Autor Tópico: [Challengers & ITFs - ATP Masculinos] 16/12/2018 a 31/12/2018  (Lida 95 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18985
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    5118
MOD
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18985
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    5118
em: 30 de Dezembro de 2018, 20:30
31 de dezembro de 2018, 09h
Ténis
ATP Brisbane
John Millman - Tennys Sandgren
Pick: John Millman Esc Online 1.40


   A nova esperança aussie para o top-10, é com 29 anos o número 38 do mundo, 5 lugares abaixo do seu melhor de sempre.
   Apesar de tudo, John Millman acabou a época em grande, apesar de algumas primeiras rondas somadas, mas no mais importante certame de fim de época deu cartas e atingiu as primeiras páginas. Depois de ter somado apenas a primeira ronda de Winston Salem, Millman bateu jogadores credenciados e de topo como Fognini e Fed Express, só cedendo nos quartos de final da prova diante de Djokovic em 3 sets. Já no Masters de Xangai não passou do qualifying, perdendo com Albot em 2 sets. Em Estocolmo ainda atingiu os oitavos de final antes de voltar a quedar-se na primeira ronda, desta feita ao perder com Struff. No Masters de Paris voltou a perder na ronda 1, desta feita com Basilashvili.
   John Millman tem um saque bastante aceitável mas sobressai acima de tudo pela qualidade da sua resposta e pelo contra-golpe, nunca dá um ponto partido e quando o oponnente não mete o primeiro saque está com grande problemas diante de Millman.



   O norte-americano de 27 anos Tennys Sandgren é o número 61 do mundo, ele que já foi o número 47 do mundo e que atingiu os quartos de final do Australian open em 2018.
   A parte final de época de Sandgren foi em baixa, perdeu na ronda 2 diante de Djokovic no US open e no périplo pelo China o melhor que conseguiu foi passar o qualifying e atingir a ronda 1 em Pequim. Já em Estocolmo melhorou o seu jogo e atingiu os quartos de final da prova. No Masters de Paris perdeu no qualifying com João Sousa em 3 sets. Em Knoxville ainda chegou aos melhores 16 para acabar a época com um desaire na ronda inaugural com Majchrzak.
   Sandgren não é muito alto mas serve bem e é muito capacitado junto à baseline pela maneira como provoca o erro no adversário, mas falta-lhe  muitas vezes armas no seu jogo que tornem o seu jogo mais surpreendente e difícil de rebater.

Conclusão: Creio que o valor está do lado do australiano, o que aconteceu com Sandgren no major australiano deste ano dá a clara sensação de ser um factor irrepetível pois o americano não tem potência de serviço e jogo de fundo do court para ir muito mais além do que o top-50.
   De resto até pelo major caseiro ser em Janeiro, os australianos costumam entrar fortes nos certames caseiros de preparação e também é de contar com isso neste encontro, para além da maior variedade de golpes e qualidade defensiva de Millman que deve ser decisivo para o desfecho deste jogo.
   
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18985
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    5118
em: 30 de Dezembro de 2018, 21:17
31 de dezembro de 2018, 10.30
Ténis
ATP Pune
Radu Albot - Jaume Munar
Pick: Radu Albot Esc Online 1.73

   O moldavo Radu Albot de 29 anos, colocou a Moldávia no mapa do ténis profissional ao chegar ao top-100, sendo neste momento o número 99 do mundo.
   Albot depois da eliminação na ronda de Pequim e no qualifying de Xangai, dedicou-se aos challengers na parte final da temporada, tendo atingido as semi-finais de Ningbo e vencido o challenger de Liuzhou, onde apenas cedeu parcial para Kecmanovic na final. Já nos challengers de Shenzhen 2 e Bagalore nem aqueceu o hotel, coisa que retificou no derradeiro certame da temporada ao atingir as meias-finais de Pune, sendo derrotado por Gunneswaran, em 3 sets.
   Radu Albot carateriza-se por ser um jogador defensivo, no entanto mescla isso com um saque competente e sobressai pela rapidez de ação e versatilidade do fundo do court e por ter um jogo de rede bem acima da média.


   O espanhol Jaume Munar de apenas 21 faz parte da nova fornada da armada espanhol e chegou ao top-100 num ápice, sendo atualmente número 81 da hierarquia mundial.
   Nuestro hermano teve um comportamento mediano no US open de 2018 ao ceder na ronda 2 da prova diante de Schwartzman em 4 sets. Depois apanhou uma fase horribilis ao perder sistematicamente nas primeiras rondas dos torneios de Metz, Orleans, Ortisei e Antuérpia. Voltou ao melhor estilo ao atingir os quartos de final de Brest, sendo aí batido por R.Berankis em 2 sets. Já na Next Gen ATP Finals, com regras peculiares, atingiu o quarto lugar da prova.
   Munar é um jogador com bons recursos técnicos, mas como quase todos os seus compatriotas de topo, sente-se confortável acima de tudo nos courts de terra batida, onde o top spin da sua forehand de direita e a sua backhand flutuante têm mais efeito.

Conclusão: Apesar de nenhum dos jogadores ser muito ofensivo, acredito que nas superfícies rápidas de Pune, o moldavo leva vantagem por saber ter um jogo mais agressivo e ofensivo quando as caraterísticas do jogo assim impõe, com destaque para o seu jogo de rede que é muito eficaz e ninguém diria tendo em conta as suas caraterísticas físicas.
   O espanhol não é muito competitivo em pisos rápidos e acabou a época em “sofrimento” competitivo, com exceção para o NEXTGen, por assim dizer e não será muito difícil mudar o chip em latitudes fora da Europa e logo em hard-courts.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



Forum de Apostas

Re: [Challengers & ITFs - ATP Masculinos] 16/12/2018 a 31/12/2018
« Responder #2 em: 30 de Dezembro de 2018, 21:17 »

sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18985
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    5118
em: 30 de Dezembro de 2018, 22:13
31 de dezembro de 2018, 10.30
Ténis
ATP Pune
Pablo Andujar - Evgeny Donskoy
Pick: Evgeny Donskoy  Esc Online 1.47


   O espanhol Andujar tem dedicado a sua carreira aos torneios de pequena/média dimensão de terra batida, sendo atualmente o número 82 do mundo, mas já esteve à porta do top-30 e já conquistou três torneios do ATP tour e 5 títulos em challengers.
   No derradeiro micro-ciclo de jogos da temporada passada, Andujar especializou-se em certames em terra batida, esteve em grande no challenger de Florença ao chegar ao final da prova e bater Trungelliti, não esteve tão afirmativo no challenger de Barcelona onde perdeu na ronda 1 com N.Kuhn e também esteve modesto no challenger de Monevideo onde era um dos cabeças de série, onde não passou dos oitavos de final mas ripostou e de que maneira em Buenos Aires onde bateu na final, sem apelo nem agravo, Cachin por claros 6/3 e 6/1.
   Pablo Andujar tem um jogo algo pachorrento e muito à base no controlo do risco do fundo do court e atendendo a sua técnica e qualidade no top spin e iamorties é um jogador muito perigoso em terra batida, mas falta-lhe killing instinct e agressividade em courts rápidos.


   O russo Evgeny Donskoy é o número 98 do mundo, 33 posições abaixo do seu melhor de sempre...Donskoy que tem como seus maiores destaques, terceiras rondas em majors e 11 títulos em challengers.
   Donskoy, ao contrário do seu oponente, acabou a época passada com forte enfoque nos pisos   rápidos...Depois de passagens discretas pelos credenciados certames de Pequim e Xangai onde não passou do qualifying, atingiu os oitavos de final de Moscovo, onde foi derrotado por Krajinovic em 2 sets, seguindo-se uma eliminação no qualifying de Basel por Djere em 3 sets. A que se seguiu um percurso normal no challenger de Eckental, onde eliminou como favorito Sijsling, Bonzi e Olivetti antes de perder nas meias-finais com Bemelmans em 2 sets. Já no derradeiro certame da temporada, perdeu nos quartos de final com Bachinger em sets diretos.
   Evgeny Donskoy tem uma forma de jogar de alto risco, de tudo ou nada - não é muito elaborado na construção de pontos, gosta de tentar winners com a sua poderosa forehand de direita e tem um saque canhão a seu favor.

Conclusão: Não creio que o espanhol tenha grandes hipóteses, Pablo Andujar tem cada vez menos rodagem em pisos rápidos e como já foi sobredito falta-lhe agressividade e potência para se impor em pisos mais rápidos.
           Donskoy tem um  jogo mais solto e agressivo que se enquadra melhor nas caraterísticas do piso de Pune e acima de tudo quando coloca o primeiro saque é muito difícil de parar, mas como é mais fácil ganhar ritmo para os big servers do que propriamente para jogadores que baseiam mais o seu jogo na versatilidade e no jogo de pés como Andujar, acredito que o valor está tudo do lado do russo.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions