Autor Tópico: [Ciclismo] Tour de France - 15ª Etapa - 19 Julho 2010  (Lida 944 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Carlos_Lucas

  • Administrador
  • C
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2006
  • Localidade: Faralhão
  • Mensagens:
    58573
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1395
Perfil da 15ª Etapa: Pamiers » Bagnères-de-Luchon - 187,5 Km



:arrow: Rotsen10 - Alberto Contador vs Andy Schleck: Alberto Contador @ 1.714 sportingbet  :ganha:(7º vs 12º)
:arrow: sniperthebest - Robert Gesink vs Levy Leipheimer: Robert Gesink @ 1.61 bet365  :ganha: (15º vs 17º)
:arrow: sniperthebest - Damiano Cunego vs Christophe Moreau: Damiano Cunego @ 1.60 sportingbet  :perdida: (59º vs 27º)
« Última modificação: 19 de Julho de 2010, 16:32 por Rotsen10 »



Rotsen10

  • Magnata
  • R
  • Estado:
    Online
  • Registo: Mai 2009
  • Localidade: Porto
  • Mensagens:
    23305
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1311
em: 19 de Julho de 2010, 03:40
Ciclismo - Tour de France
19 de Julho - 11h20m

Alberto Contador vs Andy Schleck

O duelo entre o luxemburguês Andy Schleck e o espanhol Alberto Contador tem sido um dos principais interesses do Tour, senão mesmo o principal interesse. Desde cedo a luta ficou reduzida a estes dois homens da montanha. Deixandos os Alpes para trás, Schleck assumiu a liderança com um par de segundos à frente do ultimo vencedor do Tour. Outros potencias vencedores, por azar ou fraqueiza, ficaram-se por lá e agora lutam por um lugar no Top10.

Será a 15ª Etapa. Deixados para trás os primeiros picos dos Pirineus, entramos noutros de grande dificuldade. Duas contagens de 2ª Categoria e uma Categoria Especial para dificultar a vida do pelotão cada vez mais reduzido e onde felizmente ainda estão dois nossos portugueses. Poderá ser uma da ultimas oportunidades, em Montanha, para Contador tentar a sua sorte e ir buscar a camisola amarela que este ano está a ser muito dificil para ele de conquistar pois o seu principal rival parece transpirar confiança e sobretudo uma enorme condição fisica.

Na 14ª Etapa Contador jogou bem tactimente. Dada tanta passividade de Schleck, o espanhol preferiu perder alguns segundos para os restantes perseguidores na classificação e fazer entender ao luxemburguês que existem outros homens na luta e que se o camisola amarela não ajudar também e limitar-se a encostar na roda do espanhol então nem um nem outro irão conhecer o sabor da vitória do Tour. Por isso caberá a Schleck e à sua equipa tomar também alguma iniciativa. É que Contador pode perder minutos para os perseguidores tal como Schleck, mas o primeiro tem o Contra-Relógio a seu favor algo que Schleck não tem tanto.

Sinto, e o próprio Contador deverá estar a sentir isso, que Schleck está confiante (demonstrado nas suas atitudes) por isso Contador terá que procurar outra solução que não passe por atacar no fim de uma subida. Desgastar Schleck é a solução, mas como? Talvez utilizando Navarro, Tiralongo e Vinokourov para fazer acelerar o ritmo do pelotão. Óbvio que isso poderá sair caro também a Contador mas essa probabilidade é pouca.

Os trinta segundos que o separam é muito pouco e estão ao alcance de Contador. Não duvido das capacidades deste mas temo sobretudo o grande à vontade com que se encontra Andy Schleck. No entanto acredito que amanhã será o dia de Contador, tenho confiança que o espanhol consiga finalmente ganhar alguns segundos ou mesmo a amarela. Talvez por feeling, talvez pelo que tenho visto ao longo do Tour.. mas acredito.

Schleck tem estado muito apreensivo, simplesmente contra ataca. Espera a iniciativa de outros (compreende-se tendo a amarela) mas isso poderá sair caro. É que se ele se sente tão à vontade como demonstra então porque não ganhar mais alguns segundos? Talvez não esteja assim tão fresco como faz transparecer.

Contador amanhã irá querer buscar segundos para depois, senão o fizer noutras etapas, terá o contra relógio para o fazer mas é preferirvel chegar a essa etapa com menos de trinta segundos para recuperar. Continuo a achar que este Tour ainda pende para o lado do espanhol e é amanha que isso se verá de facto.
Estarei com ele.


Alberto Contador @ 1.714 Sportingbet

« Última modificação: 19 de Julho de 2010, 03:42 por Rotsen10 »



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18080
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4632
em: 19 de Julho de 2010, 08:56
Tour de France – 15ª Etapa
19 de Julho, 11h20
Frente a frente: Gesink vs Leipheimer
Pick: H2H: Gesink  1,61 Bet365


A 15ª etapa do Tou será uma dura etapa de montanha nos Pirinéus que inclui 2 contagens de montanha de 2ª categoria e uma contagem final de categoria especial com 19 km de extensão.


Robert Gesink é um trepador clássico de apenas 24 nos da Rabbobank de grande qualidade. Nas etapas mais duras do Tour tem estado entre os primeiros e até podia estar uma posição mais vantajosa não fosse o facto de ter que ajudar o seu chefe-de-fila D. Menchov. È um ciclista que consegue impor um ritmo muito forte nas subidas mais acentuadas e que tem a capacidade de mudar de ritmo e mesmo atacar nas rampas mais acentuadas.
Não é por acaso que é sexto na geral individual.
Para além de lugares de destaque em provas de uma semana, Gesink tem-se mostrado na Vuelta com dois lugares no top-tem (7º e 6º) lugar.

L.Leipheimer é um norte-americano veterano nestas andanças que já tem muita experiência de TOur e já conseguiu alguns lugares honrosos nesta competição. Mas é um ciclista que tem dificuldades em acompanhar os melhores na alta-montanha, como se viu na etapa 14, pois não é um trepador e não consegue impor ritmos muito elevados e seguir os “esticões” de verdadeiros trepadores. Contrpõe isso com a capacidade que tem no contra-relógio, que lhe permite lutar por um lugar na geral, apesar de neste TOur parecer estar em perda.
Tem como maiores destaques dois pódios na Vuelta (2001 e 2008), um terceiro lugar no TOur em 2007 e um quinto lugar no Giro.

Creio que Gesink fará melhor que o americano nesta etapa da montanha, pois Leipheimer parece estar na fase decadente da carreira e na corrida como se viu na etapa 14. À medida que vão avançando os dias torna-se mais difícil para Leipheimer acomopanhar o ritmo. Por outro Levi não é um trepador enquanto Gesink é um puro escalador e isso numa etapa de pura alta-montanha deve fazer a diferença. Ainda por cima Gesink pode contar com a entreajuda de Menchov e Levi está por sua conta.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



Forum de Apostas

Re: [Ciclismo] Tour de France - 15ª Etapa - 19 Julho 2010
« Responder #2 em: 19 de Julho de 2010, 08:56 »

sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18080
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4632
em: 19 de Julho de 2010, 09:17
Tour de France – 15ª Etapa
19 de Julho, 11h20
Frente a frente: C.Moreau vs D.Cunego
Pick: H2H: Cunego  1,60 Sportingbet



D.Cunego é um trepador italiano de primeira água que por  norma entre mal nas grandes corridas mas que depois entra no ritmo nas provas e torna-se um escalador temível, é assim espectável grandes jornadas nas etapas de montanha do italiano até porque luta também pela camisola da montanha. È um ciclista que já passou mal no Tour mas o facto de estar atrasado na geral pode permitir liberdade de ataque quer em fuga, quer ataques  agressivos, mudanças de ritmo em que ele é especialista, no grupo de favoritos. Esta montanha de categoria especial sendo longa não é excessivamente dura servindo as características de Cunego que gosta de alta-montanha com inclinações não muito altas para poder desferir os seus esticões.
Destaque em termos de palmarés para a sua vitória no Giro d`Itália em 2004, para as suas 3 vitórias na clássica Giro da Lombardia e para a vitória numa das mais conceituadas provas de um dia, a Amstel Gold race em 2008.

C.Moreau foi um dos melhores ciclistas franceses da última década mas foi sempre uma promessa adiada na luta pela vitória no TOur. O francês vai sentir cada vez mais dificuldade à medida que a fadiga das duas semanas de competição se for acumulando pois já não é nenhum jovem, tem 39 anos. Para além disso Moreau já não pode aspirar a grande resultado na geral pois ocupa a 33ª posição e isso acaba por ser desmotivante para um ciclista que na década de 2000 lutou por lugares no pódio. Por fim Moreau nunca foi nem nunca será um trepador – defende-se razoavelmente na média /alta montanha mas tem dificuldades com as subidas mais duras do TOur. Contudo é um excelente contra-relogista.
Moreau em termos de palmarés tem um grande destaque o Tour do seu país: 4º lugar em 2000 e 8º lugar em 2003 e venceu também os campeonatos de França em 2007.

D.Cunego pela sua frescura física, Moreau acusa a sua veterania, deve passar melhor esta sequência de etapas montanhosas, acresce o facto de estas etapas nos Pirinéus são muito duras, o que condiz com a condição de trepador de Cunego enquanto Moreau nunca foi um trepador e sempre jogou à defesa nas etapas de alta-montanha. Por fim a etapa muito dura de ontem serve de referência ao que se pode passar hoje: Cunego ao ataque na luta pelos pontos da Montanha e Moreau a chegar á meta em grupos mais recuados em relação à luta pela vitória.

O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



ExpertBoy

  • HighRoller
  • E
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    8014
    Pts Tipsr:
    59
em: 19 de Julho de 2010, 10:32
Ciclismo - Tour de France
19 de Julho - 11h20m

Alberto Contador vs Andy Schleck

O duelo entre o luxemburguês Andy Schleck e o espanhol Alberto Contador tem sido um dos principais interesses do Tour, senão mesmo o principal interesse. Desde cedo a luta ficou reduzida a estes dois homens da montanha. Deixandos os Alpes para trás, Schleck assumiu a liderança com um par de segundos à frente do ultimo vencedor do Tour. Outros potencias vencedores, por azar ou fraqueiza, ficaram-se por lá e agora lutam por um lugar no Top10.

Será a 15ª Etapa. Deixados para trás os primeiros picos dos Pirineus, entramos noutros de grande dificuldade. Duas contagens de 2ª Categoria e uma Categoria Especial para dificultar a vida do pelotão cada vez mais reduzido e onde felizmente ainda estão dois nossos portugueses. Poderá ser uma da ultimas oportunidades, em Montanha, para Contador tentar a sua sorte e ir buscar a camisola amarela que este ano está a ser muito dificil para ele de conquistar pois o seu principal rival parece transpirar confiança e sobretudo uma enorme condição fisica.

Na 14ª Etapa Contador jogou bem tactimente. Dada tanta passividade de Schleck, o espanhol preferiu perder alguns segundos para os restantes perseguidores na classificação e fazer entender ao luxemburguês que existem outros homens na luta e que se o camisola amarela não ajudar também e limitar-se a encostar na roda do espanhol então nem um nem outro irão conhecer o sabor da vitória do Tour. Por isso caberá a Schleck e à sua equipa tomar também alguma iniciativa. É que Contador pode perder minutos para os perseguidores tal como Schleck, mas o primeiro tem o Contra-Relógio a seu favor algo que Schleck não tem tanto.

Sinto, e o próprio Contador deverá estar a sentir isso, que Schleck está confiante (demonstrado nas suas atitudes) por isso Contador terá que procurar outra solução que não passe por atacar no fim de uma subida. Desgastar Schleck é a solução, mas como? Talvez utilizando Navarro, Tiralongo e Vinokourov para fazer acelerar o ritmo do pelotão. Óbvio que isso poderá sair caro também a Contador mas essa probabilidade é pouca.

Os trinta segundos que o separam é muito pouco e estão ao alcance de Contador. Não duvido das capacidades deste mas temo sobretudo o grande à vontade com que se encontra Andy Schleck. No entanto acredito que amanhã será o dia de Contador, tenho confiança que o espanhol consiga finalmente ganhar alguns segundos ou mesmo a amarela. Talvez por feeling, talvez pelo que tenho visto ao longo do Tour.. mas acredito.

Schleck tem estado muito apreensivo, simplesmente contra ataca. Espera a iniciativa de outros (compreende-se tendo a amarela) mas isso poderá sair caro. É que se ele se sente tão à vontade como demonstra então porque não ganhar mais alguns segundos? Talvez não esteja assim tão fresco como faz transparecer.

Contador amanhã irá querer buscar segundos para depois, senão o fizer noutras etapas, terá o contra relógio para o fazer mas é preferirvel chegar a essa etapa com menos de trinta segundos para recuperar. Continuo a achar que este Tour ainda pende para o lado do espanhol e é amanha que isso se verá de facto.
Estarei com ele.



Alberto Contador @ 1.714 Sportingbet


 :shock: :shock: :shock:

Tirando as duas últimas etapas, o único que tem atacado é o Schleck! O Contador tem-se limitado a seguir na roda porque sabe que os 30-40s serão, à partida, suficientes para ganhar o Tour no CR. E amanhã, depois da subida, há uma descida de 30km, por isso é quase certo que o Contador não vai atacar, a menos que o Schleck se sinta mal, o que não é previsível.
A Astana irá impor um ritmo forte durante a subida, mas o mais provavel é chegar um pequeno grupo junto ao topo da montanha. O Contador sabe que ainda tem a chegada ao Tourmalet, que é perfeita para ele.



lmprego

  • HighRoller
  • l
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    11776
    Pts Tipsr:
    373
em: 19 de Julho de 2010, 11:27
Ciclismo - Tour de France
19 de Julho - 11h20m

Alberto Contador vs Andy Schleck

O duelo entre o luxemburguês Andy Schleck e o espanhol Alberto Contador tem sido um dos principais interesses do Tour, senão mesmo o principal interesse. Desde cedo a luta ficou reduzida a estes dois homens da montanha. Deixandos os Alpes para trás, Schleck assumiu a liderança com um par de segundos à frente do ultimo vencedor do Tour. Outros potencias vencedores, por azar ou fraqueiza, ficaram-se por lá e agora lutam por um lugar no Top10.

Será a 15ª Etapa. Deixados para trás os primeiros picos dos Pirineus, entramos noutros de grande dificuldade. Duas contagens de 2ª Categoria e uma Categoria Especial para dificultar a vida do pelotão cada vez mais reduzido e onde felizmente ainda estão dois nossos portugueses. Poderá ser uma da ultimas oportunidades, em Montanha, para Contador tentar a sua sorte e ir buscar a camisola amarela que este ano está a ser muito dificil para ele de conquistar pois o seu principal rival parece transpirar confiança e sobretudo uma enorme condição fisica.

Na 14ª Etapa Contador jogou bem tactimente. Dada tanta passividade de Schleck, o espanhol preferiu perder alguns segundos para os restantes perseguidores na classificação e fazer entender ao luxemburguês que existem outros homens na luta e que se o camisola amarela não ajudar também e limitar-se a encostar na roda do espanhol então nem um nem outro irão conhecer o sabor da vitória do Tour. Por isso caberá a Schleck e à sua equipa tomar também alguma iniciativa. É que Contador pode perder minutos para os perseguidores tal como Schleck, mas o primeiro tem o Contra-Relógio a seu favor algo que Schleck não tem tanto.

Sinto, e o próprio Contador deverá estar a sentir isso, que Schleck está confiante (demonstrado nas suas atitudes) por isso Contador terá que procurar outra solução que não passe por atacar no fim de uma subida. Desgastar Schleck é a solução, mas como? Talvez utilizando Navarro, Tiralongo e Vinokourov para fazer acelerar o ritmo do pelotão. Óbvio que isso poderá sair caro também a Contador mas essa probabilidade é pouca.

Os trinta segundos que o separam é muito pouco e estão ao alcance de Contador. Não duvido das capacidades deste mas temo sobretudo o grande à vontade com que se encontra Andy Schleck. No entanto acredito que amanhã será o dia de Contador, tenho confiança que o espanhol consiga finalmente ganhar alguns segundos ou mesmo a amarela. Talvez por feeling, talvez pelo que tenho visto ao longo do Tour.. mas acredito.

Schleck tem estado muito apreensivo, simplesmente contra ataca. Espera a iniciativa de outros (compreende-se tendo a amarela) mas isso poderá sair caro. É que se ele se sente tão à vontade como demonstra então porque não ganhar mais alguns segundos? Talvez não esteja assim tão fresco como faz transparecer.

Contador amanhã irá querer buscar segundos para depois, senão o fizer noutras etapas, terá o contra relógio para o fazer mas é preferirvel chegar a essa etapa com menos de trinta segundos para recuperar. Continuo a achar que este Tour ainda pende para o lado do espanhol e é amanha que isso se verá de facto.
Estarei com ele.



Alberto Contador @ 1.714 Sportingbet


 :shock: :shock: :shock:

Tirando as duas últimas etapas, o único que tem atacado é o Schleck! O Contador tem-se limitado a seguir na roda porque sabe que os 30-40s serão, à partida, suficientes para ganhar o Tour no CR. E amanhã, depois da subida, há uma descida de 30km, por isso é quase certo que o Contador não vai atacar, a menos que o Schleck se sinta mal, o que não é previsível.
A Astana irá impor um ritmo forte durante a subida, mas o mais provavel é chegar um pequeno grupo junto ao topo da montanha. O Contador sabe que ainda tem a chegada ao Tourmalet, que é perfeita para ele.

Desde que está de camisola amarela não me lembro de Schelck atacar :roll: :roll:



ExpertBoy

  • HighRoller
  • E
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    8014
    Pts Tipsr:
    59
em: 19 de Julho de 2010, 11:49
Ciclismo - Tour de France
19 de Julho - 11h20m

Alberto Contador vs Andy Schleck

O duelo entre o luxemburguês Andy Schleck e o espanhol Alberto Contador tem sido um dos principais interesses do Tour, senão mesmo o principal interesse. Desde cedo a luta ficou reduzida a estes dois homens da montanha. Deixandos os Alpes para trás, Schleck assumiu a liderança com um par de segundos à frente do ultimo vencedor do Tour. Outros potencias vencedores, por azar ou fraqueiza, ficaram-se por lá e agora lutam por um lugar no Top10.

Será a 15ª Etapa. Deixados para trás os primeiros picos dos Pirineus, entramos noutros de grande dificuldade. Duas contagens de 2ª Categoria e uma Categoria Especial para dificultar a vida do pelotão cada vez mais reduzido e onde felizmente ainda estão dois nossos portugueses. Poderá ser uma da ultimas oportunidades, em Montanha, para Contador tentar a sua sorte e ir buscar a camisola amarela que este ano está a ser muito dificil para ele de conquistar pois o seu principal rival parece transpirar confiança e sobretudo uma enorme condição fisica.

Na 14ª Etapa Contador jogou bem tactimente. Dada tanta passividade de Schleck, o espanhol preferiu perder alguns segundos para os restantes perseguidores na classificação e fazer entender ao luxemburguês que existem outros homens na luta e que se o camisola amarela não ajudar também e limitar-se a encostar na roda do espanhol então nem um nem outro irão conhecer o sabor da vitória do Tour. Por isso caberá a Schleck e à sua equipa tomar também alguma iniciativa. É que Contador pode perder minutos para os perseguidores tal como Schleck, mas o primeiro tem o Contra-Relógio a seu favor algo que Schleck não tem tanto.

Sinto, e o próprio Contador deverá estar a sentir isso, que Schleck está confiante (demonstrado nas suas atitudes) por isso Contador terá que procurar outra solução que não passe por atacar no fim de uma subida. Desgastar Schleck é a solução, mas como? Talvez utilizando Navarro, Tiralongo e Vinokourov para fazer acelerar o ritmo do pelotão. Óbvio que isso poderá sair caro também a Contador mas essa probabilidade é pouca.

Os trinta segundos que o separam é muito pouco e estão ao alcance de Contador. Não duvido das capacidades deste mas temo sobretudo o grande à vontade com que se encontra Andy Schleck. No entanto acredito que amanhã será o dia de Contador, tenho confiança que o espanhol consiga finalmente ganhar alguns segundos ou mesmo a amarela. Talvez por feeling, talvez pelo que tenho visto ao longo do Tour.. mas acredito.

Schleck tem estado muito apreensivo, simplesmente contra ataca. Espera a iniciativa de outros (compreende-se tendo a amarela) mas isso poderá sair caro. É que se ele se sente tão à vontade como demonstra então porque não ganhar mais alguns segundos? Talvez não esteja assim tão fresco como faz transparecer.

Contador amanhã irá querer buscar segundos para depois, senão o fizer noutras etapas, terá o contra relógio para o fazer mas é preferirvel chegar a essa etapa com menos de trinta segundos para recuperar. Continuo a achar que este Tour ainda pende para o lado do espanhol e é amanha que isso se verá de facto.
Estarei com ele.



Alberto Contador @ 1.714 Sportingbet


 :shock: :shock: :shock:

Tirando as duas últimas etapas, o único que tem atacado é o Schleck! O Contador tem-se limitado a seguir na roda porque sabe que os 30-40s serão, à partida, suficientes para ganhar o Tour no CR. E amanhã, depois da subida, há uma descida de 30km, por isso é quase certo que o Contador não vai atacar, a menos que o Schleck se sinta mal, o que não é previsível.
A Astana irá impor um ritmo forte durante a subida, mas o mais provavel é chegar um pequeno grupo junto ao topo da montanha. O Contador sabe que ainda tem a chegada ao Tourmalet, que é perfeita para ele.

Desde que está de camisola amarela não me lembro de Schelck atacar :roll: :roll:


Se calhar porque não precisa não? Tirando esta última etapa o Contador também nunca tinha atacado...

Já para não falar na etapa 9 onde o Schleck atacou umas 4 ou 5 vezes e o Contador limitou-se a ir na roda, na etapa em que ganhou o Casar depois da longa descida...
« Última modificação: 19 de Julho de 2010, 11:56 por ExpertBoy »



lmprego

  • HighRoller
  • l
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    11776
    Pts Tipsr:
    373
em: 19 de Julho de 2010, 11:59
Ciclismo - Tour de France
19 de Julho - 11h20m

Alberto Contador vs Andy Schleck

O duelo entre o luxemburguês Andy Schleck e o espanhol Alberto Contador tem sido um dos principais interesses do Tour, senão mesmo o principal interesse. Desde cedo a luta ficou reduzida a estes dois homens da montanha. Deixandos os Alpes para trás, Schleck assumiu a liderança com um par de segundos à frente do ultimo vencedor do Tour. Outros potencias vencedores, por azar ou fraqueiza, ficaram-se por lá e agora lutam por um lugar no Top10.

Será a 15ª Etapa. Deixados para trás os primeiros picos dos Pirineus, entramos noutros de grande dificuldade. Duas contagens de 2ª Categoria e uma Categoria Especial para dificultar a vida do pelotão cada vez mais reduzido e onde felizmente ainda estão dois nossos portugueses. Poderá ser uma da ultimas oportunidades, em Montanha, para Contador tentar a sua sorte e ir buscar a camisola amarela que este ano está a ser muito dificil para ele de conquistar pois o seu principal rival parece transpirar confiança e sobretudo uma enorme condição fisica.

Na 14ª Etapa Contador jogou bem tactimente. Dada tanta passividade de Schleck, o espanhol preferiu perder alguns segundos para os restantes perseguidores na classificação e fazer entender ao luxemburguês que existem outros homens na luta e que se o camisola amarela não ajudar também e limitar-se a encostar na roda do espanhol então nem um nem outro irão conhecer o sabor da vitória do Tour. Por isso caberá a Schleck e à sua equipa tomar também alguma iniciativa. É que Contador pode perder minutos para os perseguidores tal como Schleck, mas o primeiro tem o Contra-Relógio a seu favor algo que Schleck não tem tanto.

Sinto, e o próprio Contador deverá estar a sentir isso, que Schleck está confiante (demonstrado nas suas atitudes) por isso Contador terá que procurar outra solução que não passe por atacar no fim de uma subida. Desgastar Schleck é a solução, mas como? Talvez utilizando Navarro, Tiralongo e Vinokourov para fazer acelerar o ritmo do pelotão. Óbvio que isso poderá sair caro também a Contador mas essa probabilidade é pouca.

Os trinta segundos que o separam é muito pouco e estão ao alcance de Contador. Não duvido das capacidades deste mas temo sobretudo o grande à vontade com que se encontra Andy Schleck. No entanto acredito que amanhã será o dia de Contador, tenho confiança que o espanhol consiga finalmente ganhar alguns segundos ou mesmo a amarela. Talvez por feeling, talvez pelo que tenho visto ao longo do Tour.. mas acredito.

Schleck tem estado muito apreensivo, simplesmente contra ataca. Espera a iniciativa de outros (compreende-se tendo a amarela) mas isso poderá sair caro. É que se ele se sente tão à vontade como demonstra então porque não ganhar mais alguns segundos? Talvez não esteja assim tão fresco como faz transparecer.

Contador amanhã irá querer buscar segundos para depois, senão o fizer noutras etapas, terá o contra relógio para o fazer mas é preferirvel chegar a essa etapa com menos de trinta segundos para recuperar. Continuo a achar que este Tour ainda pende para o lado do espanhol e é amanha que isso se verá de facto.
Estarei com ele.



Alberto Contador @ 1.714 Sportingbet


 :shock: :shock: :shock:

Tirando as duas últimas etapas, o único que tem atacado é o Schleck! O Contador tem-se limitado a seguir na roda porque sabe que os 30-40s serão, à partida, suficientes para ganhar o Tour no CR. E amanhã, depois da subida, há uma descida de 30km, por isso é quase certo que o Contador não vai atacar, a menos que o Schleck se sinta mal, o que não é previsível.
A Astana irá impor um ritmo forte durante a subida, mas o mais provavel é chegar um pequeno grupo junto ao topo da montanha. O Contador sabe que ainda tem a chegada ao Tourmalet, que é perfeita para ele.

Desde que está de camisola amarela não me lembro de Schelck atacar :roll: :roll:


Se calhar porque não precisa não? Tirando esta última etapa o Contador também nunca tinha atacado...

Já para não falar na etapa 9 onde o Schleck atacou umas 4 ou 5 vezes e o Contador limitou-se a ir na roda, na etapa em que ganhou o Casar depois da longa descida...

Não precisa ? deve ser com 30 segundos que vai ganhar o tour no contra-relógio ao Contador. Depois o Contador já tinha atacado antes desta etapa ;)



Forum de Apostas

Re: [Ciclismo] Tour de France - 15ª Etapa - 19 Julho 2010
« Responder #7 em: 19 de Julho de 2010, 11:59 »

Rotsen10

  • Magnata
  • R
  • Estado:
    Online
  • Registo: Mai 2009
  • Localidade: Porto
  • Mensagens:
    23305
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1311
em: 19 de Julho de 2010, 13:24
Com a amarela o Schleck nada fez. O Contador também já atacou neste Tour. Ontem e na etapa em que ganhou 10 segundos..



Carlos Gonçalves

  • Multimilionário
  • C
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2007
  • Localidade: Guimarães
  • Mensagens:
    6628
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    219
em: 19 de Julho de 2010, 16:07
Com a amarela o Schleck nada fez. O Contador também já atacou neste Tour. Ontem e na etapa em que ganhou 10 segundos..

ok, tá explicado o que dizes nos comentários.



ExpertBoy

  • HighRoller
  • E
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    8014
    Pts Tipsr:
    59
em: 19 de Julho de 2010, 16:30
Afinal tinha mesmo razão e o Contador limitou-se a seguir o Andy, que foi o único a atacar.

Ah não, o Contador também atacou, mas foi quando o Andy parou por causa de um problema mecânico  :tapado:



Carlos_Lucas

  • Administrador
  • C
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2006
  • Localidade: Faralhão
  • Mensagens:
    58573
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1395
em: 19 de Julho de 2010, 19:10




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina