Autor Tópico: Setúbal: que há para ver?  (Lida 301 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

_zigoto_

  • HighRoller
  • ?
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    11014
    Pts Tipsr:
    212
em: 22 de Julho de 2008, 13:13
Pois é, vou tirar uns dias por Setúbal, e quem for de lá ou de lá perto podia-me fazer uma introdução à cidade e periferia...  :assobio:

Digam-me aí os pontos de interesse, em todos os aspectos..  :twisted:



helderrod

  • Bilionário
  • h
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2007
  • Localidade: Crato
  • Mensagens:
    3281
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    335
em: 22 de Julho de 2008, 13:18
Vai provar o choco frito... Delicioso  :bom:



Kajolas

  • HighRoller
  • K
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2006
  • Localidade: UK
  • Mensagens:
    8744
    Pts Tipsr:
    138
em: 22 de Julho de 2008, 13:20
Almoça junto ao Rio e pisga-te para a Troia indo por ai abaixo ate Sines.

Com o devido respeito..Setubal não tem nada para se ver.



Forum de Apostas

Re: Setúbal: que há para ver?
« Responder #2 em: 22 de Julho de 2008, 13:20 »

Simon

  • Rico
  • S
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2007
  • Localidade: Pinhal Novo
  • Mensagens:
    723
    Pts Tipsr:
    11
em: 22 de Julho de 2008, 13:33
Vai até à Serra da Arrábida e aproveita as praias. Do melhor que há em Portugal!  :bom:
E como já disseram vai comer um choco frito



mackies

  • Multimilionário
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2006
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    6809
    Pts Tipsr:
    202
em: 22 de Julho de 2008, 13:34
_zigoto_ também vou 2 ou 3 dias para Setúbal, mas é só no outro fim-de-semana.
Realmente Setúbal é um sítio só de passagem.
Tens o castelo, tens Tróia para fazer Praia, tens a Serra da Arrábida e pouco mais.




malho

  • Bilionário
  • m
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade: Margem Sul
  • Mensagens:
    2277
    Pts Tipsr:
    53
em: 22 de Julho de 2008, 14:12
Epá os bilhetes para troia estão muito caros  :vermelho:

Praia da figueirinha ou Portinho da Arrábida.
Melhores praias da região.  :bom:

Piquenique na comenda.

Também podes dar um saltinho até Sesimbra. Comer de frente para o mar e dar um mergulho naquela água maravilhosa.

Ainda um pouco mais longe tens a famosa praia do Meco. Caso queiras voltar para casa sem a marca dos calções no bronzeado.    :)

Se o que gostas é história: 3 castelos à escolha (Sesimbra, Palmela e Setúbal) e o convento da Arrábida.

Também vai começar a festa da cidade.  :bom:
On the road to profit... Lay is the way



RATINI

  • HighRoller
  • R
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2006
  • Localidade: Vila Franca de Xira
  • Mensagens:
    13529
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    123
em: 22 de Julho de 2008, 14:12
Rodízio de peixe fresco.

Troia

Serra Arrábida

Boas Praias

Treinos da equipa senior de futebol do setubal .  :twisted:
Demasiado fiel para desistir .



Pichichi69

  • Milionário
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1099
    Pts Tipsr:
    120
em: 22 de Julho de 2008, 15:54

Parece que há aqui quem goste de falar do que não sabe. Tento ao máximo, nem sempre o consigo, usar a máxima de: " Se não tens nada de bom para dizer é melhor ficares calado!" Creio que era o que alguns deviam ter feito para se evitar dizer asneiras. Mas como estas asneiras são apenas fruto da ignorância, vou tentar responder ao Zigoto e impedir que a ignorancia ou desconhecimento prevaleçam.

Bem Zigoto, para um adepto do desporto e do futebol em particular não  posso deixar de te recomendar uma visita ao meu museu preferido: A sala de troféus Josué Monteiro, onde podemos observar alguns milhares de troféus conquistados pelos atletas e profissionais do Vitória e que constituem um dos espaços mais bonitos da cidade. Está localizada no Estádio do Bonfim.

O Ex-libris da cidade, o monumento mais carismático é sem dúvida o Convento de Jesus. Não se deve perder a oportunidade de o visitar bem como a Exposição permanente, onde se pode observar o Retábulo de pintura da Igreja de Jesus da 1.ª metade do século XVI, além de outras pinturas dos séculos XV, XVI e XVII, assim como peças de Ourivesaria Sacra.

O centro da cidade, onde se situam os Paços do Concelho é o local que a cidade elegeu para homenagear uma das suas maiores figuras. É na Praça du Bocage que se ergue a maior estátua da cidade, justamente em honra do poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage. Para os mais curiosos, a casa onde Bocage nasceu pode ser visitada na Rua Edmond Bartissol 12
Horário: 3ª a sábado: 9:00-12:30 e 14:00-17:30; encerrado ao público ao Domingo, 2.ª Feira e Feriados
Ingresso: 1.05€
A nova Casa Bocage integra diversas valências: no piso inferior de imediato se entra numa Exposição Permanente sobre a Vida, a Obra e a Época de Bocage, que é dominada por uma reconstituição cenográfica inspirada nas célebres representações do Poeta, realizadas nos últimos anos da sua vida, que situámos na casa de Lisboa em que viria a falecer. apesar de se basear num dispositivo permanente, a exposição admitirá a rotatividade para renovar o interesse dos visitantes. Ora se mantêm os temas fundamentais, a Setúbal do tempo de Bocage e os vários aspectos da sua obra de escritor e da sua vida apaixonada, ora se exploram facetas parcelares da personalidade do Poeta e da sua fortuna.
Ainda nesse piso situa-se um espaço de repouso/cafetaria ocupando a parte norte do jardim. Este novo espaço polivalente estará aberto, como sempre esteve o anterior jardim, à realização de eventos culturais durante a Primavera, o Verão e o Outono, podendo a área coberta funcionar como palco e caixa acústica para os eventos.
No piso superior: um Centro de Documentação, sobre a ida, a Obra e a Época do Poeta, com uma Biblioteca Bocagiana e ligação à Internet; e o Arquivo Municipal de Fotografia Américo Ribeiro com a exposição, em rotatividade, de parte do espólio de equipamentos fotográficos, além da valência de tratamento e estudo dos especimenes fotográficos.

Lugar de destaque é também a Casa do Corpo Santo / Museu do Barroco 
  3ª Feira a Sábado – 9:00-12:30 e 14:00-17:30; encerrado ao público ao domingo, segundas e feriados
Edifício datado de 1714 (conhecido por Casa do Corpo Santo, uma das denominações de S. Pedro Gonçalves, Santo da Confraria aí sedeada durante séculos, e protector dos náufragos) cuja parede virada a nascente é constituída por um troço de muralha trecentista. O pátio e o interior apresentam azulejos barrocos da autoria do mestre P.M.P. No interior, além do revestimento azulejar, podemos apreciar tectos pintados setecentistas e uma pequena capela revestida a talha dourada ao "estilo nacional".
A exposição permanente apresenta a Colecção de Instrumentos Náuticos recentemente doados ao Museu do Trabalho Michel Giacometti. 

Em Azeitão, localidade ainda dentro do concelho de Setúbal, inserida em pleno Parque Natural da Arrábida, podemos visitar o Museu Sebastião da Gama, erigido em memória de um poeta do século passado, que apesar de nos ter deixado jovem cantou, contou e escreveu a Serra da Arrábida como nenhum outro.

Para pernoitar há muita oferta. Se queres algo de diferente, de único, mágico e inesquecível e se estiveres economicamente folgado e com companhia adequada, não podes perder a oportunidade de visitar a Quinta dos Moínhos de S. Filipe. A vista assombrosa, a junção Serra, Mar e Rio com a Tróia como pano de fundo é algo de inigualável e incomparável com qualquer outro lugar no mundo.

As praias setubalenses na estrada da serra da Arrábida são de qualidade e de beleza única, destaco a minha preferida, a do Portinho da Arrábida, pela conjugação idílica da Serra com a sua flora única, com o mar de água límpida e transparente e com o areal branquinho como a neve.
Se preferires estar na praia a observar a Serra de longe, então sugiro-te que apanhes o ferry e percorras o extenso areal que vai de Tróia até Sines, se as energias to permitirem. Estas praias comparadas com as de Cuba ou Republica Dominicana ( para falar do que conheço) só não têm é palmeiras nem hoteis atafulhados de turistas, ainda.

Ao nível da gastronomia setubalense, destaco apenas aquilo que creio ser o que melhor distingue Setúbal das outras cidades: o peixe assado, quer pela qualidade do pescado quer pela forma superior como, regra geral, é colocado na brasa – donde recomendo o Verde e Branco, do mítico João Belezas, localizado junto à Praça de Touros Carlos Relvas, e “ O Pescador”, localizado junto à Av Luísa Todi no Largo da Palmeira, ou um pouquinho mais à frente “ O NAU”, no largo da Fonte Nova. São em minha opinião 3 dos melhores sítios para comer peixe assado em Setúbal e não são os mais caros.

Outra das originalidades setubalenses no que à qualidade diz respeito é o afamado choco frito, que regra geral é muito bem feito em quase todos os sítios onde existe à venda. O restaurante mais conhecido é o Léo, mas pessoalmente não recomendo. Sugiro qualquer outro da Av Luisa Todi, o meu preferido é a Adega do Zé.

A Pousada de S. Filipe, mandada construir pelo Rei que lhe deu o nome é outro dos pontos altos da cidade de Setúbal, pois possui talvez a mais bonita vista sobre a cidade e o Rio. O alojamento é de luxo.
Dentro da cidade, a nível de alojamento, o topo é sem dúvida a Estalagem do Sado, localizada numa zona que lhe permite ter também uma vista deslumbrante sobre a cidade, possuindo ainda um restaurante de luxo com uma vista panorâmica fenomenal.

Muito mais poderia ainda aqui escrever sobre uma das mais belas cidades do País, mas pelo que vejo aqui quanto ao conhecimento de Setúbal, creio que já aqui deixo material suficiente para se entreterem nos próximos meses.

Deixo-vos ainda um texto sobre a cidade que pode ser lido na pagina da CMS:
BEM-VINDO A SETÚBAL
Setúbal concilia, de forma harmoniosa, as exigências de uma cidade moderna com a diversidade de um concelho que navega, em segurança, entre o urbano e o rural, deixando-se abraçar pelo Sado e pela Arrábida, os seus tesouros mais preciosos, elevados ao estatuto de áreas protegidas.
Esta feliz coincidência permitiu a Setúbal entrar no exclusivo e invejado Clube das Mais Belas Baías do Mundo, a que pertencem apenas três dezenas de enseadas oceânicas, como S. Francisco, nos Estados Unidos, e Mindelo, em Cabo Verde.
Com esta distinção, é reforçada a qualidade das praias de areias finas e águas límpidas e azuis, com excelentes condições para a prática de desportos náuticos, como canoagem, vela, windsurf, ski, pesca desportiva e mergulho.
Quem visita Setúbal fica apaixonado por esta paisagem de rara beleza, simultaneamente imponente e delicada, repartida por oito freguesias distintas, ora ribeirinhas, ora interiores, que compõem um quadro de cores alegres.
Com uma orla marítima de excepcional riqueza piscícola, a identidade gastronómica da região afirma-se nos pratos de peixe, de que merecem especial referência a caldeirada, a feijoada de choco, a espetada de tamboril, o choco frito e a sopa do mar. Sem esquecer a variedade de pratos de peixe assado – da sardinha e do carapau ao linguado e ao salmonete –, nem a amêijoa, o camarão e a santola, iguarias que podem ser encontradas em esplanadas solarengas.
Na doçaria, as tortas, os queijinhos doces e os esses de Azeitão gozam, igualmente, de justa fama. É também destas paragens um dos grandes queijos portugueses: o queijo de Azeitão.
Na região de Setúbal também são produzidos bons vinhos, com relevo para o tinto proveniente da casta periquita (castelão), com acentuado sabor a fruta. O néctar mais conhecido é, porém, o Moscatel de Setúbal, intitulado por um enólogo francês como “du véritable soleil en bouteille”.
O concelho dispõe de um conjunto de equipamentos, como o Fórum Municipal Luísa Todi, o Museu do Trabalho Michel Giacometti ou o Museu Sebastião da Gama, em Azeitão, que promovem uma oferta cultural permanente e diversificada.
Neste âmbito, destaque para o Festroia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal, uma das mais importantes manifestações culturais.
Outra iniciativa de relevo em Setúbal é a Feira de Sant’Iago, com início a 26 de Julho, que, com mais de quatro séculos de existência, continua a ser o principal certame do género na região, juntando o artesanato aos divertimentos, sem esquecer os espectáculos musicais.



Forum de Apostas

Re: Setúbal: que há para ver?
« Responder #7 em: 22 de Julho de 2008, 15:54 »

Ninon

  • Visitante
em: 22 de Julho de 2008, 16:39
Por acaso os que dizem que Setúbal não tem nada para ver vivem la?  :doido:

Tens as praias da Serra da Arrabida ( passas a Figueirinha e tens umas cinco para escolher , talvez das mais belas do país)
Troia neste momento não tens nada para ver esta tudo em obras. A não ser que queiras ir a zona da Comporta.
Em relação a noite é animada á sexta e sabado tens mais 30 bares para escolher.
De restaurantes neste momento o que sabe bem é peixe assado e choco frito. De choco frito tens o Leo do Petisco e o Rei do Choco (são os melhores) para peixe tens varios na minha opinião o melhor é sem dúvida o "O Dez"
Como alguem disse tens Sesimbra ao lado, mas a praia não tem nada de especial além da agua ser gelada, no entanto para ir jantar fora é uma boa opção tens bom peixe e principalmente bom marisco. Aí aconselho o "Modesto"

Uma foto de uma das praias da Arrabida


« Última modificação: 22 de Julho de 2008, 16:40 por Ninon »




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina