Autor Tópico: [Ciclismo] Giro d'Italia - 8 a 30 de Maio de 2010  (Lida 4097 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 04 de Maio de 2010, 16:58

Este fim-de-semana terá ínicio mais uma edição da volta à Itália. O Giro é uma das três grandes provas por etapas do calendários internacional e já vai para a sua 93ª edição, entre os ciclistas mais ganhadores temos o belga Eddy Merckx e os italianos Fausto Coppi e Alfredo Binda, todos com cinco vitórias.


Edição Anterior

No ano passado tivémos uma edição muito disputada, Menchov venceu a prova com alguns segundos de vantagem sobre Di Luca que posteriormente seria desqualificado por doping. Assim o russo foi acompanhado por Pellizotti e por Sastre no pódio.
A prova também marcou o regresso de Lance Armstrong às grandes competições, o americano participou com o objectivo de treinar para a volta à França, mas mesmo assim terminou no décimo primeiro lugar. Nas restantes classificações tivémos o italiano Garzelli a vencer a camisola da montanha, Menchov juntou a camisola dos pontos à camisola rosa e o belga Seeldrayers venceu a classificação da juventude.


Top10 em 2009
[youtube=275,200]<object width="480" height="385"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/Ai34fnYok4U&hl=pt_BR&fs=1&"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/Ai34fnYok4U&hl=pt_BR&fs=1&" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="480" height="385"></embed></object>[/youtube]
Alguns momentos de 2009


Edição 2010


Percurso


Altimetria geral

Como podemos ver pelo mapa da prova, esta edição do Giro terá ínicio em terras holandesas.

A primeira etapa será um curto e plano contra-relógio individual de 8.4 km que será corrido na cidade de Amesterdão, seguem-se depois duas etapas planas que deverão ser destinadas aos sprinters, depois teremos o primeiro dia de descanso que também servirá para deslocar-se toda a caravana para Itália.

Depois do dia de descanso, a quarta etapa marcará o começo da "verdadeira" competição, teremos um contra-relógio colectivo de mais de 30km, o percurso é ligeiramente a subir e pode prejudicar ainda mais as equipas com menos capacidades nesta vertente. Posteriormente teremos duas etapas que embora um pouco acidentadas, não possuem um final exigente, mas o mesmo não se pode dizer da sétima etapa que terá final em Montalcino e pode ser comparada a uma clássica. A oitava etapa será o primeiro grande teste aos candidatos, teremos a subida ao Monte Termillino, será uma subida longa e com inclinações máximas na ordem dos 12%.

Seguem-se depois três etapas que vão subindo gradualmente de dificuldade, serão etapas complicadas de prever, porque poderemos assistir a ataques, ao sucesso de fugas ou a chegadas ao sprint, pelo menos no primeiro dia. Depois desta série de dias duros, teremos mais uma oportunidade para os sprinters, a 13ª etapa voltará a ser acidentada e penso que pode ser mais um dia para uma fuga ter sucesso, até porque no dia seguinte teremos uma etapa com uma subida duríssima apesar de ser concluída a mais de 40km da meta.

No décimo quinta dia de competição voltam as chegadas em alto com a subida ao Monte Zocolan(10km com 22% de inclinação máxima e 11.9% de média), esta etapa deverá ser marcada por vários ataques, uma vez que teremos dia de descanso a seguir. A décima sexta etapa será uma crono-escalada de 12.9 km, será um momento chave da prova mas não completamente decisivo, porque ainda faltará vária montanha, como podemos ver na décima sétima etapa que terá mais uma chegada em alto, segue-se uma etapa plana que será ideal para recuperar forças para uma etapa de alta montanha que teremos ao décimo nono dia de competição.

A penúltima etapa tem de ser considerada a etapa rainha, será um sobe e desce constante ao longo de 178km com cinco contagens de montanha. Como se ainda não tivéssemos tido dureza suficiente, o Giro não terá etapa de consagração e terminará com um contra-relógio de 15.3km na cidade de Verona, o seu percurso contém uma subida e assim poderemos assistir a alguns acertos na classificação geral.


Participantes

Teremos vinte e duas equipas a participar neste Giro, algumas sem grandes ambições à classificação geral, mas temos outras que apostam muito forte nesta prova, especialmente as italianas como seria de esperar. Vejamos a listagem dos participantes de cada conjunto:

Acqua e Sappone conta com o veterano Garzelli que já venceu a prova por uma vez, o jovem Francesco Masciarelli poderá ser outro dos destaques desta equipa.
Equipa:  Stefano Garzelli, Dario Andriotto, Massimo Codol, Alessandro Donati, Francesco Failli, Andrea Masciarelli, Francesco Masciarelli, Vladimir Miholjevic, Cayetano Sarmiento.

Os franceses da Ag2r sofreram um revés com as suspeitas de doping sobre Valjavec, mas ainda assim contam com Alexander Efimkin e o francês Gadret para ter algum destaque.
Equipa: Guillaume Bonnafond, Alexander Efimkin, John Gadret, Sébastien Hinault, Yuriy Krivtsov, René Mandri, Anthony Ravard, Ludovic Turpin, Hubert Dupont.

Androni Giocattoli é uma equipa com homens de qualidade na montanha, com principal destaque para Scarponi, ao seu lado terá ainda homens como Serpa, Bertagnoli e Rodriguez.
Equipa: Michele Scarponi, Jose Serpa, Carlos Ochoa, Jackson Rodriguez, Leonardo Bertagnoli, Alessandro Bertolini, Alberto Loddo, Rubens Bertogliati, Cameron Wurf.

A Astana irá apostar em Vinokourov, e apresenta um elenco com capacidades para auxiliar o seu líder na montanha, se olharmos a nomes como Jufre, Iglinsky e Tiralongo podemos ver que o cazaque não deverá andar sozinho nas subidas. O italiano Gasparotto pode tentar surpreender em alguma etapa mais selectiva.
Equipa: Alexandre Vinokourov, Alexandr Dyachenko, Valentin Iglinksy, Roman Kireyev, Gorazd Stangelj, Enrico Gasparotto, Andriy Grivko, Josep Jufre, Paolo Tiralongo.

BMC é uma das equipas continentais presentes na prova, contam com o grande favorito para as casas de apostas, Cadel Evans, veremos se o campeão do mundo terá uma equipa à sua altura.
Equipa: Cadel Evans, Brent Bookwalter, Martin Kohler, Jeffry Louder, Mauro Santambrogio, John Murphy, Michael Schär, Florian Stalder, Danilo Wyss.

Bouygues deverá apostar em conquistar uma vitória numa etapa através dos franceses Voeckler ou Bonnet. O russo Trofimov pode fazer algo na montanha se estiver bem.
Equipa:  Thomas Voeckler, Yukiya Arashiro, William Bonnet, Anthony Charteau, Mathieu Claude, Damien Gaudin, Guillaume Le Floch, Yury Trofimov, Johann Tschopp.

Caisse d'Epargne apresenta uma equipa muito forte para a montanha como é seu hábito. O italiano Bruseghin e o espanhol Arroyo poderão ser os destaques de uma equipa que ainda conta com homens como Kiryienka e Uran.
Equipa: Andrey Amador, David Arroyo, Marzio Bruseghin, Arnold Jeannesson, Vasil Kiryienka, Pablo Lastras, Alberto Losada, Rigoberto Uran, Xavier Zandio.

A Cervelo terá em Carlos Sastre um candidato à vitória, o espanhol deverá ter um bom acompanhamento na montanha graças aos seus compatriotas Cuesta e Tondo. O lituano Konovalovas pode ser importante no contra-relógio colectivo.
Equipa: Iñigo Cuesta, Volodimir Gustov, Ted King, Ignatas Konovalovas, Daniel Lloyd, Gabriel Rasch, Carlos Sastre, Xavier Tondo, Marcel Wyss.

A Cofidis apresenta-se com o seu melhor trepador, o francês David Moncoutié e poderá ter no colombiano Duque um homem para surpreender nos sprints.
Equipa: David Moncoutié, Leonardo Duque, Guillaume Blot, Mickaël Buffaz, Remi Cusin, Julien Fouchard, Damien Monier, Nico Sijmens, Kalle Kriit.

A equipa irlandesa Colnago é uma das equipas continentais presentes na competição, o seu elenco será todo italiano e terá como destaque Pozzovivo para a montanha e Modolo para os sprints.
Equipa: Manuel Belletti, Alessandro Bisolti, Federico Canuti, Marco Frapporti, Stefano Pirazzi, Alan Marangoni, Sacha Modolo, Domenico Pozzovivo, Simone Stortoni.

A Columbia será uma das equipas a ter em conta no contra-relógio por equipas e o alemão Greipel deverá ser sinónimo de vitórias nas chegadas ao sprint.
Equipa: Michael Albasini, Matt Goss, Adam Hansen, Andre Greipel, Marcel Sieberg, Craig Lewis, Marco Pinotti, Frantisek Rabon, Vicente Reynes.

Footon-Servetto apresenta-se com uma equipa bastante jovem, o italiano Cappechi esteve bem na Romandia e poderá ser o destaque do conjunto.
Equipa: Giampolo Cheula, Matthias Brändle, Markus Eibegger, Eros Capecchi, Michele Merlo, Ermano Capelli, Marco Corti, Iban Mayoz, Martin Pedersen.

David Millar poderá ser o destaque da Garmin que deverá ser uma das equipas a estar melhor no contra-relógio por equipas. Trazem um conjunto bastante interessante com Vandevelde e o sprinter Tyler Farrar. O jovem Daniel Martin também poderá ter algumas aspirações na montanha.
Equipa: David Millar, Christian Vandevelde, Tyler Farrar, Jack Bobridge, Julian Dean, Murilo Fischer, Daniel Martin, Cameron Meyer, Svein Tuft.

Os russos da Katusha apresentam-se com uma equipa bastante forte, Karpets e Caruso podem fazer mossa na montanha, o italiano Filippo Pozzato e o veterano australiano Robbie McEwen podem significar vitórias.
Equipa: Filippo Pozzato, Giampaolo Caruso, Robbie McEwen, Luca Mazzanti, Vladimir Karpets, Joan Horrach, Mikhail Ignatyev, Evgueni Petrov, Sergey Klimov.

Para esta temporada a Lampre reedita a dupla Simoni e Cunego, um duo fortíssimo para a montanha, o veterano Pettachi estará certamente na luta pelos sprints e terá em Danilo Hondo um auxílio muito importante.
Equipa: Gilberto Simoni, Damiano Cunego, Alessandro Petacchi, Danilo Hondo, Matteo Bono, David Loosli, Marco Marzano, Daniele Righi, Alessandro Spezialetti.

Os italiano da Liquigas viram-se obrigados a substituir Pellizotti por Nibali e assim penso que Basso terá a porta aberta para liderar a equipa, o sprinter da equipa, Bennati também foi retirado da formação à última hora.
Equipa: Ivan Basso, Vincenzo Nibali, Valerio Agnoli, Maciej Bodnar, Tiziano Dall'Antonia, Robert Kiserlovski, Fabio Sabatini, Sylvester Szmyd, Alessandro Vanotti.

Os alemães da Milram deverá depender muito de um bom momento de Gerdemann para obter alguns resultados nesta prova, contudo Fothen ou Wegmann também podem conseguir algo de positivo.
Equipa: Linus Gerdemann, Röbert Forster, Markus Fothen, Luke Roberts, Dominik Roels, Thomas Rohregger, Matthias Russ, Paul Voss, Fabian Wegmann.

Omega Pharma-Lotto poderá ter no espanhol Daniel Moreno um homem para o top10, o jovem Bakelants venceu a volta à França do futuro em 2008 e irá estrear-se numa prova de três semanas.
Equipa: Jan Bakelants, Adam Blythe, Francis De Greef, Michiel Elijzen, Olivier Kaisen, Sebastian Lang, Matthew Lloyd, Daniel Moreno, Charlie Wegelius.

Os belgas da Quick-Step não fazem alinhar os seus maiores nomes, mas Weylandt poderá estar na segunda linha dos sprinters, Pineau ou Samoilau também terão tentar algo em etapas um mais acidentadas.
Equipa: Wouter Weylandt, Matteo Tosatto, Marco Velo, Addy Engels, Dario Cataldo, Mauro Facci, Francesco Reda, Jerome Pineau, Branislau Samoilau.

A Rabobank não se apresenta com Menchov, o vencedor da época passada, ia trazer Oscar Freire que venceu o Milão-Sanremo, mas este está com problemas de alergias, assim o australiano Brown deverá ser a aposta da equipa. Na montanha Ardila poderá ser a esperança da equipa apesar  de não obter grandes resultados nos últimos tempos.
Equipa: Steven Kruijswijk, Graeme Brown, Mauricio Ardila, Bauke Mollema, Dmitriy Kozontchuk, Jos van Emden, Rick Flens, Tom Stamsnijder, Peter Weening.

A Saxo Bank deixa de fora os seus grandes nomes, assim Chris Sorensen ou o jovem australiano Porte poderão ter uma oportunidade para mostrar algum valor. Lucas Haedo e Baden Cooke andarão na luta dos sprints.
Equipa: Gustav Larsson, Baden Cooke, Lucas Sebastian Haedo, Chris Anker Sorensen, Laurent Didier, Riche Porte, Anders Lund, Nicki Sorensen, Michael Mørkøv.

Os britânicos da Sky trazem a sua grande estrela, Bradley Wiggins mas este apenas virá treinar para o Tour, ainda assim esta equipa terá sempre uma palavra a dizer nos contra-relógios. Greg Henderson poderá conseguir algo nas chegadas para homens rápidos.
Equipa: Bradley Wiggins, Dario Cioni, Michael Barry, Steve Cummings, Chris Froome, Mathew Hayman, Greg Henderson, Morris Possoni, Chris Sutton.


Odds para o vencedor


Odds unibet



Picks

30/05/2010 Class. Geral | diogo_duarte :arrow: Vencedor - Carlos Sastre  @ 6.00 Unibet :perdida: (8º)
30/05/2010 Class. Equipas | diogo_duarte :arrow: H2H Omega Pharma Lotto vs Team Sky - Omega Pharma Lotto  @ 1.66 Bet365 :ganha: (5º vs 11º)
30/05/2010 Class. Equipas | diogo_duarte :arrow: H2H Team Katusha vs Cervelo Test Team - Cervelo Test Team @ 1.62 Bet365 :ganha: (9º vs 7º)
30/05/2010 Class. Equipas | diogo_duarte :arrow: H2H Caisse D'Epargne vs Acqua E Sapone - Caisse d'Epargne @ 1.66 Bet365 :ganha: (3º vs 13º)
30/05/2010 Class. Geral | diogo_duarte :arrow: H2H David Arroyo vs Xavier Tondo - David Arroyo @ 1.71 Bet365 :ganha: 2º vs DNF
30/05/2010 Class. Geral | diogo_duarte :arrow: Top10 - Marzio Bruseghin @ 7.00 william hill :perdida: DNF
30/05/2010 Class. Montanha | rapior :arrow: Vencedor - Mathew Lloyd @ 6.00 betfair :ganha:



Tópicos diários

Etapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10Etapa 11
Etapa 12Etapa 13Etapa 15Etapa 16Etapa 17Etapa 18Etapa 19Etapa 20Etapa 21
« Última modificação: 30 de Maio de 2010, 17:43 por diogo_duarte »



miguelyn

  • Administrador
  • Estado:
    Online
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Lamego
  • Mensagens:
    64021
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1596
em: 04 de Maio de 2010, 17:20
:parabens: :venia:
:roll:



Carlos_Lucas

  • Administrador
  • C
  • Estado:
    Online
  • Registo: Out 2006
  • Localidade: Faralhão
  • Mensagens:
    58605
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1395
em: 04 de Maio de 2010, 22:42
 :venia: :venia: :venia:



Forum de Apostas

Re: [Ciclismo] Giro d'Italia - 8 a 30 de Maio de 2010
« Responder #2 em: 04 de Maio de 2010, 22:42 »

diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 05 de Maio de 2010, 18:07
Vencedor Carlos Sastre @ 6.00 unibet


Ao analisar o percurso deste Giro podemos ver que terá muita montanha, e que muitas delas são longas, este facto pode favorecer os trepadores mais puros, além disso os contra-relógios nesta prova não são muito relevantes, apenas teremos 36km em que os ciclista estarão sozinhos contra o cronómetro, ora isto numa grande volta corresponde a apenas um contra-relógio normal, além disso um dos contra-relógios será uma crono-escalada e aí temos mais uma vez os trepadores a sair beneficiados. Teremos também um contra-relógio colectivo e aqui poderemos ver alguns trepadores que tenham equipas mais fracas a serem um pouco prejudicados, mas ainda assim o perfil dessa etapa não é completamente plano.

Para as casas de apostas Cadel Evans é o grande favorito à vitória no Giro, mas na minha opinião este favoritismo é exagerado, é certo que o australiano é o campeão do mundo e está a ter uma belíssima temporada com o terceiro lugar no Tirreno Adriatico e a vitória na Fleche Wallone. Evans é um grande ciclista, já terminou mesmo segundo no Tour por duas vezes. Corre numa equipa do escalão continental, a BMC que efectuou um grande investimento para esta temporada ao contratá-lo e a juntar-lhe outros nomes de relevo como Hincapie, Burghardt, Ballan ou Kroon, mas estes são homens para provas de um dia e não estarão presentes nesta prova, o elenco que a BMC traz é algo jovem pouco experiente em provas de três semanas. Além disso também não me parece que tenham uma grande prestação no contra-relógio colectivo.

O italiano Ivan Basso (vencedor em 2006)  é o segundo favorito, esta temporada já ficou em quinto no Giro de Trentino, mas esteve discreto na volta a Romandie. O atleta da Liquigas regressou a época passada à competição depois de ter estado suspenso devido a doping, conseguiu o quarto lugar no Giro e na Vuelta. Na volta a Itália Basso parecia ter pouca capacidade para atacar apesar de conseguir acompanhar os melhores, mas o facto de partilhar a liderança da equipa com Pellizotti pode tê-lo prejudicado, este ano não deveremos assistir a esta situação porque Franco não irá participar, Vincenzo Nibali estará no seu lugar, mas deverá apontar baterias para o Tour, o polaco Szmyd deverá auxiliar bastante o italiano na montanha.

Segue-se  Carlos Sastre que venceu duas etapas na última edição da prova e terminou em terceiro, também venceu o Tour em 2008 e ficou no pódio da Grande Boucle e da Vuelta em outras ocasiões, a sua qualidade na montanha é inegável. O espanhol corre pela Cervelo, equipa que se apresenta para esta prova com mais dois espanhós que dão garantias na montanha, falo do experiente Inigo Cuesta e de Xavier Tondo que também é um contra-relogista razoável, no lote de especialistas na luta contra o cronómetro também temos de acrescentar o lituano Konovalovas.

Na minha opinião o vencedor da prova sairá deste lote, ainda temos homens como Vinokourov da Astana, mas penso que este atingiu o pico de forma no Giro de Trentino e que continuou com a vitória na Liege-Bastogne-Liege, mas não parece que possa durar três semanas, além disso o seu espírito demasiado atacante poderá prejudicá-lo numa competição tão dura. O italiano Scarponi da Androni é outro dos grandes trepadores presentes, e tem uma boa equipa a seu lado, mas na minha opinião não terá a consistência necessária para lutar pela vitória, um corredor que ponho na mesma situação é Damiano Cunego da Lampre, esta equipa também se apresenta com o experiente Simoni, a sua qualidade na montanha é grande, mas a idade já começa a pesar tal como a outro dos potenciais candidatos, Stefano Garzelli da Acqua & Sapone. Esta lista ainda poderia conter homens como os italianos Pozzovivo, Bruseghin ou Caruso, mas um lugar no top10 já será bom para eles na minha opinião.

Conclusão: Depois desta leitura, e num Giro com muita montanha e contra-relógios que não deverão prejudicar muito os trepadores, o meu palpite recai em Carlos Sastre. O espanhol correu muito pouco esta temporada, apenas participou na volta à Catalunha e na Liege-Bastogne-Liege mas terá tempo para aprimorar a sua condição física ao longo da prova, e espero que esteja em bom nível na última semana que será particularmente decisiva.
A Cervelo parece-me uma equipa bastante equilibrada e Sastre tem a experiência necessária para vencer uma prova deste nível, além disso a sua capacidade na montanha é mais do que reconhecida e quando encontra o seu ritmo é muito díficil de ser alcançado.
É muito complicado prever o vencedor de uma prova de três semanas e com esta dureza, mas penso que a consistência do espanhol pode dar frutos, e este também afirmou que quer a vitória:
“I’ve got great memories of the Giro from last year with those two stage wins and that’s one good reason for going back there. But also it’s a really hard race with lots of high mountains so it’s good for climbers like me. The thought of tackling climbs like Plan de Corones and the Mortirolo gives me huge motivation. I will ride easy up to the Giro and be ready for that. After that, I will think about the rest of the season.
I want to be ready to win at the Giro.”
.
« Última modificação: 05 de Maio de 2010, 18:08 por diogo_duarte »



diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 05 de Maio de 2010, 21:40
Classificação por Equipas

H2H Omega Pharma Lotto vs Team Sky :arrow: Omega Pharma Lotto @ 1.66 bet365
A Lotto terá no espanhol Daniel Moreno um homem que pode almejar a uma boa classificação neste Giro, é um bom ciclista na montanha e que esta temporada saiu da Caisse d'Epargne para ter mais algum destaque. A equipa belga ainda faz alinhar De Greef que conseguiu o 20º e o 21º no Giro e na Vuelta em 2009 e Baskelants que é um jovem promissor.
A Sky conta com a sua grande estrela, Bradley Wiggins, mas este até poderá abandonar a prova visto que o Tour é o seu grande objectivo. Olhando para o resto do conjunto da equipa britânica podemos ver o experiente Dario Cioni que já foi 13º mas este resultado remonta ao ano de 2005 e Froome que foi 35º em 2009.
Concordo com o favoritismo dado à Lotto porque acredito que serão uma equipa mais vocacionada para a montanha do que a Sky que pode inclusivamente ver-se bastante enfraquecida por uma eventual desistência de Wiggins, além disso penso que deverão ser uma equipa que irá apostar bastante nos sprints para Henderson ou Hayman.



diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 05 de Maio de 2010, 21:49
Classificação por Equipas

H2H Team Katusha vs Cervelo Test Team :arrow: Cervelo Test Team @ 1.62 bet365
Já durante esta temporada, a Katusha apostou na contratação do italiano Caruso com o objectivo de este participar no Giro, é um ciclista interessante na montanha, mas que não tem tido uma grande temporada. O russo Vladimir Karpets foi inserido no conjunto depois de ter tido uma participação interessante na volta à Romandia. O russo Petrov, o espanhol Joan Horrach ou o italiano Mazzanti deverão ser os ciclistas melhor colocados depois dos líderes já referidos.
A Cervelo tem em Carlos Sastre um dos favoritos à vitória, para o auxiliar contam com o espanhóis Tondo e Cuesta que são bons trepadores, o ucraniano Gustov também é um ciclista completo e que pode "fechar" a equipa.
Na época passada a Cervelo ficou bem à frente da Katusha nesta classificação, é certo que a Katusha não apresentava nenhum homem de grande relevo na montanha, mas na minha opinião Sastre estará sempre na frente de Karpets ou Caruso e na época passada a Cervelo também não contou com Cuesta nem com Tondo que na minha opinião podem ser superiores ao terceiro homem dos russos, principalmente Tondo. Assim a minha aposta neste duelo recai no favorito.
« Última modificação: 05 de Maio de 2010, 22:26 por diogo_duarte »



diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 06 de Maio de 2010, 00:02
Classificação por Equipas

H2H Caisse D'Epargne vs Acqua E Sapone :arrow: Caisse D'Epargne @ 1.66 bet365
A Caisse d'Epargne é uma das equipas com um plantel mais apropriado para a montanha. Para este Giro d'Italia apresentam-se com dois potenciais candidatos ao top10, o italiano Bruseghin e o espanhol Arroyo, mas a equipa não se esgota nestes dois atletas, homens como Kiryienka, Lastras ou Uran também podem ter algumas prestações interessantes em alguns dias de montanha.
A Acqua e Sapone terá em Garzelli o seu líder absoluto, é um ciclista que também deverá ter um lugar assegurado no top10, o jovem Francesco Masciarelli(17º em 2009) deverá ser o segundo colocado da equipa, mas para terceiro homem começam a surgir dúvidas, uma vez que apenas temos os veteranos gregários Miholjevic, Codol, o que me parece curto.
Em 2009 a Caisse d'Epargne foi superior(6º vs 8º) e não contou com Bruseghin que apenas foi contratado esta temporada, a adição de mais um candidato ao top10, juntamente com um maior leque de opções para fechar a equipa, fazem-me concordar com o favoritismo atribuído a esta equipa.
« Última modificação: 06 de Maio de 2010, 10:50 por diogo_duarte »



diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 06 de Maio de 2010, 12:12
Classificação Geral

H2H David Arroyo vs Xavier Tondo :arrow: David Arroyo @ 1.71 bet365
David Arroyo é um ciclista de 30 anos que corre pela Caisse d'Epargne há seis temporadas, a montanha é o seu terreno predilecto. Esta temporada o espanhol já participou na volta ao Algarve, Catalunha e País Basco entre outras provas de um dia corridas no seu país, mas não alcançou nenhum grande resultado. Sem ser um grade líder, Arroyo tem boas prestações no Giro como o décimo posto de 2007  e o décimo primeiro de 2009.
Xavier Tondo chegou aos 31 anos a uma grande equipa(Cervelo), depois de ter andado em equipas de menor dimensão, correu mesmo em Portugal e venceu a nossa volta em 2007 pela MSS. É um ciclista com capacidades na montanha e que se defende bem nos contra-relógios. O espanhol está a ter uma bela temporada e já venceu uma etapa no Paris-Nice e outra na volta à Catalunha, acabou por terminar essa prova no segundo posto.
Esta será a estreia de Tondo no Giro, na época passada o espanhol participou na Vuelta mas não terminou e assim não temos grandes dados sobre a consistência para três semanas. Mas Tondo terá em Carlos Sastre o seu líder absoluto e assim irá ter de trabalhar bastante na sua defesa, já Arroyo integra a mesma equipa de Bruseghin mas, penso que terá liberdade, além disso tem um bom historial nesta prova e assim concordo com o favoritismo que lhe é atribuído.



Forum de Apostas

Re: [Ciclismo] Giro d'Italia - 8 a 30 de Maio de 2010
« Responder #7 em: 06 de Maio de 2010, 12:12 »

diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 06 de Maio de 2010, 12:58
Top 10 Marzio Bruseghin @ 7.00 william hill

Marzio Bruseghin é um ciclista italiano de 35 que esta temporada trocou a Lampre pela Caisse d'Epargne. Acredito que uma das razões para o italiano ter mudado de equipa foi precisamente tentar ter mais liberdade no Giro, visto que na Lampre tinha Cunego que o limitava sempre um pouco. A Caisse d'Epargne também tem uma equipa muito forte na montanha com Arroyo, Lastras, Uran e Kiryienka e apoio não deverá faltar a Bruseghin.

O italiano é um ciclista completo e que tem qualidades tanto na montanha como no contra-relógio(já foi mesmo campeão do seu país da especialidade em 2006). Tem um bom palmarés no Giro com o nono lugar em 2005, oitavo em 2007, terceiro em 2008 e nono em 2009. Há dois anos tivemos então o melhor ano de Bruseghin no Giro, e podemos encontrar semelhanças na edição no perfil dessa edição com o desta, a crono-escalada repete-se e em ambas as provas existiram várias chegadas em alto, principalmente na última semana.

Estas odds parecem-me claramente exageradas, basta compará-las com casas como a sportingbet(2.50) ou bet365 (2.25) e olhando ao historial de Bruseghin no Giro, esta parece-me uma boa aposta. Pode até nem cair porque uma prova de três semanas e com esta dureza é sempre imprevísivel e a veterania pode fazer-se sentir, mas apesar de as odds sugerirem um long-shot, não me parece que estejamos assim tanto na presença de um.
« Última modificação: 06 de Maio de 2010, 13:00 por diogo_duarte »



Rotsen10

  • Magnata
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mai 2009
  • Localidade: Porto
  • Mensagens:
    23305
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1311
em: 09 de Maio de 2010, 20:55
Não temos site oficial do Giro?



andremag

  • Rico
  • a
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    665
    Pts Tipsr:
    113



diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659



diogo_duarte

  • Multimilionário
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    4055
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    659
em: 15 de Maio de 2010, 17:01
Top 10 Marzio Bruseghin @ 7.00 william hill
Não partiu para a sétima etapa



ExpertBoy

  • HighRoller
  • E
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    8014
    Pts Tipsr:
    59
em: 20 de Maio de 2010, 00:47
Tips:

 :arrow:Tondo para ganhar o Giro @12

 :arrow:Richie Porte top3 @10



rapior

  • Multimilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    6590
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1727
em: 22 de Maio de 2010, 23:08
Termina 30/05/2010 às 16h30m
Vencedor – Classificação Montanha
Pick: Mathew Lloyd (OLO)         Odd: 6 @  Betfair


Mathew Lloyd é um australiano ao serviço da Omega-Lotto. Foi campeão australiano em 2008 e nas épocas anteriores era um fiel escudeiro de Cadel Evans. É um corredor leve pelo que se defende mais ou menos na montanha sendo também bastante combativo. Neste Giro já venceu uma etapa e lidera a classificação da montanha com 29 pts, tendo afirmado que o seu objectivo para o restante Giro seria vencer esta classificação, e que iria esperar algumas etapas, e pelo bom tempo, para tornar a integrar fugas e somar pontos nas montanhas que aparecem ao longo das mesmas, pois nas que surgem perto da meta não conseguirá acompanhar os homens que lutam pela geral e que deverão ser os seus principais adversários na luta por esta camisola, nomedamente Basso, Nibali, Scarponi, Evans e Vinoukorov. Deve contar com o total apoio da sua equipa para levar a cabo esta tarefa, pois juntamente com vitórias em etapas é o máximo que a Omega-Lotto pode ambicionar.

Das etapas que faltam disputar penso que Lloyd deverá ter duas apontadas no seu livro para integrar fugas: a primeira será já amanhã onde existem duas de segunda e uma de primeira, antes da subida final ao Monte Zoncolan, sendo que penso que os homens da geral deverão esperar pela subida final para atacar; a outra será a 20ª onde tem uma de 1ª uma de 2ª e outra de 3ª onde poderá pontuar.

Não será fácil, pois o sucesso depende da capacidade de Lloyd entrar em fugas, porém se não for Lloyd deverá ser um homem que lute pela geral, e de entre eles não consigo atribuir favoritismo a qualquer um deles pelo que aposto na combatividade de Lloyd para possível vencedor desta classificação.
"O insucesso é apenas uma oportunidade para começar de novo com mais inteligência."




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina