Autor Tópico: [UFC on ESPN 6] Weidman vs Reyes - 18 Outubro  (Lida 100 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Henrique11

  • Sem Dívidas
  • H
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    336
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    75
em: 15 de Outubro de 2019, 16:07
UFC on ESPN 6
19/10 às 2h30
Yair Rodriguez vs Jeremy Stephens


Tem lugar em Boston, já na madrugada de sexta para sábado esta luta entre Yair Rodriguez e Jeremy Stephens, na categoria de featherweight (145lbs) da UFC.

Esta é a reedição da luta que aconteceu no passado dia 21 de setembro, no México, mas durou apenas 15 segundos. Essa luta foi interrompida porque Yair "raspou" acidentalmente com um dedo nos olhos de Stephens, e este ficou com a visão comprometida. O resultado foi por isso um inconclusivo no contest. A recuperação foi rápida e o rematch foi marcado para menos de um mês depois, desta feita em solo americano.

Stephens é um veterano com um registo de 28 vitórias e 16 derrotas e 1 no contest. Lutador profissional desde 2005, esta será a sua 33ª (!) luta na UFC, o que por si só atesta à sua durabilidade. A sua carreira na organização caracteriza-se por uma grande inconsistência, nunca tendo conseguido juntar uma sequência de vitórias superior a 3 que pudesse levar a patamares mais altos e aproximar de uma luta pelo título.
É conhecido pelo seu estilo agressivo em procura constante pelo KO, e não é por acaso que das suas 28 vitórias, 17 foram por KO/TKO. O seu poder de KO é inegável, no entanto isso torna Stephens um lutador um tanto ou quanto previsível. Os seus adversários sabem que dificilmente a sua estratégia passará por levar a luta para o chão, a menos que a luta não esteja a seu favor de pé.

Yair Rodriguez é um lutador da nova guarda da MMA. Com um registo profissional de 11 vitórias, 2 derrotas e 1 no contest, Rodriguez entrou na UFC pela porta grande, vencendo o programa The Ultimate Fighter. Isso fez com que desde cedo as expetativas em torno de si fossem enormes, e Yair seguiu correspondendo com 6 vitórias seguidas na organização. Até que surgiu Frankie Edgar (antigo campeão) no seu caminho, e que com  seu wrestling foi capaz de por um travão à ascensão do mexicano. Yair voltou depois às vitórias com um impressionate KO literalmente no último segundo de uma luta que até estava a perder. Não sendo possuidor do poder de KO de outros lutadores da categoria (como Stephens por exemplo), Yair foca o seu estilo na criatividade e variedade de strikes que  a sua rapidez e capacidade atlética lhe facilitam.

Yair Rodriguez é um lutador alto para a categoria, e faz bom uso da sua envergadura conseguindo manter as lutas à distância. Stephens historicamente não se dá bem com adversário com esse perfil, tendo derrotas com lutadores semelhantes a Yair como por exemplo Donald Cerrone, Charles Oliveira, Max Holloway, ou na sua última luta Zabit Magomedsharipov. Stephens também nunca mostrou ter o wrestling que lhe permitisse empregar nesta luta uma estratégia semelhante à que Edgar usou para vencer Yair, e nesta fase avançada da sua carreira não será de esperar que aprenda truques novos, ou que altere o seu estilo.

Uma nota importante que foi evidente nos curtos 15 segundos da primeira luta entre ambos, concerne à vantagem enorme que Yair confirmou ter sobre Stephens em termos de rapidez. No curto tempo da luta Yair conectou com cerca de 3 ou 4 golpes para os quais Stephens não teve sequer reação.

Assim sendo, e numa luta que as casas de aposta têm como muito renhida, vejo vantagem para Yair que se pretende lançar numa sequência que lhe permita chegar à luta pelo título, contra Stephens cujo caminho para a vitória está sempre à distância de um soco, mas o torna unidimensional e previsível.

Pick: Yair Rodriguez to win - 1.95 @ 1xbet



Henrique11

  • Sem Dívidas
  • H
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2008
  • Localidade:
  • Mensagens:
    336
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    75
em: 16 de Outubro de 2019, 15:11
UFC on ESPN 6
18/10 às 22h00
Maycee Barber vs Gillian Robertson


Frente a frente duas das maiores esperanças do MMA feminino numa luta na categoria de flyweight (125lbs) da UFC.

Maycee Barber chega a esta luta com um registo imaculado de 7 vitórias sem derrotas. Barber é nesta altura o atleta mais jovem de toda a UFC (incluindo atletas masculinos), com apenas 21 anos, sendo que até fez a sua estreia na organização com apenas 20 anos de idade. Confiante e carismática, Barber afirma sempre que possível que o objetivo dela é tornar-se a campeã mais jovem de sempre na UFC. O seu potencial é de facto enorme, mas o qualidade técnica ainda precisa de algum trabalho pela frente para chegar sequer próximo da rainha da divisão Valentina Shevchenko.
Na sua última luta venceu JJ Aldrich por TKO no 2º raound, no entanto no 1º round as suas dificuldades foram evidentes. Barber é bastante grande para a divisão e talvez por isso viu Aldrich impor a sua rapidez, e o seu boxe mais técnico e fluido, levando a melhor nas trocações. No 2º round Barber conseguiu adaptar-se e impor um estilo mais pressionante e agressivo, levando Aldrich para uma luta menos técnica onde a capacidade atlética de Barber acabou por ser demasiado para a sua adversária. E é aqui que reside a principal vantagem de Barber em relação a quase todas as atletas da divisão. Não tendo vantagem técnica ou a experiência de muitas das suas adversárias, Barber é muito mais imponente fisicamente, e a sua força e capacidade atlética não tem na divisão muitas atletas que possam rivalizar. No MMA feminimo é raro aparecerem atletas como Barber, e regra geral essas atletas conseguem levar vantagem sobre as suas adversárias, mascarando as suas deficiências técnicas.

Gillian Robertson tem um registo de 7 vitórias e 3 derrotas. Na UFC leva 4 vitórias e apenas uma derrota. As suas vitórias surgiram todas de forma semelhante. Robertson usou os seus strikes de pé de forma mais defensiva, com objetivo de encontrar abertas que lhe permitissem levar a luta para o chão. Algo que nas suas vitórias conseguiu sempre. Uma vez no chão Robertson trabalha constantemente nunca permitindo que as suas adversárias se sintam confortáveis, e acabou sempre por levar a melhor finalizando todas as suas vitórias na UFC no chão (3 submissões e um TKO). Na sua única derrota na UFC contra Mayra Silva, Robertson foi completamente dominada pela técnica e agressividade da sua adversária, e quando levou a luta para o chão nunca conseguiu controlar completamente Silva, acabando submetida ainda no 1º round da luta.

Quando as atletas entrarem no octágono para esta luta, Barber parecerá que é de uma divisão acima de Robertson. Robertson ainda não mostrou ser capaz de captar o respeito das suas adversárias com a luta de pé, e na sua única derrota foi dominada enquanto a luta se manteve na vertical. Barber, não sendo prodigiosa nessa fase da luta, tem maior disposição para avançar com confiança, o que deverá ser suficiente para dominar aqui. Robertson deverá ter mais dificuldade em levar a luta para o chão  do que em lutas anteriores, contra a maior e mas atlética Barber.

Em suma, o tamanho, a agressividade, e a capacidade atlética de Barber deverão fazer a diferença numa luta com duas jovens atletas ainda com pouca experiência e com muitas arestas para limar do ponto de vista técnico.

Pick: Maycee Barber to win - 1.8 @ 1xbet




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions