Autor Tópico: Guia: Mundial de Futebol de Praia (17 a 27 de Julho)  (Lida 4493 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Torry_23

  • Bilionário
  • T
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2006
  • Localidade: Setúbal
  • Mensagens:
    3222
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    438
Campeonato do Mundo de Futebol de Praia 2008


1 - Introdução

Começa no próximo dia 17 de Julho mais uma edição de uma das mais espectaculares modalidades colectivas, o Futebol de Praia. Disputada na praia de Marselha e com organização FIFA, serão 16 as Selecções que querem marcar presença na final de dia 27 de Julho!

Embora praticado à largos anos por todos os “banhistas”, o futebol na praia, mais não passava do que dar uns toques entre amigos. Foi necessário esperar bastante até o Futebol de Praia começar a ser visto como uma modalidade com regras próprias.



2 - O aparecimento e afirmação do Futebol de Praia

É assim que em 1992 o Futebol Praia é reconhecido enquanto modalidade oficial, um conjunto de regras e medidas foram criadas e o Futebol de Praia iniciava a sua brilhante caminhada. Nesse mesmo ano disputou-se uma primeira competição piloto, mas foi em 1993 que surge a primeira competição que envolveu selecções representativas dos seus países, foi na praia de Miami e contou com: Brasil, EUA, Itália e Argentina. E logo aí o Brasil mostrou que apesar de o piso ser diferente, eles continuavam a ser os reis no que toca ao futebol.

O Futebol de Praia crescia de modo impressionante, e é assim que ao segundo ano de modalidade oficial, tem direito ao seu primeiro Campeonato Mundial. O Brasil já “reinava” e não fez por menos, organizou e venceu a competição. Realizada na Praia do Rio de Janeiro, foi uma competição impar, estádio sempre esgotado, a competição contou com as primeiras transmissões televisivas e aquele que para muitos é considerado o pai do Futebol Praia, falamos de Júnior, viu reconhecido todo o trabalho desenvolvido em prol da modalidade bem como a sua qualidade para a disputa da mesma, sendo eleito o melhor jogador do Mundial.

1994 foi assim o grande ano do Futebol de Praia, o Mundial foi um sucesso a modalidade quebrou fronteiras, algo de fantástico! A modalidade crescia de tal modo que uma associação independente surgiu para divulgação da modalidade, e até 1996 foram várias as partidas disputadas por todo o Mundo da Ásia à Europa, Passando pelas Américas!

Neste período de 2 anos disputaram-se mais dois campeonatos do Mundo, e quanto ao vencedor nada de novo, o Brasil fez o Tri. Brasil que se tornava a grande potência do Futebol Praia e só em 2001 e após a conquista de 6 Campeonatos Mundiais consecutivos, o Brasil viu a sua hegemonia ameaçada.

Foi assim que em 2001, na primeira vez que o Mundial saiu das praias do Rio de Janeiro, disputando-se na Costa do Sauípe (Brasil), e Portugal tornou-se Campeão! Foi uma campanha magnífica, onde Hernâni foi eleito o melhor jogador do Mundial e onde Madjer se assumiu de vez como um dos mais brilhantes jogadores desta modalidade.

No ano seguinte (2002), e ainda disputado no Brasil (só em 2006 os Mundiais abandonam território Brasileiro), Portugal volta a marcar presença na final, mas pela frente teve uma forte selecção Brasileira que de um modo algo fácil venceu o seu 7º Mundial.

Durante este período, a Europa via a modalidade crescer, sendo cada vez mais os praticantes e cada vez mais as selecções aderir à modalidade. E foi assim que 1998 surgiu a Liga Europeia de Futebol Praia. Uma competição que é algo parecida com a Liga Mundial de Voleibol. Nesse primeiro ano e ainda pouco divulgada, as grandes potências Europeias não participaram. Essas focaram-se na disputa do Mundial e do primeiro Europeu da modalidade. Europeu de estreia esse que Portugal venceu, mostrando que queria mandar nas praias da Europa.

Os anos de 2002 e 2003 são importantes na medida em que marcam o surgimento da Espanha como a grande rival de Portugal a nível Europeu, lutando taco a taco com Portugal pela “coroa” de Rei da Europa. E se para Portugal este período até foi bom, uma vez que garantiu 2 medalhas de bronze nos Mundiais. Para a Espanha foi excelente pois nesse mesmo período marcou presença em duas finais!

Estamos em 2004 e o Futebol Praia tinha-se assumido não só como a grande modalidade do Verão bem como a modalidade colectiva que mais crescia ano após ano. E este é o ano que aqueles que batalharam pelo futebol praia vêem reconhecido o seu trabalho, a FIFA toma conta do Futebol Praia passando-a para sua alçada. Primeira medida oficializar as regras da modalidade, formar árbitros para a mesma, e organizar o primeiro Mundial oficial.

Termina assim uma era que divulgou o Futebol Praia pelo Mundo fora, uma era em que velhas glórias do Futebol iam para a Praia representar as suas selecções, onde o Futebol Praia era uma modalidade de entretenimento e espectáculo. Na minha opinião o Futebol Praia perde um pouco da sua vertente que a caracterizou ao longo dos anos, uma modalidade de lazer tanto para quem a praticava como para quem assistia.

Neste período é de destacar alguns pontos importantes.

 :arrow: Grandes atletas como Júnior, ZIco, Cantona, Salinas, Carlos Xavier, Hernâni, entre muitos outros fizeram incursões pelas suas selecções.
 :arrow: Só Portugal, por 1 vez, e Brasil por 9 sabiam o que era ser Campeão do Mundo.
 :arrow: Júnior com 4 eleições para melhor jogador de Mundiais, torna-se no grande jogador da modalidade.
 :arrow: Os primeiros jogadores especialistas na areia e completamente estranhos a qualquer adepto do futebol começam a surgir: Jorginho, Madjer, Alan, Nenem, Amarelle, etc.
 :arrow: Paulo Sérgio torna-se no rei das balizas, e faz escola da modalidade. Seis eleições para melhor “goleiro” do Mundial.



3 - A "nova era" do Futebol de Praia

E somos assim chegados a uma nova “era”, sob a égide da FIFA tem lugar no Rio de Janeiro, em 2005, o primeiro Mundial Oficial. Com uma cobertura mediática e envolvendo verbas de patrocínios como até então nunca se tinha visto. Portugal faz um Mundial a todos níveis notável, onde elimina o Brasil numa das meias-finais. Defrontando a França na Final, apesar de uma selecção que já ia ganhando reputação nas areias, tudo levava a crescer que o primeiro Mundial viesse para Portugal, mas a França surpreendeu e venceu Portugal, tornando-se assim Campeã Mundial. Se Portugal já contava nas suas fileiras com grandes jogadores da modalidade, a França tinha como grande figura o treinador, Eric Cantona. Neste mesmo Mundial, Madjer viu finalmente toda a sua qualidade reconhecida, sendo melhor marcador e melhor jogador.

Em 2006 e uma vez mais disputado sobre sol Brasileiro, o Brasil foi rei e senhor. Quanto a Portugal, uma derrota na meia-final frente ao Brasil, levou a selecção para a disputa do Bronze onde uma vez mais não foi capaz de superar uma cada vez mais forte selecção Francesa. Em compensação Madjer mostro uma vez mais que é o Rei na areia, com 21 golos apontados, o troféu de melhor marcador não lhe fugiu. Mas a qualidade que mostrou foi tanto que apesar do 4º lugar a nível colectivo, ele foi uma vez mais o melhor do Torneio.

O último Mundial, 2007, serviu para coroar uma vez mais o Brasil como Rei das Praias. Segundo Mundial FIFA e 11º a nível Global! Um Mundial sem grande história no que toca a selecção Portuguesa, uma má fase de grupos levou ao encontro do Brasil dos quartos-de-final e consequente afastamento da competição. A nível individual Buru foi o melhor jogador e melhor marcador, apresentou-se numa forma magnífica! De destacar neste Mundial os países que até ao momento não tinham qualquer nome na modalidade e que se mostraram aqui com bastante qualidade. O grande destaque vai mesmo para a selecção Mexicana, que fazendo a sua estreia na competição conseguiu atingir a Final.

E eis que chegamos a 2008, o Mundial sai finalmente do Brasil e a sua sede será em França nas praias de Marselha. Marselha que em 2009 será uma vez mais anfitriã do Mundial, este que em 2010 se muda para o Dubai.

Espera-se assim em Marselha, um Mundial de grande qualidade e espectáculo, e onde o Brasil surge uma vez mais como favorito. De resto a ter em atenção algumas selecções que cada vez mais apresentam jogadores brilhantes no que toca á areia.

Nesta "nova era" do Futebol de Praia tenho de destacar alguns aspectos.

 :arrow: Sendo o Mundial com mais Selecções de sempre, 2006 foi também o Mundial com mais, 286 no total e que significaram uma média de quase 9 golos por jogo!
 :arrow: O surgimento da França como uma potência da modalidade. Bem como selecções de outros pontos do Mundo começam a revelar valores na modalide.
 :arrow: A modalidade perde um pouco da sua espectacularidade, mas cresce a nível táctico, sendo que cada vez mais se vê jogos a ser decididos em pormenores.
 :arrow: Madjer é o melhor marcador de sempre com 21 golos num só Mundial e com 41 nas 3 edições!



4 - Conclusão

Eis assim que em 16 anos o Futebol Praia nasce e se torna numa das grandes modalidades a nível Mundial. Os últimos 3 anos foram de extrema importância pois foram organizados Mundiais com a égide da FIFA, a modalidade quebrou todas as fronteiras. De destacar ainda um facto que nos leva a entender o cada vez maior crescimento dão Futebol de Praia, se este inicialmente era praticado por jogadores que vinham da variante de 11, hoje em dia esses jogadores são cada vez menos, começando a surgir os verdadeiros especialistas da areia, muitos deles praticando a modalidade ao longo do ano em Campeonato locais que cada vez mais surgem nos diversos países. A modalidade começa também a ter treinadores especializados, o que a leva a perder um pouco da sua espectacularidade.




5 - Video da modalidade

[youtube=425,350]T_CvR3zm6K8[/youtube]



6 - Odds para o Vencedor do Mundial


Rei na modalidade, o Brasil é assim de longe visto como um Campeão antecipado com uma odd de 1.50, tanto que as outras duas selecções que já venceram Mundias - Portugal e França - apresentam odd's "disparatadas", 10.00 e 11.00 respectivamente. Para os restantes países com história na modalidade, são apresentadas odd's ainda mais elevadas, como a odd de 21.00 para o México, vice-campeão em título. E se o Brasil parte como vencedor antecipado, num plano oposto temos a odd de 251.00 para as Ilhas Salomão.



Grupo A




França

Jogando nas suas praias e sendo o primeiro Campeão do Mundo FIFA, a França é tida como favorita no Grupo A. Uma selecção que vale em grande parte pelo seu colectivo, tendo no banco a sua grande estrela, o treinador Eric Cantona. Ele que durante anos praticou a modalidade, mas que desde a temporada passada passou a tomar conta dos destinos dos “Blueus”. Curioso que quando a França foi Campeão Mundial em 2005, o treinador era o irmão de Cantona, Joel.

França que em Mundiais FIFA apresenta um recorde fantástico, em 17 partidas conta apenas com uma derrota (em tempo regulamentar). E assim apresenta no palmarés, um Mundial e um 3º lugar.

Para estar presente neste Mundial a França não necessitou de passar por qualquer fase de apuramento, pois sendo a anfitriã da prova, garantiu a sua participação na mesma.

A grande figura da França é Jean-Marie Aubry, que não só é o melhor Francês no seu posto como um dos grandes guarda-redes da modalidade.




Irão

O Irão é uma selecção que vai crescendo a grande ritmo na modalidade. Estreando-se nos Mundiais em 2006, o Irão não foi além de um empate a 6 golos diante do Canadá, perdendo depois no prolongamento, juntou a isso duas derrotas, e não foi além da fase de grupos, mas ficou no ar que esta selecção apresentava um grande potencial.

O ano passado o Irão voltou a marcar presença, e passeou pelas areias do Rio de Janeiro toda a sua classe. Apesar de uma vez mais não ter passado da fase de grupos, bateram o pé a grandes potências da modalidade, a saber: vitória por 5x4 sobre a Espanha e um empate a 3 diante de Portugal (vitória Portuguesa no prolongamento). Só uma surpreendente derrota por 8x7 frente aos Estados Unidos impossibilitou o Irão de fazer história.

Mas este crescimento do Irão deve-se em grande parte ao seu treinador, Marco Octávio, um Brasileiro que conta com 7 Campeonatos do Mundo no seu currículo, sendo um deles o único conquistado por Portugal. Ele que este ano não estará ao serviço da selecção Iraniana, pois até á bem pouco tempo orientava o ultimo classificado do Campeonato do Irão (Futebol de 11).

Foi assim Farssad Falahtzadeh, actual selecionador do Irão quem levou a equipa a mais um Mundial com a conquista do 3º Lugar na Fase de Apuramento.

A grande figura do Irão está na baliza, Hamed Ghorbanpour, um autentico “one man show”! Eximio entre os postes, não exita sempre que possivel a rematar a baliza adversário. É um autentico exibicionista animando todo o estádio! Foi o autor do melhor golo do Mundial de 2007!




Senegal

O Senegal vai para a sua segunda participação em Mundiais, e tem como grande teste igualar ou até mesmo superar a prestação de 2007. No seu ano de estreia o Senegal não fez por menos, terminou o grupo na liderança com 3 vitórias em 3 jogos, Itália, Uruguai e Japão foram os “clientes”.

Contudo a equipa quedou-se pelos quartos-de-final após uma derrota por 6x3 frente à França.
Este ano o Senegal surge assim em França com esperanças de fazer mais uma brilhante campanha. O ritmo já está conseguido com uma Fase de apuramento irrepreensível, culminado com uma vitória final de 12x6 sobre os Camarões.

Senegal que tem tudo para ser uma das grandes potências da modalidade, pois se já domina a nível Africano, deixou igualmente bem patente a sua qualidade no ultimo Mundial. A juntar a isto o facto de estar a falar de uma selecção em que 80% dos jogadores tem entre os 20 e os 23 anos!

Grande figura do Senegal é Pape Jean Koukpaki, ele que no último mundial marcou 7 golos. Ele que é tido por alguns como o Madjer Africano.




Uruguai

O Uruguai que parecia que vinha a perder algum do fulgor que já teve, começando mesmo a perder o estatuto de segunda formação Sul-Americana da modalidade. Mas indo para a sua 4ª participação consecutiva, o Uruguai mostra que está a cimentar o seu estatuto de potência na modalidade, tanto que marcou presença na final em 2006, onde saiu derrotado pelo Brasil, e garantiu o 3º lugar final em 2007.

Este ano a equipa ambiciona uma vez mais uma presença no pódio, e tudo leva a crer que a equipa possa conseguir um bom resultado, isto olhando para a fase de apuramento em que terminaram na 3 posição e onde viram Diego ser eleito o melhor guarda-redes.

Diego que é mesmo uma das grandes figuras do Uruguai. Uma selecção que vale pelo seu global, mas que tem na baliza um guarda-redes que devido à sua qualidade e à segurança que transmite, se torna numa das figuras da equipa. Muitos consideram-no mesmo, na actualidade, o melhor guarda-redes do futebol de praia.




Odd's para Vencedor do Grupo


A França devido a ser a selecção do Grupo com maior palmarés e já com um título conquistado surge como favorita à vitória no Grupo A, 1.62. Apesar disso e devido ao que o Uruguai fez nos dois últimos Mundiais, o valor de 4.50 para vencer, está elevado de mais pois esta já mostrou ser uma talentosa selecção. O Senegal a 5.00, não reflecte em nada o brilhante campeonato que fizeram o ano passado, pois falamos de uma selecção que chegou aos quartos-de-final na sua estreia e inserida num Grupo complicado. Por último o Irão surge como o menos favorito a vencer o grupo, 12.00, apesar de a equipa possuir bons atletas e ainda no último Mundial ter causado surpresa frente à Espanha e Portugal, a saída do técnico Marco Octávio debilita muito a equipa.



Grupo B




El Salvador

El Salvador surge neste Mundial como uma incógnita, sem qualquer presença em Campeonatos do Mundo e sem qualquer historial na modalidade, pouco ou nada se sabe desta selecção.

Na fase de apuramento em 2007 a equipa quedou-se pela última posição, onde nem uma vitória conseguiu. Contudo no apuramento para este Mundial, a equipa terminou em 2º lugar, apenas superada pelo México vice-campeão Mundial.

Foi uma fase de apuramento em que El Salvador apenas perdeu por 4x2 diante do México e venceu Costa Rica e Estado Unidos.

A nível de jogadores, e sem conhecer por de mais a selecção, Luís Rodas melhor marcador da Zona de Apuramento da CONCAF e Jose Ruiz, melhor guarda-redes da mesma, parecem ser os melhores executantes da equipa.




Itália

A Itália é a muito uma das grandes potências da modalidade, contudo acaba sempre nas grandes competições ficar um pouco aquém, ficando assim à quem no que toca a conquistas. Nos Mundiais FIFA nunca passou da Fase de Grupos, e nos Mundiais oficiosos o melhor passa por um 2º lugar em 1996 (segunda edição da prova).

Apesar disso a Itália é um dos grandes nomes do Futebol Praia, e em termos de organização o país mais desenvolvido. Isto porque foram os pioneiros no que toca à organização de uma Liga local, e esta está cada vez mais desenvolvida e enraizada. Já se começando a pagar volumosos ordenados em determinadas equipas da Liga. O AC Milão que à bem pouco tempo adquiriu os direitos desportivos de uma equipa da Liga, passando esta a actuar sob o nome de “Milano Beach Soccer”, é um sinal da grandeza do Futebol de Praia por estas paragens.

Na fase de apuramento a Itália ficou na 4ª posição (ultimo lugar de acesso) final e garantiu assim direito de disputar a prova. Se parece “curto” ter terminado apenas no último lugar de acesso, não o foi, a fase de apuramento Europeia foi a mais disputada de sempre com 24 países a tentarem a sua sorte, o que levou a que pela primeira vez uma competição de Futebol de praia se tivesse de disputar em dois estádios montados a propósito!

A Itália possui grandes executantes como Feudi, Pasquali ou Palmacci. Contudo um dos jogadores a seguir neste Mundial e sobre o qual incidirão grande parte dos “holofotes” é o numero 10 da Squadra Azurra, Diego Armando Maradona Jr! O filho do grande Astro!




Portugal

Uma das grandes potências da modalidade, para muitos só o Brasil está acima de Portugal. Um Mundial conquistado, diversos Europeus e Ligas Europeias, uma enormidade de distinções individuais. Portugal é um dos grandes da modalidade.

Portugal treinado pelo grande Zé Miguel, um dos mais míticos guarda-redes do Futebol Praia, onde só é superado nesse posto pelo inigualável Paulo Sérgio. Contudo Portugal é de todas as selecções presentes a mais previsível, isto no que toca a jogadores. Pois o núcleo duro da actual selecção é praticante o mesmo de à anos atrás, grande parte deles foram Campeões do Mundo em 2001, e tinham como companheiro o seu actual seleccionador.

A Portugal como potência na modalidade falta alguma organização para não começar a perder o comboio para outras selecções Europeias e para não ver o Brasil cada vez mais inatingível, isto porque Portugal já revela cada vez mais dificuldades a nível Continental, e sempre que defronta o Brasil é derrota mais que certa.

Mas parece que finalmente Portugal começa a apostar forte na modalidade, está regulamentada e pronta a arrancar uma Liga Nacional (tal como já se faz em alguns países da Europa e à muitos anos no Brasil). Já começam a surgir novos valores na selecção. Ainda na recente fase de apuramento, alguns jogadores fizeram a sua estreia na Selecção, e não posso deixa de destacar um deles, Durval. E destaco este atleta por ser meu conterrâneo, natural de Sesimbra, á muito que dá cartas nos torneios de Futebol Praia por cá organizados e à muito tido como um jogador com potencial para estar na Selecção. A estar presente no Mundial, Força para ele!

Para aqui estar presente, Portugal passou pela fase de apuramento Europeia, onde terminou na segunda posição após uma derrota por 4x3 diante da Espanha.

No que toca a destaques, Portugal possuiu dos melhores executantes da modalidade, Belchior começa a cimentar o se valor, Alan é um atleta fantástico, Hernâni uma autêntica instituição no futebol Praia sendo um dos grandes executantes a nível Mundial apesar dos seus 44 anos! Mas Madjer, é Madjer! Um jogador sem comparação tido e considerado por muitos, como o melhor do Mundo, e são já igualmente muitos os troféus de Melhor jogador, melhor marcador que já conquistou.

É um jogador impar na areia, que não só deixa escola na modalidade como vai deixar saudades. Dele é ainda a proeza de nos Mundias FIFA marcar 21 golos num só Mundial e um total de 41 nos 3 que até agora participou! Pode não ter sido o melhor de sempre, mas só os Brasileiros Júnior e Jorginho podem junto com Madjer reclamar esse título!

Madjer que ainda à bem pouco tempo escreveu mais uma página na sua brilhante carreira ao assinar pela equipa de futebol praia do Milão, e segundo informações é neste momento o atleta mais bem pago da modalidade!




Ilhas Salomão

As Ilhas Salomão tidas como o Brasil do Pacifico, estão longe da qualidade do Brasil, mas recebem esse nome devido ao facto de dominarem por lá. Tanto que a falta de infra-estruturas adequadas e a pouco concorrência levaram a que ao contrário dos 2 anos anteriores, a zona da Oceânia não efectuasse nenhuma fase de apuramento para a atribuição da vaga a quem direito, “oferecendo” essa às Ilhas Salomão como que se de um wild card se tratasse.

O melhor resultado das Ilhas Salomão num Mundial foi a vitória por 5x2 sobre os Camarões conseguida em 2006 passado, contudo essa de nada serviu pois a equipa uma vez mais ficou-se pela fase de grupos.

Ilhas Salomão que apresentam ainda um “recorde” a nível de Mundiais FIFA, 48 golos sofridos em apenas duas presenças.

A nível individual o grande destaque é James Naka, ele que apontou 11 dos 19 golos que as Ilhas Salomão conseguiram nos dois Mundiais que disputou.




Odd's para Vencedor do Grupo


Portugal é o favorito à vitória no Grupo, 1.85, mas fruto de anos menos bons e competições menos conseguidas, não tem o favoritismo de outrora. Tanto que a o valor de 2.50 para a Itália mostra que esta é tido como uma forte opositor a um caminho fácil da nossa selecção. Longe de ser tido como provável vencedor do grupo,7.00, está o estreante El Salvador, desconhecido nestas andanças mas aqui presente fruto de eliminar os Estados Unidos, El Salvador consegue até mesmo mais favoritismo que as Ilhas Salomão, 21.00, que já vão para a sua terceira presença. Um facto à a ter em conta quanto ao Vencedor deste Grupo, é que se tudo correr como previsto, e o Brasil passear a sua classe habitual, o Vencedor deste Grupo se passar nos quartos-de-final apanhará pela frente na meia-final a selecção Canarinha.



Grupo C




Argentina

Apesar de ser areia, é futebol e como não podia deixar de ser a Argentina é uma das grandes selecções da modalidade. Embora a nível continental surja num 3º plano, continuam a ser uma selecção bastante forte e combativa. No que toca a Mundiais, desde que estes são organizados pela FIFA o melhor que conseguiu foi uma presença nos quartos-de-final no ano de estreia e quando este era apenas disputado por 12 equipas, e nova presença na mesma fase em 2006.

De resto o melhor que conseguiu foi uma medalha de bronze quando o Mundial ainda se disputava a nível oficioso, foi em 2001, no ano em que o vencedor foi Portugal.
Na Fase de apuramento a Argentina apenas perdeu na final diante do insuperável Brasil, de resto um percurso notável onde se inclui uma grande vitória sobre o Uruguai.

No que toca a jogadores as grandes figuras são os irmãos Hilaire, com destaque para Ezequiel que ainda na recente fase de apuramento marcou 7 golos e sagrou-se melhor marcador da mesma. O Irmão Santiago também não deixa os seus créditos em “pés” alheios, mas também o sabe que o irmão e bem mais forte do que ele. Mas são estes os dois grandes jogadores que fazem mexer a selecção albi-celeste. Eles que juntos já apontaram 14 golos em 3 Mundiais.




Camarões

Camarões foi a par da Nigéria, as primeiras selecções a garantir via apuramento uma presença no Mundial, estávamos no ano de 2006. Isto porque em 205 a África do Sul representou o Continente Africano, mas enquanto convidada. Logo na sua primeira presença os Camarões mostraram valor, conseguindo arrancar um empate e consequente vitória nos penaltys sobre o Uruguai.

O apuramento para França não foi fácil, se numa primeira fase de apuramento os Camarões venceram sem dificuldades o seu Grupo, a equipa defrontava nas meias-finais a Costa do Marfim sabendo que uma vitória significa uma bilhete para França. Assim foi mas essa vitória foi bastante sofrida, pois foi apenas nos penaltys. Na final que servia apenas para atribuição do título, pois tanto Camarões como Senegal já estavam apurados, os Camarões perderam por 12x6! Mostrando que ainda estão um pouco atrás do seu adversário.

O melhor jogador da equipa é Franck Augustin Batoum, ele que se estreia em Mundiais mas que na fase de apuramento revelou ser dotado de uma grande qualidade, a qual ficou patente nos 11 golos que apontou.




Rússia

A Rússia é dos países que mais tem evoluído no futebol praia. Não possuindo atletas com grandes qualidades técnicas para a disputa da modalidade, a nível táctica a Rússia é talvez a selecção mais forte. A Rússia é talvez a mãe do aparecimento de uma certa cultura táctica no futebol praia.

Baseia grande parte do seu jogo, no “não jogo” adversário, procurando que estes não tenham grandes espaços para atacar. São talvez o supra-sumo defensivo do futebol praia, tanto que o Brasil expoente máximo da modalidade e do espectáculo na areia, no último Mundial não foi além do empate a 2 bolas frente a esta Rússia, acabando apenas por vences nas grandes penalidades. Foi o único jogo da história do Brasil no futebol de praia que apenas marcou 2 golos!
Apesar desse moralizador resultado, a equipa não passou da fase de grupos, mas mesmo eliminada conseguiu a proeza de com apenas 6 golos sofridos ser a melhor defesa de todos os grupos!

São acima de tudo uma equipa muito física e que ganha inúmeras bolas disputadas. A nível atacante são pouco dotados, mas com atletas fortíssimos a nível físico, estes possuem fortes pontapés que não enjeitam em aplicá-los de qualquer zona do campo.

Rússia que está presente em França devido ao brilhante 3º lugar conseguido na fase de apuramento, após uma vitória por 4x2 sobre a Itália no jogo de disputa do mesmo. Rússia que não conseguiu marcar presença na final devido a uma derrota mínima (2x1) frente a Portugal. Nesta mesma fase de apuramento é de destacar a proeza de apenas sofrer 2 golos de Portugal, e ver as redes invioláveis numa outra partida!

Sendo uma selecção de cariz tão defensivo, têm em Andrey Bukhlitskiy, a sua grande figura. Um jovem guarda-redes mas dotado de uma técnica e de uma frieza dignas da escola de Leste, revela uma segurança enorme entre os postes parecendo ele que não está a actuar sobre uma superfície que em nada ajuda os da sua posição.




Emiratos Árabes Unidos

Os Emiratos Árabes Unidos começam a mandar a seu belo prazer no Continente Asiático. Se em 2007 garantiram o título Continental e consequente apuramento para o Mundial, em 2008 não fizeram por menos, Bi-Campeões Asiáticos e nova presença no Mundial. Mas o trajecto que os levou à conquista do título Continental foi de enorme brilhantismo, onde venceu os 4 jogos disputados!

Grande parte deste crescimento deve-se a Marcelo Mendes, um dos grandes treinadores da modalidade e que de à dois anos para cá assumiu o comando da equipa. Ele que considera mesmo ter jogadores com qualidade para fazer frente as selecções do seu grupo, não só conseguindo assim vencer pela primeira vez um jogo num Mundial, bem como pela primeira vez marcar presença nos quartos-de-final.

O melhor resultado da equipa até agora em Mundiais foi o empate frente à Nigéria, que acabou por vencer a partida nos penaltys. Mas a qualidade ficou patente tanto nesse jogo como frente à França com quem apenas perdeu por 6x5.

No lote de jogadores é difícil destacar alguém, a equipa é muito semelhante a nível técnico, e deu para ver no último Mundial que qualquer um deles se equivale em funções dentro de campo e que fazem golos com relativa facilidade. Contudo Rami Aldefaia, que foi eleito melhor jogador do ultimo Campeonato Asiático de futebol praia e faz a sua estreia em mundiais é apontado como um jogador a seguir de perto.
Finalizando, a grande figura e motor desta selecção é mesmo Marcelo Mendes, é ele que fruto do seu conhecimento tem feito um brilhante trabalho com estes atletas.




Odd's para Vencedor do Grupo


Fruto da sua grande cultura táctica e do crescimento que tem mostrado na modalidade, a Rússia é clara favorita, 1.65, a vencer o se grupo. Apesar disso a Argentina está pronto a mostrar serviço e querer chamar a si o estatuto de favorita. Composta na sua maioria por jogadores experientes e que jogam juntos à largos anos, 3.00 é um valor razoável para a qualidade Argentina. Num terceiro posto, 8.00, surge os Emiratos Árabes Unidos, Rei e senhor na Ásia e contando com um treinador com larga experiencia, podem ter uma palavra a dizer no grupo. Por fora correr os Camarões, 15.00, a equipa chegou ao Mundial de forma algo tremida e a na sua primeira presença não se revelou uma equipa capaz de bater qualquer um destes seus adversários.



Grupo D




Brasil

O Brasil quase que dispensa apresentação, falar de futebol praia é falar de Brasil. De longe a selecção mas titulada da modalidade, reinando a nível Continental e Mundial, possuindo os melhores executantes da modalidade, todos os adjectivos são poucos para elogiar esta selecção.

Entre Mundiais oficiosos e Mundiais FIFA são 11 as conquistas. O período dourado foi entre 1995 e 2006, com 6 títulos consecutivos! Actualmente vão com duas conquistas consecutivas e a qualidade e superioridade patenteadas é tal que muitos já dizem que um novo reinado, e ainda mais longo, pode estar a iniciar-se.

Como já referi em cima falar do Brasil é falar da modalidade em si. Marco Octávio tido como o melhor treinador de futebol praia é Brasileiro, Paulo Sérgio tido (a par de Zé Miguel) como o melhor guarda-redes da modalidade é Brasileiro, Júnior considerado o pai do futebol praia é Brasileiro, que mais? O número de atletas praticantes da modalidade no Brasil, 10 mil!

Pela selecção de “Beach Soccer” já passaram nomes consagrados do Futebol como Zico, Junior, Paulo Sergio, Romário. E alguns dos maiores especialistas da modalidade como Nenem, Jorginho, Junior Negão, Juninho.

O Brasil é assim de longe o país mais evoluído no que toca à modalidade, possuindo uma Federação própria, Confederação Brasileira de Beach Soccer, á muito que por aquelas paragens se disputa uma Liga Nacional que dá inúmeros valores à selecção. Selecção que, e perdoem-me a redundância, recordista de recordes! Ele é a maior goleada, o maior número de golos de um jogador numa só partida, os números de jogos sem perder, o número de jogos consecutivos a vencer, etc., etc…

Apesar de tudo isto para estar presente no Mundial o Brasil teve que passar por uma fase de apuramento Continental, a qual o Brasil venceu sem grandes dificuldades. Com 4 vitórias em 4 jogos, foi quase como um passeio. Destaque deste torneio de apuramento para André que foi considerado o melhor jogador da prova.

Destacar um jogador da selecção Brasileira é uma tarefa complicada e ingrata, pois a qualidade é tanta que destacar um em detrimento de outro é “grave”. Mão é extraordinário na baliza e por vezes intransponível. Junior Negão na defesa é um dos pais da modalidade, representando a selecção Brasileira por mais de 300 vezes! Benjamin e Buru são dotados de uma técnica fora do normal. Buru é talvez neste momento, em que a selecção Brasileira não tem um jogador que se destaque como em outras ocasiões, o “destaque” da selecção, contudo é algo atípico no que toca a jogadores Brasileiros, pois não sendo dotado de uma grande técnica é um dos mais eficientes e influentes da selecção. Tanto o é que ainda no último Mundial conquistou os prémios de melhor marcador e melhor jogador.




Japão

O Japão foi o pioneiro do continente Asiático a aventurar-se no futebol praia, desde cedo que marcou presenças em Mundiais enquanto dominava no que ao seu Continente dizia respeito. Apesar disso a nível Mundial nunca apresentou resultados de relevo, até ao primeiro Mundial FIFA em que disputou com o Brasil a medalha de Bronze. Nos seguintes Mundiais a equipa apenas venceu um jogo e nunca mais passou da Fase de Grupos.

O Japão parece assim que estagnou e começou a perder o fulgor e o domínio que apresentava a nível Continental, tanto assim que à 3 anos que não conquista o Campeonato Asiático. Apesar disso a equipa tem conseguido apurar-se para todos os Mundiais FIFA.

Apesar de um período de estagnação que referi, o Japão na Fase de apuramento revelou um pouco mais de qualidade e força do que se esperava. A equipa só cai na final, mas pelo caminho efectuou boas partidas e viu Terukina ser eleito melhor guarda-redes e Yamauchi tornar-se melhor marcador.

Yamauchi que é sem dúvida a figura da selecção nipónica, marca golos atrás de golos e é muitas das vezes o salvador da equipa. Ele que até o momento apenas disputou 3 jogos em Mundiais onde marcou 4 golos.




México

O México passou de uma completamente desconhecida selecção na modalidade, para a grande potência a nível Continental e uma das cada vez mais temidas selecções a nível Mundial!

Fazendo a sua estreia e primeira aparição numa grande competição o ano passado, o México cedo mostrou serviço empatando no jogo de estreia contra uma das selecções que a seu par mais cresce na modalidade, a Rússia, de seguida uma derrota por 6x4 frente ao Brasil, quando à entrada para o 3º período vencia por 4x3. Por último uma fácil vitória diante das Ilhas Salomão e o apuramento estava conseguido!

Nos quartos-de-final mais história com uma vitória de 5x4 sobre a Espanha. Seguisse o Uruguai nas meias-finais e nova vitória por 5x2. O México atingia a final e ia defrontar de novo o Brasil e o México saiu derrota por 8x2.

Não resisti a relatar o percurso do México no último Mundial, pois esse percurso e também o percurso do México no futebol praia, até ai eram uns completos desconhecidos na modalidade!
Já este ano o México venceu de forma brilhante a fase de apuramento. E como festa final da mesma defrontou uma selecção das estrelas dos países que discutiram consigo o apuramento, e mais uma vitória Mexicana.

O percurso do México nestes últimos 2 anos tem assim sido brilhante, em inúmeras partidas disputadas a equipa apenas perdeu por 3 vezes, duas diante do Brasil no último Mundial, e uma frente aos Estados Unidos no apuramento para o Mundial de 2007.

Uma selecção que cresce a grande ritmo e uma das quais mais se espera espectáculo nas areias de Marselha.

A grande figura da equipa é o avançado Morgan Plata, 9 golos no último Mundial (2º melhor marcador) e eleito terceiro melhor jogador da competição. Mas Villalobos também mostrou bastante qualidade no último Mundial e já este na fase de apuramento foi eleito o melhor jogador.




Espanha

A Espanha surge no Mundial como Campeã Europeia, isto porque a fase Europeia de apuramento era igualmente o Campeonato da Europa. Assim com a vitória na final sobre Portugal a Espanha tornou-se campeã da Europa e marcou presença no Mundial.

Espanha que vem durante todos estes anos do futebol de praia discutindo o título de Rei da Europa com Portugal, e nas últimas temporadas tem conseguindo levar vantagem sobre a nossa selecção. A vitória no último Europeu, junta-se ainda uma vitória na fase de grupos do último mundial.

Apesar de inserida num grupo complicado, a Espanha surge com a moral em alta. Os sues melhores praticantes estão num grande momento, vem de uma grande conquista, a Espanha aparenta ter tudo para fazer um grande Mundial.

Como referi a Espanha vem ganhando vantagem em relação a Portugal em parte devido ao facto de a selecção Espanhola não depender actualmente dos meus jogadores que dependeu à anos atrás. Apesar de grande parte do lote de seleccionáveis ser o mesmo, bem como os melhores atletas serem os mesmos, surgem cada vez mais valores na selecção Espanhola, isto devido à Liga que já se disputa aqui ao “lado”.

A chegada de Joaquim Alonso ao comando da equipa e um maior destaque (a todos os níveis) dado a Amarelle tem feito a Espanha crescer.

Amarelle que é de longe o melhor praticante do pais vizinho, um atleta que à largos anos espalha classe pelas areias das mais variadas praias onde tem jogado. Neste momento encontra-se num grande momento de forma. Apontou 13 golos durante o Europeu (2º melhor marcador) e foi eleito melhor jogador. Mas se na frente está Amarelle, na baliza Roberto mostra que esta ai para as curvas, um exibição notável na final frente a Portugal aliada a uma mão cheia de boas exibições levaram-no a vencer a distinção para melhor guarda-redes.




Odd's para Vencedor do Grupo


O Brasil é de longe, 1.12, favorito à vitória no Grupo, apesar dos adversários serem de peso, o Brasil é a potência da modalidade. Dado este teórico favoritismo do Brasil os restantes países vêem sobrevalorizada a sua qualidade como o caso da Espanha, 8.50, mas um mau jogo dos Brasileiros ou um dia inigualável dos Espanhóis e tudo pode ser apenas teoria. De seguida o México que defende o 2º lugar do ano passado, mas que mesmo assim é "empurrado" para um terceiro plano, 10.00. Por último o Japão, a equipa como menos probabilidades de fazer algo, 51.00, de bom neste Grupo e que sabe que vencer um jogo já será difícil. Apesar do favoritismo do Brasil este é talvez o grupo mais forte, e na impossibilidade de termos 3 equipas a lutar pelo 1º lugar, vamos no mínimo ter duas a lutar pelo segundo lugar até ao último segundo.



Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    226994
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 02 de Julho de 2008, 04:16
ABSOLUTAMENTE MAGNIFICO! :venia:



dreams

  • Magnata
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18452
    Pts Tipsr:
    918
  • Banido!
em: 02 de Julho de 2008, 04:26
 :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock:

Foste tu que fizeste isto tudo ou copiaste a informação de algum lado.  :shock:

Amazing!



Forum de Apostas

Re: Guia: Mundial de Futebol de Praia (17 a 27 de Julho)
« Responder #2 em: 02 de Julho de 2008, 04:26 »

Torry_23

  • Bilionário
  • T
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2006
  • Localidade: Setúbal
  • Mensagens:
    3222
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    438
em: 02 de Julho de 2008, 04:29
:shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock: :shock:

Foste tu que fizeste isto tudo ou copiaste a informação de algum lado.  :shock:

Amazing!
Fruto de algumas leituras e consultas para descubrir certos promenores, de resto algum conhecimento e gosto pela modalidade. Quanto aos textos todos da minha autoria.  :oops:



dreams

  • Magnata
  • d
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2006
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18452
    Pts Tipsr:
    918
  • Banido!
em: 02 de Julho de 2008, 04:31
Arrisco-me a dizer que nunca vi uma apresentação tão boa aqui no AG, e se dizes que é tudo teu então --------UAUUUUU!



Bruno Coutinho

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade: Lisboa
  • Mensagens:
    226994
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    108
em: 02 de Julho de 2008, 04:33
Arrisco-me a dizer que nunca vi uma apresentação tão boa aqui no AG, e se dizes que é tudo teu então --------UAUUUUU!


Eu tenho a certeza!



NunoLopes

  • HighRoller
  • N
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2007
  • Localidade:
  • Mensagens:
    10342
    Pts Tipsr:
    794
em: 02 de Julho de 2008, 04:51
brutal  :venia:
até me sinto moralizado para fazer umas picks nisto, seguia muito este desporto há uns anos, mas desliguei um pouco ultimamente..



Almighty

  • HighRoller
  • A
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    9544
    Pts Tipsr:
    413
em: 02 de Julho de 2008, 04:54
P*** Que P****  :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:
Brilhante em tudo  :venia:



Forum de Apostas

Re: Guia: Mundial de Futebol de Praia (17 a 27 de Julho)
« Responder #7 em: 02 de Julho de 2008, 04:54 »

fintas

  • HighRoller
  • f
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2007
  • Localidade: Paços de Ferreira
  • Mensagens:
    8841
    Pts Tipsr:
    274
em: 02 de Julho de 2008, 08:25
Parabens por esta apresentação brutal :venia: :venia: :venia: :venia:



B. Domingues

  • Multimilionário
  • B
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2006
  • Localidade: Manchester
  • Mensagens:
    4259
    Pts Tipsr:
    290
em: 02 de Julho de 2008, 09:50
Belo :venia: :venia:

As Ilhas Salomao vao ter grandes odds, e contra El Salvador, esta no papo :mrgreen:



emef11

  • Magnata
  • e
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2007
  • Localidade: Alhos Vedros - Moita
  • Mensagens:
    17686
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    246
em: 02 de Julho de 2008, 10:42
Do melhor que tenho visto, sem qualquer margem para dúvidas.

Mas ainda digo mais. Não vi em lado nenhum semelhante apresentação com jornalistas a tempo inteiro.

Sai 5 pontos Tipster  :bom:
« Última modificação: 02 de Julho de 2008, 10:42 por emef11 »



k3nzo

  • Multimilionário
  • k
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jun 2006
  • Localidade: Porto
  • Mensagens:
    7264
    Pts Tipsr:
    106
em: 02 de Julho de 2008, 11:32
Tremendo!!!  :venia:

Mal posso esperar pelos jogos e pelas picks!! Bom trabalho!  :bom:




BrunoAlex

  • Magnata
  • B
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    50551
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    2500
em: 02 de Julho de 2008, 11:33
Que brutalidade Torry_23  :venia: :venia: :venia:  :bom:
QUERES CONHECER O PROJECTO MAIS REVOLUCIONADOR ALGUMA VEZ CONHECIDO NO MUNDO DAS APOSTAS?

:cool: www.betarena.com :cool:



kalsberg

  • Multimilionário
  • k
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2007
  • Localidade:
  • Mensagens:
    7131
    Pts Tipsr:
    149
em: 02 de Julho de 2008, 12:10
Sem comentários!!!

 :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:



ric_

  • HighRoller
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2007
  • Localidade: Braga
  • Mensagens:
    8996
    Pts Tipsr:
    372
em: 02 de Julho de 2008, 13:30
Antes demais parabens torry!
Sinceramente já estou aí a ver apostas que me agradam bastante!atenção a esse Senegal e Camarões que jogam largo! ;)




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina