Autor Tópico: [Challengers & ITFs - ATP Masculinos] 16/04/2018 a 30/04/2018  (Lida 219 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ricardo Matos

  • Administrador
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Dez 2012
  • Localidade: Coimbra
  • Mensagens:
    32606
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    756


Lista de Análises e Previsões
AKA Spinosa
AG Brasil: http://www.apostaganhabr.com/



bruno_scg93

  • Milionário
  • b
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2014
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1627
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    774
em: 19 de Abril de 2018, 14:55
Challenger Sarasota
Jay Clarke x Facundo Bagnis
20 de abril - 15 horas


Intro
Encontro dos quartos-de-final do Challenger Sarasota entre o jovem britânico Jay Clarke e Facundo Bagnis. Com 19 anos, Clarke não podia pedir melhor estreia em Sarasota e chega pela 2ª vez a uns quartos-de-final de um challenger este ano. Bagnis já foi finalista em 2015 e vem de uma moralizante vitória sobre Bellucci.

Jay Clarke
Ocupa atualmente o lugar 236 do ranking atp. Em tão tenra idade, Clarke está numa fase em que pretende substituir os futures pelos challengers para ir ganhando experiência e subir lugares no ranking. Em Sarasota, leva já quatro dias de competição, após passar dois jogos de qualificação  e travar duras batalhas na 1ª e 2ª ronda, com  McDonald e  Santillan, em encontros de três set's.

Facundo Bagnis
Já foi top 60, agora ocupa a 223ª posição do ranking atp. Não tem sido fácil a recuperação de Bagnis. Este ano, viu-se obrigado a disputar as qualificações dos atp's, o que faz com que não tenha ganho qualquer jogo de um atp em 2018.  Uma época fraca de Bagnis que para já regista a sua melhor prestação neste mesmo torneio de Sarasota, após alcançar duas vitórias seguidas.

Conclusão
A época inconstante de Bagnis deixa-me de pé atrás neste jogo. Jay Clarke não tem metade da experiência de Bagnis, mas tem a vontade e o desejo de superar mais uma eliminatória neste challenger.  É natural e tem toda a lógica que Bagnis vença a partida, mas acredito que Clarke vá aproveitar as já habituais desconcentrações de Bagnis para assustar o argentino. 

PICK: Jay Clarke +1,5 Handicap set
ODD:  1,51
@betclic



rocketman

  • Interessado
  • r
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Mar 2017
  • Localidade:
  • Mensagens:
    30
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    23
em: 20 de Abril de 2018, 16:53
Challenger Sarasota USA
20/04/2018 - 18h
Laaksonen vs Londero
Pick: Laaksonen win @ 1,98 na Betclic

Seguimos para os quartos de final deste Challenger norte americano em terra batida com o embate entre o suíço de 26 anos de idade Henri Laaksonen que ocupa de momento a posição número 136 do ranking ATP e o argentino de 24 anos de idade Juan Londero que neste momento está na posição número 218 do ranking ATP.

Laaksonen teve um péssimo arranque de temporada registando apenas 2 vitórias nos primeiros 11 encontros da presente época em piso duro que supostamente é uma boa superfície para o ténis do suíço. Entretanto Laaksonen começou a dar sinais positivos em terra batida e a ir mais ao encontro do seu melhor ténis com 3 vitórias nos últimos 4 encontros tendo apenas perdido frente ao gigante norte americano Isner que de momento está a atravessar a melhore fase da sua carreira tendo alcançado a primeira entrada no top 10 mundial.

Londero muito provavelmente está a atravessar a melhor fase da sua carreira tendo já alcançado um título em terra batida na presente época com o triunfo no Challenger na cidade do México na semana passada, o primeiro título em 6 anos! Apresenta um bom registo de 11-3 em terra batida, mas atenção, se analisarmos apenas os encontros frente a adversários entre o top 100 e o top 200 do ranking regista 2 vitórias e 1 derrota sendo que as 2 vitórias foram frente ao canadiano Polansky que joga poucos encontros em terra batida e frente ao brasileiro Tiago Monteiro que apesar de ser um especialista em terra batida, atravessa um mau momento de forma.

Concluindo, vejo valor em apostar na vitória de Laaksonen e penso que as odds estão um pouco desajustadas principalmente pelo bom momento de forma de Londero, mas não nos podemos esquecer que estes jogadores estão separados por 82 posições no ranking ATP e que no vácuo Laaksonen tem muito mais armas e um melhor ténis em termos gerais do que Londero. Há ainda que ter em conta a possível acumulação de fadiga muscular por parte de Londero que nos últimos 9 dias realizou 7 encontros.       




Forum de Apostas

Re: [Challengers & ITFs - ATP Masculinos] 16/04/2018 a 30/04/2018
« Responder #2 em: 20 de Abril de 2018, 16:53 »

bruno_scg93

  • Milionário
  • b
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2014
  • Localidade:
  • Mensagens:
    1627
  • Nacionalidade: 00
  • Pts Tipsr:
    774
em: 22 de Abril de 2018, 12:36
Challenger Sarasota
Jay Clarke x Facundo Bagnis
20 de abril - 15 horas


Intro
Encontro dos quartos-de-final do Challenger Sarasota entre o jovem britânico Jay Clarke e Facundo Bagnis. Com 19 anos, Clarke não podia pedir melhor estreia em Sarasota e chega pela 2ª vez a uns quartos-de-final de um challenger este ano. Bagnis já foi finalista em 2015 e vem de uma moralizante vitória sobre Bellucci.

Jay Clarke
Ocupa atualmente o lugar 236 do ranking atp. Em tão tenra idade, Clarke está numa fase em que pretende substituir os futures pelos challengers para ir ganhando experiência e subir lugares no ranking. Em Sarasota, leva já quatro dias de competição, após passar dois jogos de qualificação  e travar duras batalhas na 1ª e 2ª ronda, com  McDonald e  Santillan, em encontros de três set's.

Facundo Bagnis
Já foi top 60, agora ocupa a 223ª posição do ranking atp. Não tem sido fácil a recuperação de Bagnis. Este ano, viu-se obrigado a disputar as qualificações dos atp's, o que faz com que não tenha ganho qualquer jogo de um atp em 2018.  Uma época fraca de Bagnis que para já regista a sua melhor prestação neste mesmo torneio de Sarasota, após alcançar duas vitórias seguidas.

Conclusão
A época inconstante de Bagnis deixa-me de pé atrás neste jogo. Jay Clarke não tem metade da experiência de Bagnis, mas tem a vontade e o desejo de superar mais uma eliminatória neste challenger.  É natural e tem toda a lógica que Bagnis vença a partida, mas acredito que Clarke vá aproveitar as já habituais desconcentrações de Bagnis para assustar o argentino. 

PICK: Jay Clarke +1,5 Handicap set
ODD:  1,51
@betclic

 :perdida:



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18738
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4979
em: 29 de Abril de 2018, 16:50
30 de abril de 2018, 4h
Ténis
Seoul Challenger
Luke Saville vs Makoto Ochi
Pick: Luke Saville Betclic 1.37



   Luke Saville teve um ano horribilis de 2017 e pagou isso com o ranking sendo atualmente apenas o número 454 da hierarquia mundial, mas tem claramente ténis para chegar ao top-100 a breve trecho.
   O ex-número 1 júnior tem procurado recuperar a forma e os pontos perdidos nos Futures mas também fez alguns challengers. Depois de ter passado por Li e Trongcharoenchaikul no qualifying de Qujing, perdeu na ronda inaugural do quadro com Ze Zhang em 3 sets. Já no challenger de An-Ning também por duas rondas do qualifying, diante de Bury venceu em 3 sets e na negra perdeu com Mukund, em 3 sets. Já em Seul bateuShin Sanhui por duplo 6/1, na ronda inaugural do quadro.
   Luke Saville é um jogador algo inconstante, mas apesar de jogar especialmente em pisos rápidos também é competente em terra batida, quando está na mó de cima. Os seus maiores atributos são a agilidade e o jogo de rede, mas tem capacidade técnica para ir muito longe assim que melhor a parte mental e, é claro, beneficia do facto de ser canhoto.



   Makoto Ochi de 22 anos já conseguiu integrar o top-400, mas neste momento milita apenas na posição 515 no ranking ATP, contando no seu currículo com 2 títulos Future apenas.
   Makoto Ochi tem apostado em Futures principalmente, tendo chegado pelo menos às meias-finais em 3 torneios Futures japoneses. Já nos challengers não passou da ronda do qualifying em Kyoto, Yokohama e Seul e só em Yokoham ganhou encontros.
   Ochi baseia o seu jogo no binómio saque/vólei, procurando rentabilizar o facto de ser canhoto na abertura de ângulos e ao mesmo tempo busca tirar todo o partido possível da sua maior arma, a potência de serviço. Tem feito resultados muito promissores em ITFs do seu país mas tem tido algumas dificuldades na internacionalização.


Conclusão: Acredito num triunfo confortável apesar da semelhança de rankings entre dois tenistas. O australiano está muito mais rodado e tarimbado em challengers e Makoto Ochi está com algumas dificuldades em se impor em torneios fora do seu país.
         Acresce que paulatinamente Saville está a ficar mais perto do ténis que o notabilizou e que o fez sonhar com o top-100 e com outro tipo de qualidade no jogo de meio-court, fruto de uma técnica mais arrojada e menos linear do que o seu oponente e especialmente tendo em conta o seu jogo, Saville é um excelente jogador de pares, será muito surpreendente se o ex-número um mundial não sair deste jogo com um triunfo.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18738
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4979
em: 29 de Abril de 2018, 19:26
30 de abril de 2018, 4h
Ténis
Seoul Challenger
Maverick Banes - Yen-Hsun Lu
Pick: Resultado correto do encontro: 0-2 sets (Yen-Hsun Lu vence 2-0) Betclic 1.49


   O aussie Maverick Banes é o número 340 do mundo e com 26 anos nunca se conseguiu impor nos mais importantes torneios do circuito profissional.
   Maverick Banes depois de ter perdido por duplo 4/6 na ronda inaugural do challenger de Kyoto, não passou do qualifying de Yokohama, onde foi batido na ronda 2 por Yamasaki em 3 sets. Já no Zhuhai challenger conseguiu passar 3 rondas do qualifying, sempre como favorito, mas acabou por perder na ronda 1 com J.Kubler em sets diretos. Perdeu logo no seu primeiro encontro tanto no challeger de Shenzhen como no challenger de Qujing!
   Maverick Banes é um jogador algo descontrolado, tem um bom saque e sente-se muito confortável na rede, mas é um jogador altamente errático e pouco consistente no fundo do court e isso torna-o especialmente vulnerável perante de jogadores de maior nomeada.



   O jogador do Taipé é o número 112 do mundo mas já esteve à beira do top-30 e conta no seu historial com 3 títulos do ATP tour, o mais recente em 2015 no Chennai open.
   Yen-Hsun Lu procura voltar ao ativo depois de longo período de inatividade mas destaque no ano passado para os 3 triunfos em challengers, nomeadamente em Taipei, Chengdu e Jinan e ainda para a presença na segunda ronda do Us open, onde bateu Khachanov em 5 sets e obrigou R.Albot a um duelo de 5 sets.
    Yen-Hsun Lu é um all-rounder que dá gosto de ver, com boa movimentação do fundo do court, apesar de não ter uma forehand demolidora é consistente e boa colocação de bola com ela. Aliás a fiabilidade e a consistência são os seus pontos fortes até porque é muito bom defensor e “lê” muito bem os pontos e as movimentações dos adversários.

Conclusão: É certo que falta ritmo ao jogador do Taipé que procura a sua melhor forma e começar a escalar no ranking, mas a diferença qualidade de jogo e potencial é enorme entre os dois jogadores e Yen-Hsun Lu sempre fez excelentes resultados em challengers asiáticos.
            Mas mais importante do que isso, o aussie tem uma forehand errática e é um jogador demasiado ansioso e sabendo-se como Lu é forte no jogo de fundo do court e como é perito no contra-golpe e no jogo defensivo, vai cansar o australiano mental e fisicamente e obrigá-lo a cometer muitos erros não forçados.
       De resto Banes até tem um bom vólei, mas não será fácil preparar a aproximação à rede com um jogador tão inteligente na antecipação das movimentações contrárias e especialista na colocação de bolas tensas e em posições incómodas para os adversários.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18738
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4979
em: 30 de Abril de 2018, 22:00
Terça-feira 01 Maio 2018 - 04:00
Ténis
Seoul Challenger
Ochi Makoto  - Jung Jason
Pick: Handicap do set: Makoto Ochi +1.5 sets Betclic 2.03



   O nipónico Makoto Ochi de 21 anos tem tido uma carreira profissional de altos e baixos, tendo como melhor posição no ranking a posição número 370, embora atualmente seja apenas o número 515 do mundo.
   Ochi que já conquistou dois títulos ITF na sua carreira, chegou a duas semi-finais e a uma final em Futures e nos challengers disputados esta temporada, perdeu no qualifying de Kyoto com Suzuki em 3 sets. Já no challenger de Yokohama ainda passou duas fases da qualificação mas perdeu no derradeiro encontro com Y.Chung em 3 sets. Em Seul fez uma briosa e derrotou J.Na e L.Saville em sets diretos.
   Makoto Ochi não tem um jogo muito elaborado mas beneficia da potência do seu serviço e da sua qualidade de canhoto para garantir pontos importantes, sendo exímio na abertura de ângulos e explorar bolas mais curtas para arriscar tudo na sua forehand de esquerda.


   Jason Jung é o número 154 do mundo, apenas    11 lugares abaixo da sua melhor posição de sempre e está em clara ascensão no top-mundial.
   No último microciclo de jogos Jung esteve em destaque no challenger de S.Francisco que venceu, embora cedendo 3 parciais e depois de uma presença discreta no challenger de Yokohama, chegou aos melhores 4 de Zhuhai, perdendo aí com Hurkacz em 3 sets. Shenzhen não ficou na história mas bateu Ebden na ronda 2 de Taipé antres de perder com Ito.
   Jung tem formação tenistica nos States e por isso e naturalmente aposta muito nas pancadas ganhantes de direita e tem um senhor serviço, fruto da sua altura mas não é muito versátil.

Pick: Creio que o valor está do lado do nipónico que está muito rodado e que tem um estilo de jogo que se encaixa muito bem em Jason Jung.
         Jason Jung está muito dependente do primeiro serviço e quando este não entra acaba por ficar mais vulnerável e se Makoto conseguir replicar o plano de ação que aplicou a outro big server como Savillle pode surpreender….Em claro ascendente nesta fase da época, Ochi só precisa de entrar confiante neste jogo.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18738
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4979
em: 30 de Abril de 2018, 22:36
Terça-feira 01 Maio 2018 – 05.20
Ténis
Seoul Challenger
Tatsuma Ito - Duck Hee Lee
Pick: Duck Hee Lee Betclic 1.89


   Tatsuma Ito não conheceu a evolução que se esperava e podendo já se considerar um veterano com 29 anos, tem como melhor presença no ranking um lugar entre os 60 melhores, mas atualmente é apenas o número 172 do mundo.
   Depois de dois primeiros meses para esquecer onde raramente passou do primeiro encontro, o Tatsuma Ito ripostou e nos challengers de Yokohama e Shenzhen, no primeiro chegou à final, fase em que perdeu para Uchiyama em 3 sets. Já em Shenzhen atingiu os melhores 4 mas acabou por somar apenas 5 jogos diante de Ivashka. Voltou às semi-finais no challenger de Taipé, onde bateu como underdog Jason Jung e só perdeu com Bhambri em 3 sets.
   Falta potência ao seu serviço e golpe de asa e ousadia no seu jogo de fundo do court, é acima de tudo um jogador “certinho”, que gosta de controlar o risco e que tem uma ótima movimentação de fundo do court.


   O sul coreano Duck Hee Lee também é um roller coaster, é o número 219 do mundo mas já esteve à porta do top-100 e também tem 29 anos.
   O sul-coreano teve um início de temporada interessante com presença nos quartos de final no challenger Banquecoque 2 e nas meias-finais de Chennai mas os challengers mais recentes não foram muito promissores. Perdeu nas primeiras rondas de Qujing e  Nanchang em sets diretos com Hurkacz e J.Thompson, respetivamente. Já no challenger An-Ning bateu R.Wang em sets diretos e perdeu em 2 parciais equilibrados com Mukund.
   Duck Hee Lee é um jogador especial por ser surdo, mas também por causa disso lê muito bem as movimentações do adversário e a linguagem corporal dos seus oponentes e a sua versatilidade e variação de estilo de jogo compensa a sua estatura média baixa.

Conclusão: É certo que o sul-coreano tem tido uns últimos challengers fracos, mas é um jogador muito combativo e que rapidamente volta à crista da onda e pode ser já diante de Ito, que é muito inconstante e frágil emocionalmente.
   Favorece as caraterísticas de Duck Hee Lee não apanhar um big server sendo assim mais fácil para o sul-coreano colocar o jogo nos seus próprios termos, com base em rallies e antecipação dos movimentos dos adversários e na flutuação do estilo de jogo.
O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012



Forum de Apostas

Re: [Challengers & ITFs - ATP Masculinos] 16/04/2018 a 30/04/2018
« Responder #7 em: 30 de Abril de 2018, 22:36 »

sniperthebest

  • Magnata
  • s
  • Estado:
    Offline
  • Registo: Fev 2010
  • Localidade:
  • Mensagens:
    18738
  • Nacionalidade: pt
  • Pts Tipsr:
    4979
em: 30 de Abril de 2018, 23:15
Terça-feira 01 Maio 2018 – 05.20
Ténis
Seoul Challenger
Filip Peliwo - Ji Hoon Son
Pick: Handicap do set: Filip Peliwo -1.5 sets Betclic 1.37


   Filip Peliwo tem potencial para se tornar o número canadiano, está muito perto do seu melhor de sempre, sendo o número 179 do mundo, já conta no seu currículo com um título challenger, Knoxville e 10 torneios Future.
   Recentemente o promissor canadiano quedou-se pelos oitavos de final no challenger de Drummondville, a que se seguiu uma eliminação na ronda 2 do qualifying de Miami. Melhorou a sua performance a seguir, tendo somado quartos de final nos challengers de Le Gosier e de León, tendo pelo meio perdido nos oitavos de final de Guadalajara, batendo Patino em sets diretos, para depois perder com J.Smith em 3 sets.
   Não sendo extremamente alto, Peliwo algumas vezes se sente  desconfortável nos duelos com os big servers mas compensa essa alguma falta de estatura com rapidez de ação e movimentação e grande capacidade de cobrir todo o court e contra-atacar. Jogador muito consistente e fiável, procura um grande break-thru para ir mais longe na sua carreira.



   Ji Hoon Son, de 23 anos, ainda procura pontos nos torneios Future para entrar com regularidade no circuito de challengers, mas não se avizinha uma tarefa fácil a breve trecho.
   Hoon Son que tem apenas um título em ITF (Coreia F6), mas na variante de pares, tem tido um ritmo de torneios reduzido, tendo chegado aos quartos de final do ITF Turquia F4 e aos oitavos de final do Turquia F5, perdendo aí para Alessandro Petrone em apenas 2 sets. Mas surpreendeu pela positiva ao conseguir passar 3 rondas do qualifying do challenger de Seul, sempre como dog, triunfos diante de S.Oh, S.Sekiguchi e Trongcharoenchaikul em sets diretos.
   Ji Hoon Son tem um jogo algo rudimentar e mono-dimensional, com forte enfoque no golpe de serviço mas como está a servir muito bem em Seul tem conseguido sobrepor-se aos obstáculos que têm aparecido.




Conclusão: A maior experiência do canadiano e o maior à vontade em torneios challenger deve ser um ponto muito relevante neste encontro, mas desta feita Ji Hoon Son vai defrontar um favorito com outro tipo de credenciais e ambições e Peliwo deve impor a lei do mais forte.
   A surpresa do qualifying nem tem sido extraordinário nos Futures que tem disputado e o efeito surpresa perde-se um pouco depois do que fez na qualificação. Ainda por cima é um jogador muito dependente do primeiro serviço enquanto Peliwo é um  jogador muito sólido, que se sente muito confortável no fundo do court e nos rallies e isso serve para intimidar Hoon Son que não costuma defrontar jogadores tão fortes tecnicamente como o canadiano.

O que têm em comum Lionel Messi, Eddy Merckx, Michael Jordan e Sniperthebest? 3 TITLES IN A ROW!
VENCEDOR...LIGA SPORTINGBET + BET365 + FANTASTICWIN Futebol Dez. 2012




 


Casas de Apostas: bet pt / Betclic / ESC Online / Nossa Aposta / Casino Portugal

Rede Apostaganha: Apostas / Palpites e Dicas de Apostas / Pronósticos de Apuestas / Betting Tips and Predictions