Autor Tópico: [Bruno] Rescaldo Diário dos jogos do Mundial 2010  (Lida 171 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    226909
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 11 de Junho de 2010, 19:29

Jogo com duas partes muito distintas, uma 1º parte de domínio Mexicano a todos os niveis e uma 2º parte com um golo a abrir da RSA que desfigurou o México para pior. Empate no fim do jogo graças a um erro típico das equipas africanas e as suas ingenuidades. Resultado justo no final do tempo.

África do Sul:

Disposição táctica super rígida, A RSA jogou os 90 minutos com o mesmo esquema táctico, 4-2-3-1.

Comecemos pelo guarda redes, sensacional, dotado de reflexos rapidissimos, fez assim 2 ou 3 defesas fabulosas onde também demonstrou uma enorme segurança e concentração. Apenas me pareceu ter demasiado receio em sair dos postes, creio que no 1 para 1 é muito fácil de bater.

Defendem muito atrás, chegando mesmo na maioria do tempo a defender perto da sua área, pressão super baixa o que facilita o ataque organizado adversário se este for rápido nas transições. O defesa esquerdo é o elo mais fraco do 11 inicial, na 1º parte isto foi tão grave que dava a sensação que a RSA estava a jogar com menos um elemento em campo. Dois defesas centrais muito ingénuos quanto fracos, denotam uma gritante falta de sentido posicional como nas marcações, nas bolas paradas isto ainda é mais notório sublinhando a total incompetência no jogo aéreo.

O meio campo africano é como se não existisse, a linha intermédia passou os 90 minutos colada À linha defensiva com receio de subir no terreno, acresce a este problema um outro, denunciam por completo os passes nas transições ofensivas tornando-se alvo fácil para o meio campo adversário.

Por fim a frente de ataque resume-se aos contra ataques rapidissimos, o ataque organizado praticamente não existe pois a RSA nunca quis colocar jogadores suficiente na frente para provocarem perigo.

Jogadores em destaque:

 :arrow: Guarda Redes - Como já disse, super concentrado, demonstrou uma enorme segurança e reflexos fantásticos.
 :arrow: Piennar - O jogador mais fino desta selecção, dotado de uma colocação de passe muito acima da média e uma capacidade de sentido posicional e desmarcação para os flancos soberbas.A bola passa quase sempre e bem por este.
 :arrow: Tshabalala - De longe o melhor jogador em campo, que velocidade, que pulmão! encheu o campo! como se isto não bastasse foi o unico jogador a criar perigo e foi deste o golo da RSA. Um golo fantástico cheio de potencia e colocação, jogador a acompanhar atentamente!

Pontos Fracos:
 :arrow: Os 2 centrais e Bolas paradas a nivel defensivo.
 :arrow: Inexistência de pressão sem bola.
 :arrow: Inexistência de jogadores suficientes na frente.

Pontos Fortes:
 :arrow: GR e o Tshabalala.
 :arrow: Velocidade no contra ataque, qualquer defesa mais lenta ficará em apuros contra estes.



MÉXICO:

Sem bola o México apresentou-se num 4-3-3 que se desdobrou num 3-5-2 com bola, R Márquez recuou sempre para os laterais poderem subir.

Começando pelo guarda redes, o pior jogador em campo do México, nunca agarra a bola à primeira e sai sempre fora de tempo nas bolas paradas, apesar de não ter culpa no golo demonstrou uma insegurança assustadora. É o elo mais fraco.

Defesas muito lentos no contra pé, sempre que foram apanhados em contra pé não só não conseguiram apanhar os velozes africanos como muito menos conseguiram fazer as dobras aos laterais nesta situações. O espelho desta imagem foi o Central Osório sempre batido em velocidade e nunca conseguiu fazer as dobras aos lateral com este em corrida. Salvou-se a pressão alta feita logo no meio campo adversário que evitou males maiores.

Dominaram totalmente o meio-campo no primeiro tempo com constantes trocas de bolas sempre facilidades pela falta de pressão da selecção Africana, mais técnica, mais passes acertados e mais remates perigosos. No 2º tempo e com o golo Africano o meio campo Mexicano ficou desfigurado para pior, desanimaram ou mostraram um cansaço muito estranho.

Na frente de ataque destaca-se claramente um jogador, Dos Santos, sempre irrequieto, um tormento para a defesa Africana, ora aparece nos flancos como aparece desmarcado no centro da área, melhor jogador em campo do México. Dependência total do flanco direito, o México passou o jogo todo a cruzar bolas, mesmo usando o passe longo, para o flanco direito, ora para Dos Santos ora para Aguilar,, Flanco esquerdo? não se viu. Excelentes triangulações À entrada da área, o México quase marcou por 2 ou 3 vezes desta forma.

Jogadores em destaque:

 :arrow: Dos Santos - Pelas razões que já disse.

Pontos Fracos:
 :arrow: Lentidão dos defesas, centrais fáceis de se lhes partirem os rins em contra pé.
 :arrow: Lentidão profundamente irritante na transição defesa ataque, procuraram sempre o ataque organizado mas de forma tão enfadonha que foram sempre presas fáceis.

Pontos Fortes:
 :arrow: Dos Santos.
 :arrow: Pressão Alta e distancia entre sectores sempre curta.



Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    226909
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 12 de Junho de 2010, 01:29

Jogo mais que previsível com muito pouco para contar, tipico jogo de 1º jornada, ninguém quer arriscar nada pois ninguém quer perder. Duas equipas muito semelhantes que encaixaram tacticamente desde o primeiro minuto. Muito medo, muita luta, muita falta de criatividade, ou seja, muito pouco futebol se viu hoje.

URUGUAI:

Jogaram os 90 minutos com o mesmo esquema táctico, 4-2-2.

Defesa muito bem organizada, defesa À zona onde raramente os jogadores perderam o sentido posicional, pressão baixa, pressionaram muito pouco e só no seu ultimo terço do terreno. Laterais sempre muito subidos o que dificultou muito as dobras aos flancos e permitiu muito espaço nos corredores que terminaram sempre em cruzamentos perigosos.

Meio campo muito pouco povoado pois tiveram os sectores muito separados com os médios muito recuados deixando o Forlan e o Suarez muito sozinhos na frente.

Ataque pouco organizado, basearam-se quase sempre, e bem, na velocidade e no contra ataque com passes longos e rasgados quase sempre para o incontornável Forlan.

Jogadores em destaque:
 :arrow: Sem nenhuma surpresa Forlan, sempre endiabrado ora na direita ora na esquerda com rapidissimas desmarcações que criaram sempre perigo! Este Forlan com um jogador melhorzito ao seu lado e o Uruguai seria um caso sério na frente.
 :arrow: Pela negativa o Gonzales que esteve mas não esteve em campo, praticamente não se viu. Também pela negativa o imberbe do jorgador que veio render este na 2º parte, o Nicolas LODEIRO que mal entrou e foi expulso.

Pontos Fracos:
 :arrow: Falta total de pressão quando não têm a posse de bola.
 :arrow: Enorme dependência do que o Forlan pode ou não fazer.

Pontos Fortes:
 :arrow: Rapidez com que jogam no contra ataque, sempre perigosos.
 :arrow: Um ponto mais fraco é também um ponto mais forte - Forlan.



FRANÇA:

Jogaram os 90 minutos com o mesmo esquema táctico, 4-1-4-1.

Muito seguros na defesa sempre com 2 jogadores a pressionar o homem com a bola. Pressão alta.

Meio campo muito disciplinado sempre perto dos outro sectores, muito pouco passe falhado e maior posse de bola.

Ataque sempre organizado mais demasiado afunilado no centro do terreno, esta França não sabe utilizar os flancos e joga muito por dentro. Mesmo assim meteram sempre muito pouca gente na área adversária o que resultou em muito remate de meia distancia e de fora da área

Jogadores em destaque:
 :arrow: Ribery, é um jogador que enche o campo, o Ribery tanto veio atrás inúmeras vezes À defesa recuperar bolas como na maioria das vezes foi ele que conduziu o ataque, sempre rápido e certeiro no passe.

Pontos Fracos:
 :arrow: Enorme dependência do que o Ribery pode ou não fazer.
 :arrow: Frente de ataque sempre muito pouco povoada.

Pontos Fortes:
 :arrow: A eterna falta de coragem do Domenech, se queria ganhar não era o Anelka que substituía pelo Henry como fez. Só com mais um jogador e lá para o fim é que abriu a pestana, tarde demais como costume.
 :arrow: Um ponto mais fraco é também um ponto mais forte - Ribery.
 :arrow: Enorme facilidade e vontade como que vários jogadores franceses rematam de meia distancia e de fora da área.




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina