Autor Tópico: [Estoril Open 2010 - Jogadores Portugueses]  (Lida 1262 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

BrunoAlex

  • Magnata
  • B
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    50551
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    2500
em: 30 de Abril de 2010, 20:01



Frederico Gil de 25 anos é um dos jogadores presentes no melhor torneio de ténis português. Jogador que já esteve num grande momento de forma da sua carreira no ano passado mas que perdeu frente a James Blake por 5-7 6-4 6-2 na 1ªronda. Este ano caiu algumas posições no ranking e encontra-se bem abaixo do top100 mundial.

Actualmente é o 2ºmelhor português no ranking e com uma fase menos boa da sua carreira será difícil voltar a bater um recorde pessoal. Frederico Gil não é um jogador muito maduro e consegue ter derrotas bem surpreendes para jogadores menos experientes que ele. Neste torneio, sendo ele português existem grandes expectativas mas será um torneio muito difícil pois estão jogadores muito fortes no quadro principal.

Em 2006 Frederico Gil estreou-se no Estoril Open e conseguiu chegar aos quartos de final. É verdade, naquela altura parecia ser um jovem promessa e no ano passado isso mostrou-se ao ter o ponto mais alto da sua carreira. Nesse ano, Gil eliminou David Luque-Velasco e Dmitry Tursunov tendo perdido depois para David Nalbandian (vencedor do torneio desse ano). No ano a seguir, apenas conseguiu chegar a 2ªronda, eliminou Ruben Ramirez-Hidalgo e perdeu para o francês Richard Gasquet. Em 2008 voltou a conseguir chegar aos quartos de final onde defrontou Roger Federer e perdeu facilmente. Tinha eliminado Nicolas Mahut e Joao Sousa na 1ª e 2ªronda respectivamente.

Para este ano Gil vem de uma época um pouco fraca mas que certamente quererá fazer umas boas exibições. Jogará na terra batida, um piso em que sentirá-se bem.


Rui Machado com 26 anos é outro português a participar no torneio de ténis mais prestigiado de Portugal. Actualmente tem feito uma época sensacional. Fez a final do Challenger de Meknes onde perdeu frente a Oleksandr Dolgopolov, mais recentemente venceu o Challenger de Napoli onde derrotou Federico Del Bonis e mais recentemente está a disputar a meia final do Challenger de Roma frente ao mesmo jogador que lhe deu o titulo do Challenger de Napoli. No meio destes bons resultados também é de frisar a meia-final no Challenger de Rabat.

Rui Machado encontra-se abaixo do top 100 mas à frente de Frederico Gil. Em relação aos jogadores portugueses Machado é um jogador mais equilibrado e com melhores resultados nos torneios. Tem muita experiência, sabe jogar muito bem na terra batida e é nesse piso onde o seu ténis é jogado ao melhor nível. Machado estreou-se em 2005 no quadro principal do torneio frente a Agustin Calleri e saiu eliminado. Em 2008 chegou a 2ªronda, onde derrotou Ivo Karlovic e saiu derrotado por Florent Serra. Na época passada acabou por cair na 1ªronda para Oscar Hernandez.

Para este ano as expectativas estão bem mais altas. Tem vindo a fazer uma grande época, está num grande momento de forma e a sonhar com o top100. É certo que Machado tem vindo a fazer mais Challengers que torneios ATP onde o grau de dificuldade é bem mais alto e uma transição de um nível para outro sente-se sempre no confronto mas a jogar em casa tem sempre a sua vantagem.


Michelle Larcher de Brito, uma das principais figuras portuguesas no ranking da WTA que vai estar presente na edição 2010 do Estoril Open. Uma jovem promessa do ténis nacional mas que tarde em pronunciar-se no circuito. Com apenas 17 anos, a jovem portuguesa já é falada em todo mundo como sendo muito promissora mas mesmo assim encontra-se abaixo do top 100 mundial. Estreou-se no Estoril com entrada directa no quadro principal com apenas 15 anos e defrontou Sanda Mamic onde acabou por perder pelos parciais de 2-6 6-0 6-4.

No ano passado, teve de qualificar-se para o quadro principal e isso foi problema para Brito, perdeu para Elena Bovina mas com sorte acabou por ser repescada e foi jogar na 1ªronda contra Shahar Peer e acabou novamente por ser eliminada pela experiente israelita. Michelle Brito parte então para este torneio com apenas 4 vitórias no total da época e 10 derrotas até ao momento. Apesar de ser jogadora da casa não será um torneio fácil para a portuguesa.

Ao longo da época tem-se debatido com grandes dificuldades no decorrer dos jogos e a sua confiança não está propriamente em alta. Com apenas 17 anos e bastante promissora, Brito vai dando sempre esperanças a todos nós e quem sabe se não é já em Portugal.


Maria João Koehler é uma tenista portuguesa que ocupa o lugar número 490 do ranking WTA. É a campeã nacional e já no ano anterior participou neste torneio. Na altura levou Barrois (número 77 do ranking WTA) a um tiebreak no primeiro set, acabando por ceder o jogo facilmente no segundo por 6-0. Estes parciais valeram à jovem portuguesa mais 1 wild card.
Habituada a jogar essencialmente em Futures veremos como a Maria João vai aguentar com a pressão de jogar para o seu público e se conseguirá um bom sorte para passar a primeira ronda.

Tem um registo de 18 vitórias e 16 derrotas e nenhum título conquistado neste piso.
« Última modificação: 30 de Abril de 2010, 20:12 por BrunoAlex »
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?

:cool: www.betarena.com :cool:




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina