Autor Tópico: Segredos da Area 51  (Lida 312 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ninon

  • Visitante
em: 28 de Julho de 2008, 03:19
Todas as manhãs, pelo menos 500 pessoas chegam a um terminal de embarque restrito na ala norte do Aeroporto McCarran, em Las Vegas, Nevada. Lá, embarcam num Boeing 737-200 sem qualquer tipo de identificação. Após 30 minutos de vôo, chegam ao seu destino final: Base Aérea de Groom Lake, cerca de 170 km ao norte da capital mundial dos cassinos. O local também é conhecido como Área 51,  Dreamland [Terra da fantasia] ou simplesmente The Ranch [A fazenda]. É uma área tão secreta que o governo norte-americano só admitiu sua existência oficial em 1994, e ainda assim com muitas restrições. Mas que segredos tão importantes poderiam estar escondidos neste local?

Parte dessa resposta foi dada no dia 18 de abril passado, através do site TerraServer, na Internet. A empresa, sediada na cidade de Raleigh, também nos Estados Unidos, é especializada na obtenção e comercialização de imagens digitais via satélite, que disponibiliza para compra através do endereço www. terraserver.com. Quem visitou o site a partir daquela data pôde ver em detalhes inéditos, dúzias de fotografias da Área 51, embora com poucas explicações. As imagens foram obtidas no dia 17 de março de 1998 num trabalho em conjunto das empresas Aerial Images, Inc., Microsoft, Compaq e Kodak. O satélite usado para fazer as fotos digitais é de uma empresa soviética ligada à Agência Russa de Aviação e Espaço, a Sovinformsputnik.

“Conheça os segredos da área militar mais bem guardada do mundo”, dizia o site da TerraServer. De fato, as detalhadas imagens mostram o real tamanho dessa que é uma das maiores e mais secretas bases militares de todo o planeta. A Base Aérea de Groom Lake ocupa apenas uma fração da área total onde está Dreamland. Durante muito tempo, o mundo apenas suspeitava que uma base como a Área 51 existisse – apesar de alguns ufólogos falarem abertamente sobre o assunto desde os anos 70. A unidade é gigantesca, e tão secreta que não aparece em qualquer mapa civil ou militar que não seja destinado ao uso por autoridades de altíssimo escalão. E tem décadas de existência: desde a Segunda Guerra se testam armamentos secretos em suas instalações, o que justificaria a segurança e confidencialidade máximas.

Entretanto, depois do explosivo aumento no número de ocorrências ufológicas em todo o mundo, principalmente nos Estados Unidos, a Área 51 e outras instalações militares com os mesmos recursos passaram também a comportar experiências secretas com UFOs acidentados e resgatados em todo o planeta. O complexo principal de Dreamland tem sua estrutura básica quase toda alojada abaixo da terra, em prédios subterrâneos que, segundo especialistas, teriam mais de 20 andares. Nas fotos reveladas pela TerraServer podem ser vistas entradas misteriosas para esse universo subterrâneo. Agora, após sua exposição, os ufólogos do mundo inteiro se perguntam – dessa vez somados à população, que já conhece a verdade sobre o local – duas coisas. Primeiro, se o governo vai de uma vez admitir sua existência.

Segundo, se o número 51 é indicativo de que outras 50 unidades iguais tenham sido construídas antes dela.
Quantas foram depois só o tempo dirá.

Numa das fotos mais nítidas é mostrada uma pista de pouso e decolagem de 9 km de extensão, o que equivale a quase 50 campos de futebol colocados lado a lado. O satélite da Sovinformsputnik revelou que a pista é maior do que algumas das mais gigantescas do mundo, alojadas em aeroportos como Los Angeles, Atlanta e Frankfurt. Mas, para que se necessita de uma pista com essa enormidade? Talvez a resposta esteja na construção de aviões invisíveis ao radar, como o Stealth e Aurora, desenvolvidos e testados no local. Entretanto, as imagens da TerraServer são bem complexas. Algumas mostram como a área cresceu, inclusive detalhando a reconstrução e expansão do conjunto de prédios e alojamentos militares que lá existem. Numa das imagens vêem-se instalações recém construídas e até um descomunal paiol de munições.

Aqui reside um problema da maior gravidade: o governo norte-americano irá ter incômodas dores-de-cabeça para explicar à nação como novos prédios foram erguidos naquela que é uma área militar inexistente, segundo todos os informes e declarações oficiais. E não se pense que tal cobrança não será feita: a Área 51 é objeto constante de programas da forte e incisiva Imprensa daquele país. Até Larry King, da CNN, já fez entrevistas com estudiosos do problema, diretamente dos arredores da base e ao vivo! A questão da segurança nacional envolvendo Dreamland é tão complexa que Hollywood satirizou o fato no filme Independence Day, quando fez alusão ao fato de que o próprio presidente norte-americano desconhecia sua existência. “Clinton pode saber que ela existe, mas tem apenas vaga idéia do que se faz lá”, declarou recentemente o físico e ex-funcionário da área Bob Lazar.



Tecnologia Alienígena

Desde o estabelecimento da Área 51, várias pessoas declararam ter visto estranhos objetos sobrevoando seu espaço aéreo e arredores, mas as autoridades sempre negaram os fatos. Contudo, um de seus próprios funcionários declarou que na base, além de projetos militares avançados que usam tecnologia alienígena ativamente, discos voadores genuinamente extraterrestres também seriam objetos de estudo. As naves, resgatadas intactas ou não em acidentes, eram consertadas ou reconstruídas em Dreamland e depois submetidas à prova por pilotos de testes. Foi o próprio físico Robert “Bob” Lazar quem fez tal afirmação, sendo seguido por vários outros ex-funcionários das instalações de Groom Lake. “Quase todos os dias eu pegava o avião em McCarran e ia à ‘Fazenda’, onde trabalhava em tecnologia revolucionária”, declarou Lazar, que trabalhou cinco meses na base, a partir de dezembro de 1988. O piloto de testes e herói de guerra John Lear, filho do então proprietário da fábrica de aviões a jato Learjet, foi um dos que colocou os UFOs à prova.

Lazar recentemente estendeu suas declarações e informou que o governo norte-americano estava pesquisando nada menos que nove discos voadores na Área 51, e tentava adaptar sua tecnologia em projetos terrestres, com o uso da chamada engenharia reversa. Por suas declarações, ele e sua mulher receberam várias ameaças de morte. Assim, evitando correr riscos, em novembro de 1989 decidiu aparecer em público e confirmou suas alegações. Disse que há um lugar secreto no interior da Área 51, conhecido como S-4, próximo ao lago seco Papoose, onde as naves alienígenas eram guardadas. Explicou que seu trabalho se dava justamente naquelas instalações, junto a uma equipe de 22 engenheiros contratados para estudar os sistemas de propulsão dos discos voadores. Agora, as novas imagens da TerraServer confirmam as declarações de Lazar, mostrando detalhes de tais instalações.

Ainda segundo Lazar, o S-4 era um enorme complexo subterrâneo que ocupava toda a área de uma cordilheira de montanhas. No início, o físico pensou que estivesse trabalhando com uma tecnologia altamente sofisticada criada pelo homem. Mas quando entrou em um dos discos voadores lá alojados, convenceu-se de que se tratava de algo de outro mundo, porque tanto sua forma quanto suas dimensões confirmam sua origem não humana. “As naves que examinei não possuíam juntas aparentes, nenhuma solda, parafusos ou rebites”, disse Lazar. “As bordas de todos os elementos da espaçonave eram arredondadas e suaves, como se tivessem sido feitas com cera quente submetida a um rápido processo de resfriamento”.

De acordo com seu relato, havia arcos e delicadas cadeiras de somente 30 cm de altura no interior dos veículos espaciais. Sua unidade de propulsão era o que mais lhe intrigava: tinha o tamanho de uma bola de beisebol e irradiava um campo antigravitacional através de uma coluna oca, situada verticalmente no centro da nave. Lazar teve sua curiosidade científica aguçada e passou a procurar informações sobre tudo o que acontecia em S-4. Foi quando teve acesso a um memorando que confirmou suas suspeitas. Nele havia uma quantidade impressionante de informações sobre os UFOs, “inclusive fotografias de autópsias de pequenos seres cinzas com grandes cabeças calvas”, declarou à Revista UFO. “O governo estava escondendo da população fatos da maior gravidade, e tudo aquilo estava sendo feito em Groom Lake, mais precisamente em S-4”, desabafou [Veja edição UFO Especial 09].

ETs Mantidos Cativos

Dentro da rotina de trabalho desenvolvida em Dreamland, era tido como estabelecido que os alienígenas mortos e autopsiados, anteriormente proprietários das naves então alojadas na base, fossem provenientes da estrela Zeta Reticuli. “Mas nem todos tinham morrido nas quedas”, garantia Lazar. De fato, de acordo com ele e outras fontes, algumas naves extraterrestres ficaram apenas levemente avariadas em impactos com o solo, e seus tripulantes não foram mortos. Nestes casos, tanto os veículos quanto os seres precisavam ser isolados e bem cuidados. Não se poderia permitir que tais criaturas ficassem soltas pois sua sobrevivência deveria ser garantida pelo maior período de tempo possível. Foi por isso que se construiu instalações especificas na Área 51 que pudessem receber tais seres, onde viveriam sob eterna supervisão.

Nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, comunicólogos, estudiosos e uma infinidade de profissionais de alto padrão foram empregados na manutenção da vida dos extraterrestres, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
Contam algumas fontes que, com o passar do tempo, alguns dos aliens mantidos nesta espécie de cativeiro passaram a comunicar-se com seus, digamos, algozes. “Tais comunicações eram tudo o que o governo queria, pois se tentava extrair o máximo possível de informações dos seres, para fins tecnológicos”, garante Lazar. Assim, aos poucos, alguns aliens passaram a transmitir tecnologia para os cientistas que trabalhavam na Área 51, às vezes até com elevado nível de colaboração entre ambos, especialmente no desenvolvimento de programas específicos. No entanto, num incidente em 1979, a confiança mútua foi desfeita e alguns dos seres teriam se rebelado contra os cientistas e militares com quem trabalhavam, assassinando alguns deles. “Não vi isso acontecer, pois foi antes de trabalhar lá. Mas li isso no memorando a que tive acesso e recomendava que tivéssemos muito cuidado com tudo o que tocássemos lá”, disse Lazar. O cientista, no entanto, confirmou que um dia viu por uma porta entreaberta dois homens com batas brancas olhando para baixo e falando com um pequeno ser que possuía braços compridos...

É certo que todas estas afirmações são difíceis de acreditar. E muita gente atribui aos relatos de Lazar apenas uma fertilíssima imaginação e uma desmedida volúpia por fama e dinheiro. O físico teve muito do primeiro, mas quase nada do segundo, e hoje tem sua reputação e credibilidade colocadas em cheque por muitos ufólogos que não acreditam em sua história. Ainda assim, Lazar está longe de ser descartado – especialmente agora que as fotos da TerraServer confirmam alguns detalhes da localização de prédios, pistas de pouso e outros itens a que ele se referiu desde que decidiu expor publicamente o que alega ter visto na Área 51. Segundo o jornalista de Las Vegas George Knapp, muitos estudiosos examinaram a vida de Lazar e confirmaram suas afirmações. Knapp tem em seu poder uma gravação em vídeo do depoimento de uma testemunha que participava de importantes planos militares, em que afirma que as autoridades não só conhecem e empregam tecnologia alienígena em Dreamland, como mantêm alienígenas em seu poder desde a década de 50.

Ameaças a Testemunhas

“Não é fácil tentar descobrir alguma coisa sobre o que acontece na Área 51”, desabafa o experiente Knapp. “Todas as investigações que realizamos são acompanhadas por militares da base, e nossas tentativas de entrevistar testemunhas que lá trabalharam são completamente frustradas”. Outro jornalista que investigava a área abandonou seu trabalho por ter recebido represálias. Um engenheiro eletrônico que observou um disco voador nos arredores da base e diz-se disposto a fazer uma declaração num programa de tevê desistiu da tentativa assim que percebeu estar sendo seguido por militares. Muitas outras testemunhas dispostas a vir a público foram ameaçadas de forma direta ou indireta. O ufólogo Norio Hayakawa filmou a rápida aparição de um objeto que surgia próximo à Área 51 – “definitivamente não convencional e em hipótese alguma um avião” – mas quando tentou fazer declarações a respeito, foi intimidado por agentes federais.

Ainda assim, filmagens de UFOs nos arredores de Las Vegas e ao norte, próximo a Dreamland, estão longe de serem incomuns. A Revista UFO chegou a lançar, nos anos 80, um vídeo com mais de 120 minutos de filmes de estranhos objetos voadores não identificados registrados nestas condições. Atualmente, o vídeo Segredos que o Governo Oculta [Veja encarte] é o documentário mais completo já produzido sobre a Área 51. No vídeo há gravações que mostram objetos brilhantes se deslocando pelo céu em velocidades surpreendentes, executando manobras impossíveis. Um desses objetos se aproximou de uma equipe de reportagem da rede norte-americana NBC e seus membros ficaram com queimaduras produzidas por algum tipo de radioatividade desconhecida. No filme ainda pode ser vista a imagem de dois supostos discos voadores:
um deles parecendo-se com um reator voando a baixa altitude e, o outro, com uma réplica mal feita de um cesto de lixo. Os objetos seriam máquinas aéreas criadas e manipuladas dentro de programas que fogem à vigilância do Congresso dos Estados Unidos, chamados de black programs ou black operations. “Existem pelo menos oito black programs voando pela Área 51”, afirma o escritor especializado em aeronáutica Jim Goodall.

“Como o caça Stealth, eles são projetos secretos do governo e realizam manobras a impressionantes velocidades e condições, levando muitas pessoas a acreditar que se trata de discos voadores”.
Apesar de todo o alvoroço que foi criado em torno das imagens divulgadas pela TerraServer e as milhares de histórias a respeito de Groom Lake, o Pentágono negou no mês passado que existam projetos secretos ou mesmo discos voadores na área, admitida em comunicado oficial apenas como “uma instalação militar como qualquer outra”. É evidente que, se existem realmente extraterrestres participando de programas militares secretos em Dreamland – ou em qualquer outro lugar dos EUA –, o governo jamais admitiria...

Perguntado por repórteres se havia ou não naves ou qualquer outra coisa alienígena no local, o porta-voz Ken Bacon chegou a insinuar um sorriso e afirmou que tudo não passava de imaginação. Mas foi imediatamente desmentido por um outro ex-funcionário da área, segundo o qual os oficiais saberiam muito bem esconder o que quisessem dos olhos de curiosos. Até mesmo o presidente Bill Clinton, que já foi favorável à liberação de informações sobre UFOs, declarou ao Congresso que vai continuar mantendo em sigilo as atividades da força aérea na base secreta de Groom Lake, por tempo indeterminado.



Dunadan

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    218230
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    359
em: 28 de Julho de 2008, 04:27
É pá, aliens que se despenham na Terra e que ficam cativos só podem ser exploradores descuidados ou fugitivos intergalácticos... :assobio:



XavierCosta

  • HighRoller
  • X
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2006
  • Localidade: Tomar
  • Mensagens:
    10401
    Pts Tipsr:
    152
em: 28 de Julho de 2008, 11:15
É a sede dos MIB :cool:
I am the master of my faith...I am the captain of my soul



Forum de Apostas

Re: Segredos da Area 51
« Responder #2 em: 28 de Julho de 2008, 11:15 »

GODZI

  • Magnata
  • G
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Quarteira
  • Mensagens:
    21450
    Pts Tipsr:
    260
  • Banido!
em: 28 de Julho de 2008, 20:42
Um tema que me desperta muita curiosidade, mais logo vou ler isto com atenção  :cool:!



awesome

  • Moderadores
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2008
  • Localidade: Amora
  • Mensagens:
    26171
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1989
em: 04 de Agosto de 2008, 01:05
Aliens em cativeiro, eu não sei mas se nós Homens tinhamos uma tão alta tecnologia como nesse texto diz sobre os discos voadores dos aliens, e fossem para a terrinha deles e ficavamos em cativeiros já tinhamos lá ido e lixado o planeta deles todos. Mas não sei historia estranha.
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?



Diogo Carvalho

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2007
  • Localidade:
  • Mensagens:
    19575
    Pts Tipsr:
    384
em: 04 de Agosto de 2008, 01:25
Um tema que me desperta muita curiosidade, mais logo vou ler isto com atenção  :cool:!

vou ler amanha que hoje ja nao ha cabeça :sono:
« Última modificação: 04 de Agosto de 2008, 01:26 por shane24 »



RATINI

  • HighRoller
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2006
  • Localidade: Vila Franca de Xira
  • Mensagens:
    13529
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    123
em: 04 de Agosto de 2008, 03:54
 :shock: :shock: :shock:
Demasiado fiel para desistir .



Diogo Carvalho

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2007
  • Localidade:
  • Mensagens:
    19575
    Pts Tipsr:
    384
em: 04 de Agosto de 2008, 17:57

Nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, comunicólogos, estudiosos e uma infinidade de profissionais de alto padrão foram empregados na manutenção da vida dos extraterrestres, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
Contam algumas fontes que, com o passar do tempo, alguns dos aliens mantidos nesta espécie de cativeiro passaram a comunicar-se com seus, digamos, algozes. “Tais comunicações eram tudo o que o governo queria, pois se tentava extrair o máximo possível de informações dos seres, para fins tecnológicos”, garante Lazar. Assim, aos poucos, alguns aliens passaram a transmitir tecnologia para os cientistas que trabalhavam na Área 51, às vezes até com elevado nível de colaboração entre ambos, especialmente no desenvolvimento de programas específicos. No entanto, num incidente em 1979, a confiança mútua foi desfeita e alguns dos seres teriam se rebelado contra os cientistas e militares com quem trabalhavam, assassinando alguns deles. “Não vi isso acontecer, pois foi antes de trabalhar lá. Mas li isso no memorando a que tive acesso e recomendava que tivéssemos muito cuidado com tudo o que tocássemos lá”, disse Lazar. O cientista, no entanto, confirmou que um dia viu por uma porta entreaberta dois homens com batas brancas olhando para baixo e falando com um pequeno ser que possuía braços compridos...


Mas voces acreditam mesmo nesta palhaçado? Por amor de deus ainda por cima vindo de brasileiros, ha-ja paciencia :duh: :duh:



Forum de Apostas

Re: Segredos da Area 51
« Responder #7 em: 04 de Agosto de 2008, 17:57 »

GODZI

  • Magnata
  • G
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2005
  • Localidade: Quarteira
  • Mensagens:
    21450
    Pts Tipsr:
    260
  • Banido!
em: 04 de Agosto de 2008, 19:10

Nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, comunicólogos, estudiosos e uma infinidade de profissionais de alto padrão foram empregados na manutenção da vida dos extraterrestres, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
Contam algumas fontes que, com o passar do tempo, alguns dos aliens mantidos nesta espécie de cativeiro passaram a comunicar-se com seus, digamos, algozes. “Tais comunicações eram tudo o que o governo queria, pois se tentava extrair o máximo possível de informações dos seres, para fins tecnológicos”, garante Lazar. Assim, aos poucos, alguns aliens passaram a transmitir tecnologia para os cientistas que trabalhavam na Área 51, às vezes até com elevado nível de colaboração entre ambos, especialmente no desenvolvimento de programas específicos. No entanto, num incidente em 1979, a confiança mútua foi desfeita e alguns dos seres teriam se rebelado contra os cientistas e militares com quem trabalhavam, assassinando alguns deles. “Não vi isso acontecer, pois foi antes de trabalhar lá. Mas li isso no memorando a que tive acesso e recomendava que tivéssemos muito cuidado com tudo o que tocássemos lá”, disse Lazar. O cientista, no entanto, confirmou que um dia viu por uma porta entreaberta dois homens com batas brancas olhando para baixo e falando com um pequeno ser que possuía braços compridos...


Mas voces acreditam mesmo nesta palhaçado? Por amor de deus ainda por cima vindo de brasileiros, ha-ja paciencia :duh: :duh:

Esta frase era bem escusada....tenho um adjectivo para esse tipo de frases! :incredulo:



Diogo Carvalho

  • Magnata
  • D
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2007
  • Localidade:
  • Mensagens:
    19575
    Pts Tipsr:
    384
em: 05 de Agosto de 2008, 02:10
Não é contra brasileiros, é contra sites brasileiros que quase nunca são crediveis em termos cientificos e por vezes chegam ao ponto de serem completamente absurdos, ou será que os cientistas deles sao dos melhores que ha? :assobio:




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina