Autor Tópico: Como mudam os tempos...  (Lida 287 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

OLX

  • Visitante
em: 20 de Maio de 2009, 19:41
Situação: O fim das férias.

Ano 1968:
Depois de passar 15 dias com a família atrelada numa caravana puxada por um Fiat 600 pela costa de Portugal, terminam as férias. No dia seguinte vai-se trabalhar.

Ano 2008:
Depois de voltar de Cancún de uma viagem com tudo pago, terminam as férias. As pessoas sofrem de distúrbios de sono, depressão, seborreia e caganeira.

Situação: Chega o dia de mudança de horário de Verão para Inverno.

Ano 1968:
Não se passa nada.

Ano 2008:
As pessoas sofrem de distúrbios de sono, depressão e caganeira.

Situação: O Pedro está a pensar ir até ao monte depois das aulas, assim que entra no colégio mostra uma navalha ao João, com a qual espera poder fazer uma fisga.

Ano 1968:
O director da escola vê, pergunta-lhe onde se vendem, mostra-lhe a sua, que é mais antiga, mas que também é boa.

Ano 2008:
A escola é encerrada, chamam a Polícia Judiciária e levam o Pedro para um reformatório. A SIC e a TVI apresentam os telejornais desde a porta da escola.

Situação: O Carlos e o Quim trocam uns socos no fim das aulas.

Ano 1968:
Os companheiros animam a luta, o Carlos ganha. Dão as mãos e acabam por ir juntos jogar matrecos.

Ano 2008:
A escola é encerrada. A SIC proclama o mês anti-violência escolar, O Jornal de Notícias faz uma capa inteira dedicada ao tema, e a TVI insiste em colocar a Moura Guedes à porta da escola a apresentar o telejornal, mesmo debaixo de chuva.

Situação: O Jaime não pára quieto nas aulas, interrompe e incomoda os colegas.

Ano 1968:
Mandam o Jaime ir falar com o Director, e este dá-lhe uma bronca de todo o tamanho. O Jaime volta à aula, senta-se em silêncio e não interrompe mais.

Ano 2008:
Administram ao Jaime umas valentes doses de Ritalin. O Jaime parece um Zombie. A escola recebe um apoio financeiro por terem um aluno incapacitado.

Situação: O Luis parte o vidro dum carro do bairro dele. O pai caça um cinto e espeta-lhe umas chicotadas com este.

Ano 1968:
O Luis tem mais cuidado da próxima vez. Cresce normalmente, vai à universidade e converte-se num homem de negócios bem sucedido.

Ano 2008:
Prendem o pai do Luís por maus-tratos a menores. Sem a figura paterna, o Luís junta-se a um gang de rua. Os psicólogos convencem a sua irmã que o pai abusava dela e metem-no na cadeia para sempre. A mãe do Luís
começa a namorar com o psicólogo. O programa da Fátima Lopes mantém durante meses o caso em estudo, bem como o Você na TV do Manuel Luís Goucha.

Situação: O Zézinho cai enquanto praticava atletismo, arranha um joelho. A sua professora Maria encontra-o sentado na berma da pista a chorar. Maria abraça-o para o consolar.

Ano 1968:
Passado pouco tempo, o Zézinho sente-se melhor e continua a correr.

Ano 2008:
A Maria é acusada de perversão de menores e vai para o desemprego. Confronta-se com 3 anos de prisão. O Zézinho passa 5 anos de terapia em terapia. Os seus pais processam a escola por negligência e a Maria por
trauma emocional, ganhando ambos os processos. Maria, no desemprego e cheia de dívidas suicida-se atirando-se de um prédio. Ao aterrar, cai em cima de um carro, mas antes ainda parte com o corpo uma varanda. O dono do carro e do apartamento processam os familiares da Maria por destruição de propriedade. Ganham. A SIC e a TVI produzem um filme baseado neste caso.

Situação: Um menino branco e um menino negro andam à batatada por um ter chamado 'chocolate' ao outro.

Ano 1968:
Depois de uns socos esquivos, levantam-se e cada um para sua casa. Amanhã são colegas.

Ano 2008:
A TVI envia os seus melhores correspondentes. A SIC prepara uma grande reportagem dessas com investigadores que passaram dias no colégio a averiguar factos. Emitem-se programas documentários sobre jovens
problemáticos e ódio racial. A juventude Skinhead finge revolucionar-se a respeito disto. O governo oferece um apartamento à família do miúdo negro.

Situação: Fazias uma asneira na sala de aula.

Ano 1968:
O professor espetava duas valentes lostras bem merecidas. Ao chegar a casa o teu pai dava-te mais duas porque 'alguma deves ter feito'

Ano 2008:
Fazes uma asneira. O professor pede-te desculpa. O teu pai pede-te desculpa e compra-te uma Playstation 3.
 



BrunoAlex

  • Magnata
  • B
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    50551
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    2500
em: 20 de Maio de 2009, 19:44
Como tudo isso é verdade :venia: :venia: :venia:

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, infelizmente nem sempre é para melhor...
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?

:cool: www.betarena.com :cool:



Dunadan

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    218230
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    359
em: 20 de Maio de 2009, 19:53
A famosa lei do pêndulo, quanto mais o puxas para um lado, mais ele vai para o outro. ;)

Portugal passou de uma sociedade extremamente repressiva para outra muito "liberal"...



Forum de Apostas

Re: Como mudam os tempos...
« Responder #2 em: 20 de Maio de 2009, 19:53 »

wollpidia

  • Bilionário
  • w
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2006
  • Localidade: Matosinhos
  • Mensagens:
    2990
    Pts Tipsr:
    12
em: 20 de Maio de 2009, 21:51
Ainda me lembro da "margaridinha"....a régua super grossa com a qual a nossa professora da primaria nos desciplinava. Nunca vi um único pai na escola a fazer frente à professora. E nunca nenhum aluno ficou traumatizado pelas reguadas (bem merecidas, diga-se de passagem...)  :mrgreen:
"Amo a liberdade! Por isso as coisas que amo deixo-as livres. Se voltarem foi porque as conquistei, se não voltarem foi porque nunca as tive."



Dunadan

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    218230
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    359
em: 20 de Maio de 2009, 22:03

Aliás, na altura os pais até exigiam que caso os seus filhos pisassem o risco, que fossem "severamente" punidos, incluindo eventuais castigos corporais.

E em casa faziam azo e com orgulho que jamais tinham sido castigados pelos professores. Mas essa geração tinha sempre a mãe em casa praticamente para olhar pelos filhos, o que não aconteceu com as gerações seguintes, que deram prioridade às carreiras profissionais em vez da família. Junta-se a isso os retornados e os PALOP que para cá vieram fugindo muito deles da guerra ou da pobreza extrema e ficámos com uns "bidonvilles" à nossa escala.



Diogo Carvalho

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2007
  • Localidade:
  • Mensagens:
    19575
    Pts Tipsr:
    384
em: 22 de Maio de 2009, 00:03
lovely :venia: :venia:



Guilherme

  • Multimilionário
  • G
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2006
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    5615
    Pts Tipsr:
    190
em: 22 de Maio de 2009, 00:06
Eu sou do tempo em que se mandava "uma trancada" nas silvas ou em cima dum barroco...  :mrgreen: Hoje era capaz de estalar a unha a alguma rapariga ou fazer alergia a algum rapaz...  :roll:

São tempos!  :mrgreen:

since 2005



XavierCosta

  • HighRoller
  • X
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2006
  • Localidade: Tomar
  • Mensagens:
    10401
    Pts Tipsr:
    152
em: 22 de Maio de 2009, 10:31
Havia melhor maneira de fazer amizade do que andar à pêra com o pessoal?? :twisted:
I am the master of my faith...I am the captain of my soul



Forum de Apostas

Re: Como mudam os tempos...
« Responder #7 em: 22 de Maio de 2009, 10:31 »


 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina