Autor Tópico: Gestão de banca  (Lida 2216 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Pierre Fermat

  • Crava
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 29 de Abril de 2010, 19:48
Gestão de banca

Este artigo poderá parecer mais complexo, mas fala de algo que é absolutamente essencial para ter sucesso nas apostas, uma boa gestão de banca. Por razões várias, que podem ir desde a disciplina até à pura ganância, quase que apostaria que a maioria dos apostadores, mesmo se tivessem nas mãos um sistema lucrativo, teriam prejuizo apenas e só por má gestão da banca.

Antes de mais, uma decisão apenas pode ser bem tomada se a informação que a sustenta for correcta e adequada. Quero com isto dizer que é preciso ter uma boa amostra de acontecimentos para retirar alguns dados estatísticos que permitam determinar correctamente quanto dinheiro vamos apostar num determinado evento. Apostar por "feeling" apenas leva a um sitio: a bancarrota. Assim, o melhor conselho que posso dar a quem se esteja a iniciar é: durante os próximos 3 meses não coloque uma única aposta! A sério, estude aquilo em que quer apostar, simule as suas apostas com preços reais (o excel é ferramenta quase essencial), e mantenha um registo correcto das suas apostas para determinar onde pode melhorar os seus resultados. Este jogo não tem fim e é essencial para ganhar. Não entre numa determinada estratégia às escuras, sem ter dados ou certeza, a menos que encare as apostas como "lazer" e não se importe de perder algum dinheiro (neste caso aconselho as mesas de 1c/2c na Pokerstars, sai mais barato do que fumar!).

Coisas que é importante saber para perceber o conteúdo do artigo:

Banca: quantidade total de dinheiro que tenho para apostar no site a usar. Por favor, jogue de forma responsável, não perca a cabeça e não use dinheiro que lhe faça falta para a vida (como o dinheiro da renda ou do infantário dos filhos!), nem peça empréstimos para jogar...

Strike rate: é a taxa de vencedores, ou seja, o numero de vencedores a dividir pelo numero total de apostas. Se fez 100 apostas e ganhou 34, o seu strike rate é de 34% (ou seja, 0,34). Strike rates baixos são perigosos para a banca e podem facilmente levar a perder todo o dinheiro, o que não significa que não sejam lucrativos!

Stake: Valor da sua aposta, se aposta 1 euro no Benfica a odds de 1,67, a sua stake é de 1 Euro.

ROI (return on Investment): Valor que se obtém dividindo os ganhos totais pelo valor total arriscado. Se fez 100 apostas de 1 eur, a odds de 2.0 e ganhou 70 dessas apostas, ganhou 70 eur, perdeu 30, o que dá 40 euros de lucro para 100 apostas, ou seja, 40% de ROI.

Ponto ou unidade de investimento: valor base a apostar. Pode ser 1 euro, 3,26 euros, 10000 euros. Eu uso sempre como referencia 1% da minha banca.

O essencial a reter é isto: a stake que vamos usar deve depender apenas e somente do nosso Strike Rate, e deve ser ajustada de forma a minimizar as hipóteses de ir à bancarrota, maximizando os lucros. Se for muito pequena, temos um risco muito baixo de perder tudo, mas ganhamos pouco, se for muito alta, temos um risco elevado de perder tudo.
Para tomar a importante decisão de quanto apostar, precisamos de ter dados em numero suficiente para ter alguma confiança na decisão que tomarmos. O número de dados que devemos procurar também deve ser dependente do nosso Strike Rate.
Uma regra simples que uso é, antes de ter 100/(Strike Rate) dados, não aposto nada, este é o meu valor minimo de dados para analisar a amostra e tomar decisões. (Para sistemas de Laying, ou apostar contra, eu uso como referencia o Strike Rate de vencedores na mesma, embora eu queira é acertar nos perdedores, mas sobre isso haverá um artigo dedicado).

Vamos imaginar que temos uma amostra com um Strike Rate de 21.5%, e que temos 107 resultados.
Dividindo 100 por 0.215 obtemos 465 como o valor de dados que deveríamos ter, logo com apenas 107 resultados não consigo tirar conclusões válidas sobre esta amostra.

Tomemos agora como exemplo um dos sistemas que uso: Strike Rate de 23.34% numa amostra de 467 resultados. A amostra mínima seriam 428 dados, logo já estamos com uma amostra boa. O meu lucro nesta amostra foi de 48.57 pts, para um total de 467 apostas de uma unidade, ou seja, ROI de 48.57/467=10,4%.

O que faço a seguir é calcular o desvio padrão para verificar que os dados são consistentes, e para isto é muito fácil, basta usar a fórmula (que dá um intervalo de confiança de 95%):

Desvio Padrão = Raiz Quadrada ( n x p x q)

em que:
n é o numero de dados da amostra
p é o strike rate
q é 1- (strike rate)

Ou seja:
n=467
p=0,104
q=0.896

Usando o excel ou calculadora, o desvio padrão é 6.596.

Agora, usando este valor, volto à minha amostra e vejo qual o preço médio das apostas que ganhei.
Supondo 4.33, vou imaginar o pior caso possivel, ou seja, se eu tivesse ganho menos 6.596 apostas, teria ganho menos 6.596x3.33=21.96, e teria perdido as 6.6 unidades apostadas.

Assim o meu lucro seria de 48.57-21.96-6.6=20 unidades

Isto permite-me dizer que de acordo com a minha amostra e num intervalo de confiança de 95%, eu tenho 95% de certeza de ter lucro minimo de 20 unidades. Se fizesse as contas para cima, teria o valor máximo, e quanto mais dados tiver, mais certezas tenho que não encontrei um blip estatistico e que estou perante um fenómeno consistente.

Agora imagine o mesmo numero de dados, mas com SR de 5%, o desvio padrão seria de 4.7, mas para ter lucro com este Strike Rate, o meu preço médio de vencedores teria que rondar os 25. Imagine que o preço médio dos meus vencedores era de 28, para o mesmo lucro de 48.57 unidades.
Usando o desvio padrão, 4.7x27=127, ou seja, menos 127 pontos!!!
Seria portanto provável e expectável que eu tivesse 48.57-127 ou seja um prejuizo de 78.43 pts!!!
Usando esta técnica, temos a certeza (relativa é certo, mas mais exacta do que por feeling) se o nosso sistema é consistente ou apenas uma anomalia estatistica estranha.
A moral da história é: a amostra tem que ser grande, e tem que ser maior quanto mais baixo for o Strike rate!

Agora a parte mais importante, sabendo então que o desvio padrão da nossa amostra nos permite ter confiança no lucro da nossa estratégia, usamos o Strike Rate para determinar a nossa stake, ou seja, quanto vamos arriscar em cada aposta que fazemos.
Para isto o melhor é usar o excel, porque se torna fácil e intuitivo fazer as contas.
Suponhamos Strike Rate de 25%.
Temos 25% de hipóteses de ganhar uma aposta e 75% de hipóteses de a perder.
Se forem duas apostas seguidas, temos 25*25=6.25% de hipotese de acertar duas seguidas e 56% de hipóteses de errar duas seguidas.
Usando o Excel, para não ter que complicar a matemática deste artigo, temos 1% de hipóteses de perder 16 apostas seguidas. Eu arredondo sempre os valores para cima, por isso usando 20 perdedores, temos que definir qual o nosso nivel de conforto. Esta opção é muito pessoal, e depende da gestão de risco de cada um.
Temos então que decidir no pior cenário, qual a percentagem da nossa banca que teríamos perdido.
Eu pessoalmente uso 75%, mas sou muito conservador com o meu dinheiro, 50% é um valor mais que razoável.
Usando 50%, isto significa que quando perdemos 20 apostas, perdemos 50% da nossa banca, ou seja, cada aposta deve ser 50/20 = 2.5 pts.
Se fosse 75%, ao perder 20 apostas perderia 25% do total, e cada aposta deveria ser de 25/20 = 1.25 pts.

Agora a parte importante, imagine um Strike Rate de 5%, neste caso, o nível 1% ficaria nas 90 apostas, arredondando para 100, teríamos 0.5 pts por aposta. Se usássemos valores como os habituais 2pts ou 5 pts que muitos apostadores utilizam, estatisticamente estaríamos a cometer suicídio.

Esta é apenas uma forma de determinar o valor da stake, mas de forma mais metódica e cientifica do que apostar às cegas.

Haverá mais sobre diferentes formas de apostar, mas isso será descrito noutro artigo.

Link para o meu blog está neste topico:
http://forum.apostaganha.pt/index.php?topic=36582.0
« Última modificação: 29 de Abril de 2010, 19:57 por Pierre Fermat »
O único sitio onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário...



Dunadan

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    218230
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    359
em: 29 de Abril de 2010, 21:35
O valor da parada depende não só do volume diário das apostas em média, como também da tua Vantagem, não da taxa de acertos.


Para apostadores que têm muito pouco volume num trimeste, a taxa de acertos é completamente inútil. ;)


Mesmo para apostadores com enorme volume de apostas, a taxa de acertos continua a não servir de nada, pois o que interessa é a Vantagem no mercado em que apostam.


A única excepção a esta regra, óbvia, é nos mercados de desvantagens e pontos nos desportos americanos como são os casos do basquetebol (NBA e college hoops) e do futebol americano (NFL e college football), pois a Vantagem confunde-se com a taxa de acertos.


Mas nos desportos em "Moneyline", seja na dupla (2 Way ou 12, casos da NHL, MLB ou do ténis) ou na tripla (3 Way ou 1X2 no futebol, na MLB e demais ligas de hóquei-no-gelo), o que interessa é a Vantagem, que é medida pela divisão dos lucros ou prejuízos obtidos arriscando sempre com parada plana, pela soma de todas as paradas arriscadas usando o método de parada plana.


Em relação ao tamanho de uma amostra, nunca vais conseguir ter uma margem de erro a rondar os 5% com uma amostra de apenas cem apostas, pois numa amostra desse tamanho, habitualmente a margem de erro anda à volta dos 10%.

Só com quatrocentas apostas ficas com uma margem de erro igual a 5%, o que acabaste por confirmar no teu exemplo, ao precisares de 467 resultados.

Ainda assim, com uma amostra de mil apostas, tens uma margem de erro perto dos 3%. Não é por acaso que muitas sondagens eleitorais "de fundo" tenham quase sempre mil e tal entrevistas pelo menos. ;)

Se preferires minimizar a margem de erro para apenas 1%, precisas de dez mil resultados na tua amostra, mas um valor destes só está ao alcance dos verdadeiros profissionais.


O problema é que mesmo uma amostra de 400 apostas apenas não te serve de muito para o quer que seja, pois o FACTOR SORTE ou MÁ SORTE terá sempre muito peso e é preciso ser-se muito honesto, conhecedor e rigoroso para o calcularmos correctamente.

Assim de cabeça, lembro-me de dois serviços pagos de palpites no futebol, um apenas para os lados no futebol britânico, outro apenas para totais (Unders), e que ambos tinham amostras com 500 ou menos resultados anuais e curiosamente no quarto ano de actividade, começaram a acumular prejuízos valentes nos primeiros meses da temporada e acabaram por mudar a forma como escolhiam as suas apostas... :roll:


Só depois de teres determinado o impacto do FACTOR SORTE ou MÁ SORTE na tua amostra, e mais importante, depois de saberes em que mercados é que tens vantagem e em que mercados é que não pescas nada ou não dás uma para a caixa (ou seja, onde poderás render como "solid fade material"), é que te vais preocupar com a taxa de acertos, mas tendo sempre em atenção o volume diário de apostas... ;)
« Última modificação: 30 de Abril de 2010, 02:18 por Dunadan »



malho

  • Bilionário
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade: Margem Sul
  • Mensagens:
    2277
    Pts Tipsr:
    53
em: 29 de Abril de 2010, 22:13
Mas onde é que eu já li esse artigo? Parece tanto com um que eu li algures  :roll:
On the road to profit... Lay is the way



Forum de Apostas

Re: Gestão de banca
« Responder #2 em: 29 de Abril de 2010, 22:13 »

Pierre Fermat

  • Crava
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 29 de Abril de 2010, 23:01


Só depois de teres determinado o impacto do FACTOR SORTE ou MÁ SORTE na tua amostra, e mais importante, depois de saberes em que mercados é que tens vantagem e em que mercados é que não pescas nada ou não dás uma para a caixa (ou seja, onde poderás render como "solid fade material"), é que te vais preocupar com a taxa de acertos, mas tendo sempre em atenção o volume diário de apostas... ;)

Viva,
obrigado pela resposta longa, parece-me que usamos termos diferentes para falar das mesmas coisas, a tua experiência é parece-me mais nas apostas americanas, das quais percebo zero.

Quanto à frase acima, quando calculas o desvio padrão, ficas com uma boa aproximação ao factor sorte, segundo a distribuição de Gauss (daí os 95% de intervalo de confiança). Agora podes ter o azar de ter uma sequência de eventos absolutamenmte estranha, mas se fores por aí, nunca apostarias, porque levarias uma eternidade a arranjar dados suficientes.
Quanto a apostar mais onde tens mais vantagem, já tinhamos falado sobre isso no forum, e estou plenamente de acordo contigo.
Quanto a valores de amostra, 400 é o valor em que ficas com os 95% de certeza, mas não entras em conta com o strike rate, daí ser importante fazer as contas que referi acima.
400 apostas e 100 vencedores é totalmente diferente de 400 apostas e 5 vencedores, assumindo que tens lucro nas duas situações.
Pessoalmente, tenho um sistema que ainda estou a estudar, que já vai nas 3500 apostas, mas o strike rate é muito baixo (4%) e ainda não estou confiante de como maximizar o lucro, isto é um jogo de paciência e disciplina (o cavalo que ganhou a 800 e tal a semana passada caía neste sistema...), mas acredito que nem toda a gente tenha paciencia para esperar 6 meses antes de apostar.

Mais uma vez, obrigado pela resposta e boas apostas.
« Última modificação: 29 de Abril de 2010, 23:02 por Pierre Fermat »
O único sitio onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário...



Pierre Fermat

  • Crava
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 29 de Abril de 2010, 23:11
Mas onde é que eu já li esse artigo? Parece tanto com um que eu li algures  :roll:

O artigo na sua forma actual foi escrito por mim hoje à tarde e não é uma tradução, mas acho que te referes a:
http://www.punters-paradise.com/newsletter/newsletter11/greg-gordon2.php

Se leres o artigo, reparas que o que escrevi é um pouco diferente.
O que escrevi vem da minha experiência com matemática, do que aprendi em 5 anos de apostas, e do que li repetidas vezes num forum de apostas em cavalos por uma senhora chamada maria, uma lituana, já ouviste falar? Foi ela que transformou 3000Euros em 100.000 Eur num ano, posso colocar aqui o link.

Muitas das ideias que estão acima são dela, alteradas por mim para os meus sistemas. Não tenho por hábito copiar ou traduzir artigos, mas tiro ideias de muitos sitios, claro...
« Última modificação: 29 de Abril de 2010, 23:12 por Pierre Fermat »
O único sitio onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário...



ruifreitas

  • Bilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    3521
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    44
em: 29 de Abril de 2010, 23:13
Mandas-me o link por PM? :bom:
Ball Till Ya Fall.
Mo'undred.



malho

  • Bilionário
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade: Margem Sul
  • Mensagens:
    2277
    Pts Tipsr:
    53
em: 29 de Abril de 2010, 23:17
pois a maria...

Há 2 anos ganhou bom dinheiro. Este ano quase que me levava à banca rota.

Mas o conteudo acho que já tinha visto algures. E não foi newsletter.
Se dizes que provem da tua experiencia, acredito. Mas ás tantas um gajo lê tanta coisa que já parece tudo igual  :assobio:
On the road to profit... Lay is the way



Pierre Fermat

  • Crava
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 29 de Abril de 2010, 23:22
Se houver problema em colocar aqui o link, por favor os moderadores que o tirem.
A thread completa tem 196 páginas, nunca li tudo, mas quem leu diz que vale a pena!
Aqui fica o sistema dela, mas ela nunca disse o metodo de seleccionar os cavalos:
http://www.expertbettingadvice.co.uk/forum/thread18432-196.html

malho: se estás a seguir o 4*/5* aquilo tem corrido mesmo muito mal! Pensei em seguir aquilo em Janeiro, mas por razões minhas, apenas aposto naquilo que controlo, e ainda bem que o fiz, porque senão estava como tu, aquilo tem corrido mal...
O único sitio onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário...



Forum de Apostas

Re: Gestão de banca
« Responder #7 em: 29 de Abril de 2010, 23:22 »

Pierre Fermat

  • Crava
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 29 de Abril de 2010, 23:23
O valor da parada depende não só do volume diário das apostas em média, como também da tua Vantagem, não da taxa de acertos.


Para apostadores que têm muito pouco volume num trimeste, a taxa de acertos é completamente inútil. ;)


Mesmo para apostadores com enorme volume de apostas, a taxa de acertos continua a não servir de nada, pois o que interessa é a Vantagem no mercado em que apostam.



Epah com a maior das humildades, tenho que discordar contigo.
O sistema que tenho com mais margem de lucro (128% ROI), tem de momento 2500 apostas. Contudo teve 300 e tal cavalos sem acertar nenhum. O lucro vem de um vencedor a 400 e tal e outro a 800 e tal ( o tal da semana passada).
O Strike Rate é de pouco mais de 1%.
Se usasse apenas a vantagem (que é grande), e não ligasse ao strike rate (taxa de acertos como lhe chamas, certo?), falia em menos de uma semana... Não concordas?
Abraço
« Última modificação: 29 de Abril de 2010, 23:26 por Pierre Fermat »
O único sitio onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário...



malho

  • Bilionário
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade: Margem Sul
  • Mensagens:
    2277
    Pts Tipsr:
    53
em: 29 de Abril de 2010, 23:28
é o 4*/5* + 30 este no ano passado rendeu  :rico:

é o 5*...

é o lay 4*or not...
E este é que me F...Lixa. Gosto muito de lays mas odds de 10 a enterrar  :vermelho:

Este ano é uma desgraça  :rabo:
On the road to profit... Lay is the way



Pierre Fermat

  • Crava
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 29 de Abril de 2010, 23:31
Nesse forum havia um sistema há 2 ou 3 anos atrás de um tipo chamado marius que foi das coisas mais fantasticas que já vi. Entretanto o gajo desapareceu do radar (deve estar nas Caraíbas!!), mas este ano aquele forum não anda grande coisa...
O único sitio onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário...



Dunadan

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    218230
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    359
em: 30 de Abril de 2010, 02:43
Mas onde é que eu já li esse artigo? Parece tanto com um que eu li algures  :roll:

O artigo na sua forma actual foi escrito por mim hoje à tarde e não é uma tradução, mas acho que te referes a:
http://www.punters-paradise.com/newsletter/newsletter11/greg-gordon2.php

Se leres o artigo, reparas que o que escrevi é um pouco diferente.
O que escrevi vem da minha experiência com matemática, do que aprendi em 5 anos de apostas, e do que li repetidas vezes num forum de apostas em cavalos por uma senhora chamada maria, uma lituana, já ouviste falar? Foi ela que transformou 3000Euros em 100.000 Eur num ano, posso colocar aqui o link.

Muitas das ideias que estão acima são dela, alteradas por mim para os meus sistemas. Não tenho por hábito copiar ou traduzir artigos, mas tiro ideias de muitos sitios, claro...


:lolada: :lolada: :lolada: :lolada: :lolada: Mas tu vais na conversa de alguém que usa o nome maria e que diz ter altos ganhos nos cavalos (os tais $100K USD) e depois deixa de apostar em cavalos e vai jogar NL $3/6? :lolada: :lolada: :lolada: :lolada: :lolada:


Esse ou essa maria é uma das maiores aldrabices que há na internet no que às apostas nos cavalos diz respeito!!! :lolada: :lolada:
« Última modificação: 30 de Abril de 2010, 02:45 por Dunadan »



ruifreitas

  • Bilionário
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2009
  • Localidade:
  • Mensagens:
    3521
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    44
em: 30 de Abril de 2010, 14:31
Mas ela postava as selecções antes das corridas. :doido:
Ball Till Ya Fall.
Mo'undred.



Pierre Fermat

  • Crava
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2010
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    55
    Pts Tipsr:
    13
em: 30 de Abril de 2010, 15:21
O Rui já se adiantou a mim, ela colocava os cavalos antes das corridas e houve milhares de pessoas a seguir o sistema...
E ela não deixou de apostar em cavalos, continua a fazê-lo e tem tido lucros nos últimos anos no fórum que referi, embora este ano a coisa não esteja a correr bem.
De qualquer forma, o que ela refere acerca da matemática não tem nada a ver com o facto de ganhar ou não nos cavalos, são coisas diferentes.
Acabaste por não responder ao que perguntei:
Se apenas olhares para a "vantagem" ou ROI como lhe queiras chamar, e não tomares em conta o Strike Rate, se o teu sistema tiver um Strike Rate baixo, vais à falência num tiro, não concordas?

Vou-te dar dados reais de um sistema meu:
Lucro 1440.89 pts
ROI 105,33% (não é 5%, é mesmo 103%)
apostas: 1368
Strike Rate: 1.46%

Quanto apostavas por selecção (em pts)?
« Última modificação: 30 de Abril de 2010, 15:26 por Pierre Fermat »
O único sitio onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no Dicionário...



Dunadan

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    218230
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    359
em: 30 de Abril de 2010, 16:32
E alguém se deu ao trabalho de verificar os preços e se os mesmos estavam correctos e se tinham liquidez suficiente?

E alguém se questionou porque é que ao fim de um mês, ao ver que o SP +10% estava tão baixo, abandonou esse registo?

E alguém fez a pergunta porque é que alguém que afirma viver Letónia usa frequentemente um vocabulário que mais ninguém usa fora do Reino Unido? Por favor, não me venham com a justificação que aposta nos cavalos e que foi por aí que aprendeu o calão... :roll:

Alguém que ganhasse num ano 100K USD naquele país (ou em qualquer dos países bálticos podia muito bem reformar-se de seguida e nunca mais trabalhar. ;)

E depois disto tudo, põe-se a jogar póquer NL $3/6? Mas andamos a brincar ou quê? Essa personagem para além de ter sido banida de vários outros foros não passa de uma fraude.

Dizes que no EBA ela continuou a postar...? O último postal que encontro do maria é de Junho de 2007... :roll:



A Vantagem (Overvalue) é mais importante que o strike rate, pois se não tiveres Vantagem, não há strike rate que te safe, apenas SORTE.

Mas compreendo que no mundo dos cavalos a taxa de acerto seja tão importante pois é um universo à parte ou muito peculiar no que às apostas no desporto diz respeito e que não pode ser tratado da mesma maneira que o futebol ou o ténis ou os desportos americanos.

Todavia, os princípios são os mesmos e aplicam-se, concedo é que no caso dos cavalos, para quem se dedica a ir em odds acima dos 50 ou 100 por sistema, terá de usar a taxa de acerto para calcular o valor das paradas, algo que em outras situações é mais intuitivo de ser feito. Com odds constantes de 1,91, sabemos que temos de acertar apenas 54% e conforme o nosso volume diário seja igual a 8 ou superior ou igual ou inferior a 7, assim a nossa parada deverá ser de apenas 0,5% ou 1% respectivamente, nunca fazendo zigue-zague. O mesmo princípio pode ser aplicado nos restantes desportos.

Ainda assim, apostar nas bordas das apostas, em "long shots" por sistema desafia o pensamento convencional e é algo que entra dentro do campo da "Fringe Science", pelo menos para mim. Pois se há coisa que vai acontecer mais vezes é falhares ou perderes dinheiro e só de quando em vez é que acertas...

A questão que te deves colocar é esta: vale a pena apostar com uma banca de 10K EUR em odds tão altas para apenas com 25 euros ou 30 euros por parada acertares tão poucas vezes? Mesmo com um ROI tão elevado como o que tens nesses sistemas, não farias mais dinheiro com o mesmo número de apostas, noutros mercados, mesmo com um ROI mais baixo, mas com unidades mais altas, graças à taxa de acertos?


Não podes é definir uma banca em função da taxa de acerto se não tiveres Valor nas odds, pois nesse caso, acabas sempre por perder dinheiro. Por exemplo, no futebol, em odds entre os 1,60 e os 1,80 nos lados tens de ter uma taxa de acertos brutal e ainda estou para ver alguém a tirar lucros nesse mercado da tripla.


Só com Valor ou Vantagem é que a taxa de acerto faz sentido, mas só vais saber isso com uma margem de erro reduzida após pelo menos um milhar de apostas numa reduzida variedade de mercados, tipo tripla mais totais mais desvantagem asiáticas em cada ano, durante três anos. Desta maneira, o "fluke" de teres lucros graças à SORTE torna-se muito pouco improvável. Claro que se souberes ler o FACTOR SORTE ou MÁ SORTE, poderás não precisar de tantas apostas, mas há uma tese que afirma que só somos mesmo bons naquilo que fazemos após investirmos dez mil horas nisso. :P


Quando apostas em mercados com reduzidas taxas de acerto longshots, tens de ter muito cuidado com as amostras e com as escolhas que fazes, pois o lucro que vais ter com as tuas escolhas em odds tão altas vai aparecer poucas vezes, mas quando aparece, aparece em força. A questão é saber se no final de mil ou dez mil apostas, ganhaste mais dinheiro do que ires em odds mais baixas com taxas de acerto mais altas e com ROIs menos elevados, mas com paradas progressivamente mais altas à medida que o "turnover" se vai intensificando.

Mais depressa numa NBA ou MLB aumentas o valor da parada até ao fim de cada campanha ou temporada do que em longshots nos cavalos, mas confesso que não me dei ao trabalho de fazer as contas para confirmar a hipótese. Mas dúvido que alguém que aposte apenas e só em longshots o faça por dinheiro. Por diversão acredito piamente, por dinheiro já tenho muitas dúvidas que experimente exclusivamente tal sistema. ;)




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions