Autor Tópico: [Mundial 2018 - Grupo B ] Portugal vs Marrocos 20.06 13:00  (Lida 472 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ricardo Matos

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2012
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    31607
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    753

Lista de Análises e Previsões/Prognósticos
AKA Spinosa
AG Brasil: http://www.apostaganhabr.com/



LuisCristovao

  • Rico
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jul 2017
  • Localidade:
  • Mensagens:
    515
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    479
em: 18 de Junho de 2018, 18:42
Portugal - Marrocos
Mundial 2018
20 junho 13h

Vitória de Portugal @1.66 na BetPt


Depois de um empate na jornada inaugural frente à Espanha, Portugal é uma equipa muito confiante para continuar a somar neste grupo. Desde o dia do sorteio que era conhecida a necessidade dos portugueses vencerem Irão e Marrocos para chegar em primeiro lugar aos oitavos-de-final. Essa realidade não foi alterada. Perante o conjunto africano, terá um desafio complexo mas, eventualmente, mais à medida das qualidades da equipa portuguesa.

Marrocos perdeu na jornada inaugural e talvez tenha sido a equipa que alimentou mais leituras contraditórias sobre a sua exibição. Depois de 20 minutos de enorme agressividade ofensiva, que tornou os marroquinos numa das equipas com mais sede de chegar ao golo na presente edição do Mundial, os espaços dados pela frágil organização defensiva da equipa de Hervé Renard começaram a vir ao de cima. A partir daí, a equipa foi perdendo coesão, partiu-se muitas vezes e, às iniciativas individuais dos seus criativos, não se somaram boas decisões, nem na finalização, nem na construção. Um problema que Renard sentirá como mais evidente quando tiver que defrontar uma equipa mais forte, como será o caso com Portugal.

Fernando Santos deverá operar algumas alterações para este jogo, pensando em ser um conjunto com mais posse, enquanto Marrocos alinhará pelo mesmo diapasão, desta feita sendo uma equipa com mais necessidades de precaução. Ainda assim, depois de ter perdido o primeiro jogo nos descontos, alguma ansiedade do lado marroquino haverá para conseguir pontuar.

A Portugal, este contexto parece agradar, visto que mais fortes, com mais soluções e mais confiantes, os portugueses aproximam-se desta partida com o foco em aproveitar os erros dos adversários. João Mário e André Silva deverão estar no onze titular, para dar maior presença à equipa no último terço, enquanto Cristiano Ronaldo, mesmo num eventual contexto de três centrais e algum tipo de marcação quase individual, espreitará a possibilidade de marcar mais golos.



Duarte Pinto

  • Milionário
  • Estado:
    Online
  • Registo: Nov 2017
  • Localidade: Viana do Castelo
  • Mensagens:
    1126
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    220
em: 19 de Junho de 2018, 10:22
Portugal vs Marrocos
 
Mundial FIFA 2018 / 20 Jun 2018 @ 13:00 - Stadion Luzhniki (Moscovo)
Portugal vence e mais de 1.5 golos, total do jogo
Odds: 1.88 Betclic

Portugal entrou para este Grupo B como favorito, a par da Espanha, e após o primeiro jogo, mantém intactas essas aspirações. Sabia-se que o jogo com a Espanha seria, em teoria o mais difícil, e muitos até antecipavam uma derrota para a seleção das quinas. Mas, Portugal não perdeu e ganhou ainda mais confiança, mantendo-se em aberto os dois objetivos principais: vitórias sobre Marrocos e Irão, rumo ao 1º lugar.

A seleção Marroquina, tal como o Irão, têm a difícil missão de tentar surpreender neste grupo. Conseguir o apuramento para os oitavos de final, com Portugal e Espanha é um enorme desafio. Para alimentar essas aspirações seria muito importante o jogo da 1ª jornada, uma vez que as duas equipas jogavam entre si. A vitória sorriu aos iranianos, e coloca Marrocos numa situação muito complicada.

O desempenho de Portugal e Marrocos, na ronda inaugural, bem como a conjugação dos resultados obtidos, pelas 4 seleções, nos jogos de estreia, abrem grande expetativa para esta 2ª jornada. Portugal tem 1 ponto e a mesma diferença de golos que o seu rival direto, a Espanha. Por isso, é como se começasse agora o seu mundial. Assim, os 3 pontos contra Marrocos são fundamentais para a equipa lusa, mas não são menos importantes para Marrocos. A seleção africana precisa, no mínimo de pontuar, para não sair já de cena, no que toca à luta pelo apuramento. Mas, mesmo o empate poderá ser muito curto, tendo em conta que jogará com a Espanha, na última jornada.

Ou seja, neste jogo Portugal-Marrocos, teremos duas seleções a procurar a vitória e isso poderá trazer um jogo bem mais animado e com golos. Marrocos provou, no primeiro jogo, a sua boa dinâmica ofensiva. Aliás, o resultado final não traduziu o que se passou em São Petersburgo. Uma entrada fortíssima dos leões do atlas, em que durante 20 minutos sufocaram a seleção do Irão. Para isso muito contribuíram os 4 criativos Boussoufa, Ziyech, Belhanda e Harit, que deram as mais diversas soluções ao ataque marroquino. Quando o jogo interior não encontrava soluções de penetração, apareciam Amrabat e Hakimi que conferiam profundidade e largura, no jogo exterior. A capacidade de vascular o jogo rapidamente foi outro recurso usado de forma eficiente. Neste período, Marrocos criou várias situações para marcar, e apenas a ineficiência na finalização, não permitiu Marrocos adiantar-se no marcador. Nestes fase, nem a solidez defensiva dos iranianos foi capaz de impedir ocasiões claras de golo. Não ficaram dúvidas sobre a capacidade técnica e dinâmica desta seleção marroquina, e o resultado foi enganador. Está assim avisado Portugal, que terá de jogar nos limites para poder levar de vencida esta seleção africana. 

Mas, se o resultado de Marrocos teve uma grande dose de surpresa, também o empate de Portugal acabou por ser um mal menor para a seleção lusa. Com um penalti logo aos 4 minutos, Portugal não desperdiçou a oportunidade de se colocar em vantagem. Fernando Santos tinha colocado um meio campo reforçado e apostava muito nas transições. Aliás, Portugal "abusou" nesta estratégia, abdicando de algo em que é muito forte, a circulação e posse de bola. Isso permitiu aos espanhóis ter muito mais bola e passar a maior parte do tempo sobre o meio campo da seleção portuguesa. As situações de perigo sucediam-se e foi com naturalidade (apesar da falta de Diego Costa) que Espanha chegou ao empate, à passagem do minuto 24. No entanto, Cristiano Ronaldo voltaria a adiantar Portugal, no fecho da primeira parte, beneficiando de um "frango" de um dos melhores guarda-redes do mundo.

O jogo corria de feição para Portugal, e novamente em vantagem, crescia a expectativa de uma vitória sobre "nuestros hermanos". Mas, Portugal continuou recuado, sem ter bola, e apenas a tentar evitar o golo da Espanha. Foi por isso, com naturalidade que a Espanha chegou ao empate, ao minuto 55, e apenas 3 minutos depois virava o jogo (2-3). A Espanha tomou conta do jogo e Portugal desapareceu de cena. No entanto, quem tem o melhor jogador do mundo, tem mais chances de pontuar ou mesmo vencer. Foi o que aconteceu, já ao cair do pano, com um livre marcado de forma magistral, que deu literalmente 1 ponto à seleção portuguesa.

Feita a revisão do desempenho das duas formações, na ronda inaugural, o que esperar neste embate da 2ª jornada? Já o referi, em cima, espero um jogo aberto e movimentado, com as duas seleções à procura da vitória. Com um plantel mais vasto, e com Portugal, novamente mais próximo do seu "adn", será natural que Fernando Santos proceda a algumas alterações: André Silva espreita a titularidade, mas também há expectativa para João Mário fazer parte do 11 inicial. Tudo irá depender de como Portugal irá abordar o jogo. Fernando Santos poderá manter o 4-4-2, e assim André Silva deverá fazer parelha com Ronaldo, mas se optar pelo 4-3-3, Quaresma será importante para "alimentar" Ronaldo. No entanto, tendo em conta a importância deste jogo, e respeitando muito a qualidade atacante de Marrocos, será expectável que Fernando Santos mantenha a aposta no 4-4-2.

Portugal: Rui Patrício; Crédric, Pepe, Fonte e R. Guerreiro; William, Moutinho, João Mário e Bernardo Silva, André Silva e Cristiano Ronaldo.
Se a opção for pelo 4-3-3 deverá entrar Ricardo Quaresma, abdicando de André Silva, no entanto esta opção deverá ser o plano B, ou a forma de Fernando Santos mexer no jogo.

Marrocos: Munir – Benatia, Saiss, Amrabat, Hakimi – El Ahmadi, Boussoufa – Ziyech, Belhanda, Harit  – Boutaib

O jogo poderá ser menos aberto, numa fase inicial, mas com o passar do tempo tenderá a abrir mais, com as duas seleções a assumirem maior risco. Marrocos esperava somar 3 pontos diante do Irão, e isso seria fundamental para encarar este jogo de outra perspetiva. Mas, chegado aqui com uma derrota, Marrocos não poderá jogar com uma postura expectante, precisa de procurar o golo, e isso poderá ser ideal para Portugal ser forte, não apenas no jogo de posse, como também eficiente nas transições.
Assim, Portugal é favorito a vencer, tem capacidade para fazer mais de 1 golo. Também Marrocos tem capacidade para fazer golos, ainda para mais com Portugal a provar, no jogo contra a Espanha que tem fragilidades defensivas. Caso Portugal se adiante no marcador, e com Marrocos sem nada a perder, acredito que Portugal possa "matar" o jogo nas transições. Por isso, vou conciliar a vitória de Portugal com mais de 1.5 golos, encontrando valor na cotação de 1.88 oferecida na Betclic.




Forum de Apostas

Re: [Mundial 2018 - Grupo B ] Portugal vs Marrocos 20.06 13:00
« Responder #2 em: 19 de Junho de 2018, 10:22 »

RicardoCardoso

  • Milionário
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Abr 2013
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1965
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    1995
em: 19 de Junho de 2018, 12:11
Portugal vs Marrocos
Mundial 2018 - Grupo B
20/06/2018 @ 13h00

Portugal e Marrocos têm encontro marcado esta quarta-feira à tarde em Moscovo, a contar para a 2ª jornada do Grupo B.

Portugal conseguiu o apuramento para o Campeonato do Mundo, pois terminou em primeiro lugar do Grupo B com 27 pontos conquistados, fruto de 9 vitórias e 1 derrota. O seu rácio de golos contou com 32 marcados e 4 sofridos, fazendo assim uma média de 3,6 golos por jogo. A jogar em casa, a selecção das quinas fez o pleno, enquanto que fora de portas também esteve muito bem, somando 12 pontos em 15 possíveis. Já com a qualificação garantida, Portugal disputou 7 jogos particulares, registando 3 vitórias, 3 empates e 1 derrota.

Marrocos conquistou o passaporte para a Rússia ao ter terminado em 1º lugar do Grupo C da zona africana com 12 pontos conquistados, fruto de 3 vitórias e 3 empates. No que toca a golos contabilizaram um fantástico rácio de 11 golos marcados e 0 sofridos, o que fez uma média de 1,8 golos por jogo. O seu desempenho foi globalmente muito positivo, registando praticamente o mesmo número de pontos a jogar em casa ou fora de portas. Já com o bilhete na mão, os Leões do Atlas realizaram 5 jogos particulares, registando 4 vitórias e 1 empate.

Na jornada inaugural, Portugal fez aquilo que esperava que era somar pontos diante da Espanha, enquanto que Marrocos perdeu frente ao Irão e terá hipotecado as suas poucas chances de seguir em frente. Já aqui o disse, não espero que Portugal pratique o melhor futebol da competição, mas acredito sim que para nos vencerem terão que jogar a um nível muito alto. Os números reflectem isso mesmo, sabendo que Portugal conta apenas com 3 derrotas nos últimos 34 jogos que disputou. A selecção marroquina não tem sofrido muitos golos, e portanto vejo valor em explorarmos apenas o mercado de vencedores a favor da nossa selecção. Esta quarta-feira à tarde, acredito que Marrocos dirá adeus ao Mundial, e Portugal irá confirmar o seu favoritismo contando com um Cristiano Ronaldo que parece estar determinado em ser a principal figura deste Campeonato do Mundo.

PICK: Portugal
placard.pt: 1,65
10UNI
« Última modificação: 19 de Junho de 2018, 12:13 por RicardoCardoso »



azcomeon

  • Milionário
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2018
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1597
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    1055
em: 19 de Junho de 2018, 12:37
20-06-2018, 13h00 | Mundial 2018
Portugal - Marrocos


Portugal chega a esta segunda jornada com 1 ponto amealhado, após o confronto teoricamente mais complicado desta fase de grupos, contra a Espanha, com quem empatou 3-3, naquele que foi o jogo com mais golos do Mundial até à data.
Nesse jogo, Portugal entrou bem, fez bons primeiros 15/20 minutos, mas desde aí desiludiu bastante. O 1-0 veio de penalty logo aos 3', por Ronaldo. A Espanha sentiu o golo, Portugal pressionava a meio-campo e conseguia impedir a criatividade dos jogadores espanhóis de quebrarem etapas para chegar com perigo à baliza de Patrício. Com o tempo, essa postura e a concentração defensiva esvaiu-se e a Espanha começou a produzir o suficiente para justificar o empate, que chega pouco depois dos 20', por Diego Costa, num lance em que Cédric e José Fonte ficam aos papéis após falta do hispano-brasileiro sobre Pepe. Ainda antes do intervalo, Portugal chega ao 2-1 com sorte, isto porque o remate inofensivo de Ronaldo resultou em golo devido a um monumental "frango" de De Gea. Na segunda parte, Portugal não se encontrou, abdicou por inteiro da bola para defender a vantagem conquistada antes do intervalo e, pior que isso, defendeu mal, como fica bem patente no lance do 2-2, que surge na sequência de uma bola parada estudada, com nova finalização do oportuno Diego Costa. Moralizada pelo golo do empate, a Espanha continuou a trocar bem a bola e a carregar no ataque, chegando com justiça ao 3-2 por Nacho antes dos 60'. Daí em diante, Portugal não conseguiu reagir e viu a Espanha fazer uma posse fantástica, mostrando o porquê de trocarem a bola como ninguém no mundo do futebol. No entanto, uma falta conquistada por CR7 em boa posição para os livres que já nos tinha habituado, mas que já não cobrava com sucesso há muito, resultou num golo fantástico do melhor do mundo, fazendo o 3-3 final num jogo onde muitos dizem que o empate foi justo, mas Portugal foi inferior e a haver vencedor teria de ser a Roja.
Para o jogo de amanhã, Fernando Santos deverá proceder a algumas mudanças, eventualmente até mesmo estratégicas, mudando para 4x3x3 para estancar a criatividade do ataque de Marrocos. Além disso, André Silva deve roubar o lugar a Guedes no ataque e está em dúvida também a permanência de Bruno Fernandes e José Fonte no onze titular.

A seleção marroquina tem aqui um teste de fogo e terá de fazer pela vida para não ir já para casa no fim desta fase de grupos. Fazer pela vida poderá passar por um empate, mas devido ao confronto com a Espanha na última ronda as coisas complicam-se e o melhor cenário será mesmo uma vitória, que não garante, na mesma, sucesso. No jogo de estreia, perderam por 1-0 com o Irão num jogo onde foram os marroquinos a fazer mais por ganhar, especialmente com uma entrada fortíssima, encostando o Irão ao último terço e beneficiando de algumas ocasiões de golo concedidas pela defesa iraniana, que não esteve inicialmente tão competente como se esperava. Com o avançar do tempo de jogo, Marrocos foi perdendo esclarecimento ofensivo e até poderia ter mesmo sofrido primeiro, num contra-ataque venenoso desperdiçado pelo Irão ainda na primeira parte. No segundo tempo, os comandados de Queiroz mostraram-se mais organizados a defender e não permitiram a Marrocos um carregamento ofensivo tão intenso. Numa falta conquistada no ataque já aos 93 minutos, sensivelmente, o Irão conseguiu chegar a uma vitória inédita, com auto-golo de um avançado marroquino que tinha entrado há minutos em jogo.

Espero um grande espetáculo, entre duas seleções com fortes argumentos ofensivos. Defensivamente, Portugal é muito melhor que Marrocos e deverá, por aí, conseguir ganhar o jogo. Ainda assim, tendo em conta o que a nossa seleção já nos habituou neste tipo de decisão e tendo em conta algumas paragens cerebrais de alguns dos nossos jogadores, especialmente no momento defensivo, não arrisco no triunfo português com a quota oferecida pelos bookies. Estou em crer que Portugal vai dispôr de várias e boas oportunidades para marcar e não deverá desperdiçar, até porque costuma ser relativamente eficaz e tem um Ronaldo muito motivado depois do hat-trick à Espanha, ele que até pode lutar pelo troféu de melhor marcador do Mundial se Portugal chegar longe. Ainda assim, Marrocos deve marcar pelo menos 1 e pode mesmo marcar mais, dependendo da concentração coletiva e individual defensiva dos portugueses. Se tivesse de apontar para um resultado, iria no 3-1 para Portugal, mas não descuro um 2-2 ou 3-2. Não consigo, porém, imaginar um jogo com menos de 3 golos, sendo que o over 2 também paga muito bem a 1.60, pela necessidade de ambas as equipas somarem os três pontos, pela forma como atuam e as estratégias que utilizam e, acima de tudo, a qualidade que têm nos respetivos ataques.

Portal > Over 2.75 golos @ 2.45 ESC
Liga > Over 2 golos @ 1.60 ESC



paulo_agostinho

  • Milionário
  • p
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Ago 2016
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1672
    Pts Tipsr:
    1417
em: 19 de Junho de 2018, 14:03
Competição: Campeonato do Mundo
Data: 20-06-2018 ás 13h
Equipas: Portugal vs Marrocos
Aposta: Portugal vence o encontro a 1.62 @ Betclic

Portugal, A equipa Portuguesa é a atual campeã europeia depois de ter ganho o título inédito em França batendo na final a equipa da casa. Por isso mesmo as expectativas são elevadas com Portugal. A qualificação foi bem conseguida para este Mundial, embora o 1º lugar tenha sido uma incógnita até ao final devido á consistência da selecção da Suíça. Nesta selecção o grande destaque vai para o atual melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo. Na estreia neste grupo Portugal empatou a 3 golos com a selecção da Espanha, num jogo frenético de Cristiano Ronaldo que liderou a equipa das quinas e salvou a derrota diante da Espanha. Apesar de tudo, um resultado que abre boas perspectivas não só de qualificação como também de ascender ao 1º lugar neste grupo.

Marrocos, A selecção de Marrocos conseguiu apurar se para este Mundial depois de um trajecto algo complicado mas conseguiram lograr esse objectivo. Os jogos de preparação para este mundial foram positivos e a equipa revelou estar bem. Nesta selecção há jogadores com qualidade e que atuam em bons campeonatos e em boas equipas. Na estreia perderam para o Irão por 1-0 com um auto golo já em tempo de compensação. Os marroquinos foram uma equipa agressiva, até tiveram algumas oportunidades de golo, mas no fim acabaram derrotados. Perante essa derrota, os marroquinos sabem que só bons resultados contra Portugal e Espanha pode permitir a passagem á próxima fase.

Prognóstico: Portugal é favorito e dificilmente não vencerá este jogo. A exibição contra a Espanha nem sempre foi muito bem conseguida, mas também jogou perante um adversário de um calibre superior e que obrigou os portugueses muitas vezes a jogar de maneira diferente. Frente a Marrocos Portugal irá impor o seu futebol mais ofensivo e até acredito que André Silva possa jogar ao lado de Ronaldo neste jogo, esta dupla que fez bastantes golos na fase de qualificação e que juntos funcionam bastante bem. Marrocos está mais pressionado depois da derrota com o Irão e diante de Portugal as dificuldades serão muito superiores. Acho interessante esta odd para Portugal e devem vencer o jogo.
« Última modificação: 19 de Junho de 2018, 14:05 por paulo_agostinho »



JoãoMateus

  • Interessado
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2018
  • Localidade: Açores
  • Mensagens:
    40
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    38
em: 19 de Junho de 2018, 17:13
Portugal x Marrocos
Campeonato do Mundo 2018
20/06/2018 ás 13:00h

Portugal chega a este desafio após um empate, Ronaldo 3 - Espanha 3...

A selecção de Portugal entra nesta segunda jornada da fase de grupos após um empate a 3 golos frente à Espanha, uma das candidatas a ganhar a competição, e após o melhor jogo de Cristiano Ronaldo nos últimos tempos, em que apontou 3 golos.
O seleccionador Fernando Santos já referiu diversas vezes a importância de defender bem, disse-o após o empate de Portugal por 2-2 frente à Tunísia, onde até esteve a ganhar por 2-0, deixando-se empatar, e voltou a frisar após o empate com a equipa espanhola, que na minha opinião foi o melhor jogo deste mundial até agora.
Em relação ao jogo com a Espanha, detestei ver Guedes e Bruno Fernandes, a meu ver, André Silva, apesar de achar que também não é grande jogador ainda, teria sido melhor opção, pela sinergia que cria com Ronaldo. Já Bruno Fernandes, foi outro que não deu o que costuma dar no Sporting, errou muitos passes, foi um jogador que para mim, passou ao lado do jogo.
Ao contrário desta seleção marroquina, Portugal consegue finalizar facilmente, pois tem o matador Ronaldo, e se neste jogo entrar André Silva no lugar de Guedes, e na minha opinião, jogará João Mário no lugar de Bruno Fernandes, Portugal tem tudo para ganhar este jogo.

A selecção de Marrocos chega a este desafio após perder nos minutos finais contra o "fraquinho" Irão de Carlos Queiroz.
Para este jogo, acredito que quererão marcar o mais possível Ronaldo para que este não faça o mesmo que fez à Espanha, portanto acredito que a selecção marroquina entre com muita cautela, pois uma derrota neste jogo, dita a sua passagem de volta a casa.
Em relação ao jogo com o Irão, a equipa marroquina teve 68% de posse de bola, contra 32% do Irão... Deu 13 remates, em que apenas 3 foram na direção da baliza, contra 9 remates do Irão, em que apenas 2 foram na direção da baliza, terminando com a vitória do Irão por 0-1.
Dito isto, está há vista o fraco ataque da seleção marroquina, em que consegue ter bola contra estas equipas mais fracas, mas na hora de finalizar, peca muito.
 

Conclusão:
Para este jogo prevejo uma selecção Portuguesa a entrar forte, a pressionar esta equipa de Marrocos, que deverá jogar em contra-ataque.
Não acredito num jogo como o jogo da Espanha, com muitos golos, acredito sim num Marrocos fechado, tentando tardar o mais possível o golo Português, trazendo a equipa portuguesa para o seu meio campo, saindo assim em jogadas de contra-ataque, tentando surpreender a defesa portuguesa.
Acredito num jogo com poucos golos, diria 2 no máximo, com a vitória da equipa Portuguesa.
Como a odd -2.5 golos está muito baixa, prefiro ir na vitória da equipa Portuguesa.


Pick: Portugal para vencer @ 1.62 na Betclic



Enak222

  • HighRoller
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Jan 2012
  • Localidade: Porto
  • Mensagens:
    11810
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    3208
em: 19 de Junho de 2018, 18:00
Portugal x Marrocos
20-06-2018 às 13h


Portugal AH-1 @ Bet 1.84

Em mais uma partida do Campeonato do Mundo de futebl, realizado na Rússia, defrontam-se nesta terça-feira em Moscovo, no Estádio Luzhniki Arena, a formação de Portugal e a formação de Marrocos nesta que será a 2ª jornada da fase de grupos da competição. Este será o 2º jogo entre estas duas seleções na sua história, sendo que a 1ª partida ocorreu no Mundial de 1986, em que os africanos derrotaram a equipa euripeia por 3-1.

Portugal
A equipa de Portugal, orientada por Fernando Santos, chega a este encontro na 2ª posição do seu grupo B, empatado com a seleção de Espanha, isto depois de na 1ª jornada apenas ter conseguido um ponto do encontro realizado frente à seleção orientada por Fernando Hierro, num encontro bastante entusiasmante mas mal jogado na generalidade e em que a formação lusitana revelou problemas defensivos muito preocupantes. A conseguir um triunfo neste jogo, a equipa europeia dá um passo importante rumo à qualificação para a próxima fase da competição, enquanto isso redundaria igualmente na eliminação da seleção de Marrocos, em princípio.

Marrocos
Já a seleção de Marrocos, orientada por Hervé Renard, chega a este encontro a precisar muito de pontos e mais que isso, vitórias, isto depois de ter sido surpreendentemente derrotada na jornada inaugural da prova pela seleção do Irão, algo que a obriga a equipa do Norte de África a bater Portugal e eventualmente Espanha para continuar com possibilidades de seguir em frente nesta prova. A equipa tem excelente qualidade a nível individual e coletivo e será por isso uma equipa bastante difícil de bater neste encontro e nos próximos.

Conclusão
Apesar de a formação de Marrocos ter uma excelente qualidade, muito mais do que aquilo que apresentou no encontro da 1ª jornada, acredito que a formação lusitana será mais que capaz de bater os marroquinos neste encontro, até porque depois do empate da 1ª jornada, que até foi positivo, a equipa precisa de um triunfo para praticamente selar a passagem à próxima fase, esperando depender apenas de si própria.



Forum de Apostas

Re: [Mundial 2018 - Grupo B ] Portugal vs Marrocos 20.06 13:00
« Responder #7 em: 19 de Junho de 2018, 18:00 »

Pedro_Ribeiro26

  • Magnata
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    34470
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    2109
em: 19 de Junho de 2018, 18:24
13h00/ Portugal vs Marrocos


Portugal chega a este jogo de peito feito, apesar de não ter feito um bom jogo. O empate foi bom, mas os espanhóis foram muito melhores na maior parte do tempo de jogo, mas Portugal tem o actual melhor do mundo, e o jogador mais forte em termos mentais que o futebol já viu, porque nessa vertente, é o melhor de sempre!. É verdade que Portugal sofreu 3 golos, mas não jogou frente a uma seleção qualquer, jogou frente à Espanha, que me surpreendeu pela positiva.

Desta vez irá frente a Marrocos, que não sofreu golos no apuramento, mas em África, não joga Portugal, nem Espanha, e até mesmo o Irão, que venceu os marroquinos, num encontro onde os iranianos tiveram a sorte do jogo. Marrocos desiludiu me, não vi fio de jogo, vi cada um dos jogadores a tentar resolver sozinho, e quando assim é, tudo fica mais dificil. Os marroquinos poderão aproveitar o peito feito da seleção portuguesa, mesmo na imprensa, adeptos, toda a gente dá como quase garantida a vitória lusa, e porquê?

Porque Portugal empatou frente à Espanha, e Marrocos perdeu com o Irão, mas o futebol não é assim, cada jogo tem a sua historia. Esta partida é uma final para os africanos, em caso de empate ficam praticamente eliminados, porque o Irão já tem 3 pontos, e depois a seleção marroquina, na última jornada defronta a Espanha. Outro aspecto onde Marrocos ainda poderá acreditar, é que Portugal normalmente facilita quando se sente superior ao adversário.

É certo que Portugal é campeão europeu, mas não nos podemos esquecer que na fase de grupos, empatou 3 vezes, e só passou porque os melhores terceiros classificados passavam, desta vez, não chegam 3 empates. Fernando Santos poderá mudar o onze, Cedric pode sair para entrar Ricardo, Bruno Fernandes sai, entra João Mario e Guedes vai dar o lugar a André Silva. Se Adrien tiver mesmo bem, poderá jogar no lugar de Moutinho. Convém mudar algumas peças, devido ao desgaste e também para manter toda a gente motivada.

Se me perguntarem quem acho que vai ganhar, eu digo que é Portugal, mas não me sinto seguro para neste jogo colocar lá o meu dinheiro. Apostei contra a Espanha na 1a jornada porque Portugal sente se bem contra adversários mais fortes, até no nível mental, joga mais concentrado, o problema é frente a estas seleções.

Outra coisa importante, Marrocos caso sofra primeiro, o jogo poderá partir, porque nem o empate serve à seleção africana, mas atenção que este jogo tambem é vital para as aspirações lusas, porque caso empate, depois será mesmo obrigado a vencer o Irão. O facto de Marrocos não ter sofrido golos no apuramento diz me pouco, a equipa é mesmo desorganizada em certas alturas do jogo, e amanhã, vão se ver novamente alguns erros primários.

Mas atenção, na frente tem gente de qualidade, como Belhanda e Ziyech. Sendo assim, espero um bom jogo, com golos em ambas as balizas!.

Over 2.5 @ 2.10 bet.pt

10 unidades
« Última modificação: 19 de Junho de 2018, 18:25 por Pedro_Ribeiro26 »


Nunca vejas a odds, antes de analisares um jogo!



Pedro Pauleta

  • Magnata
  • P
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Set 2005
  • Localidade:
  • Mensagens:
    218799
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    717
em: 19 de Junho de 2018, 23:11
Portugal vs Marrocos
20 – 06 – 2018, 13:00 Horas
Mundial – Grupo B

Ao contrário do que aconteceu no Europeu, o empate no jogo inaugural para Portugal soube a vitória. Num grupo onde Portugal e Espanha são claros favoritos a avançar para os oitavos, o calendário não foi simpático para ambos, uma vez que a pressão elevou ao terem de se enfrentar na primeira jornada. Uma derrota no primeiro encontro poderia ser devastadora, e da forma que decorreu o encontro, creio que o empate sabe bem a ambos. 

Agora os portugueses podem encarar este encontro de forma diferente, até porque a surpresa aconteceu no outro encontro, a derrota de Marrocos frente ao Irão mudou muito as contas do grupo. Sempre pensei que Portugal tivesse uma missão mais ingrata que a da Espanha. Caso Marrocos saísse vencedor da primeira jornada, estaria a disputar este jogo de forma mais objetiva, com a possibilidade de apuramento a ser mais realista, até o empate poderia dar outro empurrão à equipa. Contudo, Portugal e Fernando Santos têm questões importantes a serem tratadas para um segundo encontro que pode ser muito importante caso se confirme o apuramento.

1 – 3 golos sofridos no primeiro encontro. Problemas defensivos?

Não é novidade que o sector defensivo de Portugal tem sido muito questionado, não só na preparação deste Mundial, mas já na preparação do Europeu 2016. Argumenta-se que há falta de alternativas, que a idade pesa nos centrais e que apesar de a idade trazer experiência, que os defesas-centrais já não atuam em campeonatos tão competitivos. Pepe saiu do Real Madrid para rumar à Turquia, Bruno Alves aventurou-se pela Escócia ao serviço do Rangers e Fonte trocou a Liga Inglesa pela China (talento descoberto demasiado tarde, para um país pequeno e com falta de centrais).

Creio que é preciso relembrar uma vez mais os críticos da forma como Portugal ganhou o Europeu. Vinha Fernando Santos pedir crédito pelo rendimento de Cristiano, “Fui eu quem colocou o Cristiano num posto distinto e não o Real Madrid”. Pois, está errado, e sabe. A táctica portuguesa não é mais que uma adaptação à táctica utilizada por Carlos Ancelotti na décima conquista do Real Madrid. No campeonato espanhol poucas vezes resultou o 4x3x3 e ele adaptou o sistema para um 4x4x2 na Liga dos Campeões. Os 4 médios trouxeram mais consistência defensiva, e deu espaço a um talentoso Isco que pediu a titularidade. Esta entrada foi ainda assim feita com sacrifício, pedia Ancelotti mais compromisso defensivo a Isco, a adaptação não foi fácil, mas acaba por resultar na ala direita. Isco não só trouxe qualidade de passe ao jogo do Real Madrid, mas também tapou o “buraco” de Cristiano não descer. Não esquecer que nesta ala mora também Marcelo, se bem que aí Casemiro dá uma mão.

Cristiano soltou-se nesta Champions, bate o record de golos, 17. Muitos viram que ele podia ser avançado centro, ninguém conseguiu tirar rendimento dele. A questão que fica é, porque Ronaldo rende dentro da área a partir da ala, mas não como fixo? Cristiano gosta de mover-se, mas como conseguir os dois? Ancelotti respondeu a esta questão de forma brilhante, para mim Ancelotti encontrar Ronaldo nesta fase da sua carreira, com esta idade, foi uma maravilha. “Ninguém pode decidir a posição de Cristiano, tem de ser ele a decidir dentro de campo”. Ora aí está, Ronaldo nem é extremo nem ponta-de-lança, ele é exatamente o que ele desejar na altura que achar adequado. Com o problema de Isco a resolver a consistência defensiva, era necessário encontrar o apoio na frente, e Benzema tinha as características necessárias para o papel. Forte fisicamente, joga bem de costas para a baliza a segurar a bola e a soltar, e tem o que o Ronaldo precisa, a falta de ego ao lado dele, alguém que apesar das críticas não procura o golo desesperadamente. Foi então que Bale recuo na direita, poucas vezes o fez com qualidade no campeonato, mas sacrificou-se na Liga dos Campeões, foi um verdadeiro ala, que atingiu o clímax frente ao Bayern Munique.

A décima conquista do Real Madrid na Liga dos Campeões foi arte à moda de Itália. Nem feio, nem sorte. Fernando Santos terá pensado em usar Cristiano da mesma forma na selecção portuguesa, que até aqui nunca utilizada alternativas ao 4x3x3 devido aos excelentes extremos que continuamos a formar. Contudo, o resto começa a desenhar-se com uma velocidade incrível, os novos talentos portugueses começam a adaptar-se de forma maravilhosa, André Silva aparece na altura certa para fazer de Benzema, características de avançado completo que sabe jogar de costas, aparece um lote de médio muito capacitados para estas tarefas, a força física de Renato a fazer box-to-box (pena não ter atingido a forma para o Mundial), João Mario na distribuição, a melhor versão do William mais apoiado, Moutinho ganhou anos num meio-campo com mais linhas de passe, e Adrien, a autentica muleta para quando é necessário, não é por caso que Adrien está neste Mundial, é o nosso Toni Kroos, não há outro igual, Modric não rende tanto sem a sua muleta, que é o que permite soltar-se e Adrien é a nossa muleta no meio-campo, só o facto de ser único justifica porque um jogador que está meio ano sem jogar é pilar de uma seleção campeã europeia.

Os críticos continuam a dizer que Portugal venceu o Europeu com sorte e futebol feio, pois venceu com arte, e se fosse Itália a ganhar aquele Europeu, era arte. E se fosse Ancelotti naquela qualificação estávamos agora a disfrutar de Buffon. Portugal mostrou e continua a mostrar consistência defensiva. Ainda há pouco tempo tivemos o exemplo, memória curta. A Bélgica, com a sua geração dourada preparou bem a armadilha, apanha Portugal ainda em modo amigável, em casa, estádio cheio e a ir com tudo para provar que merece ser mais campeã Europeia, mas deu-se mal, foi metida no bolso a nível táctico. Então o que poderá justificar três golos sofridos?

É uma realidade que a apontar no sector defensivo. R. Guerreiro não está numa forma perfeita, foi uma época complicada, com lesões à mistura. Saíram até noticias que o Dortmund desconfia do compromisso do jogador a nível de treinos, o que poderá justificar tanta paragem por lesão, mas quero lembrar que esta Espanha estava bastante pressionada em todos os níveis.

Primeiro foi pressionada no sector ofensivo, a imprensa espanhola, que tem uma mentalidade muito à portuguesa, ainda que muitos queram afastar-se disso, criticou muito a seleção pela falta de golo. “Muita bola, pouco golo.” “Não há quem finalize.” E Lopetegui ajudou à festa nos amigáveis, “Entre Rodrigo, Aspas e Costa ainda não decidi, é a minha única dúvida.” A juntar a estas críticas, Lopetegui é demitido a dois dias de defrontar Portugal, e Hierro foi escolhido porque era o que estava mais próxima, foi a primeira vez que vi Espanha referir-se a Portugal como Campeão Europeu! Estavam com medo, pressionados. Costa, que tem sido alvo de duras críticas, em grande parte porque muitos não aceitam que seja espanhol, tinha de dar um salto. Espanha sempre teve talentosos jogadores, mas poucos líderes do meio-campo para a frente, pensem em 5 e o que vem à cabeça é Casillas, Puyol, Ramos, Pique e Raul. Se continuarmos mais para trás, o perfil é o mesmo, mais líderes atrás do meio-campo, dessa geração dourada poucos se afirmaram como verdadeiros líderes dentro de campo, não fazia parte de personalidade de jogadores como Iniesta, sempre me disseram que humildade a mais é um defeito.

Acredito que estes fatores fizeram com que Portugal tivesse menor rendimento defensivo frente à Espanha, mas espero uma equipa mais concentrada neste encontro.


2 – Guedes, André Silva, Quaresma ou Gelson?

Muitos não gostaram da exibição de Guedes. Creio que a sua titularidade foi merecida e correta, mas falta alguma coisa, ainda não convence na totalidade. O grande problema de Guedes é a sua juventude, e falta-lhe poder de decisão, que é tão importante no futebol. Vejo mais falta no poder de decisão em jogadores explosivos, o que é natural, sabem que podem resolver individualmente, mas decidir quando o devem fazer não é tão claro. O próprio Cristiano melhorou bastante neste aspeto, mas continua a anos luz de Messi na decisão, embora com ele seja mais difícil passar daqui, quer sempre assumir a responsabilidade.

Primeiro, creio que Gelson perdeu muito nos amigáveis devido ao facto de aparecer em demasia no meio. Fernando Santos pensou e quer Gelson mais aberto, mas o jogador passou o ano todo a fazer o movimento contrário com Jorge Jesus. O que falta a Gelson para dar o salto é golo, e ele não tem, nem confiança, abusa do drible para assistir, porque raramente quer rematar. Contudo, é questão de um movimento táctico que o faz perder o lugar. Parece de adaptação fácil, mas não é.

Quaresma entrou muito bem na equipa, mexe sempre com o jogo, continua a ser um jogador atrevido, que pede jogo, que vai sem medo seja quem for o adversário, e esse tipo de atitude faz falta numa equipa jovem. Agora a questão será que Quaresma fica melhor no meio-campo, que fica sempre condicionada a ficar mais ofensivo, e essa não é a ideia de Fernando Santos, poderá ser Quaresma o nosso Bale? Poderá ser ele o ala perfeito que desequilibra mas que dá consistência defensiva? O tempo o dirá, e creio que se mostrar mais jogo defensivo do que ofensivo, será titular. Não há dúvida que será sempre a substituição perfeita dos 70 minutos, mas não creio que seja o candidato perfeito para jogar ao lado de Ronaldo, não pode jogar ao lado de alguém que procura ser protagonista.

Então a questão que se coloca é, Guedes e equipa mais explosiva a nível de contra-ataque, ou André Silva a fazer de Benzema? Aqui penso que qualquer das respostas é válida, talvez Guedes seja melhor numa equipa mais equilibrada e André mais necessário numa equipa com Quaresma para jogar de costas para a baliza. Não acredito que André só tenha entrado no encontro frente à Espanha depois de Quaresma por acaso. A verdadeira realidade é que o apoio deve ser aquele que tire mais de Ronaldo e não outra questão.

3 – Forma de Ronaldo

Quando há jogadores assim influencia uma equipa. Em Mundiais está sempre algum presente, e a equipa joga à volta dele. Marcou um hat-trick que lhe tiram mérito, um penalty, um frango e um golo de bola parada. Mas, esteve presente no jogo. Foi ele que sofreu o penalty em jogada individual, foi ele que sofreu a falta para o livre direto. Mais uma vez o plano de Zidane beneficia Portugal. Nada é por acaso, não fosse Zidane treinador adjunto de Ancelotti.

Neste momento creio que o ideal será potenciar a confiança de Cristiano. E isto não significa construir tudo para ele como no passado, mas dar-lhe a liberdade necessária para ele brilhar, e nisso Fernando Santos está genial. Não é o cérebro, mas compreender o jogo e as características dos jogadores é fundamental para alguém que não tem a oportunidade de trabalhar o grupo todos os dias.  Os três golos marcados frente a Espanha dão uma confiança descomunal, e bem ou mal Cristiano vai aparecer novamente. Dá sempre a cara, sempre deu, sempre irá dar. O único problema de Portugal vai ser quando tiver de convencer este homem a desistir. (aos 50 anos)

4 – Evitar o Uruguai?

Neste momento, até pode ser que a Rússia seja primeira classificada. Mas, segundo a lógica, o Uruguai será primeiro e deve ser evitado. O empate com a Espanha coloca-nos em igualdade pontual, que em caso de vitórias de ambas as partes, vai-se decidir em diferença de golos. Agora jogar contra o Irão de Carlos Queiroz no último encontro não parece tão mau. Contudo, é preciso lembrar que o Carlos é um observador de elevada categoria. Tem imensas dificuldades em adaptar-se durante o encontro, mas a forma como os prepara é divinal. Não é difícil perceber porque Ferguson o achava intocável no seu United. Se fosse treinador queria um homem destes ao meu lado, analisa o jogo como poucos, podia viver de apostas garanto. Como treinador não é tão eficaz, lento, erra quase sempre nas substituições, mas se há seleção que conhece bem é a nossa.

Será este um fator que deva preocupar Portugal? Deve Portugal ser mais ofensivo e procurar os golos neste encontro, sendo que a diferença de golos poderá ser o fator decisivo no desempate com a Espanha? Eu creio que sim. Não sei se Fernando Santos quer arriscar tanto com a entrada de Quaresma no onze inicial, porque apesar de tudo Portugal tem apenas 1 ponto e primeiro tem a responsabilidade de vencer o encontro, mas creio que vamos ter a titularidade de João Mario, o problema está em quem tirar se quiser ser mais ofensivo. Talvez Moutinho possa ser o sacrificado, para manter a qualidade técnica de Bernardo Silva, que cresceu imenso a nível tactico com Guardiola no City. Caso não aconteça esta alteração no onze, acredito que será uma substituição obvia no decorrer do encontro para manter mais posse e ser mais ofensivo.

Resta falar um pouco de Marrocos, que se apresenta aqui com um lote de jogadores bastante interessantes, e que podia ser bastante melhor se tivesse Munir El Haddadi, mas algumas decisões não me parecem as mais corretas por parte do francês Herve Renard, um selecionador que é conhecedor do futebol africano e que se destacou ao serviço da Costa do Marfim.

Começo por questionar a decisão na baliza. Não consigo compreender a decisão de deixar Bono no banco pelo Munir. Bono mostrou-se a um nível muito elevado no Girona esta temporada, foi uma das grandes razões pela qual a equipa sonhou pelas competições europeias. Dar a titularidade a Munir, que também atua em Espanha, mas na Segunda Divisão ao serviço do Numancia parece-me errado.

Não concordo ainda com o posicionamento de Hakimi, jogador do Real Madrid que teve poucas oportunidades, mas que quando jogou mostrou profundidade adequada de um lateral moderno, tem qualidade com a bola nos pés, e aparece muito bem no jogo ofensivo. Esta defesa de 3 que se transforma facilmente numa defesa de 5 beneficiava mais de um Hakimi a jogar como ala do que a defesa interior. Hakimi tem muito mais potencial a jogar a ala do que a defesa-centro.

E creio que a equipa irá perder bastante com a possível ausência de Amrabat. É um jogador que na minha opinião foi mal aproveitado tanto no Watford como no Leganes. E, possivelmente ele terá regressado a Espanha à procura de encontrar o sucesso que teve no Malaga, mas é um jogador que anda à 4 anos a ser desaproveitado, a ter de se contentar com papeis ingratos e que tem qualidade para mais. É um jogador que tem a capacidade para fazer a diferença no jogo da equipa, e a sua ausência é de louvar para a seleção portuguesa.    

Frente ao Irão, Marrocos entrou forte, e beneficiou de boas oportunidades, mas rapidamente deu confiança ao adversário. Não parece estar ao melhor nível, especialmente a nível defensivo, onde se pode observar um Benatia um pouco em baixo, e quando se começa a observar jogadores com este estatuto em má forma, prejudica a equipa numa competição a este nível. Marrocos acabou com 63% posse de bola mas pouco fez com ela, dos 16 remates, apenas 3 foram à baliza, e parece uma equipa sem alma.

Se Portugal continuar com o mesmo fogo creio que vai controlar o encontro. Tem mais soluções, e um Cristiano endiabrado. Marrocos está demasiado pressionado pela falsa entrada e creio que Portugal não só irá ganhar como poderá destabilizar o adversário a nível mental e partir para um resultado confortável.

Pick: Portugal mais de 1,5 golos a 1.74 na Bet.pt
Portugal mais de 2,5 golos a 3.35 na Bet.pt

Para brasileiros a 1.83 e 3.78 na 1xbet




Pedro_Ribeiro26

  • Magnata
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    34470
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    2109
em: 19 de Junho de 2018, 23:20
Grande análise Pauleta  :venia: . O Amrabat afinal recuperou..


Nunca vejas a odds, antes de analisares um jogo!



Remi Alves

  • Milionário
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Nov 2013
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    1796
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    988
em: 19 de Junho de 2018, 23:57
Portugal vs Marrocos
20-06-2018 às 13:00
Mundial Rússia 2018 – Grupo B

Pick: Portugal mais de 1.5 golos a 1.88 @ Esc

Esta 2ª jornada do grupo B será de grande importância para a definição do mesmo, Portugal e Espanha os favoritos do grupo anularam-se em empataram no primeiro encontro num jogo repleto de golos, o 3-3 final deixou certamente os fãs de futebol satisfeitos.
Neste encontro verificou-se um ascendente da seleção espanhola, que teve posse de bola, dominou o encontro, soube pressionar bem e alto dificultando  saída de jogo da seleção lusa, acabando por fazer mais que o seu adversário para vencer o encontro. Mas a seleção portuguesa bem aos estilo de Fernando Santos conseguiu surpreender a Espanha principalmente no inicio do jogo, explorando bem o contra-ataque causando alguns calafrios à defesa espanhola, marcand cedo e tendo oportunidades para dilatar o marcador. Neste encontro a figura de destaque foi Cristiano Ronaldo que apontou todos os golos da seleção portuguesa, ao passo que a grande maioria dos seus colegas de equipa estiveram uns furos abaixo do que seria de prever, Guedes e Bruno Fernandes face à exibição feita são fortes candidatos a sairem do 11 inicial, mas outras alterações poderão surgir nomeadamente no eixo da defesa.
Do lado de Portugal é previsto que André Silva e João Mário entrem no 11 inicial em substituição de Guedes e Bruno Fernandes, no entanto acredito que este encontro fosse mais propicio para Guedes, pois Marrocos é uma seleção muito balanceada para o ataque, e com uma linha defensiva frágil e lenta, o que deverá permitir muitos espaços para o setor ofensivo da seleção portuguesa, e nesse capítulo, acredito que Guedes pudesse ganhar vantagem sobre André Silva.
Marrocos é a seleção africana com um estilo de jogo mais próximo das seleções europeias, também não é de admirar, pois a maioria dos seus jogadores nasceu na Europa onde fez toda a sua formação futebolistica. É uma seleção de futebol envolvente, ofensivo e bastante agradável, mas que depois peca pelo rigor defensivo, que é o seu calcanhar de aquiles com jogadores lentos e que acabam por ter grandes dificuldades frente a seleções com outros argumentos.
No primeiro encontro frente ao Irão a seleção marroquina dominou, teve mais posse de bola, criou mais oportunidade, talvez aqui falte à seleção africana um homem-golo para ser mais eficaz, mas acabou por perdeu num lance de infelicidade de Bouhaddouz que introduziu a bola na própria baliza no último lance do encontro, ditando a derrota dos marroquinos. Se Marrocos já é uma seleção balanceada para o ataque, neste encontro frente a Portugal e face à derrota no primeiro encontro poderá ter de arriscar ainda mais, o que permitirá a Portugal fazer transições rápidas e ter espaço como tão bem gosta. Na seleção marroquina Amrabat parece estar recuperado.

Conclusão
Apesar de na fase de qualificação a seleção marroquina não ter sofrido qualquer golo, desengane-se quem pensa que estão seleção tem uma defesa muito coesa, uma coisa é enfrentar seleções africanas ou é enfrentar seleções bem mais experientes e com outros argumentos como Portugal ou Espanha, e neste encontro onde os jogadores do setor ofensivo poderão beneficiar de alguns espaço e com Ronaldo altamente moralizado e em grande forma, acredito plenamente que a seleção portuguesa consiga marcar pelo menos 2 golos.



SlipkMan

  • Rico
  • S
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2011
  • Localidade: Vila Real
  • Mensagens:
    981
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    145
em: 20 de Junho de 2018, 00:51
Portugal - Marrocos
20.06.2018 - 13:00
Campeonato do Mundo - Grupo B - 2ª Jornada

Portugal, actual n.º 4 do ranking da FIFA, recebe para a 2ª jornada do grupo B, Marrocos que se encontra na posição n.º 41 das selecções mais cotadas do Mundo.

Eis que se chega á fase decisiva desta fase de grupo do Campeonato do Mundo, onde qualquer deslize, ditará o fim da caminhada neste Mundial. Portugal chega a esta jornada, depois de ter empatado a 3 bolas ante à candidata ao título, a Espanha. Nesta partida, os espanhóis foram claramente superiores, onde a maior parte do tempo os pupilos de Fernando Santos só “cheiraram” a bola e só mesmo um super Ronaldo, que diga-se de passagem, está talhado para estes grandes palcos e competições, evitou a derrota na jornada inaugural.

Marrocos, depois de ter feito uma caminha exemplar para chegar à Rússia, onde não sofreu qualquer golo na última fase de qualificação para o Mundial, na jornada inaugural, apesar de ter dominado o encontro, saiu derrotada frente ao Irão de Carlos Queiroz. É certo que foi melhor equipa em campo, mas não traduziu essa superioridade no marcador, nem tão pouco em oportunidades claras de golo.

Posto isto, acredito que Portugal poderá apresentar aqui uma melhor imagem da sua verdadeira qualidade como equipa, não deixando para o Cristiano Ronaldo, todas as despesas do processo ofensivo. A equipa das quinas terá, de certo o comando do jogo, ficando Marrocos um pouco na expectativa, tendo como principal arma as transições ofensivas, aproveitando os espaços concedidos por Portugal na rectaguarda e sabendo que o sector defensivo é o mais fraco do actual campeão europeu, quererão apanhar Portugal balanceado para o ataque, partindo rápido em direcção à baliza contrária.

Para não andarmos como é apanágio de calculadora na mão para a última jornada, acredito que Fernando Santos montará a equipa para claramente vencer o jogo, sem correr muitos riscos, sendo ele um conhecido conservador nas suas ideias. 2 ou 3 peças poderão trocar em comparação com a equipa da 1ª jornada, mas sendo Portugal claramente favorito a vencer esta partida.

Portugal @ 1.6 - ESC Online



raphawel

  • Rico
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2017
  • Localidade: Curitiba
  • Mensagens:
    621
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    200
em: 20 de Junho de 2018, 02:22
PORTUGAL X MARROCOS

Local: Estádio Luzhniki, em Moscou (Rússia)
Data: 20 de junho de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 9h(de Brasília)
Árbitro: Mark Geiger (Estados Unidos)
Assistentes: Joe Fletcher (Canadá) e Frank Anderson (Estados Unidos)

PORTUGAL: Rui Patricio; Cedric, Pepe, José Fonte e Raphael Guerrerio; William Carvalho, João Moutinho, Bernardo Silva, Bruno Fernandes (João Mário); Gonçalo Guedes (André Silva) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Fernando Santos

MARROCOS: El Kajoui; Achraf Hakimi, Mehdi Benatia e Romain Saiss; Sofyan Amrabat, Mbark Boussoufa, Hakim Ziyach, El Ahmadi, Younes Belhanda e Amine Harit; El Kaab
Técnico: Herve Renard

Últimos jogos :
Portugal
15.06.2018   WC   Portugal   3-3   Spain   
07.06.2018   FRL   Portugal   3-0   Algeria   
02.06.2018   FRL   Belgium   0-0   Portugal   
28.05.2018   FRL   Portugal   2-2   Tunisia   
26.03.2018   FRL   Portugal   0-3   Holland   
23.03.2018   FRL   Portugal   2-1   Egypt   

Morocco
15.06.2018   WC   Morocco   0-1   Iran   
09.06.2018   FRL   Estonia   1-3   Morocco   
04.06.2018   FRL   Morocco   2-1   Slovakia   
31.05.2018   FRL   Morocco   0-0   Ukraine   
27.03.2018   FRL   Morocco   2-0   Uzbekistan   
23.03.2018   FRL   Serbia   1-2   Morocco

Análise : Manter a mira calibrada
Na estreia de Portugal, a imprensa considerou o jogo como Cristiano Ronaldo 3 X 3 Espanha. Porém, não há como desconsiderar que o adversário era a Espanha, um adversário que joga e deixa jogar. Por isso, um jogo de vários gols para ambos os lados. O adversário desta quarta é o Marrocos. Um time que ciscou contra o Irã, mas acabou levando o gol da derrota no fim. Mais precisamente um gol contra.
O jogo desta quarta não deverá ser de tantos gols. Cristiano Ronaldo deverá ser duramente marcado. Com isso, o restante do time deve ajudar. Alguém no ataque deverá ficar desmarcado, e isso pode ocasionar ocasiões de gol.
O Marrocos tem seus jogadores mais famosos no setor defensivo. destaque para Hakimi e Benatia. Tanto que as principais jogadas do ataque do Irã eram neutralizadas no primeiro jogo. Porém, o ataque não correspondeu. Não creio que o ataque tenha qualidade para chegar ao gol.
Que se espera ? Um jogo amarrado. Marrocos deve iniciar marcando em cima e buscando o contra-ataque. Por isso, não acredito em muitos gols na primeira etapa. Porém, no segundo tempo, Portugal deve conquistar mais espaços. Primeiro, porque a defesa deve cansar. Segundo, porque pode levar alguns cartões. Terceiro, porque Cristiano é um atleta, com grande preparo físico. E quarto,porque uma derrota, mesmo por 1 X 0, elimina o time marroquino, o que o obriga a buscar o resultado se estiver perdendo. Por isso, minha aposta é numa vitória portuguesa, mas com menos de 2 gols na primeira etapa.

Pick : Portugal vence o jogo e menos de 1,5 gol na primeira etapa - odd de 2,05 na Bet90



LucasTheodoro

  • Milionário
  • L
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Out 2017
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1886
  • Nacionalidade: br
  • Pts Tipsr:
    1126
em: 20 de Junho de 2018, 03:38
Portugal vs Marrocos
19/06/2018 - 09:00 (BR)

Pick; Portugal -1 EH @2.70 Bet90


Portugal: O empate em 3 a 3 na estreia diante da grande potência que é o time espanhol foi um belíssimo cartão de visitas do time luso nesta Copa do Mundo, porém, na prática a equipe soma apenas 1 ponto e se vê igualada com Espanha e tendo o Irã na liderança do grupo com 3 pontos e num torneio de tiro curto como este qualquer tropeço pode ser fatal, portanto, não há motivos para relaxarem diante do Marrocos hoje. Cristiano Ronaldo já deu as caras com um hat-trick no primeiro jogo, no entanto, nem só de CR7 vive Portugal, que tem outros bons nomes em seu setor ofensivo e que tem totais condições de furar a defesa marroquina algumas vezes nesta partida, confirmando sua grande superioridade técnica em relação ao rival.

Marrocos: A melhor chance de classificação do Marrocos no grupo com Irã, Portugal e Espanha era justamente somar 3 pontos diante do Irã e tentar surpreender os outros dois favoritos, porém, o fracasso em sua primeira missão já praticamente eliminou qualquer chance de classificação marroquina para a próxima fase, e a julgar pelo o que mostraram diante do Irã, com uma defesa muito espaçada e que cedeu vários contra-ataques perigosos ao adversário e foi pouco eficiente no ataque mesmo tendo a maior posse de bola durante todo o jogo, não enxergo o Marrocos como uma grande ameaça ao plantel português não.

Conclusão: Tecnicamente não há o que discutir, o favoritismo dos atuais campeões europeus é grande e se mantiver o mínimo de concentração para esta partida, assim como teve contra a Espanha, a tendência é que vença por goleada e saia na frente da Espanha no saldo de gols na briga pela liderança do grupo, já que provavelmente portugueses e espanhóis vencerão seus dois confrontos restantes no grupo. Apesar dos 3 gols sofridos, a defesa de Portugal me agrada, assim como seu meio de campo que para mim é seu ponto forte, e no ataque, não há como negar que só o fato de haver um Cristiano Ronaldo em sua equipe já faz o time mudar de patamar. De um modo geral, Portugal está vários degraus acima do plantel marroquino e deve vencer esta partida com tranquilidade.




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas e Prognósticos / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions / Melhores Cassinos Online Brasil / Mejores Casinos Online de América Latina