Autor Tópico: [Japão - J-League] 2 e 3 de Junho  (Lida 1386 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 01 de Julho de 2011, 12:58
Vegalta Sendai x Nagoya Grampus Eight
2 de Junho
6h00

O Velgata é um clube com pouca experiência de J-League, tendo regressado em 2009 ao principal escalão, após 6 temporadas de ausência. Na época passada foi 14º, mas, em 2011, o Vegalta tem sido a surpresa da temporada, ocupando actualmente o 4º posto, com 24 pontos em 13 partidas. Com alguns jogadores interessantes, como o médio Noaki Sugai ou o avançado Shingo Akamine, o Vegalta aproveitou o facto de os maiores clubes do país estarem mais concentrados nas provas internacionais para, com a sua organização, se colocar nos primeiros lugares da J-League. De facto, nas primeiras doze jornadas, o Vegalta não perdeu, conquistando 6 vitórias e 6 empates, com a primeira derrota a acontecer no passado Domingo, no terreno do Shimizu S-Pulse (9º), por 1-0. Para esta recepção do campeão Nagoya, o Vegalta continua a não poder contar com um dos seus indiscutíveis, o defesa coreano Cho Byung-kuk (10 jogos), tal como o médio Kunimitsu Sekiguchi (12 jogos), que deverá cumprir pelo menos mais um encontro de castigo dado pelo treinador Makoto Teguramori, após um desentendimento entre ambos. O Nagoya, campeão em título, iniciou, após a eliminação da Liga dos Campeões Asiáticos, a sua recuperação rumo à revalidação, tendo vencido 5 dos últimos 7 encontros e empatado os restantes dois em condições dramáticas, com o golo dos adversários a registar-se já bem para lá dos noventa minutos: Omiya Ardija (2-2), aos 93’, e Urawa Red Diamonds (1-1), aos 99’. É uma equipa forte, provavelmente a mais forte do país, que conta com um treinador de renome, Dragan Stojkovic, uma dupla de ataque de qualidade (Kennedy e Tamada, que já levam 14 golos) e vários internacionais nipónicos, de entre os quais se destaca o defesa-central Marcus Túlio Tanaka. Há, porém, uma baixa de peso, a do titularíssimo guarda-redes Seigo Narazaki, que se lesionou no último encontro e deverá ser substituído pelo habitual suplente, Takagi. Em compensação, regressa o importante médio colombiano Danilson, que cumpriu um jogo de suspensão.

O Velgata está a realizar uma temporada muito boa, sem dúvida, mas, como referi, beneficiou bastante do facto de os maiores clubes, no início da J-League, se concentrarem mais nas competições internacionais. A equipa perdeu pela 1ª vez no passado fim-de-semana e está por se apurar a extensão desse primeiro desaire, pelo que um encontro diante do actual campeão, um Nagoya em forma, não será o encontro mais apetecível para os homens do Velgata. Ainda por cima, o Nagoya virá com sede de vingança, dado que, na última ronda, uma controversa decisão, já bem fora de horas, lhe custou dois pontos. Pontos esses que, certamente, tentarão agora ir buscar ao terreno do Velgata, que, além de vir da 1ª derrota da época, não contará com dois elementos importantes.  O Nagoya defrontou o Velgata em 5 ocasiões, na última década, tendo vencido em 4 e empatado na outra, e, em 2010, venceu ambas as partidas, por 2-1, com o australiano Kennedy a marcar por 3 vezes. Pese embora a boa época do Velgata, o Nagoya é favorito, tem melhor equipa, está em claro crescendo e deverá fazer valer esse ascendente. Porém, não é de descurar a boa carreira do Velgata, sobretudo em casa (4 vitórias e 2 empates), de modo que um DNB a favor do Nagoya me pareça, de longe, a aposta mais sensata.

Pick: Nagoya DNB 1.85@Bwin



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 01 de Julho de 2011, 14:06
Albirex Niigata x Montedio Yamagata
2 de Julho
11h00

O Albirex está na J-League de forma ininterrupta desde 2004 e, na temporada passada, foi 9º classificado, sendo uma das equipas com melhor média de assistência da prova (em 2011, ocupam o 2º posto nesse particular, com uma média de quase 27 mil espectadores). A equipa começou bem, com 2 vitórias e 3 empates nas primeiras cinco jornadas, mas uma autêntica razia (entre lesões, castigos e compromissos internacionais) atirou o Albirex para uma travessia de 9 encontros sem qualquer vitória (4 empates e 5 derrotas). Actualmente, e com 13 encontros disputados, o Albirex é 15º, com 12 pontos, e procura então a sua primeira vitória (e 3ª da temporada) desde inícios de Maio. E, aos poucos, muito devido aos jogadores que foram ficando à disposição, o Albirex tem mostrado que recuperará na tabela. Apenas golos fora de horas impediram duas vitórias nas duas últimas jornadas em casa, frente ao Vegalta Sendai (4º classificado), que empatou aos 95 minutos (1-1) e frente ao Cerezo Osaka (13º), que chegou à igualdade um pouco mais cedo, aos 93’. Entre estes dois jogos, o Albirex visitou o Yokohama Marinos, actual 2º classificado, e caiu apenas com um golo de penalty (1-0). Para este encontro frente ao Montedio Yamagata, regressam os defesas Gotoku Sakai (9 jogos) e Daisuke Suzuki (8 jogos, 1 golo), que estiveram ausentes na selecção sub-22 do Japão, enquanto que o médio Masaru Kato, ausente por lesão, está também de regresso aos treinos. A lista de ausentes do Albirex – que, não há muito tempo, tinha uma equipa inteira indisponível – conta agora apenas com os guarda-redes Takaya Kurokawa e Masaaki Higashiguchi (o veterano Ozawa, de 37 anos, será o titular), o defesa Jun Uchida e o avançado Cho Young-cheol. Destas ausências, a do extremo coreano, Cho Young-cheol (7 jogos, 1 golo), será sem dúvida a mais sentida, mas, perante a dificuldade que o Albirex já viveu em 2011 para construir o seu onze, pode dizer-se que vive agora um autêntico período de bonança a esse nível.

O Montedio subiu no final de 2008 à J-League e tem-se mantido na zona baixa da tabela, terminando em 15º em 2009, em 13º em 2010 e ocupando actualmente o 17º posto. É uma equipa que alcançou já alguns resultados interessantes em casa (venceu o actual líder, Kashiwa Reysol, por 2-1, por exemplo), mas que, fora do seu terreno, tem estado miserável, perdendo 5 das 6 deslocações. O único ponto conquistado (empate a um) foi no terreno de outro aflito, o Ventforet Kofu, 16º). E, se o Albirex se pode gabar de ter quase todo o plantel operacional – sobretudo para aquilo a que já se vinham habituando nos últimos tempos -, o Montedio está longe de poder dizer o mesmo. Os avançados Yu Hasegawa e Tomotaka Kitamura estão em dúvida, e Tatsuya Ishikawa (defesa), Tatsuya Furuhashi (avançado), Osama El-samni (avançado) e Takumi Yamada (defesa) estão definitivamente arredados. Isto significa que o Montedio corre o risco de não ter um único avançado disponível para o encontro diante ao Albirex, o que, para uma equipa que conseguiu apenas 10 golos em 13 encontros e que perdeu 9 dos 12 últimos encontros disputados (2 vitórias e 1 empate nos restantes), são péssimas notícias.

A lista de ausentes do Albirex diminiu significativamente e esse aspecto torna a equipa de Niigata num adversário muito mais temível. Além de contarem com o apoio do seu fiel público, o Albirex terá do outro lado uma equipa bastante fraca fora de casa e que, como referi, deverá apresentar grandes lacunas a nível ofensivo, devido às várias ausências nessa zona. O Albirex conta com vários internacionais jovens e o meio-campo é forte, com os brasileiros Michael e Bruno Lopes a darem cartas. Em crescendo, o Albirex deve fazer valer o facto de praticamente já contar com o seu melhor onze e bater este Montedio Yamagata. Estas equipas já se defrontaram em seis encontros de J-League, com o Albirex a vencer 4, empatar uma e perder outra. Na temporada passada, em casa, o Albirex venceu por 3-1.

Pick: Albirex Niigata 1.93@Pinnacle



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 01 de Julho de 2011, 14:55
Avispa Fukuoka x Ventforet Kofu
2 de Junho
11h00

O Avispa apresenta, de longe, o pior registo da J-League 2011, com apenas 1 ponto conquistado em 13 encontros. É, naturalmente, último classificado e apresenta ainda a defesa mais batida (32 golos) e o ataque menos concretizador (9 golos), mas a verdade é que os últimos jogos têm mostrado que o Avispa ainda poderá ter uma palavra a dizer na luta pela manutenção. A última derrota, diante de uma boa equipa (Jubilo Iwata, 2-1), em casa, mostrou-nos um Avispa a lutar pelo jogo até final e é bom não esquecer que o único ponto da equipa foi conquistado há 15 dias, no terreno do Vissel Kobe (0-0). Este encontro já tem, para o Avispa, carácter decisivo, visto que uma derrota os deixaria provavelmente a já 14 pontos do primeiro lugar acima da linha de água. É a primeira vez em 2011 que o Avispa defronta um dos três últimos (Kofu ou Montedio) e a conquista de pontos é imperiosa. A equipa apresenta apenas uma ausência, a do seu capitão Kosuke Nakamachi, um jogador muito importante no Avispa, mas que está já ausente desde princípios de Maio. O Kofu é apenas 16º, 11 pontos, e, após o seu melhor período da temporada (apenas uma derrota em 7 encontros, tendo vencido 2 e empatado 4), vem agora com três derrotas consecutivas, e todas elas por números esclarecedores: 0-2 em casa frente ao Cerezo Osaka (13º); 0-4, fora, diante do Vegalta Sendai (4º) e 1-4, em casa, contra o Kashiwa Reysol (1º). É uma equipa que conta com um avançado poderoso, Mike Havenaar (1,97 metros), avançado japonês de origem holandesa que já apontou 7 golos nesta J-League, mas que peca pelas dificuldades defensivas e, para esta visita ao Avispa, o seu melhor jogador defensivo, o brasileiro Daniel (11 jogos, 1 golo) tem estado lesionado e é dúvida. É um jogador muito importante, como se pode perceber pelos números dos dois últimos encontrs, em que Daniel não alinhou: oito golos sofridos pelo Kofu. Os da casa sabem que é agora ou nunca e as suas diminutas possibilidades de permanência são jogadas nesta recepção ao Korfu. Acredito, por isso, que o Avispa, que até tem alguma qualidade a meio-campo, consiga impedir o Korfu de fazer chegar jogo à sua dupla ofensiva (Havenaar-Abe) e aproveite a provável ausência de Daniel no centro da defesa adversária. Na época passada, ainda no 2º escalão, o Avispa venceu o Kofu por 3-1 e, de um lado e do outro, muitos jogadores se mantêm nos respectivos plantéis.

Pick: Avispa AH +0.5 1.83@Pinnacle



Forum de Apostas

Re: [Japão - J-League] 2 e 3 de Junho
« Responder #2 em: 01 de Julho de 2011, 14:55 »

snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 01 de Julho de 2011, 22:59
Urawa Red Diamonds x Gamba Osaka
2 de Julho
10h00

O Urawa é só 14º, o que é manifestamente pouco para um clube que, há relativamente pouco tempo (2006), festejou um título de campeão. A equipa venceu apenas 2 dos 13 encontros que já disputou, ambos em casa, mas a verdade é que, entre a essa 1ª vitória (logo no primeiro jogo em casa) e a última, há duas jornadas atrás, a equipa esteve nove jogos sem vencer, sendo que cinco desses encontros foram em casa. Além disso, as vitórias foram diante de um Nagoya (3-0) que começou esta J-League bem mais preocupado com a Liga dos Campeões Asiáticos e diante do último classificado, Avispa, que conseguiu apenas 1 ponto em 13 encontros. Na última jornada, o Urawa Reds conseguiu um resultado positivo, ao empatar no terreno do campeão Nagoya, mas fê-lo em circunstâncias polémicas, através de um penalty no nono minuto de compensação da 2ª parte. Recentemente, o Urawa perdeu ainda o seu melhor avançado, o brasileiro Edmilson, melhor marcador da equipa em 2009 e 2010, que saiu para o Qatar, para além de, para esta recepção do Gamba Osaka, ter aquele que é provavelmente o seu melhor médio, o brasileiro Márcio Richardes (13 jogos, 2 golos), em dúvida devido a um problema físico. Definitivamente arredados estão dois jogadores menos utilizados: o defesa Takuya Okamoto (lesionado, ainda não alinhou nesta J-League) e o avançado Takuya Okamoto (7 jogos, 1 golo).

Do lado do Gamba, as coisas são bem animadoras. A equipa vem com três vitórias consecutivas, e todas elas diante de concorrentes ao título, já que bateram Yokohama Marinos (2º), em casa, por 2-1; o Kashiwa Reysol (1º), fora, por 4-2; e, finalmente, o Sanfrecce Hiroshima (6º), em casa, por 5-3. Esta excelente forma recente atira o Gamba para o 5º posto, com 22 pontos e apenas 11 encontros realizados (menos dois, portanto, do que a maioria das equipas da J-League). Tal como o Urawa Reds, também o Gamba Osaka perdeu o seu melhor avançado, o brasileiro Adriano (9 golos em 8 jogos na J-League 2011), que também saiu para o Qatar, mas, neste caso, a equipa não se tem ressentido minimamente. Pelo contrário, desde a saída de Adriano, o Gamba marcou 11 golos em 3 encontros, cimentando a sua condição de ataque mais concretizador da prova, com 26 golos em 11 partidas. Na ausência de Adriano, o médio internacional Yasuhito Endo assumiu-se como homem-golo, marcando nessas três partidas. Outra boa notícia, para o Gamba, é o facto do jovem médio Takashi Usami, uma das maiores esperanças do futebol japonês, só ingressar no Bayern de Munique no próximo dia 13, o que significa que poderá ainda alinhar neste encontro frente ao Urawa Reds.

O Gamba está num excelente momento e, neste momento, a sua candidatura ao título é um facto consumado. Vem de três grandes vitórias e frente a adversários fortes, marcando muitos golos e jogando um futebol bastante atractivo. Do outro lado, estará o Urawa Reds, um dos seus maiores rivais, equipa em crise, que não tem mostrado grandes argumentos frente aos melhores classificados (perdeu frente ao primeiro, segundo e quarto) e que não ainda não encontrou substituto para o seu melhor jogador das últimas duas temporadas (Edmilson) e que, provavelmente, não poderá fazer alinhar um dos seus médios indiscutíveis (Márcio Richardes). Frente ao demolidor ataque do Gamba Osaka, não acredito que o Urawa Reds, que só não sofreu golos em 3 dos seus 13 jogos, seja capaz de pôr fim à veia goleadora deste seu adversário. Nesse sentido, vejo bastante valor não apenas na vitória do Gamba Osaka (não perde com o Urawa, fora, desde 2006, tendo, desde então, vencido 4 encontros e empatado outros 4), mas também na capacidade dos visitantes marcarem pelo menos dois golo no terreno do Urawa Reds (feito que conseguiram em 8 dos seus 11 encontros desta J-League 2011).
 
Pick: Gamba over 1.5 2.00@Sportingbet
Gamba Osaka 2.41@Pinnacle
« Última modificação: 01 de Julho de 2011, 23:36 por snakederrick »



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 02 de Julho de 2011, 13:01
Vegalta Sendai x Nagoya Grampus Eight

Pick: Nagoya DNB 1.85@Bwin  :devolvida:

1-1



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 02 de Julho de 2011, 13:02
Albirex Niigata x Montedio Yamagata
 
Pick: Albirex Niigata 1.93@Pinnacle  :ganha:

2-0



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 02 de Julho de 2011, 13:03
Avispa Fukuoka x Ventforet Kofu

Pick: Avispa AH +0.5 1.83@Pinnacle  :ganha:

1-0



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 02 de Julho de 2011, 13:03
Urawa Red Diamonds x Gamba Osaka
 
Pick: Gamba over 1.5 2.00@Sportingbet  :perdida:
Gamba Osaka 2.41@Pinnacle  :perdida:

1-1



Forum de Apostas

Re: [Japão - J-League] 2 e 3 de Junho
« Responder #7 em: 02 de Julho de 2011, 13:03 »

snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 02 de Julho de 2011, 13:04
Jubilo Iwata x Vissel Kobe
3 de Julho
11h00

O Jubilo é o actual 8º classificado, com 19 pontos em 13 jogos (5 vitórias, 4 empates e 4 derrotas) e é uma equipa que, tendo jogado já oito partidas fora de casa e apenas cinco no seu estádio, esperará subir na tabela à medida que esse aspecto se vá equilibrando. É uma equipa algo irregular, capaz do melhor (como vencer o actual líder, Kashiwa Reysol, por 3-0, fora) e do menos bom (derrota caseira, poucos dias depois, frente ao 10º, Omiya Ardija, por 2-1), mas muito dessa inconstância se pode explicar pelas ausências importantes que a equipa foi sentindo. E, para este sexto jogo da temporada no seu estádio, o Jubilo apresenta finalmente apenas um atleta indisponível, o médio Norihiro Nishi (que ainda não se estreou em 2011), com o médio Kosuke Yamamoto (9 jogos, 2 golos) e o avançado  Ryohei Yamazaki (8 jogos, 3 golos) de regresso após terem perdido 4 encontros por estarem na selecção sub-22 do Japão. Os números não deixam mentir e tratam-se, efectivamente, de dois jogadores importantes no onze do Jubilo. No seu estádio, a equipa conta com duas derrotas, embora aos pés de adversários complicados (frente ao campeão Nagoya, por 1-0, e ao Omiya Ardija, a equipa com melhor registo visitante da prova, por 1-2) e um empate, a uma bola, num encontro que deviam ter vencido, frente ao Sanfrecce Hiroshima (actual 6º), já que falharam um penalty que daria o 2-1 perto do final. Nos outros dois encontros em casa, o Jubilo venceu claramente, por 4-0 (Montedio Yamagata, 17º) e 4-1 (Avispa Fukuoka, 18º).

O Vissel Koke é 11º, com 16 pontos (4 vitórias, 4 empates e 5 derrotas), e viveu o seu grande período em meados de Maio, altura em que venceu 3 encontros consecutivos - dois deles, em casa, pela margem mínima (Kawasaki Frontale, 4º, e Sanfrecce Hiroshima, 6º), e o outro numa espectacular goleada, fora de portas, diante do Shimizu S-Pulse (9º), por 5-1. Um período que, infelizmente para o Kobe, não encontrou grande paralelo no resto da temporada e, na verdade, esta equipa não venceu há já 6 encontros (3 empates e 3 derrotas). É uma equipa com notórias dificuldades ofensivas, sobretudo em casa, já que apenas marcou 4 golos em 7 jogos nessa condição. Também não sofre muitos (apenas 3, em casa), é um facto, mas os últimos jogos em casa foram acima de tudo de grande desilusão para os seus adeptos. Depois do incrível empate frente ao Avispa Fukuoka, naquele que seria o único ponto desta equipa nos primeiros 13 jogos, o Kobe perdeu frente ao Kashima Antlers, por 1-0, actual 12º classificado. Nos últimos seis jogos, o Kobe marcou apenas dois golos e as perspectivas não são as melhores, já que um dos seus avançados titulares, Ken Tokura (12 golos, 2 golos), está lesionado, juntando-se ao médio Masatoshi Mihara (titular indiscutível, está indisponível precisamente desde o melhor período do Kobe) no lote de indisponíveis. Fora do seu estádio, o Kobe conseguiu o tal brilharete frente ao Shimizu, mas esse resultado é claramente uma excepção, já que, nos restantes, o Vissel Kobe logrou pontuar apenas em mais dois estádios: o do Ventforet Kofu (16º, 1-1) e o do Omiya Ardija (também 1-1, diante da equipa que detém o segundo pior registo caseiro da prova – 0 vitórias, 3 empates e 3 derrotas).

O Jubilo, na máxima força e contando com dois regressos essenciais, deverá bater um Kobe em crise e sem dois jogadores importantes. Os visitantes perderam nas suas últimas três visitas ao terreno do Jubilio (3-2, 2-0 e 1-0) e as dificuldades ofensivas da equipa são evidentes, já que, tirando a excepção Shimizu, o Kobe marcou apenas em dois dos cinco encontros disputados como visitante. Além disso, em termos absolutos, marcou também apenas por duas vezes nos últimos seis jogos e só os dois últimos tem um ataque menos concretizador. Tendo em conta que, a juntar a tudo isto, o Kobe não poderá contar com um dos seus avançados titulares (Tokura) e que sofreu golos em todas as suas deslocações de 2011, a aposta na vitória do Jubilo, e sem sofrer golos, parece-me uma aposta bastante apetecível.

Pick: Jubilo Iwata 1.85@Betclic
Jubilo Iwata para ganhar a zero 2.75@Bet365
Jubilo Iwata sem sofrer golos 2.25@Bet365



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 02 de Julho de 2011, 15:13
Yokohama Marinos x Kawasaki Frontale
3 de Julho
10h00

Beneficiando do virar de baterias dos maiores clubes japoneses para a Liga dos Campões Asiáticos, o Marinos está a realizar um excelente início de temporada, ocupando, após 13 jogos, o 3º lugar (7 vitórias, 3 empates e 3 derrotas). Pese embora a boa posição, o Marinos tem revelado bastantes dificuldades quando defronta os clubes mais cotados, sendo que as suas 7 vitórias foram diante de equipas posicionadas do 12º lugar para baixo. Frente a Kashiwa Reysol (casa, 1º, 0-2), Sanfrecce Hiroshima (fora, 6º, 2-3) e Gamba Osaka (fora, 5º, 1-2), o Marinos perdeu e mesmo diante de Shimizu S-Pulse (casa, 9º, 1-1), Nagoya Grampus (fora, 7º, 1-1) e Vegalta Sendai (fora, 2º, 1-1), não conseguiu vencer. Portanto, a boa carreira dos homens de Yokohama será mais um caso de uma equipa que aproveitou o habitual início murcho dos maiores clubes (devido às competições internacionais) e que não tem dado hipótese diante de clubes menos cotados. Objectivamente, uma eventual candidatura do Marinos ao título de campeão da J-League será uma quase miragem. Para a recepção ao Frontale, a equipa não poderá contar com o seu elemento mais cotado, o médio Shunsuke Nakamura (que fez carreira europeia no Celtic), que se encontra lesionado.

O Kawasaki Frontale tem sido um crónico candidato ao título, terminando, nas últimas 5 temporadas, por três vezes no segundo posto e duas em quinto. Em 2011, a equipa teve um início intermitente, vencendo dois encontros e perdendo três nas primeiras cinco jornadas. Nas restantes oito, o poderio da equipa tem-se manifestado e o Frontale não perde há 8 jornadas, tendo vencido 5 jogos e empatado 3. Os dois últimos jogos desta equipa revelaram o enorme coração da mesma, com o Frontale a conquistar pontos quando já se encontrava em inferioridade numérica. No terreno do Kashima Antlers, a perder por 2-0 e com dez elementos em campo (desde os 59 minutos), o Frontale ainda empatou a dois; enquanto que, na jornada anterior, a equipa estava empatada a dois, no terreno do Shimizu S-Pulse, quando Igawa foi expulso (aos 54’), mas ainda chegou ao triunfo, por 3-2, com um golo de Kobayashi, aos 82 minutos. O Frontale é, a par do Gamba Osaka e do Kashiwa Reysol, o melhor ataque da prova e, fora de casa, após fica em branco nos dois primeiros jogos, marcou 13 nos 4 encontros que se seguiram. É uma equipa em alta, que se reforçou pouco mas bem, e que não poderá contar apenas com o defesa Sonoda (um habitual suplente), o guarda-redes Rikihiro Sugiyama (lesionado há já algum tempo) e o médio Tomonobu Yokoyama (8 jogos, mas apenas 3 como titular), ambos lesionados.

Na temporada passada, o Marinos venceu claramente os dois encontros frente ao Frontale (4-0 em casa e 3-1, fora), mas esta equipa, apesar de bem classificado, parece-me mais fraca, em diversos aspectos, do que a do ano transacto. O Marinos perdeu vários atletas importantes, como o médio Koji Yamase (33 jogos e 5 golos em 2010) e o defesa Yusuke Tanaka (20 jogos), que se transferiram precisamente para o seu adversário desta ronda, o Kawasaki Frontale, e que já se assumiram como elementos preponderantes na manobra da sua nova equipa. Além destes, o Marinos viu saírem vários elementos muito experientes, como Naoki Matsuda, Norihisa Shimizu e Ryuji Kawai, que sempre foram uma mais-valia em jogos mais importantes. E, não por acaso, o Marinos ainda não venceu qualquer clube do topo da tabela. Com o Frontale num excelente momento e decidido a consolidar a sua candidatura ao título, acredito que somem mais uma partida a pontuar, tendo ainda boas possibilidade de sair de Yokohama com os três pontos.

Pick: Kawasaki Frontale HA 0 1.98@Pinnacle



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 02 de Julho de 2011, 16:24
Omiya Ardija x Sanfrecce Hiroshima
3 de Julho
11h00

Jogo entre duas equipas que querem os três pontos, com o Omiya a procurar o seu primeiro triunfo caseiro da temporada e o Sanfrecce a precisar de equilibrar as suas contas, já que, após um bom início de época, a equipa venceu apenas um dos últimos quatro encontros. O Omiya é das equipas mais estranhas desta J-League, apresentando, após 13 jogos, o segundo pior registo caseiro da prova (0 vitórias, 3 empates e 3 derrotas) e o segundo melhor fora de casa (4 vitórias e 3 empates), o que coloca a equipa no 10º lugar, com 18 pontos. A prestação da equipa no seu terreno começa a ser preocupante e os responsáveis o Omiya sabem que a situação não poderá continuar assim por muito mais jornadas, sob pena de a equipa se afundar na classificação. Para esta partida, regressam os internacionais sub-22 Kim Young-gwon (defesa - 11 jogos) e Keigo Higashi (médio – 10 jogos, 3 golos), mas o médio Masakazu Kihara, um habitual suplente, está ainda lesionado. Do outro lado, estará o Sanfrecce, equipa que fez um excelente campeonato em 2009 (foi 4º) e que espera terminar, pelo menos, na parte alta da tabela, a exemplo de 2010 (foi 7º). Actualmente, com 13 encontros disputados, o Sanfrecce é 6º, com 22 pontos, mas a sua zona defensiva parece estar a comprometer bem mais do que inicialmente, com a equipa a encaixar 9 golos nas últimas 3 partidas. O meio-campo da equipa estará novamente na sua máxima força, com Mihael Mikic (12 jogos, 1 golo) e Toshihiro Aoyama (7 jogos) de regresso após castigo. Contudo, o defesa Hiroki Mizumoto, titular na melhor fase defensiva do Sanfrecce (apenas 3 golos sofridos em 5 encontros), continua lesionado.

Este é um jogo complicado de prever, devido à forma caseira errante do Omiya e à fase menos conseguida do Sanfrecce, mas uma coisa é óbvia: ambas as equipas estão longe do seu auge defensivo. De facto, o Omiya encaixou 9 golos nos últimos 4 jogos, ao passo que o Sanfrecce ainda fez pior, encaixando o mesmo número de golos, mas em menos jogos (3). Porém, em termos ofensivos, as equipas parecem bem mais inspiradas, e, se o Sanfrecce marcou por seis vezes nos últimos dois encontros, o Omiya ainda recentemente marcou por duas vezes diante de adversários de topo (2-1 ao Jubilo Iwata e 2-2 frente ao Nagoya). No total, os jogos do Omiya tiveram 3 golos ou mais em quatro das últimas cinco ocasiões, enquanto os dois últimos encontros do Sanfrecce tiveram overs bastante elevados (5-3 e 3-2). Com ambas as equipas a necessitarem de vencer, espera-se um encontro aberto e, com a clara tendência recente de golos (marcados e sofridos) por parte destes dois clubes, o over 2.5 surge com boas possibilidades de cair.

Pick: over 2.5 2.10@Unibet



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 03 de Julho de 2011, 13:19
Jubilo Iwata x Vissel Kobe

Pick: Jubilo Iwata 1.85@Betclic  :ganha:
Jubilo Iwata para ganhar a zero 2.75@Bet365  :ganha:
Jubilo Iwata sem sofrer golos 2.25@Bet365  :ganha:

3-0



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 03 de Julho de 2011, 13:20
Yokohama Marinos x Kawasaki Frontale

Pick: Kawasaki Frontale HA 0 1.98@Pinnacle  :perdida:

2-1



snakederrick

  • Multimilionário
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    5148
    Pts Tipsr:
    1914
em: 03 de Julho de 2011, 13:20
Omiya Ardija x Sanfrecce Hiroshima

Pick: over 2.5 2.10@Unibet  :perdida:

0-1




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina