve e Mikel Landa, se continuarem a progredir, poderão ocupar um lugar de relevo no ciclismo internacional e dar mais vitórias aos bascos que procurarão patrocinador para 2013. Astarloza, que regressou após suspensão no verão 2012, também poderá ser importante para a equipa, bem como Romain Sicard, campeão mundial sub-23 e vencedor da Volta a França do Futuro em 2010, que no ano passado foi perseguido pelas lesões.

ANTON Igor, ASTARLOZA Mikel, AZANZA Jorge, CABEDO Victor, CAZAUX Pierre, GARCIA Ricardo, IZAGIRRE Gorka, MARTINEZ Egoi, MINGUEZ Miguel, NIEVE Mikel, OROZ Juan Jose, PEREZ Alan, PEREZ Ruben, SAEZ Adrian, SANCHEZ Samuel, SICARD Romain, TXURRUKA Amets, URTASUN Pablo, VELASCO Ivan, VERDUGO Gorka, BILBAO Peio, IZAGUIRRE Jon, LANDA Mikel

FDJ-Big Mat
Uma das equipas mais modestas do World Tour mas com alguns corredores que fazem sonhar. Sandy Casar, com a sua combatividade aliada a uma qualidade a cima da média, ainda parece capaz de obter bons resultados, tal como Pierrick Fédrigo. Hutarovich, será o sprinter da equipa, Ladagnous, em provas menos cotadas, também poderá dar vitórias dessa forma, Offredo será o homem para as clássicas e a Jeannesson, Anthony Roux e Thibaut Pinot cabe a tarefa de continuar a evolução demonstrada no ano passado e conseguirem resultados ainda melhores, impondo-se como ciclista de grande classe.

BONNET William, BOUCHER David, CASAR Sandy, CHAINEL Steve, DELAGE Mickael, FEDRIGO Pierrick, GERARD Arnaud, GESLIN Anthony, GUESDON Frédéric, HUTAROVICH Yauheni, JEANNESSON Arnold, LADAGNOUS Matthieu, MOUREY Francis, OFFREDO Yoann, PAURIOL Rémi, PINEAU Cédric, PINOT Thibaut, RASCH Gabriel, ROLLIN Dominique, ROUX Anthony, ROY Jérémy, SOUPE Geoffrey, VAUGRENARD Benoît, VICHOT Arthur, BOUHANNI Nacer, COURTEILLE Arnaud, DEMARE Arnaud, ELISSONDE Kenny

Garmin-Cervelo
Tom Danielson, nono no Tour do ano passado, será um dos líderes para as grandes voltas, juntamente a Daniel Martin. Será interessante ver se Le Mevel e Christian VandeVelde conseguem voltar ao nível de outros anos, bem como Thomas Dekker, neste caso depois de dois anos de suspensão que terminaram em Agosto do ano passado. Tyler Farrar é uma das grandes figuras, se não a maior, da equipa e um dos melhores sprinters do mundo. Heinrich Haussler espera ter ultrapassado o calvário de lesões e andar bem nas clássicas da Primavera, Maaskant poderá render bem nas clássicas de pavé, bem como Jahan Vansummeren (vencedor do último Paris-Roubaix, em grande surpresa) e há uma série de jovens promissores com Talansky, Vanmarcke e Navardauskas à cabeça. De realçar ainda o experiente David Millar, que ainda é um dos melhores contra-relogistas do mundo, o espanhol Koldo Fernández que teve um 2011 marcado por quedas e lesões e o brasileiro Murilo Fischer.

BAUER Jack, DANIELSON Tom, DEKKER Thomas, FARRAR Tyler, FERNANDEZ Koldo, FISCHER Murilo, HAAS Nathan, HAUSSLER Heinrich, HESJEDAL Ryder, HOWES Alex, HUNTER Robert, KLIER Andreas, KREDER Michel, KREDER Raymond, LE MEVEL Christophe, MAASKANT Martijn, MARTIN Daniel, MILLAR David, NAVARDAUSKAS Ramunas, PETERSON Thomas, RASMUSSEN Alex, RATHE Jakob, ROSSELER Sébastien, STETINA Peter, TALANSKY Andrew, VANDE VELDE Christian, VANMARCKE Sep, VANSUMMEREN Johan, WEGMANN Fabian, ZABRISKIE David

GreenEdge Cycling Team
Uma equipa australiana, com muitos australianos e talhada para sprints e clássicas, com Matt Goss como homem mais rápido mas também adaptável a algumas clássicas, à semelhança de Allan Davis. Gerrans é menos rápido mas, em compensação, passa melhor as dificuldades, o veterano Robbie McEwen ainda poderá lutar pela vitória em sprints de provas menos concorridas e, ainda dentro dos australianos, a experiência de O’Grady e Baden Cooke poderá ser importante. Langeveld será homem para as clássicas de pavé e o belga Keukeleire poderá tornar-se num bom sprinter. Outros jovens a seguir com atenção são os contra-relogistas Jack Bobridge, Cameron Mayer e Luke Durbridge, Michael Hepburn e o eritreu (isso mesmo, da Eriteia, em África) Daniel Teklehaymanot.

ALBASINI Michael, BEPPU Fumiyuki, BOBRIDGE Jack, CLARKE Simon, COOKE Baden, DAVIS Allan, DEAN Julian, DOCKER Mitchell, GERRANS Simon, GOSS Matthew, HOWARD Leigh, IMPEY Daryl, KEUKELEIRE Jens, KRUOPIS Aidis, LANCASTER Brett, LANGEVELD Sebastian, MCEWEN Robbie, MEIER Christian, MEYER Cameron, MEYER Travis, MOURIS Jens, O'GRADY Stuart, SULZBERGER Wesley, TEKLEHAYMANOT Daniel, TUFT Svein, VAITKUS Tomas, WEENING Pieter, WILSON Matthew, DURBRIDGE Luke, HEPBURN Michael

Katusha Team
Com Denis Menchov na equipa, a Katusha tem agora outro homem para as grandes voltas para além de Joaquin Rodríguez. Os objectivos do espanhol passarão pelas clássicas de Abril, Giro e Vuelta, enquanto o russo se centrará no Tour e Vuelta. Oscar Freire é outra novidade na equipa e, apesar da idade pesar, ainda lhe cabe um papel de destaque no pelotão e nas tabelas classificativas. Daniel Moreno será um gregário de luxo mas também poderá conseguir resultados de relevo na montanha e clássicas acidentadas, Galimzianov será o sprinter da equipa e poderá ombrear com os melhor do mundo.

BELKOV Maxim, BRUTT Pavel, CARUSO Giampaolo, FLORENCIO Xavier, FREIRE Oscar, GALIMZYANOV Denis, GUSEV Vladimir, HORRACH Juan, IGNATENKO Petr, IGNATIEV Mikhail, ISAICHEV Vladimir, KRISTOFF Alexander, KRITSKIY Timofey, KUSCHYNSKI Aliaksandr, LOSADA Alberto, MENCHOV Denis, MORENO Daniel, PAOLINI Luca, PORSEV Alexander, RODRIGUEZ Joaquin, SELIG Rudiger, SMUKULIS Gatis, SPILAK Simon, TROFIMOV Yury, TSATEVITCH Alexey, VANTOMME Maxime, VICIOSO ARCOS Angel, VORGANOV Eduard, HALLER Marco

Lampre-ISD
Depois de um Tour bem sucedido, Damiano Cunego tentará em 2012 voltar a estar bem na Volta a França e nas clássicas das Ardenas, Scarponi será o homem para Giro e Vuelta e Alessandro Petacchi o sprinter da armada. Grega Bole, além de rápido, passa as subidas melhor que a maioria dos sprinters e por isso é homem para discutir várias vitórias durante o ano e Adriano Malori e Diego Ulissi são jovens a seguir com atenção.

ANACONA Winner, BERTAGNOLLI Leonardo, BOLE Grega, BONO Matteo, BUTS Vitaliy, CIMOLAI Davide, CUNEGO Damiano, GRAZIATO Massimo, HONDO Danilo, KVACHUK Oleksandr, LLOYD Matthew, MALORI Adriano, MARZANO Marco, MORI Manuele, NIEMIEC Przemyslaw, PETACCHI Alessandro, PIETROPOLLI Daniele, POSSONI Morris, RIGHI Daniele, SCARPONI Michele, SPEZIALETTI Alessandro, SPILAK Simon, STORTONI Simone, ULISSI Diego, VIGANO Davide

Liquigas
Boa equipa, com Vicenzo Nibali e Ivan Basso à procura de conquistarem a segunda grande volta das suas carreiras (Nibali tem uma Vuelta e Basso um Giro) e com Peter Sagan à procura de vencer o máximo de corridas possíveis, depois de 15 no ano passado. Daniele Oss é um promissor sprinter e Viviani, em 2011, na sua segunda temporada como profissional e apenas 21 anos, conseguiu 8 vitórias, pelo que as expectativas para o ano que se inicia são elevadas. Capecchi, Damiano Caruso e Daniele Ratto são três outros jovens a seguir com atenção.

AGNOLI Valerio, AGOSTINI Stefano, BASSO Ivan, BODNAR Maciej, CANUTI Federico, CAPECCHI Eros, CARUSO Damiano, DA DALTO Mauro, DALL'ANTONIA Tiziano, DUGGAN Timothy, KING Edward, KOREN Kristjan, LONGO BORGHINI Paolo, MARANGONI Alan, MOSER Moreno, NERZ Dominik, NIBALI Vincenzo, OSS Daniel, PATERSKI Maciej, RATTO Daniele, SABATINI Fabio, SAGAN Juraj, SAGAN Peter, SALERNO Cristiano, SARMIENTO Cayetano Jose, SZMYD Sylwester, VANOTTI Alessandro

Lotto-Belisol
Mudou o patrocinador principal e saiu a principal figura, Philippe Gilbert, mas a Lotto continua com uma belíssima equipa, com Jurgen Van Den Broeck de olho nas provas por etapas, Andre Greipel nos sprints e, Jelle Vanendert para as clássicas acidentas e alta montanha, ele que foi uma das revelações do último ano. Greg Henderson é também uma opção válida para os sprints e a equipa conta com um bom leque de corredores para auxiliar Greipel e Henderson neste tipo de finais. Jurgen Roelandts é também um homem a ter em conta, tanto para sprints mais restritos como para algumas provas por etapas que combinem contra-relógios e etapas planas.

BAK Lars Ytting, BILLE Gaetan, BULGAC Brian, CORDEEL Sander, DE CLERCQ Bart, DE GREEF Francis, DE HAES Kenny, DOCKX Gert, GREIPEL André, HANSEN Adam, HENDERSON Greg, KAISEN Olivier, MEERSMAN Gianni, NEYENS Maarten, REYNES Vicente, ROBERT Frederique, ROELANDTS Jurgen, SIEBERG Marcel, SOHRABI Mehdi, VAN DE WALLE Jurgen, VAN DEN BROECK Jurgen, VAN LEIJEN Joost, VANENDERT Jelle, VANENDERT Dennis, VANGENECHTEN Jonas, WILLEMS Frederik, DEBUSSCHERE Jens, VAN DER SANDE Tosh

Movistar
O regresso de Alejandro Valverde, após dois anos de suspensão, é o grande destaque da Movistar, pela qual corre também Rui Costa, vencedor de uma etapa no Tour do ano passado, bem como uma clássica World Tour e por isso mesmo um dos corredores de referência na equipa. O vencedor em título da Vuelta, Juanjo Cobo, também aspira a altos voos para este ano, enquanto para chegadas ao sprint (mais ou menos planos), a equipa tem Juan José Rojas e Francisco Ventoso. Giovanni Visconti, o campeão italiano contratado este defeso, será o líder para algumas clássicas e Intxausti, Amador e Madrazo são talentos a seguir.

AMADOR Andrey, ARROYO David, BRUSEGHIN Marzio, CASTROVIEJO Jonathan, COBO Juan Jose, COSTA Rui, ERVITI OLLO Imanol, GUTIERREZ Jose Ivan, HERRADA Jesus, HERRADA Jose, INTXAUSTI Beñat, IRIARTE Francisco Javier, KARPETS Vladimir, KIRYIENKA Vasil, KONOVALOVAS Ignatas, LASTRAS Pablo, LOPEZ David, MADRAZO Angel, MORENO Javier, PARDILLA Sergio, PLAZA Ruben, QUINTANA Nairo Alexander, ROJAS Jose Joaquin, SAMOILAU Branislau, SANZ Enrique, VALVERDE Alejandro, VENTOSO Francisco Jose, VISCONTI Giovanni

Omega Pharma-Quick Step
À Quick Step juntou-se a Omega Pharma como patrocinador, o que representou um aumento significativo no orçamento e permitiu reforçar muito a equipa. Além de Tom Boonen, que procura livrar-se das lesões e voltar às grandes vitórias, Gerald Ciolek e Sylvain Chavanel, a Omega Pharma-Quick Step tem os voltistas Levi Leipheimer e Peter Velits, o campeão mundial de contra-relógio Tony Martin, os também contra-relogistas Bert Grabsch e Rabon e o promissor Michal Kwiatjowski.

BOONEN Tom, BRAMMEIER Matt, CATALDO Dario, CHAVANEL Sylvain, CHICCHI Francesco, CIOLEK Gerald, DE WEERT Kevin, DEVENYNS Dries, GOLAS Michal, GRABSCH Bert, KEISSE Iljo, LEIPHEIMER Levi, MAES Nikolas, MARTIN Tony, PAUWELS Serge, PINEAU Jérôme, RABON Frantisek, STEEGMANS Gert, STYBAR Zdenek, TERPSTRA Niki, TRENTI Matteo, VANDENBERGH Stijn, VANDEWALLE Kristof, VELITS Martin, VELITS Peter, FENN Andrew, KWIATKOWSKI Michal, TRENTIN Matteo, VAN KEIRSBULCK Guillaume, VERMOTE Julien

Rabobank
Uma das melhores e mais completas equipas. Robert Gesink, Bauke Mollema e Steven Kruijswijk são três grandes opções para as provas por etapas, andando muito bem na alta montanha e nos contra-relógios, pelo que poderão conseguir bons desempenhos no Giro, Tour e Vuelta tal como em 2011. Além disso, Gesink poderá andar muito bem nas clássicas acidentas, tal como Paul Martens. Matti Breschel e Lars Boom para o pavé, Bos, Renshaw e o próprio Breschel para os sprints, Luis León Sánchez para média montanha, contra-relógios e provas de uma semana e Barredo para as suas habituais fugas e o jovem sprinter Michael Matthews, fazem desta Rabobank uma excelente equipa.

BARREDO Carlos, BOL Jetse, BOOM Lars, BOS Theo, BRESCHEL Matti, BROWN Graeme, CLEMENT Stef, FLENS Rick, GARATE Juan Manuel, GESINK Robert, KRUIJSWIJK Steven, LEEZER Thomas, MARTENS Paul, MOLLEMA Bauke, NIERMANN Grischa, RENSHAW Mark, SANCHEZ Luis Leon, TANKINK Bram, TEN DAM Laurens, TJALLINGII Maarten, VAN EMDEN Jos, VAN WINDEN Dennis, VERMELTFOORT Coen, WYNANTS Maarten, KELDERMAN Wilco, MATTHEWS Michael, SLAGTER Tom Jelte

Radioshak-Nissan
Outra das Dream Teams para 2012, resultante das junções da Radioshack e da Leopard. Os irmãos Andy e Frank Sckleck serão os homens para a alta montanha, Fabian Cancellara o líder para as clássicas de pavé e o plantel conta ainda com Fuglsang, Kloden, Monfort Horner e Tiago Machado para provas de uma semana, Daniele Bennati para os sprints e os jovens Bakelandts, Busche, Hermans, Sergent e Nizzolo para continuarem a sua evolução e lutarem por vitórias. Além de Tiago Machado, Nelson Oliveira é o outro português na equipa.

BAKELANTS Jan, BENNATI Daniele, BENNETT George, BUSCHE Matthew, CANCELLARA Fabian, DIDIER Laurent, FUGLSANG Jakob, GALLOPIN Tony, GERDEMANN Linus, HERMANS Ben, HORNER Christopher, IRIZAR Markel, KING Benjamin, KLÖDEN Andreas, MACHADO Tiago, MONFORT Maxime, OLIVEIRA Nelson, POPOVYCH Yaroslav, POSTHUMA Joost, RAST Grégory, ROHREGGER Thomas, ROULSTON Hayden, SCHLECK Andy, SCHLECK Frank, VOIGT Jens, WAGNER Robert, ZAUGG Oliver, ZUBELDIA Haimar, NIZZOLO Giacomo, SERGENT, Jesse

Sky Pro Cycling
Uma das 3 Dreams Teams, a par de BMC e Radioshak. A referência principal é o campeão mundial Mark Cavendish, o melhor sprinter da actualidade. Bradley Wiggins, terceiro na última Vuelta e um dos melhores contra-relogistas do mundo, será um dos grandes candidatos ao pódio do Tour. Chris Froome poderá ser um dos destaques da temporada se confirmar a qualidade que mostrou na Vuelta do ano passado, onde foi segundo. Hagen é um homem para clássicas e sprints, Juan Antonio Flecha, Geraint Thomas, Bernhard Eisel e Hayman para as clássicas, Appollonio, Ben Swift e Sutton para os sprints, Rigoberto Uran mais um homem para provas por etapas, tal como Thomas Lofkvist, Sergio Henao um promissor trepador colombiano e Michael Rogers um corredor que, sem lesões, ainda poderá fazer uma boa temporada.

APPOLLONIO Davide, BARRY Michael, BOASSON HAGEN Edvald, CAVENDISH Mark, DOWSETT Alex, EISEL Bernhard, FLECHA Juan Antonio, FROOME Chris, HAYMAN Mathew, HENAO Sergio, HUNT Jeremy, KENNAUGH Peter, KNEES Christian, LÖFKVIST Thomas, NORDHAUG Lars Petter, PATE Danny, PORTE Richie, PUCCIO Salvatore, ROGERS Michael, ROWE Luke, SIUTSOU Kanstantsin, STANNARD Ian, SUTTON Christopher, SWIFT Ben, THOMAS Geraint, URAN Rigoberto, WIGGINS Bradley, ZANDIO Xabier

Team Saxo Bank
Equipa demasiado dependente de Contador, que tentará vencer o seu quarto Tour. Além dele, apenas podem aspirar a grandes resultados Nick Nuyens, vencedor da Volta a Flandres 2011, e o trepador Chris Anker Sorensen. Juan José Haedo é o homem rápido do conjunto, onde militam os portugueses Bruno Pires e Sérgio Paulinho, que deverão ser braços direitos do espanhol.

BOARO Manuele, CANTWELL Jonathan, CHRISTENSEN Mads, CONTADOR Alberto, GUSTOV Volodymir, HAEDO Juan Jose, HAEDO Lucas Sebastian, HERNANDEZ Jesus, JØRGENSEN Jonas Aaen, JUUL JENSEN Christopher, KLOSTERGAARD Kasper, KROON Karsten, LUND Anders, MAJKA Rafal, MARGALIOT Ran, MARYCZ Jaroslaw, MIYAZAWA Takashi, MORKOV CHRISTENSEN Michael, NAVARRO GARCIA Daniel, NOVAL GONZALEZ Benjamin, NUYENS Nick, PAULINHO Sergio, PIRES Bruno, ROBERTS Luke, SØRENSEN Chris Anker, SØRENSEN Nicki, TANNER David, TOSATTO Matteo, VINTHER Troels Rønning

Vacansoleil
Uma equipa muito cosmopolita e com opções de discutir quase todas as provas. Poels destaca-se como o homem para grandes voltas, Romain Feillu e Kenny Van Hummel são os sprinters, Leukemans para as clássicas de pavês e acidentadas, onde se juntam os completos e combativos Carrara, Hoogerland e Marcato. Thomas de Gendt é um jovem que em 2011 prometeu bastante, tal como Pim Ligthart. Westra e Gustav Larsson poderão discutir os contra-relógios e será interessante de ver se Devolder estará ao nível de 2011 ou regressará ao de 2010.

BOECKMANS Kris, CARRARA Matteo, DE GENDT Thomas, DENIFL Stefan, DEVOLDER Stijn, FEILLU Romain, HOOGERLAND Johnny, KEIZER Martijn, LAGUTIN Sergey, LARSSON Gustav, LEUKEMANS Björn, LIGTHART Pim, LINDEMAN Bertjan, MARCATO Marco, MARCZYNSKI Tomasz, MOL Wouter, MORAJKO Jacek, MORTESEN Martin, NOVIKOV Nikita, PAVARIN Marcello, POELS Wouter, RUIJGH Rob, SELVAGGI Mirko, VALLS Rafael, VAN HUMMEL Kenny Robert, VAN IMPE Kevin, VEUCHELEN Frederik, WESTRA Lieuwe, MARKUS Barry


Resumo Continentais Profissionais

Entre as equipas Continentais Profissionais, podem destacar-se quatro: Cofidis, Europcar, Project 1t4i. A Cofidis estará em todas as provas francesas e mais algumas importantes, com Rein Taaramae como homem para as classificações gerais mas também com Samuel Dummoulin e Leoanrdo Duque para os spritns mais restritos, o jovem Adrien Petit que em 2011 fez uma boa época e, claro, o experientíssimo David Moncoutié, um bom trepador e muito combativo que representa sempre vitórias em corridas importantes. Na Europcar o destaque vai para Thomas Voeckler e Pierre Rolland, duas grandes surpresas da Volta a França, o primeiro com a liderança por muitos dias e um quarto lugar final enquanto o segundo com uma vitória no Alpe d’Huez e na camisola branca. Além deles, Christophe Kern e o sprinter Sébastien Chavanel também merecem uma nota. No Project 1t4i, ex-Skill-Shimano, a grande figura é Marcel Kittel, que já se converteu num dos melhores sprinters da actualidade. Além dele, Johan Degenkolb, Alexandre Geniz e Tom Dumoulin são jovens talentos a ter debaixo de olho. Na Androni Giacattoli, que correrá sobretudo em Itália, destaca-se os trepadores José Rujano, José Serpa e Emanuele Sella e o sprinter Fabio Felline.
A Saur-Sojasun, que também deverá correr as principais provas francesas, conta com Jérôme Coppel para as provas por etapas, e Julien Simon, Jonathan Hivert, Fabrice Jeandesboz, que em 2011 tiveram bons resultados. E a Caja Rural, que deverá correr as principais provas espanholas, conta com os portugueses Hernâni Brôco, André Cardoso e Manuel Cardoso como figuras de maior destaque, além de David De La Fuente e Danail Petov.
A Topsport Vlaanderen deverá estar nas provas belgas e holandesas que têm apostas, destacando-se os talentos dos jovens Pieter Vanspeybroeck e Michael Van Staeyen, e na mesma situação está a Landbouwkrediet, onde se destaca Bert De Waele, e a Accent.jobs, onde milita Staf Scheirlinckx e Stefan Van Dijk.
Outras equipas que muito provavelmente estarão “sujeitas a apostas” são a Farnese Vini de Andrea Guardini, Filippo Pozzato e Oscar Gatto, a Acqua & Sapone de Stefano Garzelli, Danilo Di Luca, Danilo Napolitano e Fabio Taborre, a Colnago de Sacha Modolo e Domenico Pozzovivo.
Entre as equipas Continentais Profissionais estão ainda: Andalucia, Bretagne-Schuller, Colombia-Coldeportes, Team NetApp, RusVelo, Team Champion, Team SpiderTech, Team Type 1, UnitedHealthcare e Utensilnord.

Apostar em Ciclismo
Mercados
Vencedor: Aposta-se para quem vai vencer uma corrida, uma etapa ou uma classificação geral. Sempre que um site abre apostas para uma prova, há o mercado “vencedor” para etapa ou classificação geral. Para classificações secundárias, apenas existe nas provas mais importantes.
Pódio: Aposta-se para um corredor ficar no pódio (existe quase sempre);
H2H: Frente-a-frente, apostas que colocam frente-a-frente dois corredores e se aposta em qual deles se classificará melhor, podendo ser na etapa, na geral ou numa classificação secundária. Não sempre, mas em 95% das corridas em que há apostas, há este mercado. Por vezes, há frentes-a-frente com mais do que dois corredores, com equipas ou com nacionalidades.
A cima/a baixo classificação: mercado em que se aposta se um determinado corredor vai ficar a cima ou a baixo de uma determinada posição, por exemplo, a cima/a baixo 10.5 (top-10 ou não top-10). Este mercado é pouco frequente.
A cima/a baixo ciclistas que terminam: Semelhante ao anterior mas aqui interessa o número de corredores que termina uma prova. Também é pouco frequente.

Sites onde apostar

Muitos sites têm apostas de ciclismo, mas sobretudo cinco interessam: Bet365, Sportingbet, Unibet, Pinnacle e Betfair.
A Bet365 acompanha todas as provas de maior interesse internacional com os mercados Vencedor, Pódio e H2H, sendo os H2H o mais equilibrado possível e na esmagadora maioria das vezes um corredor só está frente a um adversário. No final da época passada a Bet365 aumentou as odds em ciclismo e o 50-50 passou para odd de 1.85.
Quase sempre (mas nem sempre) que a Bet365 abre mercados H2H para uma prova, a Pinnacle também abre, seja H2H de etapa, geral ou classificações secundárias. Tem a desvantagem de só ter H2H e a vantagem de ter odds mais elevadas.
A Sportingbet também acompanha muitas provas com Vencedor, Pódio e H2H, sendo que nos seus H2H é frequente o mesmo corredor estar emparelhado com 3 ou 4. Por exemplo, numa etapa de montanha no Tour, a Bet365 pode ter Contador vs Andy Schleck e Evans vs Frank Schleck e a Sportingbet, além dessas duas, ainda pode ter Contador vs Evan, Contador vs Frank Schleck, Andy Schleck vs Evans e Andy Schleck vs Frank Schleck. O 50-50 da Sportingbet está a 1.85.
A Unibet tem a vantagem sobre todas as outras de ser a que mais provas acompanha, pois além de todas as de interesse geral, tem muito interesse no público belga e acompanha clássicas menores daquele país. Excepto nas grandes provas, cada corredor também só costuma estar num emparelhamento H2H e não têm a preocupação de equilibrar ao máximo os H2H, o que faz com que por vezes saiam alguns logo a 1.60-2.20, por exemplo. A Unibet apresenta também, desde já, algumas apostas especiais de combinação de resultados, como por exemplo, um corredor vencer Milan-Sanremo e Flandres, Flandres e Roubaix, Amstel Gold Race, Flèche Wallone e Liège-Bastonge-Liège, entre outras.
Normalmente apenas há mercados para Vencedor, Pódio e H2H nas classificações de etapas e geral, mas nas grandes voltas há um sem-fim de mercados (todas as combinações possíveis com o anteriormente apresentado). No caso da Unibet, além de apresentar enorme variedade em Giro, Tour e Vuelta, apresenta nas clássicas Volta a Flandres, Paris-Roubaix e Liége-Bastogne-Liége, pelo menos.
Da Betfair, pouco conheço, mas sei que também costuma ter boa variedade e a boas odds.


Sites Úteis
www.uci.ch
www.uciworldtour.com
www.cyclingnews.com
www.cqranking.com
www.biciciclismo.com
http://tv.eurosport.pt/
www.carrovassoura.blogspot.com (meu blog pessoal)



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 05 de Janeiro de 2012, 04:09
São 9 páginas Word... espero que gostem :P



manives

  • Magnata
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade:
  • Mensagens:
    218681
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    3059
em: 05 de Janeiro de 2012, 04:11
lindo prince  :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:



Forum de Apostas

Re: Ciclismo - Época 2012
« Responder #2 em: 05 de Janeiro de 2012, 04:11 »

diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 05 de Janeiro de 2012, 09:30
 :venia:



Marco.Costa

  • Magnata
  • M
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2009
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    21270
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    221
em: 05 de Janeiro de 2012, 09:40
Como já é hábito, enorme trabalho Prince  :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:



NunoFTeixeira

  • Visitante
em: 05 de Janeiro de 2012, 10:12
A familia da minha mulher tem tradições no ciclismo profissional e nunca me deu para apostar nesta modalidade. :doido:

Esta temporada tenho que estar mais atento! :tapado:



Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    227117
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 05 de Janeiro de 2012, 13:02
 :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64021
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1596
em: 05 de Janeiro de 2012, 14:32
Prince :P
:roll:



Forum de Apostas

Re: Ciclismo - Época 2012
« Responder #7 em: 05 de Janeiro de 2012, 14:32 »

Fábio Antunes

  • Magnata
  • F
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Leiria
  • Mensagens:
    218252
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    230
em: 05 de Janeiro de 2012, 14:53
Que brutalidade  :shock:  :shock:
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?

:cool: www.betarena.com :cool:



ericartman

  • Sem Dívidas
  • e
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    311
    Pts Tipsr:
    34
em: 05 de Janeiro de 2012, 22:17
 Mais uma vez... :venia:  :venia:  :venia:

Melhor do que isto só se viesse porta a porta fazer as apostas por nós.  :mrgreen:

Obrigado e parabéns pelo trabalho



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 06 de Janeiro de 2012, 15:20
Obrigado a todos ;)

Mais uma vez... :venia:  :venia:  :venia:

Melhor do que isto só se viesse porta a porta fazer as apostas por nós.  :mrgreen:

Obrigado e parabéns pelo trabalho
Por acaso este ano até devo levar menos picks à porta, já que a Pinnacle e a Unibet deixarem de ser patrocinadoras do AG :S



manives

  • Magnata
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade:
  • Mensagens:
    218681
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    3059
em: 06 de Janeiro de 2012, 15:43
as odds da Pinnacle são as mesmas da 365  :P :P

crias um registo a assim podes por só tips e as pessoas seguem a mesma



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64021
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1596
em: 06 de Janeiro de 2012, 17:08
Obrigado a todos ;)

Mais uma vez... :venia:  :venia:  :venia:

Melhor do que isto só se viesse porta a porta fazer as apostas por nós.  :mrgreen:

Obrigado e parabéns pelo trabalho
Por acaso este ano até devo levar menos picks à porta, já que a Pinnacle e a Unibet deixarem de ser patrocinadoras do AG :S

Que isso não seja motivo para deixares de fazer as picks :(

Aliás, esse pormenor só influi no facto de não poderes concorrer às ligas e receberes pontos de tipster. Mas podes bem contornar esse pormenor. Colocas na pick a odds da casa patrocinadora e depois colocas um novo post onde mencionas as odds (desde que melhores) das casas não patrocinadoras ;)
:roll:



Dunadan

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    218230
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    359
em: 06 de Janeiro de 2012, 19:38
Gosto! :bom:



Rui Q.

  • Bilionário
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Algarve
  • Mensagens:
    3030
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    632
em: 07 de Janeiro de 2012, 05:20
as odds da Pinnacle são as mesmas da 365  :P :P

crias um registo a assim podes por só tips e as pessoas seguem a mesma
As apostas sim, as odds não. Frequentemente são diferenças de 2 ou 3 décimas, às vezes até mais e faz toda a diferença. Já cheguei a apanhar um H2H em que um ciclista estava a 2.10 na Bet365 e o outro estava a 2.10 na Pinnacle  :mrgreen:

Obrigado pela dica, Miguelyn, assim farei quando as odds de outra casa forem melhores. De qualquer forma, temos que convir que, se não nos acrescenta nada, em vez de estar 10 ou 15 minutos a escrever uma pick, mais vale deixar só a tip ;)




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina